Coluna da quarta-feira

Marília que abra os olhos!

O ex-presidente Lula mandou um recado, ontem, pelo blog da Folha, ao PT local, já do conhecimento público de há muito tempo, exatamente desde quando esteve num juntar na casa da viúva de Eduardo Campos, Renata Campos, reunindo toda a cúpula socialista. Ali, o líder petista sinalizou pela primeira vez de forma clara e incisiva que tem planos para uma aliança nacional com o PSB.

Se isso de fato ocorrer, cai por água a pré-candidatura da vereadora e líder da oposição na Câmara do Recife, Marília Arraes, a que, entre todos os que têm projeto majoritário nas eleições deste ano, é a que mais tem andado pelo Interior. Dizem os mais bem-humorados que Marília tem ido até casamento de boneca.

Está certíssima. Quem não é visto, não é lembrado. Ulysses Guimarães já dizia que quem é coxo, parte cedo. Marília não perde tempo. Ganhou a simpatia das lideranças petistas do Sertão, onde tem um dos seus maiores cabos eleitorais: o prefeito de Serra Talhada, Luciano Duque, que em função disso, já transita bem com a cúpula nacional do PT em Brasília e São Paulo.

Duque está na contramão do que pensa Lula, mas seu discurso ganhou ressonância depois do grande ato que promoveu em Serra Talhada, há dez dias, arrastando lideranças até de outras regiões para levantar Marília e colocar a corda no pescoço de quem decide dentro e fora partido, com desdobramentos em todos os Estados da Federação. São Paulo é um dos Estados que fogem à regra.

Ali, pelo fato de o PSB ocupar a Vice-governadoria com Márcio França, aliado de primeira grandeza do governador Geraldo Alckmin (PSDB). Saindo para disputa à Presidência da República, o tucano deixa o poder nas mãos do PSB, projeto que vem sendo trabalhado pelos socialistas há muito tempo.

Em Pernambuco, PSB e PT sempre andaram de braços juntos em todas as eleições presidenciais, com exceção da última, e no plano estadual em duas ocasiões, tudo por imposição da executiva nacional – leia-se o próprio Lula, que gozava de uma amizade bastante estreita com o ex-governador Eduardo Campos.

Marília, portanto, que se cuide e abra os olhos, porque mesmo que se sua candidatura avançar, a cúpula nacional petista rifa seu projeto. Ela tem charme, carisma, aparece bem nas pesquisas e não tem nada a perder colocando-se como opção majoritária, porque consegue, tranquilamente e sem esforço, uma cadeira na Câmara Federal, alternativa que acabará lhe restando ao final dessa jornada.

Ex-presidente do STF na defesa de Lula – Depois de forte pressão de setores do PT a defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva será reforçada pelo ex-ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Sepúlveda Pertence. Ontem, o experiente criminalista, considerado um dos maiores especialistas em processo penal do Brasil, aceitou o convite de Cristiano Zanin Martins, responsável até aqui pela defesa de Lula. Segundo fontes do PT, o reforço contou com o aval do próprio Lula. De acordo com pessoas próximas ao ex-ministro do STF, não houve acordo porque Sepúlveda defendia o banqueiro André Esteves, o que poderia gerar conflito de interesses. Advogados, contudo, relataram que o motivo da divergência foi o fato de Zanin não abrir mão de fazer a sustentação oral no TRF-4.

Bancada mantém indicação de Cristiane – O líder do PTB na Câmara, Jovair Arantes (GO) informou, ontem, que a bancada do partido decidiu manter a indicação da deputada Cristiane Brasil (PTB-RJ) para ministra do Trabalho. A deputada foi nomeada ministra pelo presidente Michel Temer, mas teve a posse impedida por decisão judicial em razão da ação de um grupo de advogados que questiona a "moralidade administrativa" da nomeação de alguém com condenação na Justiça do Trabalho. O governo argumenta que a prerrogativa da nomeação é do presidente da República e tenta reverter a proibição no Supremo Tribunal Federal (STF).

Brasil não precisa de pacificadores – Pré-candidato do PSDB ao Palácio do Planalto, o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, disse, ontem, que pretende se reaproximar do presidente Michel Temer. “É importante conversar. O Brasil não precisa de guerreiros, mas de pacificadores”, afirmou ele. Foi uma referência indireta ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, condenado pelo Tribunal Regional Federal da 4. Região a 12 anos e um mês de prisão e aclamado por petistas como “guerreiro do povo brasileiro”

Um giro pelo Estado – Durante o recesso, entre o final de dezembro e os primeiros dias de fevereiro, o senador Fernando Bezerra Coelho (MDB) percorreu quase todas as grandes regiões de Pernambuco, dialogando com prefeitos, ex-prefeitos, deputados, líderes comunitários, sindicatos, empresários e profissionais liberais. Ao todo, Fernando esteve em 26 municípios e manteve reuniões com aproximadamente 80 lideranças, parte delas recebidas nos escritórios políticos que mantém no Recife e em Petrolina. “Desde que assumi o mandato, em 2015, faço questão de aproveitar o recesso para conversar ainda mais com os pernambucanos. Creio que seja fundamental ouvir as pessoas, conhecer seus problemas e buscar juntos alternativas para que possamos construir uma sociedade melhor”, afirmou.

Pedido de desculpas – Após comemorar a realização de uma "noite de intercessão no Recife", na Orla de Boa Viagem, que contou com orações "clamando e quebrando toda maldição de Iemanjá", a vereadora do Recife, Michele Collins (PP), emitiu uma nota, pedindo "desculpas aos que se ofenderam". A postagem sobre a ação na orla da praia foi feita no último domingo. Em seguida, a comunidade do Terreiro Axé Talabi emitiu uma nota de repúdio, afirmando que a parlamentar utilizou sua página na rede social para propagar ódio. "Repudiamos veemente a publicação de propagação ao racismo, ódio e desrespeito às tradições de matriz africana e suas divindades feita pela senhora Missionária Michele Collins".

CURTAS

CANIBAIS – O TJPE marcou para o dia 26 de abril o julgamento dos réus Jorge Beltrão Negromonte da Silveira, Isabel Cristina Torreão Pires e Bruna Cristina Oliveira da Silva, conhecidos como "Canibais", em Garanhuns, no Agreste de Pernambuco. O trio, acusado de homicídio triplamente qualificado, ocultação de cadáver, com agravante dos corpos terem sido ocultados e algumas partes terem sido congeladas, vai a júri popular. O caso aconteceu em 2012.

GALO – Passageiros das linhas de ônibus que circulam no centro do Recife devem ficar atentos: a partir de hoje, o itinerário de 146 linhas que passam pela Ponte Duarte Coelho, no Centro do Recife, é alterado temporariamente. A mudança é feita por causa da montagem do galo gigante, tradicional alegoria do carnaval da capital pernambucana. Clique aqui e confira as mudanças nos ônibus.

Publicado em: 06/02/2018