STF: Janot suspeito?

É consenso que o STF não declarará Rodrigo Janot suspeito de atuar contra Michel Temer. A incógnita agora é sobre como os ministros vão votar na questão de ordem que susta qualquer nova ofensiva do MPF enquanto não houver decisão sobre a validade da delação da J&F. Nesse quesito, ninguém arrisca placar. Eventual veredicto a favor do presidente, alertam integrantes da corte, poderá impactar ações, inclusive da primeira instância, que citam acordos de colaboração.

Uma vitória da tese que favorece Temer poderia ser citada como jurisprudência para denúncias que contemplam trechos da delação do ex-senador Delcídio do Amaral, por exemplo. Ela também é alvo de contestação. O ex-presidente Lula é um dos implicados.(Painel - Folha de S.Paulo)

Publicado em: 13/09/2017