Bolsonaro faz ataques à imprensa

Imprensa lixo

Veja - Da Redação

Nesta quinta, Bolsonaro também fez ataques à mídia. À tarde, ele postou um comentário em sua conta no Twitter chamando a imprensa de “lixo”, ao replicar um vídeo em que o suspeito de assassinar um capoeirista em Salvador, na madrugada de segunda, afirma que o crime não teve motivação política, como havia sido noticiado com base na polícia.

Mais tarde, o candidato voltou a atacar a imprensa em encontro com deputados eleitos e correligionários, no Rio. Ele indicou que grande parte da mídia é “de esquerda” e recomendou que os aliados não falem com jornalistas.

“O que eu mais peço a vocês: muito cuidado para conversar com a mídia. Eles não querem fazer uma matéria isenta falando algo que você sonha. Eles querem arranjar uma maneira de pegar uma frase sua, uma escorregada, para me atacar. Muito cuidado, a gente recomenda até se for o caso, nem falar, porque grande parte da mídia é de esquerda e quer de todas as maneiras arranjar um meio de nos desgastar. Não conseguirão”, afirmou.

Bolsonaro também disse ser vítima de notícias falsas. “Nós conseguimos enfrentar as fake news de toda a ordem. E vamos continuar combatendo isso daí. Nós somos completamente diferente deles. Vocês sabem que atentaram contra a minha vida é porque nós sim somos um perigo não para a democracia, mas para aqueles que teimam em não ser brasileiros. Vamos mudar o destino do país”, disse.

Publicado em: 12/10/2018