FMO


19/10


2019

Coluna deste sabadão na Folha

Itacuruba tem dois concorrentes

Nos últimos três dias, acompanhei a missão parlamentar, sob a coordenação do deputado Alberto Feitosa (SD), ao complexo de usinas nucleares de Angra dos Reis. Antes de botar os pés na área de produção de energia nuclear confesso que torcia o nariz para a ideia de Itacuruba sediar uma unidade atômica em Pernambuco. Imaginava ser uma aventura arriscada pelo alto risco de contaminação radiológica e pelas dúvidas quanto aos resíduos. Tudo bobagem.

Angra 1 e 2 funcionam há 44 anos, abertas ainda pelo regime militar e nunca vacilaram, dando vazão a erros. Funcionam sob o império da vigilância, praticam políticas de prevenção e adotam periodicamente o controle ambiental no mar e nas ilhas de Angra. Nunca um só peixe ou tartaruga sofreu qualquer tipo de agressão por radiação das turbinas de Angra. Mais do que isso, as usinas alavancaram economia da turística e paradisíaca Angra.

Voz da Igreja – Quando ouvido sobre a usina em Itacuruba, Paulo Câmara disse que a comissão parlamentar da Alepe deveria, primeiro, dobrar a Igreja. Frei Fernando, pároco de Angra, disse aos deputados que convencessem o governador a entrar na briga porque, no caso de Angra, as usinas revolucionaram a economia da região.

Os concorrentes – A usina nuclear é um investimento da ordem de R$ 30 bilhões e não tem como destino apenas Itacuruba. Em Alagoas, a Eletronuclear identificou a cidade de Penedo, por ser foz do São Francisco. Já em Sergipe, a preferência recai por Poço Redondo, às margens também do São Francisco.

Fugiu da raia – Mesmo recebendo diárias da Assembleia para a missão parlamentar nas usinas de Angra, o deputado Wanderson Florêncio (PSC), escolhido por ser presidente da Comissão de Meio Ambiente, queimou a agenda de ontem, com visitas ao hospital e a Igreja. Preferiu fazer escala no Rio. Deveria devolver as diárias.

Reação tardia – Foi preciso que as manchas de óleo cru que contaminam o litoral nordestino chegassem à praia dos Carneiros para o Governo do Estado criar um grupo de trabalho e reforçar equipes para limpeza das praias. Falta o principal: decretar emergência para receber recursos da União.

Unidos? – Diante do resultado adverso da pesquisa do Opinião, com cenário de vitória do prefeito Miguel Coelho, o ex-prefeito Júlio Lóssio e o deputado Lucas Ramos anunciaram, ontem, que estarão unidos para derrotar o herdeiro de FBC.

VOLTA, ZÉ – Em Caruaru, que se vislumbra em 2020 como um clássico eleitoral, deve ganhar às ruas um movimento para aquecer o nome do deputado José Queiroz (PDT) para rivalizar com a prefeita Raquel Lyra. Um dos slogans em avaliação é o "Volta, Zé".

Perguntar não ofende: Por que o silêncio do governador em relação à uma usina em Itacuruba?


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Fernandes

Exclusivo: Bolsonaro diz que o PSL é uma Quadrilha. O PSL diz que Bolsonaro é um Bandido. E eu concordo com os dois!

marcos

Já que Lula se diz inocente, por que não processa os Odebrechs?

marcos

Povo brasileiro, vocês são um Bando de Otários Filhos da Puta. Luiz Inácio Lula da Silva.

Fernandes

Exclusivo: Bolsonaro diz que o PSL é uma Quadrilha. O PSL diz que Bolsonaro é um Bandido. E eu concordo com os dois!

Fernandes

Frota: Não vou medir esforços para tirar Lula da cadeia.


Governo de PE


18/10


2019

Coluna desta sexta na Folha

Primeiro turno em Petrolina

Candidato à reeleição, o prefeito de Petrolina, Miguel Coelho (MDB), desponta como amplo favorito a emplacar seu segundo mandato. Conforme pesquisa do Instituto Opinião, postada ontem no meu blog, ele aparece com 32 pontos à frente dos seus principais adversários. Se a eleição fosse hoje, teria 47% dos votos contra 13% de Júlio Lóssio, do PSD, e Odacy Amorim, do PT, também com 13%. O vereador Gabriel tem 6% e o deputado Lucas Ramos (PSB), 4%.

Abstraindo-se os votos brancos e nulos, Miguel teria 56% das intenções de voto, liquidando a fatura logo no primeiro turno. Miguel aumenta suas chances de ser reeleito logo de largada, porque detém a menor taxa de rejeição entre os candidatos e aprovação impressionante da sua gestão. Tem 65% de ótimo e bom e mais 22% de regular.

Dificilmente gestor bem avaliado num país de tamanhos buracos negros na economia com taxas acima de 60% são atropelados pelas urnas. Miguel vende uma Petrolina transformada num grande canteiro de obras, com investimentos da ordem de R$ 300 milhões. Quem num deserto de verba pública consegue fechar as contas e entregar tantas obras?

Discurso do contra – Em último lugar na pesquisa, mas candidato oficial do Palácio e do PSB em Petrolina, o deputado Lucas Ramos avalia que o grande adversário de Miguel é a associação do seu nome ao presidente Bolsonaro. "Quero saber se ele vai botar o presidente no seu palanque"?

Desmistificação – O presidente da Eletronuclear, Leonam Guimarães, administrador do complexo de Angra dos Reis, disse, ontem, a deputados pernambucanos, que não existe nenhum risco de radioatividade na operação de uma provável usina nuclear em Itacuruba. "Risco zero", garante.

Só ganhos – Já o prefeito de Angra dos Reis, Antônio Jordão (MDB), tentou convencer a comissão parlamentar em visita ao complexo, pela experiência. "Já sou prefeito pela terceira vez e, em 44 anos de funcionamento das usinas, nunca tivemos um só acidente", afirmou.

Visão de futuro – O presidente da Eletronuclear revelou que houve um amplo estudo para Itacuruba surgir como opção de centro nuclear. No campo político, disse que o principal defensor foi o ex-governador Eduardo Campos.

Recife aprova – Um dado que chamou a atenção, ontem, em Angra, foi a revelação de uma pesquisa de opinião de sondagem à população sobre a usina nuclear. Recife aprovou a ideia com mais de 60%. A maior rejeição partiu da própria Itacuruba.

Golpe – Presente, ontem, na recepção à comissão parlamentar em Angra, o vereador Timóteo Cavalcanti, do PL de Angra, exibiu seu perfil bolsonarista e defendeu um golpe militar, em entrevista ao Frente a Frente.

Perguntar não ofende: O deputado João Paulo correu da visita à Angra temendo patrulhamento?


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

marcos

Lula perde até pra Dória. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Fernandes

Bolsonaro diz que o PSL é uma Quadrilha. O PSL diz que Bolsonaro é um Bandido. E eu concordo com os dois!

Fernandes

Tal qual Judas, os eleitores do bolsonaro carregarão essa culpa para sempre!

marcos

Todo castigo pra Corno é Pouco

marcos

O mito 46%____ Lula 38%. Kkkkkk chupa. Mortadela Corrupta


Prefeitura de Paulista


17/10


2019

Coluna desta quinta na Folha

Praias limpas só na emergência

Sem fazer referências ao volume de recursos que caberá a cada Estado, o líder do Governo no Senado, Fernando Bezerra Coelho (MDB), antecipou, ontem, a decisão do presidente Bolsonaro de liberar recursos para limpeza das praias nordestinas atingidas pela forte e descontrolada descarga de óleo cru de petróleo.

Um detalhe que chamou atenção é que somente será beneficiado o Estado que decretou estado de emergência para enfrentar o drama. Sergipe, um dos mais atingidos, foi um deles. Não vi nenhuma medida nesse sentido anunciada pelo governador Paulo Câmara. O litoral sul e norte do Estado apresenta, igualmente, uma extensa área de praias marcada pela crueldade que não se sabe de que mão assassina partiu.

Navios venezuelanos que cruzaram a costa nordestina são os mais suspeitos, segundo atestam estudos preliminares de universidades. O grande nó está na exibição das provas.

Energia atômica – Seis deputados estaduais visitam, hoje, o complexo de usinas nucleares de Angra dos Reis, no litoral do Rio, sob a coordenação de Alberto Feitosa (SD), autor da PEC que altera na Constituinte estadual o poder de vedar o uso de energia alternativas. Pernambuco e Minas disputam a sede da primeira unidade do projeto de expansão no País de energia atômica.

Tira dúvidas – Caberá ao presidente da Eletronuclear, Leomam dos Santos Guimarães, na função desde que o pernambucano Fernando Filho esteve à frente do Ministério de Minas e Energia, tirar, hoje, todas as dúvidas da comissão parlamentar quanto aos riscos de uma usina nuclear, principalmente em relação ao lixo atômico, maior receio da população de Itacuruba.

Relapso – Não se sabe a razão, mas o deputado João Paulo (PCdoB), relator da PEC de Feitosa que exclui da legislação estadual a vedação da instalação de usina nuclear, farrapou e não justificou sua ausência na visita de hoje ao complexo 1, 2 e 3 de Angra dos Reis. Mesmo não tendo ainda opinião formada, o deputado José Queiroz (PDT) integra a missão ao Rio.

O adeus – Um rio de lágrimas foi derramado, ontem, no leito seco do rio Ipojuca, em Caruaru, nos funerais do empresário Luiz Lacerda, patrono do Central, que partiu aos 94 anos. Pai da ex-deputada Miriam Lacerda e sogro do deputado Tony Gel, “seu” Luiz era unanimidade no País de Caruaru.

Bodocó – Ainda sem partido, o comerciante Klevinho Xavier desponta como o provável fato novo da sucessão em Bodocó. Já foi lançado, inclusive, o movimento “Inova Bodocó” como start da sua candidatura a prefeito. Bacia leiteira importante do Estado, Bodocó não tem tido sorte com gestores.

PUNIDO – O prefeito de Bom Jardim, João Lira (PSD), levou uma baita derrota, ontem, no Tribunal de Contas do Estado, que constatou grave ilegalidade na contratação de 797 servidores pela janela. Foi multado e suas secretárias também responsabilizadas pelo pulo do gato.

Perguntar não ofende: Felipe Carreras segue o exemplo de Tábata e recorre à justiça para deixar o PSB sem perder o mandato?


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Fernandes

Bolsonaro diz que o PSL é uma Quadrilha. O PSL diz que Bolsonaro é um Bandido. E eu concordo com os dois!

marcos

Ui, ui, ui, O nosso mito 48%, o Corno presidiário 36%. Kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Fernandes

Bozonaro diz que o PSL é uma Quadrilha. O PSL diz que Bozonaro é um Bandido. E eu concordo com os dois!

Fernandes

Ibope: 78% da população já desaprova governo Bolsonaro.

Fernandes

Bebianno: Essa crise é resultado da inabilidade política do presidente da república.


Prefeitura de Ipojuca


16/10


2019

Coluna desta quarta na Folha

Morre a grife do País de Caruaru

Dizia Martin Luther King, pastor protestante e ativista político americano, que se o homem nunca descobriu nada pelo qual morreria, não estaria pronto para morrer. O empresário Luiz Lacerda, que morreu, ontem, aos 94 anos, em Caruaru, descobriu, na sua longa vivência, muitos motivos para o adeus à vida em paz com o conceito de Luther King.

Um deles foi fundar o seu time do coração, o Central, e colocar Caruaru na elite do futebol pernambucano. Homem de visão futurista, enveredou pelo comércio atacadista, foi o maior importador de bacalhau do País, mas nunca perdeu a humildade de agrestino criado na roça, de onde saiu garoto para dar o grito de liberdade como um dos homens de negócios mais bem-sucedidos do País.

Grife do País de Caruaru, Luiz Lacerda foi, também, fundador do sistema Liberdade de rádio, numa época de regime fechado, que não se respirava liberdade, daí a inspiração para a razão social da emissora. Era, enfim, escravo das suas paixões – o comércio, a família, o Central e sua gente caruaruense. Era um homem amoroso e admirável. Seu legado? O amor a Caruaru e ao seu Central, a patativa do Agreste.

Viagra natural – Na última vez que almocei com Luiz Lacerda, em uma das idas à rádio Cultura para apresentar o programa Frente a Frente, observei ter optado por uma costela de porco bem passadinha. Curioso, perguntei pela sua preferência e ele, já aos 94 anos, exibindo saúde e de namorada bem mais jovem, revelou que traçava um porquinho com frequência por ser um Viagra natural.

Xodós – Aos 80 anos, Luiz Lacerda ainda jogava uma peladinha de fim de semana com o genro Tony Gel, deputado estadual pelo MDB. De bem com a vida, dançava, bebia seu uísque moderado e nunca perdia uma partida do Central. Seu xodó eram os filhos, especialmente Miriam, ex-deputada. Fora da família, o radialista Ivan Feitosa, a quem tratava como filho adotivo.

Precedente – O deputado Felipe Carreras, punido pelo PSB com a suspensão do seu mandato por um ano, por ter votado a favor da reforma da Previdência, adorou a ideia da deputada Tábata Amaral (SP), que, ameaçada de expulsão pelo mesmo motivo, está recorrendo à justiça eleitoral para se manter na legenda. Carreras já tem advogado tratando do assunto.

Nojo – Na longa entrevista exclusiva que deu, ontem, ao Frente a Frente, o cantor Moacyr Franco, que faz show no final da semana que vem em Campina Grande e João Pessoa, disse que tem nojo em falar, hoje, da política nacional, mesmo tendo sido deputado federal. Tem lá suas razões!

Risco – Embora o Congresso tenha proibido usar o dinheiro dos precatórios do Fundef para pagar salário de professores, a prefeita de Itaíba, Regina Cunha (PTB), anunciou, ontem, Dia do Professor, que passará por cima da lei e atenderá à demanda salarial da categoria. Pode ficar inelegível.

USINAS – Acompanho, a partir de hoje, a comissão parlamentar da Assembleia Legislativa, coordenada pelo deputado Alberto Feitosa (SD), em visita às instalações das usinas nucleares 1, 2 e 3 de Angra dos Reis, no Rio. Pode sair de lá o modelo para a usina projetada para Itacuruba, no Sertão.

Perguntar não ofende: Por que a Policia Federal também não fez operação nos endereços do ministro do Turismo, Marcelo Álvaro, em Minas?


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Fernandes

Bozonaro diz que o PSL é uma Quadrilha. O PSL diz que Bozonaro é um Bandido. E eu concordo com os dois!

Fernandes

PF tem provas de esquema entre Bolsonaro e ministro. Um depoimento dado à Polícia Federal e uma planilha apreendida em uma gráfica é uma prova que dinheiro do esquema de candidatas laranjas do PSL em Minas Gerais foi desviado para abastecer, por meio de caixa dois, as campanhas do presidente Jair Bolsonaro e do ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, ambos filiados ao partido.

Fernandes

O Conservadorismo é um Refúgio para os Canalhas, assim como o Patriotismo!

Fernandes

Deputada do PSL admite que partido usou laranjas: Ninguém aqui é santo. Durante sessão realizada ontem no plenário da Câmara, a deputada federal Dra Soraya Manato, do PSL, se dirigiu aos demais parlamentares admitindo o uso de laranjas pelo partido.

Fernandes

Líder do PSL chama Flávio Bolsonaro de bandido de estimação.




15/10


2019

Coluna desta terça na Folha

Miguel, a aposta para 2022

Em visita, ontem, ao Grupo EQM, do empresário Eduardo Monteiro, o prefeito de Petrolina, Miguel Coelho, a caminho do MDB, mostrou números de investimentos no município de deixar qualquer um de queixo caído, principalmente num deserto de verbas públicas em que se transformou o universo municipalista.

Em três anos, R$ 300 milhões em obras de infraestrutura, educação e saúde. Só neste ano, R$ 160 milhões. Desconheço algum município com capacidade de atrair tamanha montanha de dinheiro, o que levou Petrolina a manter sua tradição histórica na dianteira como maior polo gerador de empregos, segundo estatísticas oficiais.

Miguel é a grande aposta do Grupo Coelho para o futuro. Se reeleito, pode já ser preparado para disputar a sucessão do governador Paulo Câmara. Mas como é muito jovem, pode aguardar 2026. O tempo, que é o senhor da razão, apontará qual caminho.

Corda em Henry – Tão logo deixou o gabinete de Eduardo Monteiro, na Folha, Miguel Coelho foi ao encontro do presidente estadual do MDB, Raul Henry, com quem acertou a data de filiação para novembro. Ao Frente a Frente, disse que encontrou Henry super animado e disposto a disputar a Prefeitura do Recife. “Henry é um quadro extremamente qualificado para governar a capital”, assinalou.

Briga feia – Ganhou contornos do imprevisível o duelo pelo controle do PSL entre o presidente Bolsonaro e o deputado Luciano Bivar, dirigente máximo da legenda. Ontem, enquanto o chefe da Nação anunciava que seus advogados haviam recorrido à justiça para abrir a caixa preta do PSL, deputados fiéis ao Planalto eram expurgados sumariamente por Bivar.

Fome de poder – Enquanto o PT tinha com Lula e asseclas projeto para 30 anos de poder, o grupo Bolsonaro já fala, modestamente, em 12 anos. “O Governo vai dar tão certo que vamos ficar 4, 8, 12 anos”, disse a ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos, Damares Alves, na conferência da CPAC – Conservative Action Conferense Brasil – trazida dos Estados Unidos para São Paulo.

Povão – Mendonça Filho (DEM) deu uma demonstração, ontem, de que está construindo a sua candidatura a prefeito do Recife com bases fincadas no povão, ao anunciar a primeira chapa coletiva para disputar uma vaga na Câmara do Recife. Os pré-candidatos são da comunidade do Coque.

Etanol – O líder do PSC na Câmara, André Ferreira, teve uma participação decisiva para levar o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, a vencer o embate do etanol importado. Não vai vingar, como o Governo gostaria, a elevação da cota livre da cobrança de importação do produto.

ELEIÇÕES – Foi um sucesso o primeiro seminário vapt-vupt de ontem, no Recife, sobre as novas regrais eleitorais para o pleito de 2020, promovido pelos advogados Paulo Souza, Danubia Souza e Caroline Rosendo, com a participação da palestrante Yanne Teles. Caravanas de vários municípios participaram.

Perguntar não ofende: No embate do PSB com Fernando Bezerra sobre a cessão onerosa do pré-sal de que lado ficará Raul Henry?


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Fernandes

Bozonaro diz que o PSL é uma Quadrilha. O PSL diz que Bozonaro é um Bandido. E eu concordo com os dois!

Fernandes

Em meio ao laranjal do PSL,brasileiros começam a soar tic tac da queda de Bolsonaro

Fernandes

PSL faz obstrução na Câmara contra MP de Bolsonaro. Legenda tenta retaliar governo na análise de proposta de interesse do governo

marcos

Quem é mais Rapariga, Janja, Gleisi ou Rosemary?

marcos

Quem é mais ladrão e corrupto, Bivar ou Lula?


Prefeitura de Abreu e lima


14/10


2019

Coluna desta segunda na Folha

Bolsonaro quer abrir caixa preta

Bolsonaro endureceu o jogo com Luciano Bivar. Passou a defender como bandeira principal a abertura da “caixa preta” dos fundos eleitorais e partidários do PSL, sob o controle absoluto do deputado pernambucano, a quem acusa de administrar a dinheirama de forma autoritária e coronolesca.

O presidente acha que é dinheiro demais – algo em torno de R$ 1 bilhão entre os anos de 2019 a 2022, somando-se as reservas eleitorais e partidárias (são dois fundos, portanto duas receitas) – para ficar apenas sob o domínio de uma só pessoa. Sugere que Bivar socialize as contas e pede que a sigla aja com transparência, alegando que as contas partidárias estão em situação grave.

“A gente quer transparência. Eu não quero que estoure um problema e depois a imprensa me culpe ‘ah, você não sabia? ”. O desabafo de Bolsonaro soa como mera perseguição a Bivar, um jogo do tudo ou nada para enxotá-lo do PSL e assumir o seu controle.

Petrolina no pacote – Em sua conta no Twitter, o presidente Bolsonaro, ao destacar, ontem, o programa de privatizações de aeroportos, incluiu o de Petrolina, no Sertão do São Francisco. Talvez seja a saída para acabar com o monopólio e carestia da Azul Linhas Aéreas, que cobra tarifas exorbitantes entre Recife-Petrolina. A passagem é mais cara do que o trecho Recife-Brasília.

Cair na real – Se quiser ser candidato a prefeito do Recife, o deputado Túlio Gadelha (PDT) está sendo aconselhado por aliados a mergulhar fundo nos problemas da cidade. E nos finais de semana trocar os holofotes com Fátima Bernardes em restaurante e baladas por caminhadas na periferia, para discutir o drama das chagas sociais e alternativas para reduzir o fosso.

Candidato – Cresce em Arcoverde um movimento popular para convencer o delegado Israel Rubis, transferido da Regional do Moxotó pelo governador para Vitória de Santo Antão e obrigado a retornar por liminar judicial, a se filiar a um partido e entrar na disputa pela Prefeitura. Já existem pesquisas internas de que seria imbatível. O xerife, no entanto, recua.

Pecado fiscal – O ex-secretário de Saúde de Olinda na gestão de Luciana Santos (PCdoB), João Veiga, cometeu um pecado fiscal que levou o TCE a rejeitar as contas da hoje vice-governadora. A corte aplicou ainda ao médico uma multa de R$ 77 mil para quitar em até 15 dias.

Bagunça – Belo Jardim paga um preço caro com a eleição do prefeito Hélio dos Terrenos (PTB). Mais uma vez, a cota do FPM do último dia 10 chegou zerada aos cofres do município. Enquanto isso, o trabalhista já torrou cerca de R$ 500 mil com diárias, entre janeiro e julho deste ano.

PETROLINA – De passagem pelo Recife, o prefeito de Petrolina, Miguel Coelho, a caminho do MDB, faz uma visita, hoje, ao presidente do Grupo EQM e desta Folha, Eduardo Monteiro. Filho do senador Fernando Bezerra, Miguel se revela com visão moderna e empreendedora.

Perguntar não ofende: A Finatec deixou João Paulo (PCdoB) inelegível para disputar a Prefeitura de Olinda?


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Fernandes

Bozonaro diz que o PSL é uma Quadrilha. O PSL diz que Bozonaro é um Bandido. E eu concordo com os dois!

marcos

Primeira pesquisa mostra que Luciano Hulk nas classes c e d, à cada 5 votos de Lula ele tira 3. Daí a loucura de Gleisi hojw nas redes. O PT já começa tomando no cu. kkkkkk

marcos

Lula e mais 170 mil bandidos podem ser soltos à partir de quinta feira, é o STF abrindo as portas do INFERNO.

Fernandes

O ministro do Turismo não cai porque, se cair, derruba Bolsonaro.

marcos

Magno não foi a Finatec que deixou João Paulo inelegível foi o ROUBO que ele fez na Finatec!


Prefeitura de Serra Talhada


12/10


2019

Coluna deste sabadão na Folha

Bivar liga agressão à pesquisa

De volta ao Recife, ontem, depois de uma semana tumultuada em Brasília, na qual entrou no olho do furacão por causa dos açoites de Bolsonaro a ele e ao PSL, o deputado Luciano Bivar, presidente nacional da legenda governista, minimizou nas reverberações.

Em entrevista ao Frente a Frente, negou que tenha expulsado o presidente, minimizou o episódio, mesmo tendo ameaçado de punição deputados que se solidarizaram ao chefe e deu a entender que o affair já é uma página virada.

Provocado, entretanto, sobre as razões que teriam levado o presidente a proibir uma live com um militante do PSL e ter afirmado que ele (Bivar) estava “queimado para caramba”, não quis polemizar.

O deputado chegou a inferir que a motivação teria sido a pesquisa do Opinião em que aparece com 4% das intenções de voto para prefeito do Recife. “Desconfio que o grande culpado é o jornalista Magno Martins”, brincou Bivar, reportando-se ao levantamento.

Bolsonaristas punidos – Apesar de Bivar negar a queda de braço com o presidente da República, o presidente do PSL, Luciano Bivar, já puniu oito dos 20 deputados que assinaram uma carta em apoio a Bolsonaro com críticas à Executiva Nacional. O grupo perdeu cargos comissionados e foi sacado de comissões. Entre os parlamentares, Filipe Barros (PR). Carla Zambelli (SP) Bibo Nunes (RS) e Bia Kicis (DF).

Ficção – O Canal do Fragoso, obra estruturante que impacta em vários bairros de Olinda, ainda é uma grande miragem, mas a vice-governadora Luciana Santos (PCdoB), ex-prefeita do município, fez proselitismo político, ontem, visitando um canteiro de obras quase fictício. Tudo a ver com campanha antecipada para João Paulo, ex-prefeito do Recife, pré-candidato na Marim dos Caetés.

Escândalo – A escolha de Juscelino Mendes Aguiar para presidente do Condica em Carpina virou um escândalo. Segundo denúncia apresentada ao MP, Juscelino não representa nenhuma organização da sociedade civil do município. Foi nomeado apenas por apadrinhamento do prefeito Manoel Botafogo (PDT), que se acha no direito de desrespeitar até o estatuto do Condica.

Acredite se quiser – O deputado Tony Gel (MDB) jura de pés juntos que só faltou ao encontro com o governador em Caruaru por causa da contratura muscular. Ressalta que não briga por cargos no município com Jorge e Laura Gomes. “São dois grandes amigos”, garante.

Acinte – Em julho, presença de crianças com armas de brinquedo em desfile virou ação do Ministério Público, mas, ontem, ignorando o episódio, o presidente Bolsonaro fez selfies com uma criança com farda da PM e arma de brinquedo na mão durante formatura de PMs em São Paulo. Acha que pode tudo.

NA GAVETA – Enquanto a bancada federal marca posição firme em defesa de suas emendas impositivas, na Assembleia o presidente Eriberto Medeiros (PP) não dá o menor sinal de quando colocará em pauta para votação em segundo turno a PEC do deputado Alberto Feitosa.

Perguntar não ofende: A delegada licenciada e deputada Gleide Ângelo vai se animar para disputar a Prefeitura de Jaboatão?


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Fernandes

Bozonaro diz que o PSL é uma Quadrilha. O PSL diz que Bozonaro é um Bandido. E eu concordo com os dois!

Fernandes

No final, o óleo era da SHELL. Tinha origem americana e não venezuelana. Bolsominions em silêncio cúmplice!

Fernandes

Os laboratórios não desenvolvem remédios que curam porque o mercado da doença é mais lucrativo.

Fernandes

Afinal Bolsonaro é evangélico, católico, espírita, ateu ou é um doente psicótico terminal?

marcos

O povo brasileiro cansou de ser Roubado e de ser enganado, lugar de ladrão e Corrupto é na Cadeia!


Prefeitura de Limoeiro


11/10


2019

Coluna desta sexta na Folha

Estado sem emendas federais

Nas articulações do Estado com a bancada federal para abocanhar emendas coletivas na cota do orçamento da União para o ano que vem, pelo menos até agora, quem tem levado vantagem sãos os 25 deputados e três senadores.

Enquanto o Estado patina, sem garantir até o momento um só tostão orçamentário, cada deputado terá direto a emendas no valor de R$ 8 milhões e os senadores, R$ 12 milhões, referentes a uma única emenda.

Escalados pelo governador Paulo Câmara para negociar com a bancada – o secretário de Planejamento, Alexandre Rebelo, e os deputados Tadeu Alencar e João Campos – até ontem não haviam convencidos os deputados que abrissem mão de R$ 4 milhões dos R$ 8 milhões por emendas, para destinar a projetos estruturadores no Estado.

O arremate ficou para a próxima semana, mas como as emendas agora são impositivas, as chances do Governo de reverter são mínimas.

Sem divisão – A única chance do Governo do Estado de meter a mão no bolo das emendas de bancadas está na boa vontade dos deputados de sua base. Para atender ao governador, cada um cederia R$ 4 milhões dos R$ 8 milhões de sua cota individual, o que totalizaria R$ 60 milhões para os cofres estaduais. Mas nenhum deputado, por mais leal que seja a Câmara, não revela disposição para isso.

Derrota – Não é só o Estado que sai perdendo na queda de braço com a bancada federal. A Prefeitura do Recife, também. O prefeito Geraldo Júlio (PSB) entregou suas prioridades aos deputados e senadores, mas desconfia que sairá perdendo da mesma forma que o governador. Os deputados alegam que os critérios mudaram e que as emendas agora são impositivas.

Crime – A cada novo dia, as praias do litoral nordestino abraçam o sol com mais camadas de areias cobertas de manchas de óleo. Falando sobre o assunto, ontem, Bolsonaro disse que o derramamento é criminoso e só não culpou diretamente às autoridades da Venezuela porque, antes, o Governo Maduro já havia dado um puxão de orelha no ministro do Meio Ambiente.

Sem remédio – A Promotoria de Justiça de Moreilândia, no Sertão, comprovou grave falta de medicamentos na rede pública de saúde e deu um prazo de 30 dias para o prefeito Eronildo Enoque (PSB) fazer o reabastecimento. Obrigou também a proceder a compra mediante licitações.

Recado – O deputado Tony Gel (MDB) está de fato com uma contratura muscular, mas não faltou ao evento, ontem, em Caruaru por isso. Na verdade, ele não aceita o tratamento desigual que recebe do governador em relação à família Gomes, que detém a hegemonia nos cargos no município.

ELEIÇÕES – Aos vereadores, candidatos e interessados nas eleições municipais de 2020: restam poucas vagas para o workshop sobre as novas regras eleitorais, na próxima segunda-feira, no Amcham Recife, no Pina. Inscrições pelo link bit.ly/2jZfFnd, via Simpla, pela internet.

Perguntar não ofende: Sem emendas de bancada e sem relação com Bolsonaro, onde o governador arranjará verba federal?


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Fernandes

Bozonaro diz que o PSL é uma Quadrilha. O PSL diz que Bozonaro é um Bandido. E eu concordo com os dois!

marcos

Só Lembrando : Haddad o nosso kit gay deu uma lapada de Meio Bilhão no Fies junto com Lula e Dilma.

Fernandes

Sem partido, sem OCDE, sem aliados, Bolsonaro está cada vez mais perdido

marcos

Mas que Lula é ladrão o mundo todo já sabe

Fernandes

Bolsonaro é traído por Trump e passa o dia no sofá chorando e tomando sorvete.


Banner de Arcoverde


10/10


2019

Coluna desta quinta na Folha

Bolsonaro precisar operar a cabeça

Plagiando Lula, nunca na história republicana brasileira um presidente foi enxotado do partido pelo qual foi eleito como ocorreu, ontem, com Bolsonaro, um dia após afirmar que o presidente do seu PSL, Luciano Bivar, “está queimado para caramba”.

“Sua fala foi terminal e já está afastado do partido”, anunciou Bivar, ao proclamar em tom alto e de viva voz o expurgo do presidente da República. O Brasil virou, literalmente, de cabeça para baixo. Tem um presidente que aconselha o povo a fazer cocô dia sim, dia não, e quando trata de turismo sexual, diz que “quem quiser vir aqui fazer sexo com uma mulher, fique à vontade”.

Bolsonaro é um Donald Trump muito piorado: açoita a mídia, desafia a justiça, escracha a Lava Jato, dedura e insulta governadores e ainda quer convencer a quem, estarrecido, assiste a tudo isso, que não tem um parafuso solto. Já fez três cirurgias, só esqueceu a mais importante: a da cabeça.

Traidor contumaz – Causou indignação e um sentimento de ojeriza nas principais lideranças do PSB no Estado a notícia, antecipada, ontem, nesta coluna, de que o deputado Ricardo Teobaldo, presidente estadual do Podemos, anda admitindo apoiar Geraldo Júlio a governador, em 2022. Estilo trator, Teobaldo tem na testa a pecha do maior traidor do ex-senador Sérgio Guerra (PSDB).

Engoliu seco – Líder da corrente petista que se opõe a Marília Arraes na corrida pela Prefeitura do Recife, o senador Humberto Costa não engoliu a nota da executiva nacional do PT, em Brasília, solidária à pré-candidata, classificada de “menina mimada” pelo secretário de Agricultura, Dílson Peixoto. Está desapontado, pois achava que Gleisi Hoffman ficaria calada.

Ovacionado – Diante do novo presidente nacional do MDB, Baleia Rossi, o coordenador do Pacto Federativo, Silvio Costa Filho (PRB), deu a boa notícia, ontem, aos prefeitos que defendem em Brasília a participação de 15% na receita do leilão do pré-sal, em 6 de novembro: a Câmara não fará alterações no texto da cessão onerosa já aprovado pelo Senado. Acabou ovacionado.

Derrotado – O Governo do Estado sofreu uma baita derrota na Justiça ao ser obrigado a revogar a portaria de transferência do delegado da Regional de Arcoverde, Israel Rubis, para Vitória de Santo Antão. A decisão levou, novamente, à população às ruas, numa comemoração barulhenta.

No deboche – O presidente Bolsonaro disse, ontem, que não levou a sério a expulsão do PSL propagandeada pelo deputado Luciano Bivar. Em tom debochado, afirmou que só deixará o partido quando quiser e se sair será pior, porque a bancada no Congresso sofrerá muitas baixas.

GRANDEZA – Ao pedir, ontem, a transcrição nos anais da Câmara do artigo deste colunista homenageando o ex-ministro Fernando Lyra, o deputado Wolney Queiroz (PDT) revelou grandeza: a família Lyra, hoje no poder em Caruaru com a prefeita Raquel Lyra, está do outro lado do balcão.

Perguntar não ofende: Qual partido vai querer abrigar Bolsonaro?


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Fernandes

Sem partido, sem OCDE, sem aliados, Bolsonaro está cada vez mais perdido

marcos

Mas que Lula é Ladrão o mundo todo já sabe!

Fernandes

A inteligência artificial fez um burro chegar à presidência da República!

Fernandes

Trump dá uma banana para o Bozo e escolhe a Argentina. “Mico! Mico! Mico!”

Fernandes

Bozo chama Trump de Comunista!, após o americano traí-lo e escolher a Argentina.




09/10


2019

Coluna desta quarta na Folha

Fundo partidário, razão do “barraco”

Se o presidente Bolsonaro trata com tamanha grosseria e estupidez o presidente nacional do seu partido, Luciano Bivar (PSL), imagine o que não seria capaz de aprontar com adversários! Bivar, segundo o chefe da Nação, “está queimado para caramba” e não pegaria bem um vídeo com ele nas redes sociais, ao lado de um militante partidário em Pernambuco, informando que estariam juntos com o pré-candidato do PSL a prefeito do Recife.

Bivar foi jogado na jaula dos leões e sua queimação, que Bolsonaro não explicou, teria sido provocada pela exposição negativa na mídia com o noticiário envolvendo a existência de laranjas usados pelo partido nas eleições para deputado, em 2018.

A origem que levou o presidente a armar um barraco em frente ao Palácio da Alvorada tem outra explicação nos intramuros: Bivar administra um fundo partidário da ordem de R$ 360 milhões e Bolsonaro não quer que administre a distribuição do bolo sozinho.

Ciumeira política – Ao queimar Bivar, o presidente da República sinalizou, também, que não apoia a pré-candidatura do “aliado” a prefeito do Recife em 2020 e que tende, conforme esta coluna antecipou, a estimular o presidente da Embratur, Gilson Neto, como alternativa à sucessão do prefeito Geraldo Júlio (PSB). Neto é o quadro do Estado mais próximo ao chefe da Nação.

Namorico – Não se surpreenda se o deputado federal Ricardo Teobaldo, presidente estadual do Podemos, e contraparente do prefeito do Recife, Geraldo Júlio (PSB), vier a apoiar a candidatura do socialista a governador, em 2022. Andam de namoro e o elo político é a cidade de Limoeiro, terra de Cristina Melo, esposa de Geraldo, e governada duas vezes por Teobaldo.

No PDT – O ex-governador da Paraíba, Ricardo Coutinho (PSB), tomou conhecimento, ontem, pelo meu blog, das negociações entre o governador João Azevedo, sua cria no PSB, e a cúpula nacional do PDT, para trocar a legenda socialista pela grife brizolista. Azevedo e Coutinho estão rompidos.

Adeus, turismo – A Petrobras já recolheu 113 toneladas de resíduos contaminados pela mancha de óleo que atinge diversas praias do Nordeste. O material oleoso é petróleo cru, segundo estudos do Ibama. As imagens estampadas nos telejornais nacionais afugentam os turistas.

Etanol – Depois que a bancada federal comprou a briga com o Governo Bolsonaro, a Assembleia Legislativa entra na cruzada pela isenção da taxa de importação do etanol, que prejudica os produtores nordestinos. O deputado João Paulo Costa (Avante) propõe audiência pública.

MORTES – O plano de recuperação das estradas estaduais, tocado pelo Governo, ainda não chegou à movimentada PE-145, que dá acesso à Nova Jerusalém e Brejo da Madre de Deus. Enquanto o Governo silencia, acidentes com vítimas fatais ocorrem numa rotina sem cessar, ceifando vidas.

Perguntar não ofende: Luciano Bivar já teria motivos para abandonar o barco de Bolsonaro?


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Fernandes

Frota lança campanha pela retirada de Bolsonaro da Presidência. Vamos consertar o erro.

Fernandes

Eu cheguei a conclusão que, o furico do pobre de direita aguenta tudo! e ainda defende quem tá usando o seu caneco sem reclamar.

Fernandes

Não tenho provas, mas tenho convicção que os evangélicos acham que Jesus é surdo

Fernandes

Pega fogo Cabaré! Deputada do PSL faz discurso duro e emocionado contra o próprio partido: “Só quer dinheiro”

Fernandes

Eu gosto de ver Bolsonaro desprezando sem pena os idiotas que o defenderam com tanta intensidade! Canalhas merecem canalhices!




08/10


2019

Coluna desta terça na Folha

UFPE é o NE que deu certo

No início da década de 90, lancei meu primeiro de um conjunto de seis livros com o batismo de “O Nordeste Que Deu Certo”. Prefaciado pelo então governador do Ceará, Ciro Gomes, bateu recorde de vendas, chegando até ao Exterior. Vende um Nordeste pujante e inteligente.

Mostrei, por exemplo, que o sistema de áudio da Casa Rosada, sede do Governo argentino, adotou tecnologia paraibana, desenvolvida em pesquisas pela Universidade Federal de Campina Grande. Em cada Estado, explorei uma ponta econômica que poucos conheciam, daí a repercussão. Ontem, noticiei que a Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) foi apontada como a melhor do Nordeste entre as dez tops do País, com nota 88,77.

O levantamento é do jornal Folha de São Paulo e desmascara os que olham com viés preconceituoso para o pobre rincão nordestino, como o próprio presidente Bolsonaro, que, debochadamente, só se a refere aos nordestinos como paraíbas.

Tesoura implacável – O sucesso da UFPE se dá em meio a um golpe injusto do presidente da República, que cortou 30% das suas transferências obrigatórias. De um total de R$ 122 milhões assegurados na Lei Orçamentária para este ano, o Ministério da Educação só liberou R$ 24 milhões. Escasseiam verbas para o pagamento de serviços de manutenção, como energia, água, limpeza e segurança.

Bateu duro – De Luciano Hang, empresário ligado a Silvio Santos e notório bolsonarista, à proposito da pré-candidatura de Luciano Huck ao Planalto: “O difícil será encontrar alguém para subir em palanque já que quase todos os seus amigos estão sendo processados em Curitiba. Qual o verdadeiro interesse dele em ser candidato? Está na cara que é para à volta de Lula ao poder”.

De fora – Ninguém acredita que o deputado João Paulo (PCdoB), ex-prefeito do Recife, viabilize sua candidatura à Prefeitura de Olinda. Primeiro, por causa de uma penca de processos de improbidade administrativa que se aceleram na justiça. Segundo, porque já recebeu condenação em primeira instância no caso Finatec. Seu horizonte pela frente é tenebroso.

Orquestra – O prefeito de Carnaíba, Anchieta Patriota (PSB), recebeu, ontem, uma boa notícia do presidente da Fundaj, Antônio Campos: a cidade, cuja musicalidade brota das águas do rio Pajeú, ganhará uma orquestra sinfônica dentro do projeto do maestro José Carlos Martins.

Auditoria – O atraso na entrega dos fardamentos aos alunos da Rede Estadual de Ensino será objeto de auditoria especial pelo Tribunal de Contas (TCE). Relatora, a conselheira Teresa Duere quer investigar, por exemplo, porque existe empenho de R$ 8,6 milhões, mas não pago.

MOSCA AZUL – Em Garanhuns, o promotor Alexandre Bezerra, que disputou a Prefeitura em 2004 pelo PT e perdeu para Luis Carlos de Oliveira (MDB), pode se constituir no grande fato novo da eleição, com o apoio do deputado Fernando Rodolfo (PL). Foi, novamente, picado pela mosca azul.

Perguntar não ofende: Quem cai no Ministério Bolsonaro após aprovada a reforma da Previdência em segundo turno no Senado?


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Fernandes

Bolsonaro pode ser expulso do PSL

Fernandes

Líder do PSL diz: Quintal de Bolsonaro também está sujo. E o filho dele?

Fernandes

Bolsonaro disse que está depressão, disse que toda madrugada se acorda chorando. Segundo ele não está conseguindo resolver os problemas do país, e afirmou que só sabe ser militar. O cara é um fake mesmo!

Fernandes

Manuela D’Ávila lidera pesquisa de intenção de votos para a prefeitura de Porto Alegre.

Fernandes

Bolsonaro deixa o PSL (Partido Só Laranjas) e vai para o partido da UNIVERSAL o PRB (Partido Rouba Bestas)




07/10


2019

Coluna desta segunda na Folha

Bolsonaro quer Gilson no Recife

À frente da Embratur numa missão que vem cumprindo bem-sucedida, por escolha pessoal e missão delegada pelo presidente Bolsonaro, o pernambucano Gilson Neto foi aconselhado, pelo próprio chefe, a transferir o seu domicilio eleitoral de Gravatá para Recife, com direito a uma conversa reservada: o senhor da República quer vê-lo candidato a prefeito da capital.

Pode vir a ser o nome da sua plena confiança para testar, eleitoralmente, no Recife, onde, a princípio, só teria Luciano Bivar, presidente do PSL, como alternativa. Empresário múltiplo – criador de gado guzerá para reprodução de filhotes no Mato Grosso, maior produtor de coco do Nordeste numa fazenda em Alagoas, dono de duas emissoras de rádio (Gravatá e Maragogi) e proprietário da banda Brucelose, Gilson Neto é, hoje, no staff de Bolsonaro, um dos que têm mais voz ativa e influência sobre o presidente, com chances de virar ministro do Turismo.

Aumento do Turismo – A ideia de isentar os Estados Unidos, Canadá, Japão e Austrália de visto de turismo e negócios, ideia dada por Gilson Neto a Bolsonaro, já produziu aumento de 52% de turistas estrangeiros no País, segundo o presidente da Embratur. O levantamento não é propaganda fantasiosa do Governo, mas da Associação Brasileira de Hotéis (ABH). A Embratur divulga o Brasil no exterior.

Topa – Numa entrevista gravada para o Frente a Frente, que irá ao ar hoje, às 18 horas, pela Rede Nordeste de Rádio, tendo como cabeça de rede a Rádio Folha 96,7 FM, Gilson Neto fala da origem da sua relação com Bolsonaro, do seu trabalho na Embratur, dos seus negócios empresariais e admite, pela primeira vez, que pode entrar no páreo pela Prefeitura do Recife.

Frente – Pré-candidato a prefeito do Recife pelo PDT, o deputado Túlio Gadelha postou nas redes sociais uma foto ao lado do líder da oposição no Senado, Randolfe Rodrigues (AP), uma das principais lideranças nacionais do Rede, e o presidente estadual do partido, Roberto Leandro, comemorando a construção da Frente Democrática e Popular do Recife. Candidatíssimo!

Candeeiro – Do prefeito de Carnaíba, Anchieta Patriota (PSB), ao se posicionar contra a privatização da Chesf: “O Luz para Todos vai se acabar nos rincões do Nordeste e o aumento da energia vai levar os mais pobres a voltar a usar candeeiro, o que deixou de existir em nossa região”.

Festa – Contas aprovadas viraram objeto de comemoração, uma exceção à regra. É o caso do prefeito de Araripina, Raimundo Pimentel (PSL), que teve suas contas de 2017 passadas a limpo pelo TCE. Trata-se do ano seguinte à herança maldita recebida pelo ex-prefeito Alexandre Arraes.

REINO ANIMAL – No Congresso, acontece de tudo: na última quinta-feira, na sessão pela passagem do Dia Mundial dos Animais, o deputado Fred Costa (Patriota-MG) surpreendeu a segurança da Câmara e os colegas adentrando ao plenário com o seu cão-guia, da raça labrador.

Perguntar não ofende: O ministro do Turismo se sustenta depois de ser indiciado no esquema do laranjal do PSL?


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Fernandes

Sem meias palavras. Por que ninguém quer falar ou publicar matéria da Itaipu gate do clã miliciano? 800 milhões de dólares!

marcos

Só Lembrando : Lula saqueou a Petrobras, Quebrou o Brasil e deixou 13 milhões de Desempregados.

Fernandes

Sem meias palavras. Bolsonaro pede desculpas por “ferrar” aposentados

Fernandes

O ministro do turismo ameaça: Se eu for demitido, vou falar a verdade sobre a armação da tal facada ...

Fernandes

Redação Pragmatismo Redação Pragmatismo Editor(a) Suspeita de que Michelle Bolsonaro era gerente de caixa 2 deixa deputados nervosos. Bancada do PSL apreensiva: escândalo a que se referiu Jair Bolsonaro apontaria sua esposa Michelle como gerente do caixa 2 da família




05/10


2019

Coluna deste sabadão na Folha

DNA Arraes na eleição do Recife

Postada, ontem, com exclusividade no meu blog, a pesquisa do Instituto Opinião, trazendo o primeiro cenário das eleições para prefeito do Recife, traz algumas conclusões óbvias. João Campos (PSB) e Marília Arraes (PT), que aparecem empatados na liderança, são herdeiros naturais do arraesismo ainda arraigado no Estado.

João, associado diretamente ao pai, o ex-governador Eduardo Campos, e Marília, a Arraes, seu avô. Numa leitura simplória, Recife parece quer manter o DNA Arraes no poder. Mendonça Filho (DEM), também num cenário de empate com os dois, conforme a margem de erro, foi o senador mais votado na capital, embora não tenha sido eleito. Tem também o recall de bom ministro da Educação.

Já Daniel Coelho (Cidadania), pelo recall de já ter disputado duas eleições para prefeito, tenderia a aparecer melhor situado, o que não ocorreu. Felipe Carreras, com apenas 4,5%, mostra que só tem chances numa aliança com a oposição.

O voto evangélico – Representante do segmento evangélico, o pré-candidato do PSC, André Ferreira, surpreendeu com 5% das intenções de voto, provavelmente do eleitorado cativo da igreja. Nomes que sequer assumiram suas pré-candidaturas, como André de Paula (PSD), Luciano Bivar (PSL) e Silvio Costa Filho (PRB), ficaram na faixa dos 3% a 4%, o que parece um alento para entrar na disputa.

Decepção – Especialista em eleições, a advogada Diana Câmara, colaboradora do blog, observa um detalhe interessante na pesquisa: somando-se os 20,1% dos que disseram que votariam em branco ou anulariam o voto com os 12,9% dos indecisos, se chega a um percentual de mais de 30% dos eleitores indiferentes à política ou desapontados com os seus representantes.

Unidade – Com margem de erro de 3,5% para mais ou para menos, a pesquisa aponta, ainda, que o ex-ministro Mendonça Filho (DEM) aparece empatado com João Campos (PSB) e Marília Arraes (PT). Tende a ser um nome com potencial para unir o bloco de oposição ao candidato da base governista, assim como Daniel Coelho (Cidadania), com espaço para crescimento.

Com Lula – A boa performance de Marília Arraes na pesquisa pode trazer impacto na executiva nacional do PT, em Brasília. Líder da corrente petista que torce pela candidatura dela no Recife, o deputado José Guimarães (CE) fez chegar a Lula, ontem, em Curitiba, o resultado do levantamento do Opinião.

Ausente – O pré-candidato do PSB a prefeito do Recife, João Campos, que aparece empatado com Marília Arraes, foi orientado por marqueteiros a não comentar a pesquisa do Opinião. Deve ter lá suas razões, mas o estranho é que foi uma exceção. Os demais falaram no Frente a Frente.

REPERCUSSÃO – A primeira pesquisa sobre a sucessão do prefeito Geraldo Júlio repercutiu em todo o Estado, reproduzida por blogs e emissoras de rádio. Até um dos sites mais importantes da Paraíba, o Mais PB, reproduziu os números em sua manchete levando blogs do Interior a repostar.

Perguntar não ofende: A boa avaliação da gestão de Geraldo vai puxar a candidatura de João Campos?


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Fernandes

Socialistas vencem eleições em Portugal

Fernandes

Sem meias palavras. Bolsonaro assina lei que cria imposto sobre férias, 13º e horas extras. Ui

Fernandes

O PT é o retrato da sociedade pois engloba todas as raças, etnias, religião e gênero! Unificado pelo luta aos mais pobres!

marcos

iiiiiiiiiiiiiiii eu tou achando que esse blog é Chapa Branca do cara da licitação da Arena Pernambuco!

marcos

Pergunta que não quer calar: Magno por que o seu blog não publicou até agora nada da delação de António Palocci?




04/10


2019

Coluna desta sexta na Folha

Câmara pede R$ 336 milhões

Tive acesso, ontem, em Brasília, a mensagem que o governador Paulo Câmara (PSB) enviou aos 25 deputados e três senadores apontando prioridades do seu Governo que dependem do orçamento da União.

Num total de R$ 366 milhões, pede R$ 90 milhões para a Adutora do Oeste, R$ 70 milhões para barragem de Igarapeba, R$ 22 milhões para a barragem de Gatos, R$ 20 milhões para restauração da BR-101, R$ 15 milhões para duplicação da BR-104, R$ 20 milhões para restauração do aeroporto de Fernando de Noronha, R$ 40 milhões para o Hospital da Mulher de Caruaru e R$ 89 milhões para dragagem do Porto do Recife.

São projetos estruturadores, mas o Estado está diante de um impasse na bancada: pelo novo critério adotado, as emendas coletivas acabam e em seu lugar surgem as emendas impositivas. A partir de agora, quem manda no orçamento são os deputados, que querem priorizar seus municípios.

De cara fechada – Representante do governador Paulo Câmara na reunião sobre o orçamento 2020 na bancada federal, quarta-feira passada, o secretário de Planejamento, Alexandre Rebelo, saiu do encontro resmungando. Não entendeu porque a bancada quer acabar com as emendas coletivas para grandes projetos. Coordenador da bancada, nem Augusto Coutinho dobrou o secretário.

Autonomia – O martelo sobre os novos critérios para distribuição das emendas orçamentárias para 2020 só será batido, entretanto, na próxima terça-feira, quando a bancada volta a tratar do assunto. Desta feira, será um encontro fechado, sem abrir exceção sequer para o representante do governador. A bancada quer mostrar, na prática, que tem autonomia.

Mão que afaga – O presidente da Embratur, Gilson Neto, estendeu, ontem, a mão ao governador Paulo Câmara. Sem presença do Estado no Ministério, quer ser a ponte entre o Estado e o presidente da República para melhorar o fluxo de caixa nos cofres do Palácio das Princesas. Machado é homem forte no Governo, tem canal aberto e direto com o chefe Bolsonaro.

Sem mudanças – Não é certo, ainda, que o presidente promova uma mudança ministerial tão logo o Senado vote em segundo turno a reforma da Previdência no Senado. A prioridade do Governo, segundo o blog apurou, é colocar em prática um plano que leve o País à retomada do desenvolvimento.

Em alta – Se já tinha admiração pelo senador Fernando Bezerra Coelho (MDB), o presidente Bolsonaro passou a tê-lo mais em conta ainda depois do seu esforço descomunal para levar o Senado a aprovar a reforma da Previdência. Na terça-feira, dia da votação, FBC deixou a Casa, esbaforido, pela madrugada.

PRESTÍGIO – O ex-ministro Mendonça Filho está com tanto prestígio com o apresentador global Luciano Huck que, antes de oferecer um rango para ele em sua casa, fez uma surpresa a uma fã dele: o apresentou a sua cozinheira, com ele adentrando na cozinha. A mulher quase enfarta.

Perguntar não ofende: Quando Felipe Carreras vai abandonar a prática de se apresentar no estilo Mauricinho?


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Fernandes

Miliciano ligado aos Bolsonaro tramou assassinato de Marielle, diz Curicica.

marcos

Ciro cutuca Haddad, quem quer ser vice de Lula é tu Veado! Ui

marcos

Dr Sergio Moro 75% de aprovação. É o próximo Presidente

marcos

Petrobras bate record histórico na produção de óleo e gás. Foi só estancar o Roubo dos governos do PT que a empresa bombou! O nosso mito é foda.

marcos

Mais cabra safado de que o político ladrão e Corrupto é o idiota útil que o defende. Ciro Gomes




03/10


2019

Coluna desta quinta na Folha

Estado pode ficar sem emendas

Uma manobra da bancada federal, com o aval de deputados da base do governador Paulo Câmara, pode deixar o Estado sem as chamadas emendas de bancada no Orçamento da União para o próximo ano. Reunida, ontem, na Câmara, tendo o secretário de Planejamento, Alexandre Rebelo, representando os interesses do Estado, a bancada acabou com as emendas coletivas para projetos estruturadores apontados pelo Governo e as transformou em emendas individuais para cada um dos 25 deputados, que terão agora autonomia na destinação dos recursos aos municípios das suas bases.

Prevaleceu o entendimento, também, de que cada um dos três senadores terá direito a uma emenda para investimento onde julgar mais necessário. É a primeira vez que um governador em Pernambuco poderá ficar sem os recursos orçamentários da União historicamente aplicados em obras de infraestrutura viária, hídrica e programas de envergadura.

Chama a federal! – Não convidem para uma mesma mesa o prefeito de Limoeiro, João Ferreira, o Joãozinho (PSB), e o deputado Ricardo Teobaldo (Podemos). Trocaram farpas de baixíssimo nível, ontem, no Frente a Frente, antecipando o duelo mortal que travarão nas eleições municipais. Pelo andar da carruagem, a pacata Limoeiro deverá contar no pleito, pela primeira vez, com tropas federais.

Fora do PT – Por falar em Ricardo Teobaldo, presidente estadual do Podemos, partiu dele o convite formal ao prefeito de Serra Talhada, Luciano Duque, para ingressar na legenda. Até as aves que gorjeiam nos arredores do Palácio Municipal da terra de Lampião já sabem do desconforto que Duque enfrenta no PT, desde que o partido garfou a candidatura de Marília Arraes.

Pega fogo – A rifada no delegado Israel Rubis, que comandava a Regional de Arcoverde, ainda está dando o que falar. Ontem, o MP ingressou com pedido de tutela antecipada contra o Estado para suspender a transferência do xerife para a delegacia de Vitória de Santo Antão. A remoção foi política, a pedido da prefeita Madalena Brito (PSB) e da vereadora Célia Galindo.

Pesquisa – A notícia de que o meu blog trará, amanhã, a primeira pesquisa do Instituto Opinião sobre a sucessão do prefeito Geraldo Júlio, no Recife, deixou os pré-candidatos extremamente ansiosos. Só da bancada federal são oito pré-candidatos testados no levantamento.

Surubim – Aliados da prefeita de Surubim, Ana Célia (PSB), o deputado Danilo Cabral e o presidente da Perpart, Nilton Mota, ambos do PSB, dizem que não estão nem um pouquinho estressados em relação à reeleição da correligionária. Informam que ela está tocando obras de grande efeito econômico e social para o município e que será plenamente reconhecida.

UBER – O deputado Gonzaga Patriota (PSB) foi voto vencido, ontem, na Comissão de Transportes, com a proposta justa, diga-se de passagem, de reduzir de 25% para 10% o valor da UBER repassado pelos motoristas ao aplicativo. Com isso, os motoristas teriam maior ganho na labuta.

Perguntar não ofende: O governador Paulo Câmara vai reagir à manobra da bancada em cima do orçamento?


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Fernandes

Mais cabra safado de que o político ladrão e Corrupto é o idiota útil que o defende. Jair Bolsonaro.

marcos

O povo brasileiro cansou de ser Roubado e de ser enganado, lugar de ladrão e Corrupto é na Cadeia

Fernandes

Mais de 100 mil pessoas entoam:Ei Bolsonaro, vai tomar no c… no Rock In Rio. Bolsonaro cabra safado, mentiroso, ladrão escroto e Corrupto seu lugar é na Cadeia. Miliciano.

Fernandes

Mais cabra safado de que o político Corrupto e Ladrão é o idiota que mora em camaragibe, e defende MIlicano!

Fernandes

Reprovação de Bolsonaro salta de 28% para 53%, diz pesquisa CNT/MDA


Coluna do Blog
TV - Blog do Magno
Programa Frente a Frente

Aplicativo

Destaques

Publicidade

Opinião

Publicidade

Parceiros
Publicidade
Apoiadores