FMO


07/09


2019

Coluna deste sabadão na Folha

Bolsonaro golpeia produtor de etanol

Bolsonaro fez uma maldade terrível com quem produz etanol no Nordeste: em uma ação que beneficia diretamente os exportadores americanos, decidiu aumentar em 150 milhões de litros a quantidade que pode ser importada de etanol com isenção de tarifa. Portaria do Ministério da Economia autoriza a ampliação de 600 milhões para 750 milhões de litros a cota de álcool etílico que poderá ser comprada no exterior sem a alíquota de importação de 20%.

O que passar desse limite será tributado com o imposto. A medida vai vigorar por 12 meses e atende a um pedido feito pelo presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, durante visita do presidente brasileiro àquele País.

O Governo autorizou sem a contrapartida da Casa Branca de abrir o mercado norte americano para o açúcar no Brasil. A medida vai gerar mais desemprego ainda no Nordeste e estancar um setor que vinha em plana expansão, apesar de tamanhas dificuldades.

Bateu fofo – A medida desagradou e tirou o sono dos produtores de etanol do Nordeste. Segundo o presidente do Sindicato da Indústria do Açúcar e do Álcool (Sindaçúcar), Renato Cunha, o Governo assumiu, há dois anos, o compromisso com os produtores de que a isenção de 600 milhões de litros por ano não seria renovada, mas acabou cedendo às pressões de Trump.

Deu carga – Apostando na sinalização do Governo do Estado aos seus pedidos encaminhados ao governador em audiência, semana passada, a prefeita de Caruaru, Raquel Lyra (PSDB), deu ordem expressa aos seus auxiliares do primeiro e segundo escalões para lotar a escola onde foi realizado, ontem, na cidade, o seminário Todos por Pernambuco. Na política, uma mão lava a outra.

Lá e lô – Ao devolver ao senador Fernando Bezerra Coelho o controle do diretório do MDB em Petrolina, o presidente da executiva estadual, Raul Henry, deixou setores das Princesas com uma pulga atrás da orelha. É que Henry pode vir a ser apadrinhado por FBC, numa casadinha com Jarbas Vasconcelos, para concorrer à presidência nacional do partido contra Baleia Rossi (SP).

O jogo – Fernando Bezerra se aliou ao atual presidente do MDB, Romero Jucá (RR), para encher o balão de Raul Henry. Alçado ao comando nacional da legenda, Henry daria a Bezerra em troca a presidência estadual do partido. Ninguém confirma, mas é o que rola nos bastidores.

Temor – Em entrevista, ontem, ao Frente a Frente, o prefeito de Itacuruba, Bernardo Maniçoba (PSB), revelou desconhecimento em relação ao projeto do Governo Federal de instalação de uma usina nuclear naquele município. E disse que o assunto deixa a população temerária.

BELO JARDIM – O governador Paulo Câmara disse, ontem, ao ex-deputado Cintra Galvão e seu filho Cecílio, ex-prefeito de Belo Jardim, com quem esteve, que o prefeito Hélio dos Terrenos (PTB) não procura o Governo para selar parcerias e que está disposto, com o grupo Cintra, a levar mais investimentos ao município.

Perguntar não ofende: Quais os motivos não republicanos que levaram Bolsonaro a escolher o procurador geral da República fora da lista tríplice?


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Fernandes

aceita que dói menos. Lula 87%. KKKK Babaca.

Fernandes

O miliciano bolsonaro com 16 imóveis recebeu auxílio-moradia durante 28 ano, e vc diz que ele não é ladrão. marluxa mamadeira de piroca. KKKK

marcos

Cadê o número da pesquisa fake?

marcos

Vc diz que que. E é gago é? Kkkk

Fernandes

aceita que dói menos. Lula 87%. KKKK Babaca.


Prefeitura de Abreu e Lima


06/09


2019

Coluna desta sexta na Folha

Teste de fogo para Sérgio Moro

Pesquisa Datafolha apontou, ontem, o ex-juiz Sérgio Moro, ministro da Justiça, como o auxiliar de Bolsonaro mais aprovado pela população. Por ironia do destino, no dia seguinte ao presidente ter sua avaliação positiva mais reduzida. Enquanto o chefe tem apenas 28% de aprovação, o ministro chega a 54% de ótimo.

Para quem enfrenta ventos do Norte, a começar pelo Congresso, que trata com má vontade o seu projeto de combate à criminalidade e à corrupção, são números para inflar o ego de qualquer um. Moro, porém, está sendo sabotado pelo próprio presidente. O primeiro sinal foi surrupiar o Coaf, instrumento fundamental na Lava Jato e na apuração de outros escândalos.

O tiro de misericórdia está por vir: a mudança no comando da Polícia Federal. Moro não quer, mas Bolsonaro já disse que vai para a degola o diretor-geral Maurício Valeixo e ninguém acredita que o sucessor seja de fato indicado pelo ministro.

Situação insustentável – À propósito da queda de braço de Moro com o presidente pelo comando da Polícia Federal, estava embarcando, ontem, de Brasília, para o Recife, quando fui abordado por uma agente da PF que me reconheceu. Comentamos de imediato a situação do presidente Valeixo. Ela não teve papas na língua. “Sua situação é insustentável e não acredito que Moro faça o sucessor”, observou.

Nada a declarar – João Campos e Tábata Amaral, o novo casal 20 da Câmara dos Deputados, não confirmam o namoro, assunto mais comentado no Congresso. Presenciei, no cafezinho da Câmara, um deputado da bancada pernambucana perguntar à deputada paulista (PDT) se confirmaria o love. Ela fez uma cara tão feia que assustou muita gente nas proximidades.

Pesquisa – Circulou uma pesquisa na bancada federal que o deputado João Campos (PSB) aparece na frente como preferido na corrida pela Prefeitura do Recife, com 19%, seguido de perto pelo ex-ministro Mendonça (DEM), com 15%. Marília Arraes (PT) aparece com 13%, seguida de Túlio Gadelha (PDT), com 8%, enquanto Sílvio Costa Filho (PRB) desponta com 6% e Felipe Carreras, 4%.

Pau mandado – O vice-prefeito de Garanhuns, Haroldo Vicente (PSC), caiu na galhofa depois de circular nas redes sociais num vídeo no qual afirma, categoricamente, que, eleito, quem vai continuar mandando na Prefeitura é o seu padrinho, o prefeito Izaías Régis (PTB). Viralizou da noite para o dia.

Desafio – Marília Arraes faz o seu teste de fogo no PT no próximo domingo, nas eleições para escolha dos delegados com direito a votar na renovação dos diretórios nacional e estadual. Também serão eleitos os presidentes municipais. Se seu grupo sair vitorioso no Recife, ela ganha força em Brasília.

NOVO SINAL – De olho na Prefeitura do Recife, o deputado Túlio Gadelha ganhou, mais uma vez, o aval do comando nacional do PDT. Reunido em Brasília com jornalistas que trabalham nas redes sociais do partido, o presidente Carlos Lupi foi claro. Disse que Túlio é prioridade entre as capitais.

Perguntar não ofende: Moro joga a toalha se o novo diretor-geral da PF não for indicação dele?


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Fernandes

Bolsonaro lidera na pesquisa do Datafolha. .................. Bozo 30% ...............Carluxa 29% ...............Flaluxa 28% ............... Queiroz 27% ................. Micheque 24% ...........Casal Meira e Taty Dantas 18% .................. Marluxa Mamadeira de piroca 3%. ................ Eleição para associação de Milicianos.

Fernandes

Alexandre Frota afirma que Bolsonaro tem milícia.

marcos

Lula lidera na pesquisa do Datafolha. .................. Lula 30% ...............Cabral 29% ...............Cunha 28% ............... Beira Mar 27% ................. Goleiro Bruno 22% ...........Casal Nardoni 18% .................. Marcola 3%. ................ Eleição para Síndico de Presídio.

marcos

Sérgio Moro 82% de Aprovação, não tem pra ninguém, o cara é uma Lenda!

Fernandes

Ronaldinho Gaúcho faz Bolsonaro passar vergonha mundial. O jogador está com seus dois passaportes, o brasileiro e o espanhol, retidos pela Polícia Federal. É mais um vexame –quase uma piada pronta– de Jair Bolsonaro. Nomear um embaixador de turismo que, acreditem, não pode viajar por ter seu passaporte retido pela Justiça. O ex-jogador Ronaldinho Gaúcho foi nomeado embaixador do turismo brasileiro pelo governo Bolsonaro.


Prefeitura de Paulista


05/09


2019

Coluna desta quinta na Folha

Advogados pagos pelo contribuinte

O Congresso não carrega por acaso a pecha histórica de coçar para dentro, esquecendo seus eleitores que outorgam nas urnas o mandato de senadores e deputados. Na última terça-feira, trabalhando de noite sem os holofotes da mídia, suas excelências na Câmara aprovaram, por 263 votos a 144, projeto embutido ao valor do fundo eleitoral que permite que políticos envolvidos em escândalos passem a ter advogados financiados pelo mesmo fundo público.

Nunca se viu tamanha desfaçatez. O partido, na prática, vai filiar o picareta e ele próprio patrocinará a corrupção e pagará o advogado. Sem consenso, a votação do fundo eleitoral estava na pauta de ontem da Câmara, com a indefinição se seria recheado com R$ 2,5 bilhões ou R$ 3,7 bilhões do contribuinte sacrificado.

Quando presidente da Câmara e ouvia choros de colegas reclamando da qualidade do parlamento brasileiro, Ulysses Guimarães dizia: “Está achando ruim? Espere o próximo! ”

Chances de Marília – Se o PT se curvar à tendência majoritária do seu comando nacional, o partido terá candidato próprio a prefeito nas capitais e nos municípios acima de 200 mil eleitores. É o que dizem os principais líderes no Congresso. Prevalecendo a tese, no Recife o diretório nacional terá força e poderes para exigir dos seus dirigentes estaduais que banquem a candidatura de Marília Arraes.

Protestos – Tão logo tomou conhecimento pelo meu blog do projeto do Governo Federal, através do seu líder no Senado, Fernando Bezerra Coelho (MDB), de instalar em Itacuruba uma usina nuclear semelhante à de Angra dos Reis, o ex-prefeito de Petrolina, Júlio Lossio (PSD), mandou mensagem ao governador Paulo Câmara pedindo que reprovasse a ideia. A população já planeja um protesto.

Bota frias – Na condição de ex-deputado estadual, o prefeito de Carpina, Manoel Botafogo (PDT), também entrou na lista dos 20 parlamentares investigados pelo Ministério Público estadual pelo uso indecente da verba indenizatória. Na época, cobriu despesas coma verba que recebeu para despesas extras e de manutenção do seu gabinete usando notas fiscais frias.

Vão destituir? – O líder do PSB na Câmara, Tadeu Alencar, ainda está inseguro quanto à suspensão das atividades dos nove infiéis punidos pelo partido. O presidente da Comissão de Meio Ambiente, Rodrigo Agostinho (SP), por exemplo, não foi indicado pelo PSB, mas eleito por voto direto. E agora?

Dinheiro – O Governo Bolsonaro mandou incluir uma emenda da ordem de R$ 304 milhões para as obras do Ramal do Agreste, parte da Integração do São Francisco que viabilizará a Adutora do Agreste. Na verdade, o presidente se curvou às pressões da bancada federal do Estado.

POLITICAGEM – Em Cumaru, por picuinha política, quatro vereadores votaram contra a Lei de Diretrizes Orçamentárias para o exercício de 2020 e um se absteve. Mesmo assim, a matéria foi aprovada pelos cinco parlamentares da base da prefeita Mariana Medeiros (PP), segundo o vereador Gilvan da Malhadinha.

Perguntar não ofende: Qual o partido vai emprestar o ombro amigo para Felipe Carreras sossegar?


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Fernandes

Reconheço minha incompetência, diz Bolsonaro.

marcos

Ô mortadela querida, Moro com 82% de aprovação do povo brasileiro é o próximo Presidente. Que tu achas?

Fernandes

Ô marluxa Cabulosa de camaragibe. deixa de burrice, o mito saqueou os cofres públicos, com 16 imóveis recebeu auxílio-moradia durante 28 anos, e deixou 13 Milhões de brasileiros sem moradia. mito Canalha.

marcos

Ô mortadela na tua visão, os caminhoneiros querem General Mourão no poder é?

marcos

Datafolha aponta Sérgio Moro com 54% de ÓTIMO. O nosso próximo Presente.


Prefeitura de Serra Talhada


04/09


2019

Coluna desta quarta na Folha

Espaço de Felipe era de João

Quando o comando do PSB estadual lançou o então empresário de entretenimento Felipe Carreras em 2014, a deputado federal, seria em tese, para segurar a vaga destinada a João Campos, que só viria a postular em 2018. Felipe foi grande amigo de Eduardo Campos, considerado membro da família.

Mas em 2018, já na Câmara, decidiu seguir na vida pública e passou a almejar os mesmos objetivos do herdeiro de Eduardo: deputado e depois candidato a prefeito do Recife. Ainda nas eleições de 2018, Carreras travou uma disputa silenciosa com João para ver quem seria o mais votado no Recife.

Perdeu a disputa por pouco, mas o PSB, logo após a eleição, sinalizou que o candidato a prefeito seria João. Mostrando independência e ocupando seus espaços políticos, Carreras passou a votar contrário às recomendações do partido, abrindo fogo contra o presidente Carlos Siqueira, por considerá-lo seu algoz na punição pela suspensão das suas atividades partidárias.

O papel de Tadeu – A recomendação original do relator do PSB no Conselho de Ética, ex-deputado Domingos Leonelli (BA), arraesista histórico, se deu pela expulsão dos dez deputados que traíram o partido. Antes do julgamento, entretanto, o líder do partido na Câmara, Tadeu Alencar, teve papel fundamental para dar uma reviravolta, mas ainda não como ele queria: suspensão por apenas seis meses e não 12.

Solidário – Da bancada de Pernambuco, o único deputado que se manifestou contra qualquer tipo de punição e votou contra o relatório foi Gonzaga Patriota. “Sou contra qualquer tipo de perseguição partidária”, justifica ele. O deputado Júlio Delgado (PSB), que também era voto contrário, mas teve que sair do encontro antes da votação, não teve seu voto em separado acatado.

Demanda – Mesmo na planície, o ex-ministro Armando Monteiro Neto (PTB) não tem conseguido dar conta da sua agenda política, tamanha a demanda de deputados, prefeitos, ex-prefeitos e lideranças pedindo audiência. Já no plano nacional, recebe no próximo mês o reconhecimento da Câmara com a Medalha do Mérito Legislativo pelos três mandatos na Casa e um no Senado.

Paparico – O telefone do deputado Felipe Carreras tem mais tocado do que plantão de delegacia de polícia. Ontem, foi surpreendido por uma ligação do líder do Governo no Senado, Fernando Bezerra Coelho. Agendaram uma conversa tête-à-tête para os próximos dias na corte, bem longe do Estado.

A favor – A retomada do projeto de instalação de uma usina nuclear em Itacuruba, no Sertão, anunciada ontem pelo senador Fernando Bezerra, agradou a gregos e troianos. Em Brasília, Gonzaga Patriota (PSB) deu respaldo e na Assembleia quem bateu palmas foi Alberto Feitosa (SD), majoritário em Itacuruba.

CONTRA – Já o professor Heitor Scalambrini, representante da Articulação Antinuclear Brasileira, é contra a escolha de Itacuruba. “Se houver um vazamento de material radioativo no rio São Francisco, 20 milhões de pessoas, que dependem de suas águas em 506 municípios, serão fortemente atingidas”, alertou.

Perguntar não ofende: Vai fazer falta ao PSB os R$ 15 milhões do fundo eleitoral que pode perder se os dez deputados deixarem a legenda?


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Fernandes

O mito saqueou os cofres públicos, com 16 imóveis recebeu auxílio-moradia durante 28 anos, e deixou 13 Milhões de brasileiros sem moradia. mito Canalha.

Fernandes

Michelle gerente do caixa 2 do clã é o escândalo a que se referiu Jair Bolsonaro, que já prevê que seu impeachment está próximo

Fernandes

Bolsonaro abre crise na PF e delegados estudam demissão coletiva. Bolsonaro conseguiu desagradar gregos e baianos ao tentar intervir na Polícia Federal do Rio. Como consequência, os delegados da PF estudam pedido de demissão coletiva em respostas à ingerência na corporação.

Fernandes

Lula criou o Bolsa Família, o Bolsa Escola, o Bolsa Universidade e o Bolsa Moradia! O Diabo com inveja criou o Bolsonaro!

Fernandes

Comenta ai. Para favorecer Trump, Bolsonaro libera etanol dos EUA e prejudica produtor brasileiro. Em mais um gesto de submissão a Donald Trump, o governo Jair Bolsonaro aumentou a cota de importação de etanol isenta da tarifa de 20% de 600 milhões de litros para 750 milhões de litros por um ano. A medida deve significar R$ 270 milhões em renúncia fiscal.




03/09


2019

Coluna desta terça na Folha

Provocou expulsão e se deu mal

Ao afirmar, ontem, que a suspensão do seu mandato por 12 meses foi pior do que a expulsão do PSB, o deputado Felipe Carreras tem razão. Expurgado, ficaria livre para se abrigar em outra legenda e disputar a Prefeitura do Recife, projeto para calçar a sua trajetória política. Ficar sem ter o direito de representar o partido em comissões, CPIs, conselhos e ser sugerido para relatar matérias de envergadura no Congresso é uma cassação branca.

Tolheram o seu mandato, colocaram algemas para não voar, o amordaçaram. Virou o patinho feio do universo socialista. Para se libertar de tudo isso, o imbróglio é gigantesco. Alegar perseguição para continuar filiado a um partido é um recurso que muitos usam na justiça para mudar de lado.

A suspensão do mandato, no entanto, não dá esse respaldo jurídico para debandar. Ele terá que continuar desobedecendo o partido em outras instâncias e votações de vida e morte para o PSB, até ser expulso como reincidente.

Pela expulsão – Na sua fala, ontem, ao Frente a Frente, o presidente nacional do PSB, Carlos Siqueira, disse que o sentimento majoritário no partido no julgamento dos infiéis era pela expulsão de todos os dez parlamentares, tendência não confirmada porque, com exceção de Átila Lira (PI), os demais são deputados de primeiro mandato e não tinham histórico de rebeldia ou traição à legenda.

Matriculado – Siqueira jogou pesado também em relação ao deputado expulso Átila Lira, do Piaui. Negou que se tratasse de um histórico da legenda. “Ele nunca teve tradição no socialismo e se inclui entre os matriculados no partido e não filiados”, ironizou. Quanto à votação da reforma tributária, próxima novela mexicana na Câmara, disse que o partido não fecha questão.

Que luxo! – O pouco conhecido hospital Vila Nova Star, que o presidente Bolsonaro fará mais uma intervenção cirúrgica, está voltado para o segmento Premium. Fica na Vila Mariana e em conforto bate o Sírio e o Einstein. Tem chefe francês cuidando do cardápio, investimento da ordem de R$ 2 bilhões do grupo D`Or. Gritante contraste em relação aos hospitais do SUS.

Medalha – Dois ilustres pernambucanos serão agraciados pela medalha do Mérito Legislativo da Câmara dos Deputados, no próximo mês: o ex-ministro Armando Monteiro Neto e o ex-senador Marco Maciel, por indicação dos líderes André de Paula (PSD) e Augusto Coutinho (SD), respectivamente.

Não quer – O líder do PSD na Câmara, André de Paula, garante que está de fora da indicação de cargos do segundo e terceiro escalões federais em Pernambuco. A bancada foi convocada, amanhã, para discutir os critérios de preenchimento dos órgãos cobiçados, mas André já antecipou sua ausência.

PAU NA COMPESA – O secretário de Governo de Caruaru, Rubens Júnior, que postou nas redes sociais que já dava para fazer piquenique ao redor do rio Ipojuca, disse que usou uma figura de retórica para reforçar que a prefeita cumpre sua parte ao limpar às margens do rio. “O resto é com a Compesa”, provocou.

Perguntar não ofende: Por que Paulo Câmara e Geraldo Júlio não defenderam um voto em separado para tirar Felipe Carreras do grupo que sofreu a suspensão dos seus mandatos?


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Fernandes

Reprovação de Bolsonaro salta de 28% para 53%, diz pesquisa CNT/MDA

Fernandes

Pesquisa mostra que queda de Bolsonaro se generaliza e atinge sua base eleitoral

Fernandes

Em Brasília, já se fala até em impeachment, após aumento de reprovação nas pesquisas!

Fernandes

A bomba de Alexandre Frota é pior do que Bolsonaro imagina.

marcos

Nove meses sem corrupção no governo federal a esquerda fica arretada!


Prefeitura de Limoeiro


02/09


2019

Coluna desta segunda na Folha

Só Siqueira sai ganhando no PSB

A implacável decisão do PSB, de expulsar o deputado Átila Lira (PI) e promover a suspensão do mandato por um ano de mais nove parlamentares, entre eles o pernambucano Felipe Carreras, permite algumas conclusões irrefutáveis. O núcleo socialista do Estado, à frente Paulo Câmara e Geraldo Júlio, votou com o relator, não encaminhou nenhum voto contra, mas sofreu uma meia derrota.

Geraldo tinha razão: Felipe não foi expulso, como ele antecipou, mas sofreu uma cassação branca. Ficará, como os demais oito suspensos, 12 meses sem poder ter assento em comissões, relatorias e outros apetrechos da Câmara por um impedimento muito simples: o PSB não os indicará para nada.

Líder de outra corrente, o ex-governador de São Paulo, Márcio França, também sai arranhado. Dos nove deputados, três são paulistas e ligados a ele. Sendo assim, quem manda, hoje, no PSB? Por exclusão, o presidente Carlos Siqueira, que fez prevalecer a sua pregação punitiva.

Alma lavada – Carlos Siqueira teve tanto empenho para que nenhum dos dez deputados saísse ileso, pelo fato de terem dado as costas à orientação da executiva nacional, no voto contra à reforma da Previdência, que isso se traduziu pelo placar: 84 votos a favor do voto do relator da matéria no Conselho de Ética contra apenas quatro votos contra. Com certeza, ele está de alma lavada.

Sem amparo – Seis dos nove deputados do PSB que sofreram a pena de não representarem mais o partido por um ano na Câmara, devem deixar a legenda, mas não encontraram ainda respaldo legal. O castigo não dá sustentação jurídica para deixar o partido coma justificativa legal de que a punição se traduz em perseguição política, segundo advogados consultados pela coluna.

Engessado – Quanto ao pernambucano Felipe Carreras, até aliados mais próximos confessam que seu comportamento rebelde à orientação da executiva nacional teve como propósito forçar a sua expulsão, para, assim, viabilizar sua candidatura a prefeito do Recife por outra legenda, já que o PSB bateu o martelo com o nome de João Campos para entrar na disputa.

PSB fecha? – Ainda em relação ao affair PSB, a expectativa em Brasília, agora, se volta para a posição que o partido tomará na votação da reforma tributária, se fecha questão ou não. Fechando, os nove deputados punidos, favoráveis ao projeto, passam a ser considerados reincidentes.

Cargos – Na condição de coordenador da bancada federal, o deputado Augusto Coutinho (SD) conduz esta semana uma reunião com os parlamentares da base governista para discutir o preenchimento de cargos do segundo escalão no Estado. Os filés Chesf, Banco do Nordeste e Hemobrás ficam de fora.

Vice do PT – Se o PSB foi buscar o PT para fechar a dobradinha nas eleições passadas para reeleger Paulo Câmara, alguém duvida que o vice de João Campos sairá por indicação de Humberto e seus liderados? O MDB já pode começar a tirar de imediato o cavalinho da chuva.

Perguntar não ofende: Pelo andar da carruagem, as eleições do ano que vem em Caruaru vão contar com tropas federais?


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Fernandes

Reprovação de Bolsonaro salta de 28% para 53%, diz pesquisa CNT/MDA

marcos

Enquete do blog 247 só para Petistas de coração: Qual dos personagens é mais querido pela esquerda? ...... Roberto Jefferson. .......Eduardo Cunha ..........João Dória ..... Joice Haussmam ......... José Madeiros ..... Deltan Dalagnol ......Sérgio Moro ........Ou o nosso querido Mito?

Fernandes

FAMÍLIA DE MILICIANOS !

Fernandes

Michelle gerente do caixa 2 do clã é o escândalo a que se referiu Jair Bolsonaro, que já prevê que seu impeachment está próximo

Fernandes

Hitler disse que o mito saqueou os cofres públicos, com 16 imóveis recebeu auxílio-moradia durante 28 anos, e deixou 13 Milhões de brasileiros sem moradia. mito Canalha.


Capacitação de Candidatos


31/08


2019

Coluna deste sabadão na Folha

PSB foi bem mais duro

A cúpula do PSB foi mais implacável com os deputados rebeldes, dez ao todo, do que se previa. Apurei que a tendência dos que tiveram direito a voto era suavizar a pena, com apenas uma advertência. Estava no caminho errado.

Foram muito mais além: expulsaram um dos infiéis e suspenderam por um ano o mandato dos nove restantes. Na prática, nenhum deles ficará com autonomia para parlamentar, sua missão congressual dada pelo povo nas urnas. Ficam sem autoridade para ocupar comissões, falar em plenário em nome do PSB e serem indicados pelo líder Tadeu Alencar para qualquer relatoria em comissões na Casa.

Vai adiantar ficar no partido? De jeito nenhum, mas os nove estão no mato sem cachorro, se ficar o bicho pega, se correr o bicho come. Resumo da ópera: cortaram as pernas dos que se julgavam independentes e não queriam bater continência para o comando partidário.

Nesta votação, até o prefeito Geraldo Júlio, que chegou a afirmar que ninguém seria expulso, teve um choque de realidade diante da recomendação do Conselho de Ética.

Sinuca de bico – Dentre os nove deputados que tiveram seus mandatos suspensos por um ano, o pernambucano Felipe Carreras é o que sai mais atingido. De nada adiantaram as solidariedades expressas de tantos pesos pesados do partido, implorando para que não sofresse nenhum tipo de punição. Como ficará Felipe, é a pergunta que será mais ouvida a partir de agora.

Greve – Se depender das lideranças dos caminhoneiros autônomos de Pernambuco, a categoria cruza os braços na próxima quarta-feira em repúdio à decisão do STF, que suspendeu a votação da constitucionalidade da tabela que prevê pisos mínimos para o frete. A categoria considerava fundamental a posição do Supremo, diante do impasse nas negociações com o Governo.

No páreo – Florestano bebedor da água do Riacho do Navio, decantado por Luiz Gonzaga, o secretário da Casa Civil da Prefeitura do Recife, João Guilherme Ferraz, nega que o seu grupo político em Floresta tenha rifado o projeto de reeleição do prefeito Ricardo Ferraz (PRP). “Ao contrário do que foi divulgado, o prefeito tem gestão aprovada e será reeleito”, diz ele.

Quem tem razão? – O deputado Fernando Rodolfo (PP) comprou uma briga com o prefeito de Ipubi, Chico Siqueira (PSB). Postou nas redes sociais um vídeo denunciando a falta de produtos que estariam na lista da merenda escolar e recebeu o rebate imediato do prefeito, que o acusou de má fé.

Fantasma – Carpina virou território para pesquisas sem credibilidade. Depois que tive acesso a um levantamento da Plural, instituto creditado nos municípios, uma pesquisa fantasma foi divulgada dando o oposto do resultado. Ao invés de apontar Joaquim Lapa na frente, puxou o prefeito Botafogo.

PROGRAMA – A prefeita de Caruaru, Raquel Lyra (PSDB), foi a principal entrevistada do Frente a Frente, programa que apresento pela Rede Nordeste de Rádio, tendo, ontem, como cabeça de rede, a Rádio Cultura do Nordeste, que fez a sua avant première em prefixo FM na comemoração dos seus 61 anos.

Perguntar não ofende: o PDT também vai suspender o mandato de Tábata por um ano?


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Fernandes

Se eleição fosse hoje, Haddad venceria Bolsonaro, diz Datafolha Pesquisa apónta que petista derrotaria atual presidente por 42% a 36% dos votos; 18% votariam branco ou nulo e 4% não souberam responder

marcos

Lula tá preso Babaca

Fernandes

Bolsonaro já discute na privacidade não terminar o mandato.

Fernandes

Hitler disse que o mito saqueou os cofres públicos, com 16 imóveis recebeu auxílio-moradia durante 28 anos, e deixou 13 Milhões de brasileiros sem moradia. mito Canalha.

marcos

Mortadela Dàvila Mente em depoimento a PF e se complica. Ui mais uma bandido da esquerda que vai comer uma Cadeiazinha. kkkkkk


Magno coloca pimenta folha


30/08


2019

Coluna desta sexta na Folha

Chegou a hora agá dos infiéis

A novela mexicana na qual se transformou a punição dos dez deputados do PSB que votaram a favor da reforma da Previdência tem desfecho, enfim, amanhã, em Brasília. O julgamento dos infiéis, em processo aberto pelo Conselho de Ética do partido, começa de fato hoje, mas só deve acabar amanhã, a não ser que se chegue a um consenso.

O PSB fechou questão contra as mudanças nas regras da aposentadoria, mas o grupo dos dez, incluindo o pernambucano Felipe Carreras, ignorou e votou a favor, no primeiro e segundo turnos. Eram 11, mas um foi perdoado por ter votado contra no segundo turno. A punição vai de uma simples advertência à expulsão, mas ninguém acredita na segunda hipótese.

Se houver alguma surpresa, ou seja, a degola, no caso de Pernambuco haverá uma grande reviravolta, pois Felipe poderá se filiar a uma legenda de oposição e disputar a Prefeitura do Recife contra o socialista João Campos.

Bem na foto – A prefeita de Caruaru, Raquel Lyra (PSDB), apareceu em Brasília posando ao lado de vários políticos que não se bicam com o governador Paulo Câmara, entre eles o pedetista Túlio Gadelha, namorado de Fátima Bernardes. Parece ter sido para provocar José e Wolney Queiroz, que não se bicam com Gadelha e torcem o nariz para a pré-candidatura dele a prefeito do Recife.

Ciúme – O Governo olhou enviesado, ontem, para o líder do PSD na Câmara, André de Paula, não engolindo a sua pose de oposicionista ao lado do ex-senador Armando Monteiro Neto (PTB), a quem está indicando à Câmara para receber a medalha do Mérito Legislativo. Pré-candidato a prefeito do Recife, André está, na verdade, de olho no apoio do líder trabalhista.

Rifado – O prefeito de Floresta, Ricardo Ferraz (PRP), anda tão mal das pernas que um dos seus principais gurus, o secretário da Casa Civil do Recife, João Guilherme, primo legítimo, já admite reunir a família para discutir outro nome com mais densidade eleitoral para disputar a Prefeitura. Ali, a favorita é a ex-prefeita Rorró Maniçoba (PSB).com o dobro das intenções de voto.

A razão – O ex-secretário da Casa Civil, Nilton Mota, hoje na Perpart, perdeu o elã na função desde a morte do ex-conselheiro do Tribunal de Contas, João Campos. Seu sonho era assumir a vaga de João no TCE, o que teria sido objeto de um forte aceno do governador Paulo Câmara.

Voltou – Com três pontes de safena e igual número de mamárias no coração, o deputado Danilo Cabral (PSB) voltou a fazer, em ritmo mais lento, caminhadas no Parque da Jaqueira. De licença médica em casa, reassume o mandato em 15 de setembro depois de revisão médica em São Paulo.

ALO, CARUARU! - Estarei, hoje, em Caruaru. Almoço com a direção da rádio Cultura, retransmissora do Frente a Frente na cidade, e às 18 horas apresento o programa ao vivo dos seus estúdios em comemoração aos 61 anos de fundação da emissora. Às 19h30, faço palestra na faculdade Unifavip.

Perguntar não ofende: É justo tirar R$ 2 bilhões a mais do dinheiro da saúde e educação para financiar campanhas pelo fundo partidário?


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Fernandes

Reprovação de Bolsonaro salta de 28% para 53%, diz pesquisa CNT/MDA

marcos

Fake mortadela. KKK

Fernandes

Hitler disse que o mito saqueou os cofres públicos, com 16 imóveis recebeu auxílio-moradia durante 28 anos, e deixou 13 Milhões de brasileiros sem moradia. mito Canalha.

marcos

Lula rouba R$ 138 Milhões de uma só lapada

Fernandes

Parabéns presidente Bolsonero e equipe! Nova CPMF à vista!


Banner de Arcoverde


29/08


2019

Coluna desta quinta na Folha

Raquel merece mais respeito

A prefeita de Caruaru, Raquel Lyra (PSDB), voltou, ontem, de mais uma peregrinação pelo poder central, em Brasília. Não tenho a menor ideia do tratamento dispensado pelo Governo Bolsonaro a Caruaru, mas se depender do Governo do Estado, Raquel está frita. O pouco que se libera em recursos para o município, em canetadas sem muito entusiasmo na tinta por parte do governador Paulo Câmara (PSB), chega com o carimbo de adversários.

Na terça-feira passada, por exemplo, Câmara convocou os deputados José Queiroz (PDT) e Tony Gel (MDB) para assinarem com ele uma ordem de serviço destinada a um parque ambiental. Já o convite à prefeita, diferente do tratamento dispensado aos parlamentares, seguiu por e-mail.

Como maior autoridade da capital do forró, do País de Caruaru, Raquel, entretanto, teria o direito de receber o convite através de um telefonema, se não do governador, mas pelo menos do secretário da Casa Civil.

Livre e solta – Destaque dos novatos na Câmara dos Deputados, Tábata Amaral (SP), em processo de expulsão do PDT por votar a favor da reforma tributária, só se refere agora ao colombiano Daniel Alejandro Martinez de ex-namorado. Ela foi acusada de tê-lo contratado na campanha e pago R$ 23 mil do fundo partidário, o que não é prática republicana sob o olhar da justiça eleitoral.

Piada eleitoral – Virou galhofa a especulação de que o secretário municipal de Segurança Urbana, Murilo Cavalcanti, seria indicado pelo MDB para compor a chapa do pré-candidato a prefeito do Recife pelo PSB, João Campos. A eleição está muito distante, ele não tem cacife eleitoral e não seria avalizado por Jarbas. O homem forte de Jarbas, hoje, é Fernando Duere.

Deslumbre – O prefeito de Jaboatão, Anderson Ferreira (PR), anda tão deslumbrado pelo poder que chega ao delírio em rodas de papos com amigos a profetizar que será o “novo Eduardo Campos”. Diz que se reelege fácil e que pode renunciar em 2020 para concorrer ao Governo do Estado com o discurso da renovação. Em política, nunca se deve colocar o carro na frente dos bois.

Mosca azul – Candidato a deputado federal pela Paraíba, seu estado natal em 2014, mas sem se dar bem com as urnas, batendo apenas a casa dos 11 mil votos, o jornalista Evaldo Costa, agora no Arquivo Público, botou na cabeça para disputar um mandato de vereador no Recife.

Certificação – Gravatá, administrada pelo tucano Joaquim Neto, recebe, amanhã, a certificação, pelo Ministério Público, pela comemoração do primeiro ano de adesão ao projeto Cidade Pacífica. É um reconhecimento à realização de ações efetivas de prevenção à criminalidade.

PROTESTO – Diretora da escola estadual Monsenhor Antônio de Pádua, em Afogados da Ingazeira, a professora Nadja Patrícia caiu em desgraça junto ao corpo discente. É acusada pelos alunos de práticas que remetem ao crime de abuso de poder. Até professores estariam sendo maltratados.

Perguntar não ofende: Até quando o natimorto ministro Sérgio Moro vai aguentar ser torrado no caldeirão do inferno palaciano?


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Fernandes

Vem aí a CPI das Fake News, uma ameaça a Jair Bolsonero

marcos

Será que a justiça vai mandar Fernando Haddad (o nosso kit gay) para cumprir pena na PF de Curitiba?

Fernandes

Bolsonero não está preparado para ouvir verdades, diz Alexandre Frota.

Fernandes

Ao pedir desculpas ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), a procuradora Jerusa Viecili, da força-tarefa da Operação Lava Jato em Curitiba, confirma a autenticidade de mensagem revelada em reportagem do UOL em parceria com o site The Intercept Brasil. Nos diálogos obtidos pelo site Intercept, analisados e publicados pelo UOL, os integrantes da Lava Jato ironizaram a morte da esposa de Lula, Marisa Letícia, e os pedidos do ex-presidente para ir aos enterros de familiares que morreram. Até então, ao comentar as publicações decorrentes dos vazamentos de mensagens, os procuradores citados afirmavam que não reconheciam a autenticidades das mensagens e levantavam suspeitas quanto a eventuais adulteração nos conteúdos publicados não há evidências de que os textos tenham sido manipulados.

Fernandes

Cobraram escolaridade e vocabulário do Lula. Cobraram intelectualidade da Dilma. Votaram no Bolsanero.


Shopping Aragão


28/08


2019

Coluna desta quarta na Folha

Neto precisa de plena autonomia

Desde que deixou o PSB – e lá se vai um bom tempo – o ex-governador Joaquim Francisco, hoje com plumagem tucana, só botou os pés, ontem, nas Princesas, para à posse do seu sobrinho José Neto, na Casa Civil. Não foi uma solenidade aberta ao público.

O governador Paulo Câmara convidou apenas secretários de maior visibilidade em sua gestão, provavelmente para mandar um recado nas entrelinhas, de que o novo auxiliar terá o apoio que precisar na interlocução com o parlamento.

A pasta é, por sua natureza, complexa e extremamente difícil de administrar. É a terceira mudança em seu comando empreendida pelo governador, que começou com Antônio Figueira, sucedido por Nilton Mota.

A nova aposta é acompanhada com grande expectativa pela base política do Governo, porque não adianta apenas reunir tanta gente importante numa posse se no exercício da função o escolhido não gozar de plena autonomia.

Dá boa limonada – A Perpart – Pernambuco, Participação e Investimentos – não pode ser encarada como prêmio de consolação ao ex-secretário da Casa Civil, Nilton Mota. Trata-se de uma SA, com orçamento próprio, que tem como principal direcionamento a regularização de terras no Estado. Para um bom entendedor, dá para fazer do limão uma limonada e o escolhido tem capacidade para isso.

Governo paralelo – Ao assinar, ontem, na presença e o aval do deputado José Queiroz, pré-candidato a prefeito de Caruaru pelo PDT, uma ordem de serviço para mais um parque ambiental na cidade, sem a presença da prefeita tucana Raquel Lyra, o governador Paulo Câmara sinalizou para a instalação de um chamado governo paralelo na capital do Agreste.

Telefonema – A prefeita de Caruaru, Raquel Lyra (PSDB), recebeu o convite da Casa Civil para a assinatura da ordem de serviço por e-mail, mas só tomou conhecimento em Brasília, onde cata recursos para obras. Em tempos nos quais o WhatsApp é a ferramenta mais eficaz e instantânea, o Governo do Estado ainda recorre a e-mail? A prefeita merecia um telefonema.

Bloqueio – O juiz de Trindade acatou pedido do Ministério Público e tornou indisponíveis os bens do prefeito Everton Soares (PSB) por improbidade administrativa. Ele está sendo obrigado a ressarcir aos cofres públicos o valor de R$ 3,2 milhões, desviados dos fundos de saúde e assistência social.

Bivar resiste – O Partido Social Liberal – PSL – legenda no poder com Bolsonaro, quer que o presidente nacional da sigla, deputado Luciano Bivar, dispute à Prefeitura do Recife. A cúpula deixou isso muito claro num recente encontro, mas Bivar resiste.

CONDENADA – Rebuliço na política de Arcoverde: a prefeita Madalena Brito (PSB) foi condenada por improbidade administrativa pela realização de despesas sem licitação dos serviços de coleta, transporte e descarga de lixo no município. Recebeu também uma multa bem salgada.

Perguntar não ofende: País miserável como o Brasil pode recusar uma ajuda de 20 bilhões de dólares do G-7?


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Fernandes

Datafolha mostra que população está constatando despreparo de Bolsonaro.

marcos

Datafolha mostra que Dilma já está eleita senadora por Minas.

Fernandes

Envolvimento de Bolsonaro com milícias é caso de impeachment, diz Marcelo Madureira, um bolsominion arrependido.

Fernandes

Netflix lança documentário que exalta Lula e rebaixa Bolsonaro.

Fernandes

Merval Pereira é vítima do monstro que ajudou a criar.




27/08


2019

Coluna desta terça na Folha

Faltou autonomia na Casa Civil

O chefe da Casa Civil do Governo do Estado, Nilton Mota, teve uma boa passagem pela Secretaria de Agricultura no primeiro mandato de Paulo Câmara, mesmo não sendo da área. Prestou, antes, relevantes serviços em campanhas eleitorais do PSB, tanto na eleição e reeleição do prefeito Geraldo Júlio no Recife quanto nas campanhas do governador, em 2014 e 2018.

Não se sabe, entretanto, as razões que levaram Mota a não disputar a reeleição de deputado estadual, preferindo, estranhamente, a burocracia da Casa Civil. Político experiente e articulado, sabe ele que o mandato é imprescindível para sobreviver e ser reverenciado na seara maquiavélica e diabólica do poder.

Por isso mesmo, nunca teve na Casa Civil autonomia plena que o cargo exige, principalmente na articulação política com o Legislativo, atrapalhado por interferências externas de gente mais próxima ao governador, influência e poder de decisão.

No lugar certo – A saída de Nilton Mota, antecipada por esta coluna há mais de 30 dias, coloca em ascensão a figura do coringa do Governo, o agora ex-secretário da Administração, José Neto. Amigo de adolescência do governador e sobrinho do ex-governador Joaquim Francisco, Neto é do ramo da política, tem um excelente trânsito entre em todos os partidos, mas estava mal aproveitado.

Ódio mortal – Tem algum marqueteiro de mãos calejadas soprando todos os dias no ouvido do presidente Bolsonaro. A orientação é direcionar suas falas em públicos e aumentar o tom nas entrevistas. O bombardeio às estrelas do jornalismo global, revelando quanto receberam de dinheiro público em palestras, foi para agradar o seu eleitor. Os bolsonaristas odeiam a Globo.

Sem B.O – O juiz Clóvis Corrêa não registrou boletim de ocorrência sobre a derrubada do muro da sua fazenda em Sairé, na madrugada de domingo. Alega que não vale a pena pela ligação das autoridades estaduais ao PT. “A polícia não ia ter interesse em apurar um caso em que o motivo foi a propaganda que faço ao presidente Bolsonaro”, disse. Ele credita o vandalismo ao PT.

Araripina – Um dos políticos mais populares de Araripina, o ex-deputado Emanuel Bringel não tem mais nenhum impedimento jurídico para disputar as eleições para prefeito no ano que vem. Tião do Gesso, que já cantava de galo como favorito, que se cuide. Bringel é quase uma unanimidade.

Resistiu – O ex-secretário da Casa Civil, Nilton Mota, queria, na verdade, voltar para sua função técnica de origem na Fazenda. Resistiu até o último momento para ser remanejado para a Perpart, órgão que cuida de regularização fundiária. No poder, é preciso ter couro de elefante.

HORROR – João Pessoa, a charmosa capital paraibana, está na mídia. Tudo porque os ricaços da praia de Cabo Branco foram à vereadora Helena Holanda (PP), autora do projeto “Praia Acessível”, implorar para proibir que pessoas com deficiência não participem de atividades esportivas na orla.

Perguntar não ofende: José Neto vai ter na Casa Civil carta branca que negligenciaram a Nilton Mota?


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Fernandes

Por 3 a 1, ministros do STF anulam sentença de Moro contra Bendine.

Fernandes

Prepare a pipoca! Dois mil áudios serão divulgados pelo Intercept.

Fernandes

Brasil merece presidente que se comporte à altura do cargo, diz Macron

Fernandes

Moro revida provocações de bolsonero e crise com o planalto vai piorar.

Fernandes

Reprovação de Bolsonaro salta de 28% para 53%, diz pesquisa CNT/MDA.




26/08


2019

Coluna desta segunda na Folha

Céu é o Supremo e não o Senado

Atribui-se a Tancredo Neves a frase de que “O Senado é o céu, sem precisar passar pela morte”. Mas o céu, na verdade, é o STF. Cada um dos 11 ministros da Corte embolsa R$ 39,3 mil de salário, fora os auxílios penduricalhos, como moradia, pré-escolar e natalidade. As despesas para manter a Corte chegam a meio bilhão de reais por ano.

Tem 2.450 funcionários, uma média de 222 por ministro, com salários que variam de R$ 6 a 30 mil. Tem, pasmem, 25 bombeiros civis, 85 secretárias, 293 vigilantes, 194 recepcionistas, 19 jornalistas, 29 encadernadores, 116 serventes, 24 copeiros e 27 garçons, 12 auxiliares de desenvolvimento infantil e 58 motoristas.

Suas excelências gastaram, no ano passado, R$ 2 milhões em educação pré-escolar, R$ 12 milhões em alimentação, R$ 204 mil em auxílio funerário, R$ 10 milhões em informática e R$ 40 milhões em segurança institucional, privilégio que nem todos podem ter.

Os ricos e os pobres – O rendimento médio de um ministro do STF é 18 vezes maior do que o do trabalhador. O Judiciário brasileiro é um acinte à pobreza. É, comprovadamente, um dos com a melhor remuneração e mordomias do mundo. Nos Estados, há aberrações, como no Rio, onde um juiz chega a ganhar mais de R$ 100 mil. Enquanto isso, o salário mínimo teve um aumento de apenas R$ 42,00.

Atentado? – Acordei, ontem, com um telefonema do juiz aposentado Clóvis Corrêa denunciando que o muro da sua fazenda em Bezerros foi derrubado na madrugada. Ele suspeita de militantes que recheiam o cordão anti-Bolsonaro, uma vez que a parte que veio ao chão e virou pó continha o nome do presidente da República em letras garrafais. O bicho está pegando!

Defesa – Aliada do deputado Alberto Feitosa (SD), a prefeita de Calumbi, Sandra da Farmácia (PT), rebate nota de que seria uma das piores gestoras do Pajeú. Diz que arrumou a casa, paga os servidores em dia, a cidade está limpa, reformou cinco escolas, calçou cinco ruas e pela primeira vez suas escolas ficaram entre as dez melhores do Idepe, dentre outras realizações.

De volta – O cantor Almir Rouche, que deu um susto nos seus fãs sendo internado às pressas atingido por um AVC, começou a andar pelo Estado. Foi visto em Gravatá, no último fim de semana, pelas redes sociais, ao lado prefeito Joaquim Neto (PSDB), admirador e amigo.

Bom exemplo – Enquanto os servidores do Recife não recebem aumento há mais de seis anos, prefeituras do Interior, como a de Timbaúba, adocicam a boca dos servidores com um reajuste de 5%. É o terceiro gesto do prefeito tucano Ulisses Felino desde que assumiu o Governo em2017.

Cadê ele? – Paulista, na Região Metropolitana do Recife, que aparece entre as cinco cidades brasileiras que recebem as primeiras ações do Programa Nacional de Enfrentamento à Criminalidade, vai ter dificuldades de atingir a meta se depender do prefeito Júnior Matuto, sumido do município.

Perguntar não ofende: Como o País pode dar certo se não se combatem os altos salários do Judiciário e as mordomias dos seus integrantes?


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Fernandes

Lobão defende impeachment de Bolsonaro. Um dos grandes apoiadores de Jair Bolsonaro durante campanha presidencial, o músico Lobão defendeu nesta segunda-feira, 26, o afastamento de Bolsonaro do poder. “Bolsonaro não deve prosseguir presidente”, disse Lobão pelo Twitter.

Fernandes

O que ela tem de idade tem de inteligência… diferente da MICHEQUE.

Fernandes

O cristão Jair Bolsonaro zomba da idade da esposa do presidente francês, por ela ser mais velha que Macron.

Fernandes

Espero que os brasileiros tenham logo um presidente à altura do cargo, diz Macron. Presidente francês respondeu a ataques feitos contra ele por Jair Bolsonaro e sua equipe

Fernandes

Ligação direta entre intestino e boca é causa de últimas declarações de Bolsonaro, O intestino grosso do presidente pode ter sido ligado de volta à faringe e o material que sai das cordas vocais dele para os microfones podem ser formado de fezes, disse o médico.




24/08


2019

Coluna deste sabadão na Folha

Leitores e ouvintes emocionam

Nunca usei este espaço para esboçar alguma temática fora do contexto do jornalismo político, ao qual me especializei nos bancos das universidades e ganhei fôlego na prática entre os salões verdes e azul do Congresso Nacional. Hoje, no entanto, fujo à regra para agradecer as centenas de mensagens que recebi, ontem, meu aniversário, dirigidas por amigos, políticos, jornalistas, leitores, amigos e ouvintes do Frente a Frente.

Foram saudações carregadas de fortes emoções, não apenas à minha travessura da ponte dos sessentões, mas, principalmente, ao restabelecimento pleno da minha saúde. Nunca dei paradeiro da minha ausência.

Adianto, sem cerimônia, que tive pânico seguido de depressão, porém a força da família, de Aline Mariano, minha ex-companheira, dos meus filhos Felipe, André, Magno Filho e João Pedro, dos meus irmãos, entre eles Ana, que cuidaram bem de mim, jogaram a água benta da minha cura, com as mãos santas do médico Denisson Monteiro.

Poeta abre queixa – Depois de receber, ontem, a cidadania recifense, o poeta, cantor e compositor Flávio Leandro se dirigiu a uma delegacia de crimes cibernéticos para denunciar um bandido do Rio que usa um canal na internet para cometer crimes online. Um dos mais bárbaros foi o de tê-lo acusado de plágio da música “Chuvas de honestidade”. Quebrou a cara. A canção está registrada por Flávio desde 2013.

Levou a melhor – A Justiça Federal suspendeu a transferência do oceanógrafo José Martins da Silva Júnior, especialista em golfinhos que atua em Fernando de Noronha há mais de 30 anos, para a Floresta Nacional de Negreiros, em Serrita, no sertão pernambucano. Alegou perseguição política e acabou ganhando a queda de braço para o presidente Bolsonaro e o ministro do Meio Ambiente.

Escândalo – A despesa mensal de um senador com combustível é de R$ 3.872,4, mas o senador alagoano Rodrigo Cunha (PSDB) fugiu à regra e torrou R$ 19.362,43. O dinheiro público sai da cota parlamentar destinada a esse fim. O esbanjador alega que a farra com o dinheiro de nós, contribuintes, foi para abastecer toda a frota de carros do seu escritório em Maceió.

Na jugular – Será que o presidente Bolsonaro, que tem se apresentado como cavalo do cão, vai processar o ex-ministro Ciro Gomes? De uma só tacada, o cearense chamou o chefe da Nação de corrupto, canalha, mentiroso e irresponsável, ao se referir às queimadas sem controle na floresta amazônica.

O pior – No Pajeú, estão fazendo apostas para identificar qual dos prefeitos lidera o ranking da rejeição. O de São José do Egito, Evandro Valadares (PSB), parece imbatível, podendo perder o “troféu” para Sandra da Farmácia (PT), prefeita de Calumbi. Tem mais gente concorrendo!

SEMINÁRIO – A Comissão de Direito Eleitoral da OAB e a Escola Superior de Advocacia (ESA) promovem, na próxima quinta-feira, pela manhã, o seminário Perspectivas para as eleições 2020, no auditório da OAB. Tem o apoio do TRE, da Academia de Direito Eleitoral e do Instituto IDEPPE.

Perguntar não ofende: Quando Bolsonaro arquivará sua diarreia verbal?


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Fernandes

Moro usou delação de Palocci para hackear a eleição. O ministro Sérgio Moro atuou como hacker na última eleição presidencial. Pouco antes do pleito, o então juiz divulgou a delação premissa de Antônio Palocci, que foi notícia em toda a mídia. Moro, segundo Deltan Dallagnol, não dava muito valor às informações por não trazerem novidades ou provas. A notícia foi publicado hoje na Folha de São Paulo.

Fernandes

Ligação direta entre intestino e boca é causa de últimas declarações de Bolsonaro, O intestino grosso do presidente pode ter sido ligado de volta à faringe e o material que sai das cordas vocais dele para os microfones podem ser formado de fezes, disse o médico.

Fernandes

Bolsonaro intervém na receita, na PF e troca o técnico do Fluminense. Ele vem sentindo o bafo quente na nuca – as investigações sobre as mutretas de seu filho Flávio e o amigão Queiroz ficam cada vez mais perigosas para ele. Bolsonaro desautorizou Moro no CADE, mexeu no COAF, segurou Pacote Anticrime, exonerou o chefe da PF no RJ, interferiu na Receita, apoiou decisão do Toffoli de parar investigação e, para coroar, demitiu hoje o técnico do Fluminense Fernando Diniz.

Fernandes

Uma dúvida: Quem comprou a União Européia, foi Lula ou Lulinha? Poxa! Assim já tá! Demais, né?

Fernandes

General Villas Boas adverte que se a França não abaixar o tom, o Exército brasileiro irá invadir Paris e derrubar a Torre Eiffel.




23/08


2019

Coluna desta sexta na Folha

Miguel e Lucas já trocam farpas

A pré-campanha para prefeito em Petrolina ainda nem deu sinais vitais, mas as trocas de farpas já são visíveis. O deputado Lucas Ramos, nome do PSB na disputa, foi chamado de “menino de recado da Compesa” pelo prefeito Miguel Coelho (sem partido), por ter saído em defesa da Assembleia.

O prefeito acusou os deputados, citando Lucas, como responsáveis pelos aumentos das tarifas de água cobradas pela Compesa. No mesmo tom, Lucas disse que a responsabilidade por tarifas é a Agência Reguladora (Arpe) e não a Alepe. “Miguel foi deputado e não aprendeu isso”, ironizou, para acrescentar: “O prefeito se equivoca e joga informações ao vento sem compromisso com a verdade dos fatos. Parece que a diarreia verbal do presidente Bolsonaro o contaminou”.

O bate-boca, coincidentemente, se deu no mesmo dia em que o governador Paulo Câmara (PSB) instalou em Petrolina o seminário “Todos por Pernambuco”.

Temperatura máxima – Já em Arcoverde, bastou o ex-prefeito Zeca Cavalcanti (PTB) botar o bloco na rua e informar que tem um projeto para soerguer a economia do município, para seus adversários enviarem ao blog o processo no qual o trabalhista responde por uma ação de improbidade administrativa da ordem de R$ 21 milhões quando governou o município. Lá, o bicho vai pegar!

Sem fogo – Em Carpina, uma pesquisa da Plural fez o prefeito Manoel Botafogo (PDT), que disputa a reeleição ano que vem, perder o sono. O ex-prefeito Joaquim Lapa (PTB) aparece na dianteira com o dobro das intenções de voto. Tem 43% contra 21% de Botafogo, enquanto o vereador Diogo Prado (PSC) se situa em terceiro, com 13%. Pelo jeito, Botafogo está sem fogo eleitoral.

Cidadania – A Câmara do Recife, através da ex-vereadora Marília Arraes (PT) e da vereadora Aline Mariano (PP), presta homenagem, hoje, às 10 horas, ao poeta, cantor e compositor da chapada do Araripe Flávio Leandro, com a entrega do título de Cidadão do Recife, cidade que morou por apenas seis messes após ser aprovado no concurso de auditor fiscal da Fazenda estadual.

Inconstitucional – O plenário do Supremo Tribunal Federal julgou, ontem, por maioria, inconstitucional, um dispositivo da Lei de Responsabilidade Fiscal que permite aos governos reduzir a jornada de trabalho e o salário dos servidores em momentos de ajuste dos gastos com pessoal.

Tá ruim – Pesquisa do instituto Ipsos revelou, ontem, que o presidente Bolsonaro é o terceiro líder mais reprovado da América Latina, atrás apenas dos dirigentes de Cuba e Venezuela, países em frangalhos. Foram avaliados governos de 14 países entre os dias 27 de junho e 24 de julho.

MULTA – Os prefeitos de São Joaquim do Monte e Tracunhaém foram multados pelo TCE por tratar de forma inadequada os resíduos sólidos dos seus municípios. Já os prefeitos de Aliança e Vertentes foram advertidos, porque não estão também tratando como manda a lei o destino do lixo.

Perguntar não ofende: Humberto Costa tem razão em culpar Bolsonaro pelo aumento das queimadas na Amazônia?


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Fernandes

A Igreja evangélica cometeu um grande pecado. quando trocou Jesus Cristo por Bolsonero! Esqueceu tudo o Mestre ensinou!

Fernandes

Depois que o Macron subiu o tom, Bolsonero está falando mais fino do que o Sérgio Moro.

Fernandes

Parabéns a todos que fizeram o panelaço kkkkk. Fora Bolsonaro .

Fernandes

PT aciona a PGR contra Bolsonaro e Salles por estímulo ao Dia do Fogo.

Fernandes

A pressão na Europa por sanções contra o Brasil só cresce. Bolsonero tá bimba do boi.




22/08


2019

Coluna desta quinta na Folha

Felipe desabafa e ataca Bolsonaro

Tão logo foi acusado pelo Governo de celebrar contratos milionários na era petista, o presidente da OAB, Felipe Santa Cruz, não encarou o assunto nem mesmo no programa Roda Vida. Falando, ontem, no entanto, com exclusividade, no Frente a Frente, Felipe disse que nunca recebeu um tostão como advogado de forma ilegal e classificou o contra-ataque como uma “indústria de notícias falsas”.

O líder dos advogados em plano nacional vai mais além e diz que a intenção do presidente é manchar a imagem da OAB e atacar sua família por uma visão torpe, de má fé. “Não recebo pensão do Governo, meus contratos são todos regulares”, enfatizou.

Quanto à versão de Bolsonaro, de que o pai (Fernando) ter sido morto pelos próprios colegas da Ação Popular (AP), Felipe afirmou ser uma mentira deslavada e que seu pai, na verdade, foi morto pelos militares, conforme arquivos em poder das Forças Armadas e da Polícia Federal.

Cidadão olindense – Felipe Santa Cruz, embora carioca da gema, se considera pernambucano, filho de pernambucanos e casado com uma pernambucana. O presidente da OAB vai virar, primeiro, cidadão de Olinda por proposição do vereador Marcelo Soares (PCdoB). A entrega da outorga, segundo Soares, está marcada para o próximo mês e deve se transformar num evento nacional.

Foi lá – O prefeito de Petrolina, Miguel Coelho (sem partido), que reclama do tratamento discriminatório do Governo estadual, fez questão, na condição de anfitrião, de bater ponto na abertura, ontem, em sua cidade, do seminário “Todos por Pernambuco”. Mas não deixou de mandar seu recado pelas redes sociais. “Continuamos abertos a parcerias”, escreveu no Instagram.

Repercussão – Entre as empresas na lista de privatizações anunciadas, ontem, pelo Governo, aparece a CBTU, que interfere na vida do cidadão recifense. A Companhia Brasileira de Trens Urbanos controla os sistemas de transporte de passageiros em cinco regiões metropolitanas, incluindo o Recife. A CBTU tornou-se empresa pública em 21 de junho de 2018, após assembleia extraordinária.

O melhor – Não foi só o deputado Lucas Ramos (PSB) que lamentou, em discurso na Alepe, a saída do presidente da Compesa, Roberto Tavares. Em Brasília, em pronunciamento, o líder do PSD na Câmara, André de Paula, disse que Tavares foi, de longe, o melhor presidente da estatal.

Mãe joana – O Governo Bolsonaro está virando vitrine para o mundo artístico. Na Embratur, em seu gabinete, o presidente Gilson Neto tocou sanfona e cantou com Bruno e Marrone. No Palácio, o padre Periquito, de Goiás, soprou berrante e ainda fez memes na frente do presidente.

CALUMBI – A vice-governadora Luciana Santos (PCdoB) foi a Calumbi, no Pajeú, para dar o start da pré-candidatura da vereadora Maria de Lourdes à Prefeitura nas eleições do ano que vem. No pleito passado, Lourdes apoiou a prefeita Sandra da Farmácia (PT), mas rompeu e é forte adversária.

Perguntar não ofende: Quanto Petrolina, administrada por gestor não aliado a Paulo Câmara, recebeu, ontem, do Todos por Pernambuco?


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Fernandes

O mundo contra o Brasil.

Fernandes

Bolsonero, o anticristo. Colocou irmão contra irmão, filhos contra pai, mãe, amigo contra amigo e trouxe as trevas para o Brasil.

Fernandes

Moro é aconselhado a deixar o Ministério da Justiça por aliados.

Fernandes

Alemanha: Chegou A Hora De Se Pensar Em Sanções Econômicas Contra O Brasil.

Fernandes

Datafolha mostra que população está constatando despreparo de Bolsonaro.