Os reis do Brazil estão nus

MONTANHAS DA JAQUEIRA – Ledíssimo, redondíssimo engano dizer que existe uma República Federativa do Brazil. A Monarquia imperial foi substituída pela Monarquia das Conchamblanças, do Jeitinho, dos cambalachos. As majestades desfilam no Altiplano Central, nos palácios, na Esplanada dos Ministérios e dos Monastérios, na Praça da Paz Celestial dos Três Poderes em Brasília, nas esquinas e nas cavernas do Brazil.

Minha terra tem palmeiras onda canta o sabiá ... minha terra tem palmeiras onde canta o carcará e onde cantava o sabiá. Minha terra, nossa terra, tem majestades, príncipes, princesas, nobrezas fidalguias e castas econômicas, sociais e culturais que mandam no coração do Brazil, noves fora os súditos da rafaméia e a plebe ignara.

A Monarquia do Brazil é uma jabuticaba auriverde. As majestades do Brazil transportam reis na região abdominal. Olhai os lírios dos campos, olhai a realiza dos príncipes nos palácios federais, estaduais e municipais! Os caboclos mamadores são os reis dos palácios nos distritos federais, estaduais e municipais.   

As carruagens das majestades são máquinas blindadas até os dentes e movidas a dinheiro público.
Os reis e princesas que desfilam no carnaval do Rio de Janeiro são entidades reais. Bicheiros, malandros, meliantes de muitas laias reinam como os novos imperadores do Brazil.

Dom Michel é um rei, o rei das conchamblanças com os príncipes e as princesas da Monarquia legislativa. É um rei bananão. Banana dá sustança, mas uma Monarquia de bananas comete o pecado anunciado por Camões: “Um fraco rei faz fraca a forte gente”.
Existem mais majestades no Brazil que em todo o reino da Grã-Bretanha e da Dinamarca.

A Rainha da Inglaterra usa chapéus floridos tipo carruagens. Atualmente com 195 anos de idade e em plena forma física, a simpática velhinha não governa mas reina com seus chapéus tipo carruagens para ler as noticias nos tabloides sobre a vida amorosa da nobreza britânica, com os nomes dos bisnetos, tataranetos e ancestrais desde os tempos da Rainha Victoria. O rei da corrupção vocês sabem quem é, ou quem era. Virou um zumbi. O zumbi vermelho está nu. A rainha da sucata era uma mandioca vermelha. Ganhou o Prêmio IgNobel de ciência por sua tese para estocar ventanias. O vento levou aquele traste.   

O rei está nu, diz uma fábula antiga. É verdade. Os reis do Brazil desfilam nuzinhos da silva e com as mãos nos sovacos. 
Dom Michel governa nuzinho da silva. Senhor Rei da Monarquia da Conchamblança mandou dizer: Todo mundo nu! Toda nudez será castigada, dizia Nelson Rodrigues, o profeta do óbvio. Não, toda nudez será perdoada.
Os reis, os príncipes e as princesas do Brazil estão nus porque são poderosos. “The winner take it all”, o vencedor pode tudo, diz a bela cantiga do conjunto Abba. Abba, o nome bíblico do pai amoroso.      

Profeta Adalbertovsky
[email protected]

Publicado em: 09/10/2017