Prefeito de Santa Cruz do Capibaribe é denunciado por pedaladas fiscais

EXCLUSIVO

Por Arthur Cunhaespecial para o blog

Um grupo de advogados de Santa Cruz do Capibaribe, no Agreste, protocolou no Ministério Público uma representação contra o prefeito do município, Edson Vieira (PSDB).  A acusação tem semelhança com a que derrubou a presidente Dilma Rousseff (PT), pedaladas fiscais, quando o uso formal do dinheiro público é desrespeitado.

O motivo da representação, protocolada na última segunda-feira, se deve à irregularidades na transferência de recursos para um consórcio municipal provocando reflexos nos relatórios fiscais da gestão municipal.

O documento aponta que o prefeito vem desobedecendo, nos últimos três quadrimestres, o limite de gastos de pessoal em 13% acima do limite máximo exigido pela Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF). Ainda segundo a representação, o secretário de Saúde afirmou que transferiu funcionários da Prefeitura para o Consórcio para reduzir os percentuais nos gastos de pessoal, aparentando uma legalidade.

Ainda na representação, as transferências para o CONIAPE foram feitas sem autorização legislativa, já que o remanejamento seria permitido apenas entre a própria administração e não para outro órgão.

O Consórcio Público Intermunicipal do Agreste Pernambucano e Fronteiras (CONIAPE), também é presidido pelo Prefeito de Santa Cruz do Capibaribe Edson Vieira.

Publicado em: 06/12/2018