AssombraƧƵes no sol da meia-noite

MONTANHAS DA AL-JAQUEIRA – Gilberto Freyre, o mestre de Apipucos et Orbi, escreveu um livro “Assombrações do Recife Velho” com lendas e estórias de papa-figos, de almas penadas,  de sobrados e palácios habitados por lobisomens e espíritos zombeteiros.

As assombrações acontecem hoje no sol da meia-noite, nas estrelas do meio-dia, no Recife Velho, Recife novo, no Brazil velho, no Brazil novo, na casa de chapéu, na boca das urnas, no sovaco das urnas, em todos os cantos onde canta o carcará e onde cantava o sabiá. O mestre Giba sabia das coisas e loisas. Viva o mestre Giba!

Lá vem o trem. É temporada de lobisomens, de bruxos e bruxas, feiticeiros, vampiros, chupa-cabras. E também é tempo de promessas de tesouros, milagres, relíquias, salvação das almas e apocalipse.

Preso numa jaula em Curitiba, um lobisomem vermelho  comanda seus zumbis para espalhar terror em todo o Brazil. Os dentes são de vampiro de quem já sugou o petróleo da Petrobrás, as minas de ouro do BNDES, as glândulas mamárias das estatais, arruinou a economia e deixou uma herança nefasta com 12 ou 13 milhões de desempregados.

Os zumbis são espíritos zombeteiros, zombam da nossa memória.

Shazam! Com seus poderes mortíferos, o Capitão Marvel quer fulminar o lobisomem e seus asseclas, os zumbis vermelhos.

As lendas contam que as almas dos escravos choravam lamentos medonhos do monumento a Cruz do Patrão, na área do cais do Porto, onde os negros africanos eram enterrados eram enterrados depois da travessia do Atlântico.

Os lamentos dos brasileiros hoje ocorrem na travessia da vida, nas filas dos hospitais e do SUS, nas mensalidades dos planos de saúde, na cruz do desemprego, na violência e nas drogas.

Os palácios do poder são casas de vampiros. Olhai os engenhos da Previdência Social! Com seus dentes caninos afiados, os Dráculas do INSS sangram as veias e se alimentam do sangue dos brasileiros.

À moda dos capitães que perseguiam escravos fugidos, os  capatazes do sistema tributário nacional saem à caça dos assalariados e dos empresários brasileiros, para castigar, esfolar e espoliar todos os seus tostões. Cada vez que um pagador de impostos (chamados por deboche de contribuinte) é declarado inadimplente ou vai à falência, os capatazes comemoram, soltam rojões, em louvor do massacre tributário. O Estado brasileiro é especialista em massacres desde o tempo do arraial de Canudos.

Quem irá ganhar a eleição presidencial: o Capitão Marvel, um capacho do lobisomem vermelho, o Tio Patinhas do MDB, a Madre Tereza de Calcutá, o agente da Chuchulândia, Mandrake, He-Man?

Nem a Madre Paulina do Coração Agonizante tem poderes para sarar os corações agonizantes do Brazil. Nosso País está degradado e a bagaceira vai continuar, em todos os cantos onde canta o carcará e onde cantava o sabiá. Haverá apenas alguns curativos e lenitivos.

Abortar o ovo da serpente do lobisomem e dos zumbis vermelhos, isto será uma vitória régia.

Publicado em: 13/08/2018