Coluna da quinta-feira

Romero Jucá rebate Jarbas e o chama de desequilibrado

Em entrevista exclusiva ao Blog, o presidente nacional do MDB, senador Romero Jucá, negou que haja manobra da direção nacional da legenda e revelou que conversará com o ministro Ricardo Lewandowski para reverter a situação do partido em Pernambuco. Jucá mostrou-se confiante e muito tranquilo.

“Lewandowski tomou uma decisão sobre premissas falsas. Repassaram uma situação que não é verdadeira. Nós vamos explicar qual a verdade dos fatos”, rebateu o senador.

Sobre a relação com Jarbas, Jucá desabafou: “Tinha uma maior consideração por ele, não tenho mais. Jarbas é uma pessoa sem equilíbrio, raivosa. Distante do Jarbas do passado. Ele evoluiu para menos. A evolução foi negativa”.

O presidente do MDB afirmou que a candidatura de Fernando Bezerra é uma candidatura própria. Jarbas e Raul defendem uma candidatura do PSB. Jucá questionou por que o MDB vai dar horário de TV para um partido que xinga a legenda e que não é aliado. “É muito engraçado. Os caras não querem o MDB, mas querem o tempo e a coligação do partido”, ressaltou.

Romero Jucá ainda negou que o projeto de lei de sua autoria, que atribui ao TSE a responsabilidade de julgar ações sobre disputa intrapartidária, tenha sido por causa da situação em Pernambuco. “O projeto foi elaborado com o apoio do ministro Gilmar Mendes há mais de um ano”. O PL, que também conta com o apoio do Rodrigo Maia, segue para votação na Câmara.

Meirelles ainda insiste na Presidência – O ex-ministro da Fazenda Henrique Meirelles reafirmou, ontem, que colocou seu nome à disposição do MDB para uma candidatura à Presidência da República, mas não pretende atuar como vice em uma eventual chapa para a reeleição do presidente Michel Temer. Na segunda-feira, Meirelles participou em Porto Alegre de um debate entre presidenciáveis promovido pelo Fórum da Liberdade. Meirelles evitou dizer se isso já seria um indício de que ele é o nome do MDB para a Presidência. "O importante é que estamos trabalhando juntos e estamos já numa agenda de propostas. Certamente, no devido tempo, chegaremos à montagem da chapa melhor possível", disse após transmitir o cargo de ministro da Fazenda ao seu sucessor, Eduardo Guardia.

Descaso na saúde – Um dos principais suportes do Sistema Único de Saúde em Pernambuco, o Hospital Agamenon Magalhães (HAM) tem sofrido com o abandono da gestão Paulo Câmara.  A falta de enfermeiros, superlotação na maternidade e insuficiência de leitos para alocar pacientes da emergência são alguns dos problemas enfrentados pela unidade de saúde. Para o líder da Oposição na Assembleia Legislativa de Pernambuco, Silvio Costa Filho (PRB), o problema na unidade de saúde mostra a falta de compromisso do governador com a saúde do Estado. “O governo Paulo Câmara tem prometido obras, mas tem esquecido de manter o que já tem. Essa situação do Agamenon Magalhães é um retrato do que acontece em todo o Estado, do Litoral ao Sertão, em unidades como o Belarmino Correia, em Goiana, o Hospital Regional do Agreste, em Caruaru, o Dom Moura, em Garanhuns, ou o Dom Malan, em Petrolina”, comparou. O parlamentar irá solicitar ao governo do Estado, por meio da Secretaria de Saúde, informações sobre a situação da unidade, bem como os investimentos que deveriam ser feitos nos últimos anos.

FHC sobre prisão de Lula 'justiça se cumpriu' – O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso afirmou, ontem, que não ficou contente com a prisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, condenado pela Operação Lava Jato, mas que a "justiça se cumpriu". "Não acho que seja bom para ninguém (a prisão de Lula). É um momento delicado da vida política brasileira, especialmente porque as acusações não são políticas, são de conduta", opinou. Em entrevista à rádio CBN, o tucano afirmou ainda que não considera o petista um preso político, uma vez que a Justiça brasileira é livre e que todos os trâmites necessários foram cumpridos.

Câmara aprova Sistema Único de Segurança Pública – A Câmara dos Deputados aprovou, na noite de ontem, por 367 votos a favor e 1 contrário, o texto-base do projeto que cria o Sistema Único de Segurança Pública (SUSP). A proposta prevê a atuação conjunta e coordenada da União, estados, Distrito Federal e municípios no setor. Antes de o texto seguir para análise do Senado, os deputados ainda precisarão analisar destaques, que podem alterar pontos do projeto de lei. O projeto aprovado determina que serão membros do SUSP: polícia federal; polícia rodoviária federal; polícias civis; polícias militares; corpos de bombeiros militares; guardas municipais; agentes penitenciários; e peritos.

Mendonça comemora Universidade do Agreste – O deputado federal e ex-ministro da Educação Mendonça Filho participou, na tarde de ontem, de uma solenidade no Palácio do Planalto, que cria as Universidades Federais do Agreste – UFAPE, em Garanhuns, e do Delta do Parnaiba, no Piauí. A UFAPE, cuja implantação está orçada em R$ 121 milhões, resultará do desmembramento do campus da Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE), em Garanhuns. “Estou muito feliz em poder ter contribuído com essa iniciativa. Serão novos cargos de professor, novas vagas de trabalho e oportunidade para os estudantes das cidades do Agreste”, declarou.

CURTAS

TRÂNSITO – O prefeito do município de Flores, Marconi Santana, acompanhado da secretária de Turismo e Eventos, Lucila Santana, recebeu, hoje, em seu gabinete, o coordenador de Articulação Municipal do Detran, Lázaro Medeiros, e Euda Costa, analista de trânsito da Escola Pública de Trânsito do órgão. Na ocasião, as partes trataram sebre assuntos relacionados ao trânsito da cidade.

GILMAR SENDO GILMAR – “O STF só não é menor porque é composto pelas figuras que o compuseram no passado”. Disse o ministro no início da noite de ontem e, logo em seguida, desandou a alfinetar seus pares. Sobrou até para o juiz Sérgio Moro: “Esse sujeito fala com Deus?”.

Perguntar não ofende: O que Jarbas tem a dizer sobre as declarações de Jucá?

Publicado em: 11/04/2018