Especialistas, ministros, sindicatos: fim de ministério

Criticam fim do Ministério do Trabalho

Bolsonaro afirma que a pasta, criada há 88 anos, será incorporada a outro ou 'fatiada'

Folha de S.Paulo

O presidente eleito, Jair Bolsonaro (PSL), confirmou nesta quarta-feira (7) que o Ministério do Trabalho será extinto.  "O Ministério do Trabalho vai ser incorporado a algum ministério", disse, sem dar mais detalhes.

Na terça-feira (6), a Folha publicou que a equipe de transição estudava extinguir a pasta, que, neste mês, completa 88 anos. A possibilidade de perda do status de ministério não foi bem recebida por especialistas, sindicatos e membros da Justiça do Trabalho.

A percepção é que o arranjo é um sinal ruim, em especial em um momento em que o desemprego atinge 13 milhões de brasileiros. Representantes dos empregadores aguardam mais detalhes para se pronunciar. Em avaliação, há alternativas como associar a área de emprego e renda a algum órgão ligado à Presidência.

Publicado em: 08/11/2018