O Brazil tá doidão, tá doidão!

MONTANHAS DA JAQUEIRA – “Não se perdoa uma mulher ou uma nação o momento de descuido em que se deixa violar pelo primeiro aventureiro que apareça”, proclamou Karl Marx (“18 Brumário”), o guru exponencial da caterva vermelha. As pseudoelites se deixaram arrebatar por um aventureiro semianalfabeto, demagogo, feio, farsante e fedorento que violou e degradou nosso Brazil.

A humanidade está sempre duas doses abaixo do normal, assim falou o lendário Humphrey Bogart (Casablanca) aos seus discípulos. O Brazil está com delirium tremens, tá doidão, tá doidão, tá noiado, tá com os parafusos frouxos, porcas e arruelas enferrujadas.

O bicho que comandou uma camarilha para arruinar a economia e degradar o Brazil, hoje preso numa jaula de camundongos e cogitado nas cabeceiras das pesquisas eleitorais – o que dizer desta infelicitada Nação? Em sendo verdade, as mentes vermelhas brasileiras navegam nas ondas da insanidade.     

Ao menos 10 por cento da humanidade navegam nas ondas da insanidade, dizem os compêndios. São os doidos mansos, doidos ferozes, doidos de pedra, do bem e do mal. Eles carregam suas próprias cruzes. Os doidos de pedra merecem compaixão. Os assaltantes que assaltaram e assaltam os públicos do Brazil são vivaldinos, não são dois.

Tempos recentes eu estava gamado por uma donzela do sexo feminino e ofereci a ela um chocolate. Ela disse eu não quero chocolate, eu quero um iate, etc e tal. Eu fiquei abismado, envergonhado, etc e tal. Aquela criatura abalou as placas tectônicas do meu coração. Desilusão, desilusão! Eu naveguei nas ondas da solidão.    

Assim direi à moda do mega poeta Augusto dos Anjos, dos arcanjos e dos pecadores: meu coração tem placas tectônicas imensas, vulcões, terremotos e ilhas de fantasia. O poeta Dos Anjos era uma criatura abençoada por Zeus e bonita por natureza.

Um órgão de assessoramento da ONU, entre dezenas de tantos outros, ocupado por coliformes da esquerda que se arvoram em defensores dos direitos humanos, afronta a Justiça brasileira e emite declaração em favor de um malfeitor preso por corrupção. O que dizem sobre os assassinatos e a tragédia humanitária provocada pelo facínora comunista Nicolas Maduro na Venezuela? Zero.   

Ora, vão cheirar seus sovacos, bando de coliformes!

“Quantas divisões (exércitos) tem o Papa?” perguntou o carniceiro Stalin nos tempos do genocídio comunista em 1935. Mesmo sem exércitos e sem bomba atômica, o Papa João Paulo II exerceu influência decisiva para desmontar as ditaduras comunistas no Leste da Europa, durante seu Pontificado de 1978 a 2005. Líder espiritual da Igreja Católica, Karol Wojtyla era um estadista.

O Papa de hoje é de uma pobreza franciscana diante de João Paulo II/Karol Wojtyla. Francisco já passou a mão na cabeça dos ditadores comunistas de Cuba e da Bolívia.

No Brazil onde o guru e os sequazes da camarilha que assaltaram os cofres públicos são glorificados como heróis nacionais, liberou geral, todas as patifarias são previsíveis em nome do politicamente correto.

Publicado em: 27/08/2018