Coluna do sabadão

Ajustes para imprimir marca pessoal

Por Arthur Cunha – especial para o blog

O governador Paulo Câmara cumpriu o prometido e mandou para a Alepe a reforma administrativa do governo. Os ajustes são para imprimir a marca pessoal do socialista na gestão. Diferente de 2014, Câmara está montando o time ao seu modo. Ouve conselhos, recebe sugestões, joga o jogo político. Mas está deixando claro ao PSB e à base aliada que a palavra final é sua. Não vai mais tolerar intromissões. A postura está clara, inclusive, nas conversas que já teve com interlocutores das legendas aliadas. O final de semana vai ser de articulações. Paulo quer ter tudo pronto antes da virada do ano. Como o próprio já disse: é muito “dever de casa” para fazer.

Como este Blog antecipou com exclusividade, há mais de uma semana, Paulo vai mesmo recriar Recursos Hídricos, que receberá ainda as atribuições de Transportes, virando a Secretaria de Infraestrutura e Recursos Hídricos. Além de cuidar das estradas, a pasta vai tocar as políticas públicas de saneamento e convivência com a seca, uma preocupação do governo. Roberto Tavares, presidente da Compesa, segue como principal nome para o posto – um dos melhores quadros da gestão, também tem articulação política em Brasília.

Outra certeza é o nome de Cloves Benevides para a nova Secretaria de Políticas de Prevenção às Drogas. O atual titular do Desenvolvimento Social é um dos expoentes nacionais da área. Resta saber se continuará como indicação do PP ou irá para a cota pessoal governador. Sabe-se, também, que a área de Esportes volta para a Educação. E que Fred Amâncio ficará no cargo, tendo Diego Perez como executivo da área. Turismo, com o desmembramento, vai ser negociada com as siglas da base. Quem levar, pega também a Empetur. Isso quer dizer que Felipe Carreras não volta mesmo para o governo, seguirá em Brasília.

Outra mudança é a fusão das pastas de Cidades e Habitação, que passará a ter o nome de Desenvolvimento Urbano e Habitação. Para o cargo, Paulo aguarda o “sim” de Fernando Dueire, suplente do senador eleito Jarbas Vasconcelos, que entrará como cota do MDB – o partido ainda pleiteia outra secretaria para abrigar o grupo do vice-governador e deputado federal eleito, Raul Henry. Os emedebistas, contudo, têm certo receio com as contas da Secid, atualmente sob a batuta do PSD. O partido de André de Paula ainda não sabe para onde vai. O bastidor é que a legenda, que também comanda o Detran, terá seu espaço reduzido.

Faltou combinar...  – Outro acerto do Blog foi a criação da Secretaria de Desenvolvimento Agrário. Leia-se: a atual de Agricultura com foco na Agricultura Familiar. Até aí tudo bem, não fosse a confusão petista para saber quem será o indicado. Uma ala quer o deputado estadual eleito Doriel Barros; outra, o federal eleito Carlos Veras. Principal interlocutor do partido, o senador Humberto Costa quer emplacar Dilson Peixoto de todo jeito em uma pasta que, necessariamente, não seria nem a do Desenvolvimento Agrário. Se não tivesse confusão, não seria o PT.

... com os russos – Esse imbróglio, tão característico do PT, também já se estabeleceu no Recife, onde o prefeito Geraldo Julio quer entregar ao partido a Secretaria de Saneamento. Só que os petistas querem mesmo Habitação ou Meio Ambiente. O problema é que as duas áreas são comandadas, hoje, por queridinhos do prefeito: Roberto Gusmão e Bruno Schwambach. Dificilmente, Geraldo vai entregá-las ao partido de Lula.

Dimensão estadual – Legenda da vice-governadora eleita, o PCdoB já sabe o que vai dizer quando for chamado pelo governador Paulo Câmara para conversar. O partido de Luciana Santos quer uma secretaria de dimensão estadual, que o permita fazer política no interior em cidades onde seus candidatos foram bem votados em 2018. A pasta, ponderam, ficará a critério do governador indicar. Outra opção levantada pelos comunistas é que eles fiquem com duas pastas consideradas “menores”.

Oposição – Em entrevista ao Frente a Frente, ontem, o prefeito de Jaboatão dos Guararapes e novo presidente do PR de Pernambuco, Anderson Ferreira, assegurou que a sigla fará oposição a Paulo Câmara. Com isso, o partido não deve ser contemplado na formação do secretariado. A dúvida é para onde vai o grupo do deputado federal Sebastião Oliveira, que perdeu o comando do diretório estadual, mas segue na base do governador. Anderson também afirmou que não tem receio em disputar contra Gleide Angelo, em 2020. Lembrou que já venceu com folga Cleiton Collins, um ex-campeão de voto.

CURTAS

NOTÁVEIS - Nos bastidores, o governador negocia o ingresso de notáveis no primeiro escalão do seu segundo governo. Algumas secretarias estão em stand by, aguardando para serem ocupadas por essas personalidades. Se conseguir fechar quem vem tentando, Paulo Câmara fará um gol.

PAGUE MEU DINHEIRO – O clima em Ouricuri não anda nada bom para o prefeito Ricardo Ramos. Ele não honrou o pagamento do 13º salário da maior parte dos funcionários do município. A categoria dos professores foi a única que recebeu o benefício. Com essa atitude, o prefeito deixou os servidores das demais secretarias bastante revoltados. Ajuda o povo que é Natal, prefeito!

LESÃO CORPORAL – Em Petrolina, o vereador Manoel da Acosap (PTB) foi condenado pelo crime de lesão corporal contra a também vereadora Cristina Costa (PT), em decisão divulgada nesta semana, no Diário de Justiça do Estado de Pernambuco. O caso ocorreu em janeiro de 2017, após uma confusão em entrevista na Rádio Jornal. O desentendimento foi motivado por uma discussão a respeito de atrasos salariais dos servidores da cidade.

Perguntar não ofende: Vai sobrar uma vaguinha para a turma de Wolney Queiroz em algum lugar?

Publicado em: 21/12/2018