Coluna da Segunda-Feira

  PSDB já pensa em Alckmin
Presidenciável tucano, o prefeito de São Paulo, João Doria (PSDB), está fechado com a candidatura do governador de Goiás, Marconi Perillo, para presidir a legenda, mas admitiu, ontem, mudar de posição, se for necessário", caso o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, saia candidato como terceira via. “Será bom para o partido", afirmou. "Se for necessário que o governador Geraldo Alckmin assuma a presidência como um tercius será bom para o partido", disse o tucano. "Continuo apoiando Marconi Perillo para a presidência do PSDB”, ressaltou.
Por falar em Alckmin (PSDB), ele não descarta a possibilidade de assumir a presidência do PSDB, após negar esse cenário de forma contundente nos últimos dias. Com a destituição do senador Tasso Jereissati (CE) do comando interino da sigla, na última quinta-feira, o nome do governador foi levantado por tucanos importantes, como o ex-senador José Aníbal, presidente do Instituto Teotônio Vilela, e o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso.
"Temos dois pré-candidatos. Vamos aguardar. Essa é uma decisão coletiva do Brasil inteiro", disse Alckmin. Além de Tasso, que se declarou candidato na última quarta-feira, o governador de Goiás, Marconi Perillo, também declarou que vai concorrer à presidência do PSDB, que será escolhida em convenção do partido no dia 9 de dezembro.
Nesta semana, o senador Aécio Neves (MG), presidente afastado do partido, destituiu Tasso da presidência interina. A justificativa do mineiro é dar isonomia à escolha do próximo presidente do PSDB, em dezembro, uma vez que Tasso se candidatou ao cargo. Com a saída de Tasso, assumiu, interinamente, o ex-governador Alberto Goldman. A disputa pelo comando da legenda levou à maior crise interna do PSDB.
 
PORTA DA FRENTE- O senador Aécio Neves (MG), presidente licenciado do partido, participou da convenção tucana em Minas Gerais que reelegeu seu aliado, o deputado Domingos Sávio, presidente da legenda no Estado. Em entrevista no final do evento, Aécio reconheceu que o PSDB deixará em breve o governo Michel Temer, mas criticou os "cabeças pretas", ala que faz oposição ao Palácio do Planalto. "Vamos sair do governo pela porta da frente, da mesma forma que entramos", disse o senador.
 
Cartão reformaOs primeiros beneficiários do País receberão, hoje, às 16h, o Cartão Reforma no Palácio do Planalto, em cerimônia simbólica com o presidente Michel Temer. Luiz Santos da Silva, Maria do Socorro da Silva Rosado e Valéria Ana da Silva vão representar os 150 moradores do bairro de São João da Escócia, em Caruaru, onde foi executada a fase piloto do programa. Cada família receberá R$ 6 mil, em média, para melhorar a sua casa. Na cerimônia, o ministro Bruno Araújo assinará ainda portaria que permitirá levar o Cartão Reforma a famílias de municípios de cinco Estados – Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná Alagoas e Pernambuco – que sofreram com as chuvas e tiveram de decretar situação de calamidade pública. Em breve, outros 1.923 municípios poderão ingressar no programa.
 
O exemplo cearense – Os mais de 101 mil estudantes de escolas públicas no Ceará que fizeram as provas do segundo dia do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), ontem, tiveram direito a transporte gratuito e um kit prova, com água mineral, frutas, barra de cereal e caneta. Neste ano, o Estado alcançou o maior índice de inscrição de estudantes de escola pública.  "Alcançamos 99,51% de estudantes de escolas públicas aptos a fazerem o Enem 2017, quando a média do Brasil foi 60%. Preparamos no domingo passado e vamos repetimos ontem 159 pontos de apoio com água e frutas, com equipes de professores e de diretores de escolas espalhados em todas regiões do Estado. Distribuímos no domingo passado 200 mil garrafas de água e 200 mil canetas pretas e neste domingo vamos repetir a dose para apoiar nossos estudantes a fazerem um bom Enem", disse o governador Camilo Santana (PT).
 
Teto na LDO – Integrantes do Fórum de Procuradores-Gerais da Região Nordeste se reuniram em João Pessoa para discutir uma pauta comum aos Estados e deliberar sobre algumas medidas para atuação conjunta das procuradorias-gerais da região. Vários pontos foram aprovados, por unanimidade, dentre eles a recomendação para os procuradores-gerais, em conjunto com os secretários de planejamento dos respectivos estados, desenvolverem estudos com a finalidade de criar regras fixando limites ou teto na Lei de Diretrizes Orçamentária (LDO) para elaboração das respectivas peças orçamentárias dos Poderes e do Executivo, inclusive com recomendação para esse tema ser pautado no Conselho Nacional de Procuradores-Gerais de Estados (CNPGE), no próximo dia 24.
 
Porto de volta ao PTB- O deputado estadual Álvaro Porto (PSD) participou da abertura oficial da "Magia do Natal", em Garanhuns, ao lado do prefeito Izaias Régis (PTB), do vice-prefeito Haroldo Vicente  (PSC), do deputado federal Jorge Corte Real (PTB) e de lideranças do município. O novo encontro do deputado com Izaías e, agora, o reencontro com Corte Real voltaram a estimular a especulação de que Porto estaria fazendo o caminho de volta ao PTB, sigla pela qual foi eleito em 2014, sendo o mais votado no Agreste Meridional. Hoje filiado ao governista PSD, o deputado integra a oposição e, em 2018, deve se alinhar oficialmente ao bloco que faz o contraponto ao Palácio do Campo das Princesas.
 
CURTAS
 
PORTEIROS– Os porteiros terceirizados das escolas estaduais do Vale do São Francisco ameaçam fazer greve devido ao atraso nos salários de outubro. A situação atinge todas as escolas que são atendidas pela Empresa Unika Terceirização e Serviços, que ganhou licitação no lugar da empresa Soservi. Caso a greve se confirme, as escolas poderão ser prejudicadas. Ainda não se sabe o motivo que leva a empresa a atrasar os salários. O salário médio para porteiro escolar é de R$ 1.266,00. O salário pode variar de R$ 935 a R$ 1.830.
 
LIMOEIRO– Mais de 150 alunos compareceram ao plantão do Limoeiro Construindo o Futuro do último sábado com aulas na área de Exatas para o Enem. Na ocasião, o prefeito João Luís Ferreira Filho anunciou que, em parceria com a FACAL, serão disponibilizadas bolsas de estudo com até 100% de desconto para os alunos do projeto que se inscreverem na Faculdade. O evento contou com a presença da secretária de Desenvolvimento Social e Cidadania, Cristiane Barbosa, o secretário executivo de Governo, José Jackson, e o presidente da Autarquia, Luiz Carlos.
 
Perguntar não ofende: Aécio ainda tem força para eleger seu sucessor no PSDB?

Publicado em: 13/11/2017