Pastora Damares e as “putinhas aborteiras”

MONTANHAS DA JAQUEIRA – As “Putinhas aborteiras” são um grupo de donzelas politicamente corretas que deitam e rolam e cantam cantigas do punk pornô e do liberou geral. “Se o Papa fosse mulher o aborto seria legal. Peca pepeca! O Papa peca. Ei, Papa, levante o seu vestido, quem sabe aí embaixo não está o Amarildo!”

Falam de sexo, aborto, pererecas, genitálias. As putinhas aborteiras ficaram putas da vida com a indicação da pastora Damares para o Ministério dos Direitos Humanos.

Ao invés da Damares, segundo as putinhas, Pablo Vitarela seria o melhor nome para o Ministério dos Direitos dos Homens do sexo frágil, das mulheres de bigode e dos bofes.

As aborteiras exibem as genitálias e os sovacos cabeludos em exibições artísticas politicamente corretas. Para atiçar a emoção de vocês, donzelas e donzelos que estão lendo estas linhas, eu sugiro dar um rolé no Google e pesquisar as performances dessas meninas. Vocês vão adorar as cantigas e as letras das putinhas.

A pastora deu um vacilo politicamente incorreto.  Revelou que quase criança aos 10 nos de idade, com traumas de infância, viu Cristo num pé de goiaba. Damares nunca deu um tapa na pantera. Foi bobeira. A mundiça vermelha pegou no calcanhar da pastora.

O babado é o seguinte, brother. No modo de ser politicamente correto, se o bicho quiser falar com o Além deve embarcar no expresso Canabis, dar um tapa na pantera e navegar nos vapores da Mary Joana. A canabis faz as cabeças progressistas.

O ditador assassino da Venezuela, Nicolas Maduro, contou que o espírito tenebroso do finado Hugo Chavez  pousou em sua cabeça sob a forma de um passarinho e o abençoou. Os vermelhos não chamaram Maduro de delirante nem de impostor. Agora zombam da pastorinha Damares por um episódio meio pitoresco de infância. Maldade.

Umas sinhazinhas amigas minhas, simpatizantes do cordão encarnado e que não gostam de pés de goiaba, ficaram horrorizadas  com a indicação da pastora Damares para o Ministério dos Direitos Humanos. Elas também abominam a performance pornô do ator Alexandre Frota. O erotismo de Frota é da direita, dizem.

Mas, por serem libertárias, as sinhazinhas adoram as manifestações artísticas de Pablo Vitarela, o funk de JuJu Danoninho e suas mamas. A exibição de Pablo Vitarela é politicamente correta, segundo elas, está liberada.

Curioso é que as sinhazinhas não ficaram horrorizadas quando um bípede de plumas, tirando onda de ator, subiu no palco no festival de teatro de Garanhuns e chamou Jesus Cristo de gay. Dizem que o bípede apenas exercitou a liberdade de expressão.

Eu vos direi, sinhazinhas e sinhozinhos vermelhos, mundiça do cordão encarnado, subam num pé de goiaba e despertem para Jesus.

Publicado em: 17/12/2018