Coluna da sexta-feira

   Olinda quer Faculdade de Medicina 

Estudantes que sonham com a abertura de mais um curso de Medicina em Pernambuco vão ter que esperar mais um pouco para concorrer a uma vaga no vestibular. O processo de homologação da Faculdade de Medicina de Olinda (FMO) está parado no Ministério da Educação, por falta da assinatura do ministro. O que levaria 20 dias já demora mais de dois meses, apesar de o funcionamento estar autorizado pelo Conselho Nacional de Educação (CNE).

“Em 11 de junho, a FMO obteve aprovação do CNE através do parecer 246/2015. Atualmente, aguardamos apenas a publicação da portaria de autorização pelo MEC”, diz o diretor-geral da instituição, Inácio de Barros Melo Neto, para quem, tamanha demora, causa estranhamento. A estrutura física e pedagógica da FMO foi montada obedecendo a todas as exigências do MEC vigentes à época do protocolo em dezembro de 2011.

Desde então, já se arrastam quatro anos. São várias etapas a serem cumpridas, sendo a da aprovação dos conselheiros uma das mais importantes, depois do aval do ministro. O reconhecimento do curso vem após a formatura da primeira turma. “Obtivemos a aprovação de sete conselheiros. O que levaria dias, está demorando meses. Aguardamos a liberação do MEC para anunciar o primeiro vestibular”, afirmou.

O prédio está pronto e oferece ampla estrutura física também adaptada a portadores de deficiência física. A Faculdade de Medicina de Olinda tem 2, 5 mil metros de área construída distribuídos em seis salas de aulas, 14 laboratórios médicos (Ciências Básicas, Ensino, Habilidades, Morfofuncional e Biotério), auditório para 120 pessoas, biblioteca com acervo de mais de 400 títulos e mais de 14 mil títulos de medicina.

Conta ainda com laboratórios de Videomicroscopia (51 microscópios) e de informática com 100 computadores. Possui oito tutorias com capacidade para 12 alunos, cada, onde são discutidos os casos clínicos. Também já tem cadáver para o estudo dos alunos.

“Firmamos convênio de cooperação técnica, didática e científica com o Estado de Pernambuco, gestor estadual do SUS. Isso possibilitará aos alunos o aprendizado em hospitais-escola da rede estadual. Também garantimos exclusividade na Maternidade Brito de Albuquerque, em Olinda, garantida por convênio com a secretaria de Saúde de Olinda”, referenda Inácio.

A FMO vai funcionar na Rua Doutor Manoel de Almeida Belo, em Bairro Novo com 34 professores (21 doutores, oito mestres e os demais especialistas). Desde 2014 estão ativos alguns cursos técnicos na área de saúde.

LULA DEPÕE– O ex-presidente Lula deu depoimento ao Ministério Público Federal no Distrito Federal de 11h00 às 13h30 de ontem em inquérito que apura suposto tráfico de influência. Ele prestou o depoimento voluntariamente, de acordo com o MPF-DF. O alvo das investigações são viagens internacionais feitas por Lula que teriam sido bancadas pela Odebrecht. Entre os países visitados pelo ex-presidente com patrocínio da maior construtora brasileira estão Cuba, República Dominicana, Gana e Angola.

Cheiro de vingança– O assassinato do presidente da Câmara de São João, Jarmerson Guilherme (PR), 33 anos, pode ter ligações com a morte do também vereador Reginaldo Falcão da Silva, o Galo, ocorrida em maio deste ano. O crime será investigado pelo delegado titular de São João, Marcos Omena. Como Guilherme, Galo foi assassinado no centro da cidade, quando saia da Secretaria Municipal de Educação. Na época, a Polícia Militar comunicou que duas pessoas em um carro eram suspeitas de cometer o crime.

 

 

 

 

 

Nordeste violento– A região com a maior taxa de homicídios dolosos por 100 mil habitantes do País é o Nordeste (33,76), seguida da Região Norte (31,09) e do Centro-Oeste (26,26). As regiões Sudeste e Sul apresentam taxas menores, 16,91 e 14,36, respectivamente. No Nordeste, o Estado com a maior taxa por grupo de 100 mil habitantes é o Ceará, com 46,9 homicídios, equivalente a 4.144 mortes, seguido de Sergipe (45 assassinatos por 100 mil habitantes). Os dados, de 2014, estão no relatório Diagnóstico dos Homicídios no Brasil: Subsídios para o Pacto Nacional pela Redução de Homicídios, divulgado ontem pela Secretaria Nacional de Segurança Pública, do Ministério da Justiça.

Prefeito maltrata servidor –O prefeito de Ribeirão, Romeu Jacobina (PR), está matando os servidores municipais de fome e também os trabalhadores já inativos com os atrasos de pagamento dos seus salários. Há uma grita geral no município, principalmente pelo fato do prefeito não apresentar as justificativas à categoria, que está recorrendo no desespero ao mercado da agiotagem.

Refinaria vai andar– O presidente da Petrobras, Aldemir Bendine, garantiu, ontem, em depoimento à Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Petrobras que a Refinaria Abre e Lima será concluída. A afirmação foi em resposta ao questionamento do deputado Fernando Monteiro (PP) sobre o destino da Abreu e Lima. Em maio, juntamente com outros membros da CPI, o deputado visitou a refinaria para conhecer a estrutura do empreendimento, saber em que ponto está a obra e colher subsídios para a CPI.

CURTAS 

INVESTIGAÇÃO– O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, protocolou no STF, um novo pedido para investigar o presidente da Câmara, Eduardo Cunha, em razão da descoberta de contas na Suíça atribuídas ao deputado e seus familiares. No documento, a PGR também pede investigação da mulher de Cunha, Cláudia Cruz, e de uma de suas filhas, Danielle Cunha. O documento aponta indícios de que o deputado tenha cometido corrupção passiva e lavagem de dinheiro.

E PROVAS – No complemento às acusações iniciais, Rodrigo Janot anexou trechos do depoimento do lobista Fernando Soares, conhecido como "Fernando Baiano, no qual o delator confirma que o deputado peemedebista teria recebido ao menos US$ 5 milhões de propina por contratos de aluguel de navios-sonda pela Petrobras.

Perguntar não ofende: O que Lula revelou ontem em depoimento sobre o lobby que fez para a Odebrecht? 

Publicado em: 15/10/2015