Como evitar ruídos na comunicação

Aliados sugerem que Bolsonaro busque arrumar comunicação

Daniela Lima – Painel – Folha de S.Paulo

Dirigentes de partidos alinhados a Jair Bolsonaro e ministros recém-nomeados têm expressado ao presidente eleito preocupação com os ruídos na comunicação dos seus planos e a ausência de um porta-voz para a equipe de transição. Desencontros entre o próprio Bolsonaro e seu futuro ministro da Economia, Paulo Guedes, e manifestações dos filhos do capitão reformado criaram a impressão de que o discurso do novo governo é desconexo e improvisado, dizem esses aliados.

Um cacique do DEM diz que o novo governo não conseguirá viabilizar seus projetos no Congresso se ficar limitado à estratégia de comunicação atual, centrada nas redes sociais, sem buscar diálogo mais consistente com os líderes partidários.

O empresário Paulo Marinho, amigo de Bolsonaro e eleito suplente de seu filho Flavio no Senado, convidou o jornalista Fábio Santos, secretário de comunicação da Prefeitura de São Paulo, para chefiar a área no futuro governo. Segundo auxiliares do presidente eleito, ele não aceitou o convite.

Publicado em: 09/11/2018