Ex-ministro de Dilma é alvo da Operação

A Polícia Federal levou celular e um tablet na residência de Edinho Silva em Araraquara, São Paulo. Após a operação, o ex-ministro disse nas redes sociais que a ação foi descabida.

“Eu respeito a Justiça, respeito a Polícia Federal, mas evidente que esse mandado de busca na minha residência hoje é algo totalmente descabido. Porque eu prestei todos os esclarecimentos que alguém pode prestar à Justiça nessa investigação que o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) fez”, afirmou. Edinho, atualmente, é prefeito de Araraquara, em São Paulo. Ele foi ministro do governo Dilma Rousseff e tesoureiro da campanha dela em 2017.

Publicado em: 09/11/2018