Governo deve apresentar liminar contra manifestação da PF

O Governo estuda apresentar junto ao Superior Tribunal de Justiça um novo pedido de liminar para considerar ilegal a chamada “operação sem padrão” dos servidores da Polícia Federal (PF) e da Polícia Rodoviária Federal (PRF). Avaliação interna do Governo é de que existe abuso nessas manifestações, segundo o blog do Camarotti.
 
Até então, o Governo aguardava uma negociação com os servidores em greve. Mas depois dos sinais de que não há entendimento, a determinação é de evitar ilegalidades. A presidente Dilma já exigiu a identificação de grevistas que se excederam, como num protesto em Foz do Iguaçu em que uma placa dizia que na Ponte da Amizade havia uma passagem livre para “traficante de armas” e “drogas”.
 
Na semana, o STJ  acatou o pedido de liminar do Governo e considerou ilegal a operação padrão dos servidores da PF e PRF. Na ocasião, o advogado-geral da União, Luís Inácio Adams, classificou a ação dos servidores como “sabotagem”. No Palácio do Planalto, a constatação é de que a “operação sem padrão” é ilegal.

Publicado em: 24/08/2012