Programas sociais sem empenho para pagamento

A secretária de Programas Sociais do Cabo de Santo Agostinho, Edna Gomes, revelou, ontem, que sua antecessora na gestão de Vado da Farmácia (sem partido) não deixou os documentos com os empenhos - despesas orçamentárias, para viabilizar os pagamentos dos auxílios dos Programas Bolsa Cidadã e Auxílio Moradia. Também não encaminhou os devidos documentos para a Secretaria Municipal de Finanças e Arrecadação para o pagamento deste mês. Segundo a secretária, só no Bolsa Cidadã estão inseridos, aproximadamente, 1,5 mil “Para que possamos liberar o referido pagamento dos Programas sociais, os beneficiários precisam passar por recadastramento”, afirmou. Os contemplados também devem passar por um segundo recadastramento mais completo, posteriormente, com a avaliação das assistentes sociais da Secretaria para averiguação da situação socioeconômica de cada um.

“Essa medida se faz necessária para que possamos saber se os inscritos nos Programas são de fato beneficiários ou não, já que todos os Programas Sociais do município estão sob denúncias, pois não estão funcionando com o que preconiza o Sistema Único de Assistência Social (SUAS) e nas Lei Orgânica da Assistência Social (LOAS)”, ressaltou Edna. “Estamos também informando tudo ao Ministério Público (MP), para que  possa tomar todas as medidas cabíveis e que os responsáveis sejam punidos”, disse. 

Publicado em: 12/01/2017