Deputados do PSL procuram Maia para discutir vagas na Câmara

Deputados do PSL, partido do presidente eleito Jair Bolsonaro, têm procurado, nos últimos dias, o presidente atual da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), para discutir o futuro espaço da sigla na Mesa Diretora e em comissões chave da Casa.

Nos bastidores, atualmente, o pano de fundo da discussão é a sucessão no comando da Casa – que acontece em fevereiro. Maia quer ser candidato novamente, e já pediu neutralidade do governo Bolsonaro, que declarou publicamente que não iria interferir na disputa.

Ocorre que, nos últimos dias, como publicou o jornal "O Globo", ontem, mensagens de grupo do PSL no whatsapp vieram a público mostrando que o partido do presidente – incluindo um de seus filhos, o deputado federal Eduardo Bolsonaro – está articulando sobre o tema.

A movimentação irritou aliados de Maia, como os partidos do chamado "Centrão", que negociam apoio ao atual presidente da Casa.

A cúpula do PSL insiste em lançar Luciano Bivar, atual presidente do partido. Mas, outros deputados do partido preferem um nome de fora, e procuraram Maia para negociar uma vaga na Mesa Diretora, como a vice-presidência da Casa, além da presidência Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) – uma das mais importantes.

É pela CCJ que passam todos os projetos relacionados a constitucionalidade e legalidade que, depois, são submetidos ao plenário.

A vice-presidência, na chapa de Maia, deve ficar com um partido do "Centrão". Na gestão atual, o posto é ocupado pelo MDB. As informações são do blog da Andréia Sadi.

Publicado em: 07/12/2018