Governo de PE

04/10


2006

SP: Serra já influencia nas decisões do governo

Dois dias depois de eleito governador de São Paulo, José Serra (PSDB) já está influenciando na condução da administração do Estado pelo atual titular do cargo, Cláudio Lembo (PFL). Ontem, o tucano conseguiu cancelar a venda de ações da Nossa Caixa. O leilão seria realizado ainda este ano para permitir ao Estado fechar, sem déficit, as contas deste ano. O buraco financeiro é de cerca de R$ 560 milhões - a venda renderia até R$ 800 milhões.

Lembo e Serra negam qualquer ingerência tucana na decisão. Até anteontem, no entanto, o pefelista se dizia publicamente favorável ao leilão. Já Serra sempre evitou falar do assunto para não polemizar com Lembo, mas estava incomodado com a insistência do pefelista de pôr em prática o processo no fim do governo. Os dois conversaram anteontem por telefone, quando marcaram o encontro de ontem - o primeiro depois da eleição.

Após o almoço no Palácio dos Bandeirantes, Lembo mudou o discurso e anunciou que não venderia mais 20% das ações do banco - hoje o Estado detém 71,25% das cotas. "Creio que não é o momento, fim de governo... Temos de deixar para o governador José Serra as hipóteses de um trabalho futuro. Não quero dilapidar o patrimônio de São Paulo neste momento", justificou. As informações são do A Tarde Online.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Raimundo Eleno dos Santos

Serra brecou a venda porque ele mesmo é que vai fazer. Receberá, por isso, o seu dízimo. Quando foi vendido a Celpe, aconteceu a mesma coisa.


Governo de PE

04/10


2006

César Maia critica a aliança de Alckmin com Garotinho

O prefeito do Rio de Janeiro, Cesar Maia (PFL), criticou fortemente a aliança de Geraldo Alckmin com o ex-governador Anthony Garotinho e sua mulher Rosinha Matheus em seu ex-blog, como chama os e-mails que dispara diariamente. Ele disse esperar que a assessoria de Alckmin tenha promovido o encontro "provavelmente pela leitura equivocada do resultado eleitoral no Rio".

E prosseguiu: "No Rio a senadora HH (Heloísa Helena) cumpriu um importante papel denunciando o governo Lula e obteve sua maior votação. No Rio, ao lado de Brasília, foi onde Cristovam (Cristovam Buarque) teve seu maior porcentual de votos. Avaliar o resultado comparando Lula e Alckmin é um equívoco de quem faz política apenas com equações de primeiro grau". No final, ele diz que "foi o beijo da morte", o encontro de Garotinho com Geraldo Alckmin.

Ele disse também que Sergio Cabral, que vai para o 2º turno com a juíza Frossard, "durante todo o primeiro turno escondeu Garotinho e que nunca apareceu na TV ou na rua com ele. Em entrevistas e debates tentava esconder o patrocínio. Na abertura do segundo turno quem aparece na TV e tira fotos com Garotinho é o Alckmin. Só pode ter sido decisão tomada pela comissão das meninas do colégio de freiras de Pindamonhangaba. Esse ex-blog desafia a candidatura de Alckmin a aparecer no calçadão de Copacabana, no domingo, ao lado do Garotinho. Recomenda-se capacete de aço". As informações são do A Tarde Online.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Raimundo Eleno dos Santos

César Maia pelo destempero que possui está a ponto de fazer haraquiri. Deus o guarde de tamanha loucura.


Congresso Nordestino de Educação Médica

04/10


2006

Suassuna chora e bate boca com Peres

O senador Ney Suassuna (PMDB-PB) não conseguiu esconder hoje a sua tristeza e frustração com o relatório do senador Jefferson Peres (PDT-AM) que pede a cassação do seu mandato. Segundo a repórter do blog Ana Silveira, Suassuna ficou muito irritado, chegou às lágrimas e bateu boca com Peres durante a votação do relatório.

Suassuna alega que é inocente em todas as denúncias, e que o próprio relator admitiu que ele não está diretamente envolvido na máfia das ambulâncias. ''Eu não fui leniente. Fui traído, até Jesus Cristo foi traído'', disse Suassuna. O peemedebista acusou Peres de estar encontrando alguém para sacrificar dentro do Congresso. Suassuna chegou a acusar o relator de adotar a política de dois pesos e duas medidas: enquanto o aponta como corrupto, emprega em seu gabinete a própria esposa.

Peres negou a denúncia de Suassuna. Disse que o senador levou a disputa para o ''lado pessoal''. Calados, os demais senadores ouviram o bate-boca entre os dois.

O Conselho de Ética acabou adiando para o dia 8 de novembro a votação do parecer contra Suassuna. Os senadores acreditam que não haverá quorum antes do segundo turno das eleções para a votação do relatório.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Raimundo Eleno dos Santos

O que se planta se colhe. Não adianta chorar.



04/10


2006

BA: Alimentos com selo do Fome Zero são apreendidos

O Ministério Público Estadual (MPE) da Bahia determinou a apreensão ontem, no município de Prado, no Sul do Estado, de alimentos contendo o selo do programa Fome Zero, do Governo Federal, que seriam supostamente distribuídos como recompensa a eleitores que votaram em candidatos do PT no pleito do último domingo. Os alimentos foram encontrados em dois caminhões localizados numa residência na entrada do município, mesmo local onde foram apreendidos, no último domingo, material de boca-de-urna dos candidatos Valmir Assunção, líder do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), e deputado estadual reeleito.

 

O MP atuou com o apoio da Polícia Civil daquele município, que não conseguiu, no entanto, prender os autores da distribuição dos alimentos, que fugiram ao perceberem a ação policial. A casa pertence a Samuel Marinho da Silva, que seria um policial militar aposentado. De acordo com o promotor Wallace Carvalho, foram apreendidos pacotes com arroz, macarrão, açúcar, além de óleo e leite. Os sacos de açúcar continham o selo do Fome Zero. Tudo foi encaminhado para o fórum da cidade.

 

Mais tarde, populares que estavam em fila, na residência onde ocorreu a apreensão, apareceram na porta do fórum para reivindicar os alimentos que foram prometidos a eles. “Ainda é prematuro afirmar que é crime eleitoral, mas são fortes as evidências. Estamos investigando. Temos que ouvir todos os envolvidos, inclusive os donos do imóvel”, disse o promotor. As informações são da Agência Nordeste.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Raimundo Eleno dos Santos

No território de ACM tem muitas minas submersas. A maldade não tem limite. Mas a Mão de Deus opera sem deixar cicatriz. Jacques Wagner vai ultrapassar todas elas.Cuide ACM para que nenhuma estoure em suas mãos.



04/10


2006

Rivaldo: "Eduardo nos tratou de forma desrespeitosa"

 Ao anunciar, há pouco, seu apoio ao candidato do PFL a governador de Pernambuco, Mendonça Filho, Rivaldo Soares, que concorreu pelo PSL no primeiro turno, afirmou que jamais poderia ter optado pelo palanque de Eduardo Campos (PSB). E justificou: "Eduardo não nos tratou de forma respeitosa. Ele age atropelando até os próprios companheiros", afirmou, referindo-se às pressões que recebeu do PSL para não bater no socialista.

"Estamos num palanque - o de Mendonça - que trata com seriedade a coisa pública", afirmou, agradecendo em seguida o fato do pefelista ter assumido o compromisso de tocar o projeto "Pernambuco em Primeiro Lugar, uma das bandeiras da sua campanha.

Soares ainda fez uma provocação a Eduardo, quando disse que o candidato do PT derrotado no primeiro turno, Humberto Costa, estaria engolindo "um sapo do tamanho do Recife", numa referência ao fato do petista ter sido forçado a assumir o apoio à candidatura do socialista, com quem, segundo ele, não mantém uma boa relação.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Severino Isidoro Fernandes Guedes

O laranja Rivaldo $oare$ até que enfim assumiu que estava com quem sempre esteve: com o elitista Mendoncinha. Ele vai ajudar na mudança do futuro ex-governador quando o caminhão encostar no Palácio do Governo no dia 1º de janeiro. E a mudança vai seguir em frente com Eduardo no governo.

Mariazinha do Sertão

VCS ESTÃO MUITO NERVOSOS MESMO, VÃO ATRÁS DO APOIO DE VCS, ACHO Q TEM UMA PESSOA MUITO BOA Q JÁ APÓIA E PODIA VIR DÁ UMA FORCINHA PRO DUDU PRECATÓRIOS , SABE QUEM É? ELE NUNCA FEZ NADICA DE NADA IGUAL O LULADRÃO , QUEM É ELE? PAULO MALUF , Q TAL? HAUHAUHAUAHUA, É ALCKIMIN LÁ E MENDONÇA CÁ !

Thaylise Gomes

kkkkkkkkkkkk só deu vontade de rir agora. desculpa! Essa é sem comentários!!! kkkkkkkkkkkkkkkkk

Ivan Câmara de Andrade

Pense num apoio de peso, o pessoal do Eduardo deve tá morrendo de preocupação.

Rivaldo Soares, perder R$5.800.000,00 por não ter atingido o percentual de 12% no orçamento do estado com gasto na saúde, é tratar bem a coisa pública, só se for na sua cabeça. Se prepare mais, talvez como deputado, depois sim concorra a um cargo executivo. Lula lá e Eduardo cá.


ArcoVerde

04/10


2006

Loterias ameaçadas em Pernambuco

O Supremo Tribunal Federal negou ontem a entrada da Agencia Reguladora de Pernambuco - Arpe - como parte integrante na ADIN(Ação Direta de Inconstitucionalidade), que proíbe os jogos de bingos e loterias no Estado, entre eles Pernambuco da Sorte, Raspaval, Lotinha e etc.

Se a ação for julgada procedente, Pernambuco poderá deixar de arrecadar R$ 10.000.000,00 (dez milhões de reais) por mês. ADINs de outros Estados já foram julgadas no STF, que decidiu pela proibição desses jogos.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

milton tenorio pinto junior

Lamentável,pois alguns desses jogos ajuda na fonte de renda de muita familia.


Asfaltos

04/10


2006

Acordo divide PMDB entre Lula e Alckmin

Os principais caciques do PMDB entraram em acordo e decidiram que apoiarão, nos Estados, o candidato que for mais conveniente politicamente
 
Ou seja, a exemplo do que ocorreu no primeiro turno, os pemedebistas terão um pé na canoa do presidente Luiz Inácio Lula da Silva e outra na do candidato tucano Geraldo Alckmin.

Na avaliação de boa parte da cúpula, especialmente da ala governista, o PMDB lucrou com o fato de não ter lançado candidato próprio a presidente da República: livre para fazer alianças nos Estados, elegeu quatro governadores e seis vices, no primeiro turno, e concorre em outros seis, no segundo.
 
E o partido foi o único cuja bancada cresceu na Câmara, em relação a 2002.
 
Mesmo em relação ao Senado, para o qual elegeu apenas quatro candidatos, o PMDB faz uma boa avaliação e acredita que pode reivindicar a presidência da Casa em 2007, sobretudo se Lula for reeleito. As informações são do Último Segundo.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Fernando Vieira

ou seja... o 2º turno vai ser igual ao primeiro. Acho até que o LULA vai tar mais votos que no primeiro turno.

milton tenorio pinto junior

Partido oportunista esse PMDB.Sempre procurando uma brecha para não perder o poder.



04/10


2006

Sérgio Cabral confirma encontro com Lula

O candidato do PMDB ao governo do Rio, Sérgio Cabral, confirmou há pouco que foi convocado para uma reunião em Brasília, nesta quinta-feira, com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva e o candidato do PRB derrotado na disputa do governo fluminense, Marcelo Crivella. O encontro será às 9h no Palácio da Alvorada. Lula intermediará o apoio de Crivella a Sérgio Cabral no segundo turno contra Denise Frossard (PPS).

Cabral já anunciou na terça-feira que apóia Lula no segundo turno da disputa presidencial contra Geraldo Alckmin (PSDB) e que abrirá palanque para o petista no Rio. Sobre o acordo do aliado Anthony Garotinho com o tucano Geraldo Alckmin, adversário de Lula, Cabral disse que a decisão foi pessoal e que não houve racha no PMDB do Rio.

- Temos uma relação de total independência um do outro, apesar de sermos aliados no Rio - disse Cabral referindo-se ao ex-governador. As informações são do JB Online.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Bm4 Marketing 7
Coluna do Blog
TV - Blog do Magno
Programa Frente a Frente

Aplicativo

Destaques

Publicidade

Opinião

Publicidade

Parceiros
Publicidade
Apoiadores