O exterminador dos zumbis vermelhos

Implantar e disseminar regimes comunistas na América Latina para compensar as derrotas no Leste da Europa, é o objetivo central, explícito, do Foro de São Paulo, matriz ideológica do PT e das esquerdas ortodoxas. Transformar o Brazil numa Venezuela, a ameaça é real, não é delírio tipo teoria da conspiração, conforme já revelado pelos principais expoentes da seita ideológica vermelha. O supositório é o comunismo. O rótulo “socialismo” serve apenas como vaselina.

Concedo um aparte do correspondente de guerra Gustavo Maia Gomes – GMG-X9, direto do Palácio de Buckingham para as montanhas da Jaqueira: 

“Winston Churchill (primeiro-ministro britânico) era o mais ferrenho dos anticomunistas. Detestava Josef Stálin, abominava sua ditadura. Eis que, um dia (22 de junho de 1941), em guerra naquele momento travada, de fato, apenas entre a Grã-Bretanha e a Alemanha, os nazistas invadem a União Soviética comunista”.

Prossegue o correspondente de Guerra GMG-X9: – O que faz Churchill? (....) Vai à BBC de Londres, poucas horas depois da invasão e pronuncia um de seus marcantes discursos. “Temos apenas um objetivo e um único propósito irrevogável. Estamos decididos a destruir Hitler e todos os vestígios do regime nazista. (...) Qualquer homem ou Estado que lutar contra o nazismo terá nossa ajuda. Qualquer homem ou Estado que marche ao lado de Hitler é nosso inimigo”.

“Stálin e seu regime eram detestáveis, mas, numa hora crítica como aquela, até mesmo essas objeções tão graves tinham de ser sacrificadas às necessidades prementes. E completou, didaticamente: “se Hitler invadisse o Inferno, eu faria, no mínimo, uma menção de apoio ao diabo no Parlamento”.

– Incorporo o informe do nobre correspondente de guerra GMG-X9 à minha cantoria nas montanhas da Jaqueira.

Mutatis mutandis, como dizem os intelectuais, mudando o que deve ser mudado, à moda da peleja de Hitler no inferno, entendo que o Capitão Marvel tem todos os defeitos, menos um: é vacinado contra o veneno das serpentes comunistas e merece uma menção de apoio para exterminar a seita dos zumbis vermelhos no Brazil.

“Um espectro ronda a Europa – o espectro do comunismo”, escreveram os gurus da seita maledetta, Karl Marx-Engels, no Manifesto Comunista em 1848.

Um espectro ronda a América Latina nos tempos presentes: o fantasma do comunismo.

Olhai os lírios vermelhos; olhai o genocida Nicolas Maduro na Venezuela; olhai o plantador de cocaína Evo Morales na Bolívia; o fantasma sem nome dos ditadores Fidel e Raul Castro em Cuba; o assassino Daniel Ortega na Nicarágua!

Vigora a estratégia gramsciana de infiltrar-se nas instituições para disseminar o veneno revolucionário de esquerda. 

O Capitão Marvel poderá implantar uma ditadura de direita no Brazil? Zero possibilidade. As Forças Armadas cumprem o dogma da hierarquia e estão subordinadas ao poder civil do Ministério da Defesa. Tanques de guerra hoje são brinquedos inúteis.

Publicado em: 01/10/2018