Faculdade de Medicina de Olinda


31/07


2019

Coluna desta quarta na Folha

Jogo do PSB é evitar racha

Tão logo o presidente do MDB, Raul Henry, admitiu, à Rádio Folha, entrar na disputa pela Prefeitura do Recife, a cúpula do PSB foi ao encontro do senador Jarbas Vasconcelos. O governador Paulo Câmara e o prefeito do Recife, Geraldo Júlio, voltaram a provar do menu do cozinheiro e cacique Jarbas.

O ganho para o regabofe foi a discussão do plano nacional e a sucessão municipal. Mas esta segunda parte eles negam, como negam que o pequeno espaço do MDB no Governo e PCR tenha entrado no cardápio, reclamação ouvida com intensidade nos bastidores. Ternurando o MDB, o PSB quer evitar a entrada de Henry na disputa municipal para não atrapalhar a aliança em torno do deputado João Campos, já escolhido para tentar emplacar a sucessão de Geraldo.

Quando o deputado Felipe Carreras foi maltratado pelo presidente do PSB, Carlos Siqueira, Câmara e Geraldo também entraram em campo para evitar a saída dele da legenda. A ordem é evitar racha.

DNA socialista – O secretário Marcelo Bruto, de Desenvolvimento Urbano e Habitação, ocupa a pasta como se fosse indicação e apadrinhamento do MDB. Mas Jarbas e Henry nunca o adotaram. Daí a versão corrente de que seria barriga de aluguel. Desconhecido do meio político e empresarial, Bruto tem ramificações, na verdade, nas hostes socialistas desde Brasília, onde morou por muito tempo.

Reação na mídia – A agressão do presidente ao governador Paulo Câmara, afirmando numa live que ele se apresenta como pai do 13º salário do Bolsa Família, fez o Estado antecipar a mídia sobre o efeito do benefício aos que estão cadastrados. Bolsonaro alega que o programa é federal e que qualquer reprodução nos Estados depende de aprovação de MP em discussão no Senado.

FHC bate palmas – Autor de um belo texto sobre o aniversário do ex-senador Marco Maciel, que sofre de alzheimer, o ex-senador Joel de Holanda recebeu mensagem de congratulações do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso. “O Marco é mesmo merecedor de tudo. O toque saudoso, verdadeiro e reverente da sua carta me comoveu profundamente”, afirmou.

Assustador – A prefeita de Caruaru, Raquel Lyra (PSDB), autorizou a empresa Rio Una abocanhar quase R$ 800 mil para construir cercas em terrenos particulares nos loteamentos rurais e urbanos. A publicação saiu ontem, no DO, mesmo dia em que desabou o teto de uma escola do município.

Mosca azul – Em Serra Talhada, ninguém entendeu por que o secretário de Governo, Faeca Melo, trocou o PSD pelo PROS. Eleitor do deputado Sebastião Oliveira e ligado ao grupo do prefeito Luciano Duque (PT), Faeca foi mordido pela mosca azul. Quer disputar a Prefeitura.

FESTIVAL – O ex-prefeito de Palmeirina, Eudson Catão (PSB), que teve participação efetiva nos festivais de inverno de Garanhuns no Governo Jarbas, elogiou o governador pelo sucesso do evento realizado na semana passada. “Ele investiu R$ 8 milhões e criou o FIG Mirim”, destacou.

Perguntar não ofende: Os outros partidos da base de Câmara estão, como o MDB, insatisfeitos com o espaço que têm no Governo?


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Fernandes

Vem aí a CPI das Fake News, uma ameaça a Jair Bolsonaro.

Fernandes

Ações para cassar chapa Bolsonaro-Mourão avançam no TSE.

Fernandes

Deu a louca no PSL: Janaina contraria Flávio Bolsonaro e Frota ameaça revelar podres dos bastidores do partido.

Fernandes

Rodrigo Maia grava vídeo em apoio a Glenn Greenwald e aumenta o isolamento de Moro.

Fernandes

Mulher De General Acusado De Matar O Deputado Rubens Paiva Foi Assessora De Bolsonaro.


Governo de PE


30/07


2019

Coluna desta terça na Folha

O País cansou de Bolsonaro

Tem algo patológico que acomete o presidente Bolsonaro. Ontem, mais uma vez, ele perdeu o bom senso. Disse que sabia as razões do sumiço e da morte de Fernando Santa Cruz, pai do presidente nacional da OAB, Felipe Santa Cruz, no ápice da ditadura, em 1974.

Cobrado a dar a dar explicações, afirmou, mais tarde, que Fernando fora vítima dos próprios integrantes do movimento de resistência ao golpe a que pertencia – a AP (Ação Popular). Ora, se ele tem tanta certeza de que não foi o DOI-Codi, caminho investigado pela Comissão de Verdade, e confirmado pela Aeronáutica, que apresente as provas.

E pare, como disse Felipe, “de tratar a perda de um pai como se fosse assunto corriqueiro, debochando do assassinato de um jovem que teve sua vida ceifada aos 26 anos. Seu corpo permanece desaparecido até hoje, sem que seus restos mortais tenham sido entregues à família. O País cansou do lado estúpido e nocivo do chefe da Nação.

Vai ao supremo – Embora tenha nascido no Rio, o presidente nacional da OAB, Felipe Santa Cruz, se considera pernambucano de sangue genuíno. Sobre o episódio de ontem, ele soltou uma nota de repúdio ao presidente Bolsonaro, mas em seguida desligou o telefone. Até jornalistas internacionais o procuraram, mas se manteve fora do ar. A OAB vai representar Bolsonaro no STF.

Na contramão – Pelas redes sociais, o governador Paulo Câmara lamentou as declarações do presidente da República. “O presidente da OAB foi violentamente agredido de forma grosseira e desumana. O Brasil precisa, cada vez mais, de exemplos que valorizem a tolerância, o diálogo, a solidariedade e a construção. Bolsonaro, lamentavelmente, tem seguido a direção contrária”, afirmou.

Fome em Carpina – O prefeito de Carpina, Manoel Botafogo (PDT), trata os professores da rede municipal de ensino com o maior desprezo. Na verdade, os tem matado de fome. Há três anos, a categoria não sabe o que é reajuste salarial e ontem se rebelou, promovendo uma manifestação ao longo das margens da PE-90. Uma vergonha para uma cidade tão importante.

Cansou – O presidente da Compesa, Roberto Tavares, veste, hoje, o pijama da presidência da Associação Brasileira das Empresas Estaduais de Saneamento (Aesbe). Seu sucessor será escolhido, ao longo do dia, durante a 4ª Assembleia Geral, Ordinária e Extraordinária da entidade, no Recife.

Andador – Líder do PRB na Câmara e presidente estadual da legenda, o deputado Silvio Costa Filho aproveitou o curto recesso parlamentar para vestir a sua bota de sete léguas e peregrinar do litoral ao Sertão. A orientação aos líderes municipais é por candidaturas próprias a prefeito.

MORTO – Se arrependimento matasse, o vereador André Régis (PSDB) já estaria no além. Tudo por causa do título de cidadão recifense que concedeu ao então presidente nacional da legenda tucana e pré-candidato ao Planalto, Aécio Neves (MG). Quando o político está em baixa...

Perguntar não ofende: Quem vai ser a próxima vítima do presidente da República?


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

samuel higino pereira de sousa

Esse comentário ( FOME EM CARPINA) acredito q vc foi levado a erro pois os professores em carpina recebe muito bem mais q os professores do estado tem professores em carpina q recebe 13 mil se esse salário eles estão passado fome ? Vc com reporte olhe os dois lados veja no portal da transparência os salários dos professores de carpina e compare com as cidades vizinha pra vc ver se o salário deles da pra passar fome

Fernandes

Pavão Misterioso: O fantasma do nazismo assombra o Brasil de Bolsonaro.

Fernandes

Pavão Misterioso: PROCURADORES SABIAM QUE PALOCCI NÃO TINHA PROVAS, MAS PRECISAVAM BLINDAR MORO.

Fernandes

Bolsonaro encobre crimes da ditadura para que militares torturadores continuem sem punição

Fernandes

Nem mesmo na ditadura militar, com todas atrocidades cometidas, tivemos um presidente que elogiasse publicamente a tortura.


Prefeitura de Abreu e Lima


29/07


2019

Coluna desta segunda na Folha

Bolsonaro: 3º presidente hostil

Três governadores de Pernambuco tiveram o infortúnio da falta de alinhamento com o Governo Central: Roberto Magalhães, Miguel Arraes e Paulo Câmara. O primeiro foi retaliado por João Figueiredo depois que integrou o movimento em apoio a Tancredo Neves, candidato de consensual de centro-esquerda escolhido para enfrentar Maluf em 84.

Arraes pegou de proa Sarney e Fernando Henrique Cardoso, este só mandava as migalhas para o Estado via Marco Maciel, seu vice em dois mandatos. A era mais complicada sobrou para Câmara. Eleito em 2014, governou com a azedume Dilma, que era do mesmo time de Eduardo Campos, mas deste perdeu apoio quando ele lançou-se candidato ao Planalto.

Em seguida, veio Temer, que abria os cofres através do senador Fernando Bezerra. Por fim, Bolsonaro. Da mesma forma governa com FBC. O enfretamento é compreensível em todos os Estados, mas quem paga o danoso sacrifício é o Estado.

Pimenta no cardápio – A orelha do presidente Bolsonaro vai arder, hoje, em Salvador. Governadores do Nordeste têm encontro para discutir, teoricamente, um consórcio para região, mas o que deve render mesmo é a declaração de guerra que o anfitrião Rui Costa (PT) fez ao chefe da Nação ao negar segurança da Polícia Militar baiana à sua comitiva em Vitória da Conquista, terça-feira passada.

É para valer – O líder do PSD na Câmara, André de Paula, está de fato inclinado a disputar a Prefeitura do Recife. Foi o que reafirmou em entrevista ao radialista Alberes Lopes, de Taquaritinga do Norte, no último fim de semana. Candidatura própria é recomendação expressa do presidente nacional da legenda, Gilberto Kassab, que estará no Recife na próxima sexta.

Esclarecimento – Sobre a nota da buraqueira na PE-265, no Moxotó, a secretária de Infraestrutura, Fernandha Batista, garante que as obras de restauração começam no próximo mês, com previsão de conclusão em outubro. Esclarece que prepara projeto de requalificação de 52 km, ao custo de R$ 3 milhões. A estrada liga Placas a Sertânia, chegando à divisa da PB.

Boa referência – Meu irmão Marcelo Martins, topógrafo, fez uma pequena intervenção no Hospital dos Servidores do Estado e saiu de lá impressionado com o bom estado da unidade hospitalar, o excelente atendimento e o tratamento dado pela direção e toda equipe do médico Dimas Antunes.

Até quando? – A estrada de Aldeia virou um inferno para quem mora principalmente no KM-15. Além de esburacada, com as chuvas ficou sem acostamento. Neste fim de semana caiu uma árvore nas proximidades do trecho e até agora não apareceu sequer uma alma vida do Governo para retirá-la.

COXINHA – Quando governador, Joaquim Francisco dizia que gestor que vai a um estádio corre 99,9% de risco de levar uma vaia. “É como ir a baile de fome fantasiado de coxinha de galinha”, brincava. Tem razão. Vejam os vídeos da estrondosa vaia levada por Bolsonaro no jogo Palmeiras X Vasco.

Perguntar não ofende: Kassab chega ao Recife na sexta para confirmar a candidatura de André de Paula a prefeito do Recife?


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Fernandes

Bolsonaro é o canalha de quem os canalhas gostam. Como já não há mistérios sobre esse político, seus admiradores são seu espelho e sua força social, ou seja, são uma geração, (independente da idade) de péssimos brasileiros, que arruinaram seu próprio país.

marcos

Lula passa para a história como um Ladrão que Quebrou o nosso Brasil.

Fernandes

Pastor evangélico vê Bolsonaro como prévia do anticristo e alerta cristãos

Fernandes

Não foi a eleição do Bolsonaro que adoeceu a sociedade, foi uma sociedade adoecida que elegeu Bolsonaro!

Fernandes

Eu queria entender como funciona o raciocínio de alguém que admira Jesus e Bolsonaro ao mesmo tempo...


Prefeitura de Limoeiro


27/07


2019

Coluna deste sabadão na Folha

Fim do racionamento é incerto

Nove barragens administradas pela Compesa acumularam muito mais água do que se previa com as chuvas que desabaram no Recife, Região Metropolitana, Zona da Mata e Agreste. O reservatório que mais acumulou a dádiva caída do céu foi Mundaú, em Garanhuns. Sua capacidade de armazenamento passou de 1,969 milhão de metros cúbicos para 2,278 milhões.

A barragem de Pirapama, que abastece Recife, teve seu volume de água elevado para 100,1%. Diante de notícia tão boa, a pergunta que mais se ouve é se a Compesa vai melhorar o abastecimento em municípios atingidos por um rigoroso sistema de racionamento.

Falando, ontem, no Frente a Frente, o presidente da estatal, Roberto Tavares, disse que já se reuniu com o governador Paulo Câmara e recebeu dele o aval para fazer um novo cronograma de abastecimento nas cidades que sofrem sem água na torneira, com revezamento de até um dia com água e dez sem. Mas ressaltou que agirá com cautela.

Quadro otimista – A barragem de Siriji, em Vicência, Zona da Mata, atingiu 101,9% da sua capacidade de armazenamento, estando agora com 17,580 milhões de metros cúbicos. Outra surpresa foi a barragem de São Jacques, em Canhotinho, no Agreste, que pode acumular até 404 milhões de metros cúbicos e chegou agora a 415 milhões de metros cúbicos. No Sertão, não há notícia de sangramento exagerado.

Hakheado – O prefeito de São Joaquim do Monte, no Agreste, Joãozinho Tenório (PSDB), teve, ontem, a sua conta na rede social Telegram invadida por hackers da mesma forma que o ministro da Justiça, Sérgio Moro. Segundo ele, os invasores postaram insistentes mensagens pedindo dinheiro. A ação maléfica dos hackeadores também foi estendida ao Nordeste.

Empresário – Sumido desde que perdeu a eleição para governador em 2018, o ex-senador Armando Monteiro Neto (PTB) coloca, aos poucos, sua colher na sucessão do prefeito Geraldo Júlio (PSB). Recebeu em sua casa de Boa Viagem lideranças do bloco de oposição para discutir um nome novo, fora dos tradicionais, que possa causar um impacto, provavelmente um empresário.

Rabo da gata – O prefeito de Taquaritinga do Norte, Ivanildo Mestre, o Lero (PL), mergulhou o município numa crise financeira sem precedentes, vive sumido e aparece no rabo da gata nas pesquisas de intenção de voto para reeleição. Até o Palácio, de quem é aliado, não ignora o quadro.

Vice na frente – Já em São Lourenço da Mata, o quadro não é diferenciado. Pesquisas recentes mostram que o preferido na corrida municipal é o vice-prefeito Gabriel Neto (PL), rompido com o trabalhista. Neto deixa para trás o prefeito Bruno Pereira e Vinicius Labanca, de tradicionais famílias políticas.

MODERADO – Se depender de Paulo Câmara, a reunião da próxima segunda-feira, em Salvador, os governadores do Nordeste não devem ir para o confronto com o Governo Federal. Mas quem quer guerra, na verdade, é o anfitrião Rui Guerra (PT), que negou segurança a Bolsonaro em Conquista.

Perguntar não ofende: A briga dos governantes do Nordeste é a reedição da briga de Davi contra Golias?


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Fernandes

Bolsonaro é o canalha de quem os canalhas gostam. Como já não há mistérios sobre esse político, seus admiradores são seu espelho e sua força social, ou seja, são uma geração, (independente da idade) de péssimos brasileiros, que arruinaram seu próprio país.

marcos

Chora não mortadela. Vou falar com Manu vice do nosso kit gay peã te repassar umas mensagens do Walter Delgatti vermelho!

Fernandes

Casa caiu: PF admite que mentiu sobre arara-hacker.

Fernandes

Bolsonaro é vidente? Odeia os homossexuais. Inventou até uma mamadeira erótica para denegri-los.E hoje, um ‘gay’ está explodindo a república.

Fernandes

Na Itália criaram a operação mãos limpas pra tirar a máfia do poder, no Brasil criaram a lava Jato pra colocar a máfia no poder.




26/07


2019

Coluna desta sexta na Folha

Porteira do 2º escalão aberta

Seis meses após tomar posse, o presidente Bolsonaro abriu a janela do segundo escalão no Nordeste, nomeando o coronel Marcos Campos de Albuquerque, afilhado do presidente nacional do PSL, para comandar a Superintendência do Incra em Pernambuco. Dois pernambucanos, entretanto, já haviam sido chamados para o seu Governo: Gilson Neto, para Embratur, e Antônio Campos, para Fundaj, o primeiro por escolha pessoal de Bolsonaro e o segundo pelas mãos poderosas do senador Fernando Bezerra Coelho, líder do Governo no Senado.

O filé mion, porém, ainda não foi garfado. Trata-se da direção das estatais mais cobiçadas na região: Banco do Nordeste, Chesf e Hemobrás. Os cearenses que batem continência para o capitão na Câmara querem manter o monopólio do BN, enquanto a briga da Chesf fica entre Pernambuco e Ceará. Não se sabe ainda qual o critério político que o presidente dará a Hemobrás, objeto de escândalo no Governo Dilma.

Homem forte – O destino dos principais órgãos do Governo Federal no Nordeste deve passar pela influente mesa do senador Fernando Bezerra Coelho, o mais forte carregador de piano do presidente Bolsonaro no Congresso. Mesmo que Chesf e Banco do Nordeste não fiquem com Pernambuco, a discussão dos nomes não fugirá ao controle do líder do Governo no Senado.

Olho em Olinda – Desfiliado ontem do Podemos, o presidente da Fundação Joaquim Nabuco, Antônio Campos, decide seu novo plano partidário em setembro próximo. Sua rearrumação partidária pode ter ligações com as eleições do ano que vem. Se o cavalo passar selado ele pode disputar, pela segunda vez, a Prefeitura de Olinda. Em 2016, perdeu para Lupércio no 2º turno.

Boa notícia – Gravatá, o pedaço turístico mais atrativo do Estado pelas baixas temperaturas, ganhou um baita empreendimento que tem tudo para aquecer ainda mais o turismo, mola mestre da sua economia: o parque de aventura Karawá tã, instalado na maior reserva ecológica do município, investimento da ordem de R$ 22 milhões, gerador de 100 empregos diretos.

Briga feia – O ex-prefeito de Caruaru, José Queiroz (PDT), disse, ontem, no programa de rádio do blogueiro Mário Flávio, que seu afastamento da prefeita Raquel Lyra (PSDB) não tem volta. Voltou a classificá-la de fraquinha e apresentou a arma para guerrear: a comparação da sua gestão com a dela.

Cabo eleitoral – Embora tenha tido suas contas de 2006 rejeitadas, ontem, na Câmara de Belo Jardim, por unanimidade, o ex-prefeito João Mendonça (PSB) continua um cabo eleitoral de peso: sua esposa Isabelle aparece na liderança para prefeita em todas as pesquisas já divulgadas.

CANDIDATURA – Pré-candidato a prefeito de Caruaru, Raffiê Dellon, que foi candidato a vice-prefeito na eleição de 2016 na chapa de Tony Gel, lançou, ontem, o nome do presidente estadual da legenda, André de Paula, para disputar a Prefeitura do Recife. “É o melhor nome”, afirmou.

Perguntar não ofende: Quem se interessa pela indicação do novo chefe do elefante branco da Sudene?


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Fernandes

Calma marluxa de camaragibe senão não encaixa direito, tu vai pro bar da esquina encher a cara, a turma faz farra e folia, tu sabe que papeiro de bêbado não tem dono!

marcos

Quem defende bandido é pior que ele!

Fernandes

PARABÉNS MANUELA DÁVILA e GLENN GREENWALD, ambos JORNALISTAS cumprindo com CORAGEM e ÉTICA seus COMPROMISSOS COM A VERDADE!

Fernandes

TIC TAC TIC TAC TIC TAC Prenderam os bandidos que hackearam Moro! Falta prender os que hackearam Dilma e Lula?

Fernandes

TIC TAC TIC TAC TIC TAC MORO NÃO É CONFIÁVEL: OAB PEDE PARA PARTICIPAR DAS INVESTIGAÇÕES. Sergio Moro Na Cadeia Dallagnol Na Cadeia Lula Livre Já.


Magno coloca pimenta folha


25/07


2019

Coluna desta quinta na Folha

Recife tem 200 mil em risco de vida

Há muito, o Recife não registrava vítimas nos morros provocadas por chuvas. O dilúvio que caiu, ontem, na cidade, matou três pessoas e mais dez na Região Metropolitana, totalizando 13 até o início da noite de ontem. Quando prefeito do Recife, Roberto Magalhães dizia que quando chovia forte perdia o sono, temendo o desmoronamento de casas nos morros e a morte de gente tragada pela correnteza.

João Paulo chegou a propagar que foi o gestor que mais investiu nos morros, construindo também escadarias. Geraldo Júlio não tem sido diferente. Sua propaganda é centrada nessa direção. Recife é uma cidade pobre e cercada de favelas com morros quase inatingíveis.

São mais de 200 mil moradores em áreas de risco que, mesmo sabendo dos graves problemas que enfrentam, jogam o lixo indiscriminadamente nos canais e nas encostas. Traduzindo: as mortes não apenas por falhas dos gestores, mas pela falta de educação.

Um mar aberto – Choveu tanto em Olinda que muita gente, para sair das suas casas, teve que recorrer a barcos e canoas para alcançar terra firme. A Prefeitura contratou um barco a motor com a intenção de retirar as famílias ilhadas. Muita gente gravou vídeos nos quais a Marim dos Caetés mais parecia um mar aberto ou um oceano. Mas não se sabe ainda o número de desabrigados.

O amor é lindo – A deputada Tábata Amaral (SP), ameaçada de expulsão do PDT por ter votado a favor da reforma da Previdência, assumiu que pagou R$ 23 mil ao namorado Daniel Alejandro, durante a campanha, referente a serviços de análises estratégicas. “Daniel recusou diversas oportunidades de emprego para trabalhar na minha campanha. Não tem nada de imoral”, afirmou.

Bregão – Cantor mais chegado a um breguinha dor de cotovelo, o deputado Sebastião Oliveira (PR) aproveitou o recesso parlamentar para gravar mais uma composição de sua autoria, lançada em avant-première, ontem, no Frente a Frente. Os ouvintes gostaram muito. Quando estiver em palanque, Sebá, como é mais conhecido, será pressionado a dar uma canjinha.

E agora? – Considerado o líder do grupo dos hackers presos, Walter Delgatti Neto confirmou, ontem, à Polícia Federal, ter sido responsável pela invasão dos celulares do ministro da Justiça, Sérgio Moro, do procurador Deltan Dallagonol, da Lava Jato, e outras autoridades, além de jornalistas.

Buraqueira – As estradas sertanejas viraram um tormento para quem trafega pela região, principalmente no Pajeú. O trecho que liga Sertânia a Pernambuquinho, já na divisa com a Paraíba, virou uma cratera. Não tem quem consiga passar por ali sem danificar o automóvel.

CIDADANIA – Viro, hoje, cidadão de Taquaritinga do Norte, a Dália do Agreste, a 214 km do Recife. A proposição foi do ex-vereador Jânio Arruda (PSD), ligado ao grupo político do deputado André de Paula, líder do partido na Câmara. A sessão está marcada para às 19 horas.

Perguntar não ofende: Quando voltaremos a ver a luz do sol no Recife?


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Fernandes

Que comentário merda marluxa de Meira de camaragibe.

marcos

Quanta Fake merda mortadela

Fernandes

Bomba, PF prende Moro. Ô coisa boa!

Fernandes

Paulo Pimenta: PT vai ao STF para impedir que Moro destrua mensagens de suposto hacker, que são provas contra ministro.

Fernandes

CNJ intima Moro e desembargadores sobre decisões na soltura de Lula. O corregedor do CNJ (Conselho Nacional de Justiça), ministro João Otávio de Noronha, já intimou os desembargadores Rogério Favreto e João Pedro Gebran Neto, ambos do TRF-4 (Tribunal Regional Federal da 4ª Região), e o ex juiz federal Sergio Moro, a prestarem informações sobre as decisões conflitantes em relação à libertação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT).


Banner de Arcoverde


24/07


2019

Coluna desta quarta na Folha

Onyx rifa aliado de Mendonça

Tão logo começaram as negociações para a formação do Ministério Bolsonaro, o ex-ministro Mendonça Filho (DEM) apareceu entre os especulados para voltar a comandar a pasta. Os argumentos seriam sustentados na excelente gestão do pernambucano, apontado como o melhor ministro de Temer.

Como todo partido tem suas divisões, o DEM não foge à regra. Do partido, que está na base de sustentação do Governo, o escolhido foi Onyx Lorenzoni, para a Casa Civil. Não eleito senador nas eleições passadas, Mendonça foi alçado à presidência do Instituto Liberdade e Cidadania do DEM, mas sua pedra no meio do caminho para sentar novamente na cadeira do MEC foi o próprio Onyx.

O chefe da Casa Civil já demitiu um aliado do ex-ministro numa diretoria do FNDE. Onyx não é adepto apenas do abraço de tamanduá, o chamado cumprimento falso. Dizem as más línguas que sua falsidade está até no tom da voz.

Boicote da família – Na chegada do presidente Bolsonaro, ontem, em Vitória da Conquista (BA), ocorreu um início de tumulto por parte de um pequeno grupo de militantes do PT, mas sem causar repercussão. O Governo comemorou o sucesso, mas faltaram 21 vereadores do município e nenhum dos familiares do cineasta Glauber Rocha, homenageado com seu nome no aeroporto, esteve presente.

Quem é? – Rifado da diretoria de Gestão, Articulação e Projetos Educacionais do FNDE – Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação – Leonardo de Souza Leão é natural de Sanharó, seu pai, o ex-vereador Doutor Carlos Augusto, é médico renomado na região. Léo, como Mendonça o trata, também atuou no Ministério da Educação. É cão de guarda do ex-ministro. 

Tributária – Secretários da Fazenda dos 26 Estados e do DF têm reunião na próxima semana em Brasília para esboçar uma proposta alternativa ao texto da reforma tributária que está em discussão no Congresso. O documento teve redação final do secretário estadual Décio Padilha. Um fórum será realizado depois para apreciação dos governadores. O consenso está difícil.

Falhou – A meteorologia, ontem, indicava tempo seco no sertão e ventos fortes de até 70 km por hora no Grande Recife. Nenhuma coisa nem outra se confirmou. Em Arcoverde, por exemplo, choveu torrencialmente durante todo o dia, assim como em outros municípios do Moxotó. 

Roubou a cena – O que mais chamou a atenção, ontem, em Vitória da Conquista, foi a cena dos anões que o presidente Bolsonaro levantou pelos braços. Eles estavam na plateia na inauguração do aeroporto e, ao final do evento, foram levados pelos seguranças para os braços do capitão.

NOME PRÓPRIO – O PSD disputa em faixa própria a Prefeitura do Recife. Já tem até três nomes na mesa: André de Paula, o secretário de Turismo, Rodrigo Novaes, e o ex-prefeito de Petrolina, Júlio Lóssio. Desconhecido, Lóssio teve quase 50 mil votos na capital candidato a governador.

Perguntar não ofende: Cadê a solidariedade do comando do DEM a Mendonça Filho?


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Fernandes

TIC TAC TIC TAC TIC TAC marluxa de camaragibe de Meira!

Fernandes

Ô marluxa de camaragibe, quem é mais Ladrão e corno Moro, Dallagnol, ou teu Meira?

marcos

Ô mortadela, quem é mais Ladrão e corno Meira ou lula?

Fernandes

TIC TAC TIC TAC TIC TAC Bom boite marluxa de camaragibel, como é bom dormir e saber que o Presidente é do psl, bolsonaro despreparado como diz a pesquisa Datafolha e mandou tu comer CAPIM. Não esquece não reprima seu sentimentos. Peide feliz! Meira te espera no Cotel viu?

marcos

Boa noite mortadelas do meu Brasil, como é bom ir dormir sabendo que o presidente não é do pt. Lula agora inelegível e corno continua preso Babaca, Glenn tá fufu, os idiotas úteis chorando, Dr Moro ministro e o nosso Mito vai muito bem obrigado.




23/07


2019

Coluna desta terça na Folha

Bolsonaro quer imitar Trump

O presidente Bolsonaro nunca negou que seu grande ícone da política internacional é o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump. Fez a campanha, aliás, se apresentando com a marca Trump de gerar polêmicas. Eleito, uma das suas primeiras viagens internacionais foi a Washington para bater continência ao mais poderoso chefe de Estado do mundo.

Cada um tem suas referências de ídolos, gosto não se discute, mas Bolsonaro, ao dar declarações incendiárias quase todos os dias, como virou rotina, quer imitar Trump. Mas o presidente americano, diferente do brasileiro, é inteligente, criativo, debochado e tem um ingrediente acima de todos os chefes do mundo: é poderoso.

Na polêmica com a jogadora Megan Rapinoe, campeã mundial de futebol feminino e militante gay, disse que não valia a pena brigar com ela, porque tinha com a jogadora coisas em comum. “Eu gosto de mulher e ela também”, afirmou.

Pior que Geisel – Nem no Governo Geisel, do regime militar, houve tanta subserviência aos Estados Unidos como na gestão atual. Segundo a professora Maria Aparecida de Aquino, da pós-graduação do Departamento de História da USP, “na era Geisel a subserviência não foi total como observamos agora”. Geisel pelos menos concretizou aporte financeiro para o acordo nuclear de 1975.

Sem briga – Paulo Câmara subscreveu a carta dos governadores do Nordeste ao presidente na sexta-feira passada, mas faltava de sua parte uma manifestação pessoal, o que fez, ontem, pelas redes sociais. “O que se espera dos governantes é respeito. Não é tempo de procurar briga, é tempo de procurar soluções, respeitando o compromisso com as pessoas”, afirmou.

Candidato – Depois de mero figurante nas eleições passadas como candidato a governador pelo PROS, obtendo 129.712 votos, o ex-deputado Maurício Rands já admite entrar na disputa pela Prefeitura do Recife, em 2020. Na corrida estadual, contou com o apoio do PDT, mas na capital o partido deve lançar o nome do deputado federal Túlio Gadelha, segundo o presidente Carlos Lupi.

Vítima do ex – O governador da Paraíba, João Azevedo (PSB), não abriu a boca sobre o affair Bolsonaro com o Nordeste. A ira do presidente não tem ele como alvo, mas o ex-governador Ricardo Coutinho, que assumiu a Fundação João Mangabeira e tem como hobbie bater em Bolsonaro.

Sem cidadania – Representando a Paraíba, a vereadora Sandra Marrocos (PSB) cantou de galo no enfrentamento ao preconceito revelado pelo presidente aos nordestinos. Propôs o cancelamento do título de cidadão de João Pessoa a Bolsonaro, de autoria do vereador Carlão da Consolação (DC).

FORA DA OPOSIÇÃO – Ex-prefeito de Canhotinho, Doutor Roberto (DEM) negou que tenha se antecipado no apoio ao candidato das oposições, Marcílio Amorim (PP). Ressalta que jamais abandonará o grupo de Lourival Barros, pai do deputado Álvaro Porto e avô do prefeito Felipe Porto (PSD).

Perguntar não ofende: Ao atingir os nordestinos, Bolsonaro perdeu o respeito da população da região?


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

marcos

Mortadela, ou raça pra defender Ladrão e Bandido!

marcos

Alguém avisa aos mortadelas que nesse tipo de processo tem Delação Premiada. UI UI UI UI fufu . E viva Moro.

Fernandes

Se o Moro apagou as mensagens em 2017, como o hacker as pegou em 2019?

Fernandes

Alguém avisa ao Moro que Hackers VAZAM informações. Eles não INVENTAM, NEM FALSIFICAM. CASO CONTRÁRIO NÃO SERIAM HACKERS KKKk.

Fernandes

Alguém avisa ao Moro que Hackers VAZAM informações. Eles não INVENTAM, NEM FALSIFICAM. CASO CONTRÁRIO NÃO SERIAM HACKERS KKKK




22/07


2019

Coluna desta segunda na Folha

Bolsonaro também ataca Câmara

O ataque do presidente aos governadores do Nordeste foi geral, mas no específico não se restringiu aos governadores do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), e da Paraíba, João Azevêdo (PSB). Bolsonaro citou também o governador Paulo Câmara (PSB), sugerindo que usa o Bolsa Família para manipular o eleitorado pernambucano.

“O Nordeste foi muito utilizado contra mim na campanha, dizendo que eu ia acabar com o Bolsa Família. Eu dei o 13º para o Bolsa Família. O governador de Pernambuco, há poucos meses, anunciou que deu o 13º, enquanto esse projeto morreu no Senado por um relator do PT. Então, a verdade liberta a gente”, afirmou.

Flávio Dino reagiu imediatamente. Pelas redes sociais, declarou: “Seja ao Maranhão ou qualquer outro Estado, o presidente não pode perseguir um ente da Federação. Trata-se de orientação administrativa gravemente ilegal”. Bolsonaro perdeu o controle da língua. Devia se espelhar no velho ditado: “Quem fala demais, dá bom dia a cavalo”.

Bolsa estadual – Em abril, Paulo Câmara lançou o 13º do Bolsa Família, no Centro de Convenções. O valor pago vai além de qualquer ação da União, segundo o secretário Sileno Guedes (Desenvolvimento Social). “Nunca houve uma mudança nesse sentido. Ainda no final do ano passado, enviamos à Assembleia uma autorização para que o Governo pudesse implantar o programa”, explicou.

Curta e dura – Os artistas nordestinos também reagiram à pisada de bola do presidente, que chamou a região de Paraíba. A cantora Alcione Marrom, maranhense brava, declarou: “Não votei no senhor e não me arrependo, mas não sou burra de torcer contra o Brasil. Agora, meu avô sempre dizia: “Quem quer respeito se dá respeito, e o senhor não está dando respeito ao Nordeste”.

Investigação – O vice-líder do PCdoB na Câmara, Márcio Jerry (MA), anunciou que pedirá à Procuradoria-Geral da República que investigue o presidente Jair Bolsonaro (PSL) por declarações agressivas e desrespeitosas aos governadores do Nordeste, especialmente o do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB). Em carta a Bolsonaro, os governadores cobraram esclarecimentos.

Será? – Postagem que varreu as redes sociais, ontem, anunciava nova greve dos caminhoneiros a partir de hoje em todo País. O recado foi dado por um grupo de caminhoneiros numa gravação na BR-101. Mas a população ignorou. Não houve correria aos postos.

Corajoso – Depois de fazer uma declaração de guerra aos governadores do Nordeste, o presidente pisa, amanhã, em solo baiano, para cumprir agenda em Vitória da Conquista. Pela reação dos nordestinos nas redes sociais, corre o risco de ser xingado e enfrentar protestos.

SAI CANDIDATO – Contra a vontade do prefeito de Afogados da Ingazeira, José Patriota (PSB), a quem ajudou a eleger, o ex-prefeito Totonho Valadares (PSB) se movimenta para disputar a Prefeitura. Fez, sábado passado, em sua casa-fazenda, uma grande boca-livre de aniversário.

Perguntar não ofende: Vitória da Conquista, onde tem agenda presidencial amanhã, vai receber Bolsonaro com uma chuva de ovos depois das agressões dele ao Nordeste?


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Fernandes

Datafolha mostra que a população está constatando despreparo de Bolsonaro.

Fernandes

Bolsonaro barra parceria que fornece remédios para 30 milhões de pessoas. O governo de Jair Bolsonaro (PSL) promoveu mais um duro golpe contra a saúde do povo brasileiro. Só nas últimas três semanas, já foram suspensos contratos com sete laboratórios públicos nacionais que produzem 19 medicamentos distribuídos gratuitamente pelo Sistema Único de Saúde (SUS), reportagem do Estado de S. Paulo.

Fernandes

DESASTROSO 6 em cada 10 brasileiros não consegue citar uma ÚNICA medida positiva do governo de Jair Bolsonaro. Questionados sobre o que de melhor havia feito o presidente no período, 39% dos entrevistados responderam “nada”. Outros 19% não souberam responder à pergunta.

Fernandes

DATAFOLHA. 58% dos brasileiros avaliam que bolsonaro não fez nada de positivo em 06 meses de governo.

Fernandes

Dono de puteiro convoca evangélicos a favor de bolsonaro. Pode isso, Meira?




20/07


2019

Coluna deste sabadão na Folha

Alunos passam fome sem merenda

Num encontro com jornalistas, ontem, no Palácio do Planalto, o presidente Jair Bolsonaro (PSL) abriu mais uma polêmica desnecessária em sua conturbada era. Disse que não existia fome no Brasil. Arrependido, numa solenidade posterior afirmou que uma pequena parte dos brasileiros passa fome.

Segundo pesquisa de 2013 do IBGE, 3,6% da população do País vive em insegurança alimentar grave, termo politicamente correto. O Nordeste é conhecido como um bolsão de miséria, mas não precisa o presidente percorrer a região para se deparar com a fome. Em São Paulo, Estado mais rico do País, as férias de julho têm levado alunos pobres a deixar de comer as três refeições diárias.

Em Brasília, alunos da vila do Paranoá, território africano da corte, estão almoçando bolacha, quando podem, para matar a fome. Foi ali que, em 2017, um menino de oito anos desmaiou de fome durante as aulas e virou notícia nacional.

Mal na foto – Políticos experientes e talhados em Caruaru, como José Queiroz (PDT) e Tony Gel (MDB), não teriam caído na casca de banana do deputado Erick Lessa (PP), que foi a público denunciar que a prefeita Raquel Lyra (PSDB) estava nos Estados Unidos com a família em turismo. A foto do marido da tucana com os dois filhos numa praia em Fortaleza desmoralizou o ex-delegado.

Taxa mantida – O Governo Bolsonaro se firma também pelo viés do recuo. Sem ter noção para onde se destinava a taxa federal cobrada aos turistas em Fernando Noronha, prometeu acabar e a classificou de roubo. Na ilha, ontem, o ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, depois de constatar a importância da taxa com gestores estaduais, disse que não seria extinta.

Paralisação – Desapontados com o tratamento dado pelo Ministério da Educação às universidades, que sofreram corte de 30% para manutenção do custeio e pagamento das folhas, professores da Universidade Federal de Pernambuco cruzam os braços a partir do dia 13 de agosto. O Future-se, novo programa de financiamento das universidades, também não agradou.

Guarda – Embora o prefeito de Serra Talhada, segundo o deputado Sebastião Oliveira (PL), não goste de investir na Guarda Municipal, o próprio parlamentar informa que garantiu em emendas seis viaturas para melhorar o serviço dos que atuam no setor. Os recursos só não garantem o custeio.

Ausente – O governador Paulo Câmara foi abrir o festival de inverno de Garanhuns, mas não incluiu na sua agenda também a abertura da festa do estudante em Triunfo, que atrai uma verdadeira multidão. O prefeito João Batista (PL) recebeu, no entanto, o apoio integral da Fundarpe e da Empetur.

NOVA POLÍTICA – Em Paulista, o pré-candidato do DEM a prefeito, Felipe do Veneza, assumiu o discurso da nova política do presidente Bolsonaro e disse, ontem, numa emissora de rádio, que está entrando na empreitada atendendo a uma convocação popular. Em Paulista, já tem 14 pré-candidatos.

Perguntar não ofende: O Brasil que Bolsonaro conhece se limita a Barra da Tijuca?


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Fernandes

Ô marluxa. Não reprima seus sentimentos. Peide feliz! Meira tá esperando vc no Cotel, viu?

marcos

Boa noite mortadelas do meu Brasil, mais uma semana acaba e o presidente não é do pt. Lula agora inelegível e como continua preso Babaca, eu prefiro ser chamado de Paraíba do que de porco e o nosso mito vai muito bem obrigado.

Fernandes

Religião é sedução. O Cristianismo seduz as pessoas a vê-lo como “a religião do amor”; o Islã, “a religião da paz”.

Fernandes

Bolsonaro não é o messias, João de Deus não é Deus, Moro não é herói, mas uma coisa eu tenho certeza : Lula é o cara !

Fernandes

Fim da carteira assinada. Fim da aposentadoria. Fim dos remédios do SUS Agora você sabe o que é um governo de direita ?




19/07


2019

Coluna desta sexta na Folha

Felipe pode agregar oposições

As oposições não querem repetir erros do passado e entrar na disputa pela Prefeitura do Recife em 2020 divididas. Há uma tese corrente de que quanto mais candidatos, mais chances de a eleição ir para o segundo turno. O nome governista já está decidido. É o deputado federal João Campos (PSB), que, teoricamente, estaria no segundo turno em função do apoio do prefeito Geraldo Júlio e do governador Paulo Câmara.

Em silêncio, a oposição raciocina com a hipótese de o deputado Felipe Carreras, sendo expulso do PSB, ser levado ao MDB e pela legenda ser alçado à condição de um candidato que teria em seu palanque as duas fatias do MDB – Jarbas e Fernando Bezerra – o DEM, de Mendonça Filho, o PSDB, de Bruno Araújo, o PTB, de Armando Monteiro e, provavelmente, o PSD, de André de Paula. Se o projeto andar, Felipe, que tem votos e prestígio no Recife, se transforma num nome extremamente competitivo.

Vapt, vupt – O presidente do PSB, Carlos Siqueira, esclarece que o processo de punição dos deputados do PSB que votaram a favor da reforma da Previdência, aberto pela Comissão de Ética, não será burocrático nem demorado como noticiamos ontem. Segundo ele, os rebeldes terão 10 dias para apresentar suas defesas. Logo em seguida segue para o relator, que submeterá seu voto ao diretório nacional.

Viagem de férias – O deputado Erick Lessa (PP) estranhou que a prefeita de Caruaru, Raquel Lyra (PSDB), não tenha sido transparente ao postar nas redes sociais que estava no exterior a serviço, fazendo um curso. “Na verdade, ela está lá com a família e não custaria nada em informar que tirou alguns dias de férias”, disse, ontem, em entrevista ao Frente a Frente.

Só pelo Avante – O presidente estadual do Avante, suplente de senador Valdemar Oliveira, avisa aos prefeitos da base do deputado Sebastião Oliveira que só terão apoio para as eleições do ano que vem se estiverem devidamente filiados ao Avante. “Não vamos investir em candidatos do PL”, adianta, acrescentando que o Avante pretende eleger 40 prefeitos.

Sozinha – Sobre a polêmica da viagem da prefeita de Caruaru, o secretário de Governo, Rubens Júnior, envia documento mostrando que a tucana participa em Washington do curso internacional Program for Public Leaders e que não levou a família. “Lessa mente descaradamente”, diz.

No exterior – Não é só a prefeita de Caruaru, Raquel Lyra, que se encontra nos Estados Unidos fazendo curso sobre gestão pública. O prefeito de Petrolina, Miguel Coelho (sem partido) divide com ela a bancada pernambucana presente em Washington. E diz que está adorando.

BELMONTE – Natural de São José do Belmonte, Karina Rodrigues, esposa do prefeito de Serra Talhada, Luciano Duque (PT), botou tantos outdoors na cidade que muita gente está desconfiada de que ela sai candidata a prefeita. O prefeito Romonilson Mariano (PHS) é, no entanto, osso duro de roer.

Perguntar não ofende: Quem se atreve a fazer as pazes entre o prefeito Geraldo Júlio e o presidente da Compesa, Roberto Tavares?


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Fernandes

Pavão Misterioso. Mais um crime: Bolsonaro deixa escapar que Moro ia abafar escândalo do PSL

Fernandes

Bolsonaro e Milícias. As ligações de Bolsonaro com o que há pior com o crime organizado.

Fernandes

marluxo a Taty fascista de Meira. Que comentário merda, não tem argumentos , um cara vazio, sempre a mesma merda. Pênis grande, homossexualidade.

marcos

Domingo tem pavão.

marcos

Boa noite mortadelas do meu Brasil, como é bom dormir sabendo que o presidente não é do pt. Lula agora inelegível e corno continua preso. Marcelo Fleixo e Paulo Pimenta vendem mandato parlamentar, Glenn vaza que ministro do STF Luís Barroso tem caso com Deltan e o nosso mito vai muito bem obrigado




18/07


2019

Coluna desta quinta na Folha

Lupi acende fogueira da sucessão

Ao antecipar, ontem, no Frente a Frente, que o deputado Túlio Gadelha tem o respaldo do diretório nacional para disputar a Prefeitura do Recife em 2020, o presidente nacional da legenda, Carlos Lupi, antecipou a campanha na capital. Contrariou, consequentemente, a direção estadual do partido, que torce o nariz quando ouve falar numa possível candidatura de Gadelha.

Wolney Queiroz, presidente do PDT e José Queiroz, seu pai, têm um pé atrás com o namorado de Fátima Bernardes desde o tempo em que confiaram a ele a missão de ampliar diretórios pelo interior do Estado e, ao invés dele agir organicamente, voltado para o partido, aliciou os novos dirigentes para trabalhar para ele.

O tempo não se encarregou de cicatrizar a ferida e tudo leva a crer que pai e filho tendem a fazer a cabeça de Lupi para manter no Recife aliança com o PSB, cujo pré-candidato é o deputado João Campos, herdeiro político de Eduardo Campos.

Sem surpresa – Não será nenhuma surpresa o PDT caminhar em faixa própria na sucessão de Geraldo Júlio no Recife. Na eleição para governador em 2018, o presidente Carlos Lupi entrou nas negociações para preservar o partido na aliança palaciana. Aceitou apoiar a reeleição do governador em troca da candidatura de José Queiroz ao Senado. O PSB não aceitou e o PDT apoiou Maurício Rands.

Devolução – Fora da aliança com o PSB no Recife, como deseja Lupi, o PDT será obrigado a devolver sua fatia de cargos no latifúndio socialista. O partido tem uma secretaria estadual – Trabalho, Emprego e Qualificação – e a pasta de Habitação no plano municipal com Geraldo Júlio. Quando saiu da coligação com o PSB, o PSDB, lá atrás, foi obrigado a devolver todos os cargos.

Visões diferentes – Os estatutos do PDT e PSB são diferentes. Enquanto o primeiro reuniu a executiva nacional e decidiu suspender as atividades partidárias de oito deputados por terem votado a favor da reforma da Previdência, o segundo preferiu burocratizar. Abriu os processos pelo Conselho de Ética, deu prazo para defesa e não se sabe se o julgamento final ainda sai este ano.

Dente de leite – Do marqueteiro e diretor da Makplan, o atualíssimo Marcelo Teixeira, ao ouvir, ontem, a entrevista de Carlos Lupi anunciando a candidatura de Túlio Gadelha no Recife: “Me lembrei do sábio Doutor Tancredo Neves: Túlio é dente de leite: não dói para tirar”. Que maldade!

Rejeição – O Tribunal de Contas do Estado rejeitou, ontem, as contas dos ex-prefeitos de Belém do São Francisco, Barreiros e Correntes. As câmaras já foram orientadas a referendar a decisão dos ex-prefeitos Gustavo Caribé (Belém), Carlos Artur (Barreiros) e Edimilson da Bahia (Correntes).

ABANDONO – O presidente da Embratur, Gilson Neto, disse que voltou indignado de Fernando de Noronha com o estado de abandono da ilha. Quanto ao fim da taxa federal admitida pelo presidente Bolsonaro, afirmou que não se trata de extinção, mas de uma possível redução.

Perguntar não ofende: Se o PSB quisesse, de fato, expulsar os deputados rebeldes não teria agido igual ao comando do PDT, que já suspendeu as atividades partidárias dos seus infiéis?


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Fernandes

Como ele gosta de piroca grande, não?

marcos

Falando em piroca qual a intenção de Glenn vazar Deltan e o ministro Barroso discutindo tamanho de Pênis?

Fernandes

200 dias de um governo de miliciano,eleito por escrotos que acreditavam em kit gay e mamadeira de piroca

marcos

200 dias sem corrupção no Brasil, os idiotas úteis ficam arretados!

marcos

Escrotos que acreditavaM mortadela Analfa!




17/07


2019

Coluna desta quarta na Folha

Aberta porteira do 2º escalão

Com seis meses de gestão, Bolsonaro só vai começar a ratear os cargos do segundo escalão nos próximos dias. Estava aguardando a aprovação da reforma da Previdência para testar a lealdade da sua base de sustentação. No Nordeste, os postos mais cobiçados passarão pelo crivo do Centrão, movimento que agrega os partidos conservadores.

O critério que se especula ainda não é compreensível: os apadrinhados passarão pelo crivo das bancadas e não apenas por uma mão protetora. Os deputados de olhos arregalados vão se entender depois de tanto tempo indicando aliados com o aval apenas do presidente?

Estatais como Chesf, Banco do Nordeste e Hemobrás ainda estão sendo tocadas por executivos da era Temer, alguns com diretores nomeados por Dilma. O presidente costuma recorrer ao chavão de que não pratica o toma lá dá cá para governar. Com essas nomeações, seu discurso, mais uma vez, tende a virar letra morta.

Fugindo do diabo – As mudanças nas regras de aposentadoria estão levando muitos servidores federais a antecipar o uso do pijama. Um exemplo claro disso é a representação do Dnocs em Pernambuco: dos 66 funcionários de carreira do órgão, apenas 17 continuam batendo o ponto no trabalho. Se isso ocorre em Pernambuco, imagine em Brasília, paraíso da burocracia federal?

Dupla rebeldia – O deputado Felipe Carreras torceu o nariz para o Conselho de Ética do PSB, que abriu processo de punição dos 11 parlamentares que votaram a favor da reforma da Previdência. Disse que não vai apresentar defesa nenhuma no prazo de dez dias determinado pelo regimento interno do partido para casos dessa natureza. Está forçando a sua expulsão?

Olho no olho – Em seus Instagram, Felipe Carreras falou, pela primeira vez, sobre o bombardeio do presidente do PSB, Carlos Siqueira, que o xingou de traidor e revelou ter dado a ele na campanha R$ 1,3 milhão do partido. “Não vou devolver as agressões públicas. A ele (Siqueira), falei olho no olho sobre minha decisão de votar a favor, um dia antes da votação”, disse.

Fim do ICMS – Tramita na Câmara uma PEC do líder do MDB, Baleia Rossi (SP), que acaba com os três tributos federais – IPI, PIS e Cofins – e extingue o ICMS, estadual, e o ISS, municipal. No lugar deles seria criado o Imposto sobre Operações com Bens e Serviços (IBS), de competência dos três poderes.

Venda – Adolfo da Modinha entrou no ramo da comunicação em Caruaru, comprando o canal de rádio AM do grupo de Luis Lacerda, sogro do deputado Tony Gel (MDB). A família se desfez, segundo ele, porque já tem um canal FM e a AM vendida vai virar FM. “Iríamos ficar com duas FMs”, alega.

BICUDOS – Não convidem para uma mesma mesa o prefeito do Recife, Geraldo Júlio, e o presidente da Compesa, Roberto Tavares. Não conseguem falar a mesma língua faz tempo, apesar de já terem entrado em campo os mais competentes bombeiros do alto escalão socialista.

Perguntar não ofende: Se nenhum dos 11 parlamentares rebeldes apresentar defesa no Conselho de Ética, como sugere Felipe Carreras, que procedimento o PSB tomará?


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Fernandes

Uma das estratégias do fascismo é acusar, caluniar e desqualificar quem vai contra suas ideologias extremistas!

marcos

Eu acho Bolsonaro pior para lula. Porque nunca mais o cotó vai ser porra nenhuma!

Fernandes

Bolsonaro e Moro. Qual dos dois é pior?

Fernandes

O pai diz que Eduardo fala inglês muito bem. Mentira. Eduardo diz que fritou hambúrguer quando trabalhava numa lanchonete americana. Mentira. A lanchonete nunca vendeu hambúrguer. Eduardo diz ser pós-graduado em economia. Mentira. Não concluiu o curso. Essa gente mente sem pudor.

Fernandes

Passando pra lembrar que Eduardo Cunha era terrivelmente evangélico!




16/07


2019

Coluna desta terça na Folha

Felipe pode prejudicar João

Embora o Conselho de Ética do PSB tenha aberto, ontem, processo de punição contra os 11 deputados que votaram a favor da reforma da Previdência, a tendência é que o castigo seja atenuado. Quem manda, hoje, no partido, é o núcleo pernambucano, liderado por Paulo Câmara e Geraldo Júlio, que já defenderam para Felipe Carreras tratamento diferenciado em relação aos demais rebeldes.

Por que tal distinção? Evitar a fuga de Carreras para outra legenda é manter intacta a pré-candidatura de João Campos à Prefeitura do Recife. Tão logo se confirmou o posicionamento firme do deputado no plenário da Câmara, lideranças de outros partidos passaram a assediá-lo.

A oposição não tem um nome em potencial para enfrentar João e por isso mesmo Carreras, se vier a tamanho impasse que o leve a ser afastado do PSB, se transforma, automaticamente, no adversário que o PSB não esperava na sucessão de Geraldo Júlio.

Só advertência – O presidente do Conselho de Ética, Alexandre Navarro, é pernambucano, cria do ex-governador Eduardo Campos. Mora em Brasília há muito tempo, trabalhou no Ministério da Ciência e, hoje, é fiel escudeiro do prefeito Geraldo Júlio. Seu parecer, portanto, não será pela expulsão dos 11 deputados, mas por uma simples advertência, ou seja, nem um cartão amarelo.

Pelo diretório – Os deputados objetos de processo no PSB têm até 10 dias para suas defesas junto ao Conselho de Ética. O parecer do presidente Alexandre Navarro vai à votação por um colegiado amplo, o diretório nacional, e não pela executiva nacional. Tem parlamentar afirmando que não aceitará nenhum tipo de punição, nem mesmo advertência. Problemão para o partido.

Injeção – Nos próximos dias, no embalo da aprovação da reforma da Previdência, o Governo deve anunciar uma série de medidas para injetar dinheiro da economia, como a liberação do FGTS e o programa de privatizações. Bolsonaro e o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, estão decididos a aprovar projetos que beneficiem o Governo Federal com recursos de curto prazo.

Defesa – O deputado Alberto Feitosa, coordenador da Frente Parlamentar da Execução dos Orçamentos Federal e Estadual, tem sido um grande defensor das bandeiras municipalistas. Depois de cobrar ao Governo a liberação das emendas, defendeu, ontem, um cronograma para pagamento do FEM.

Fortalecido – Depois do estrondoso São João que promoveu em Gravatá, o prefeito Joaquim Neto (PSDB) virou um bicho papão para a oposição. Se já estava forte, passou a ser apontado como imbatível na disputa pela reeleição. Até agora, não surgiu na oposição um nome competitivo.

POPULISMO – Nem o secretário estadual de Meio Ambiente, Antônio Bertoti, nem mesmo administrador de Fernando de Noronha, Guilherme Rocha, meteram a colher na manifestação populista de Bolsonaro de acabar a taxa paga por turistas na ilha. O Governo emitiu uma nota dizendo que a taxa é federal.

Perguntar não ofende: E Carlos Bolsonaro vai ser indicado para qual Embaixada?


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Fernandes

Que comentário merda marluxo Taty de Meira!

marcos

Quanta merda mortadela!

Fernandes

Gentili. Muito obrigado à todos pela audiência esses anos todos. Tô indo entregar currículo pra fritar hamburguer.

Fernandes

Foi bom enquanto durou, pessoal. Estou passando agora no RH do SBT para assinar minha demissão. O motivo? Postei SenadoVetaEduardo

Fernandes

Gentili diz que foi demitido do SBT por causa de Eduardo Bolsonaro.




15/07


2019

Coluna desta segunda na Folha

PSB solidário, Felipe atira flecha

O fim de semana no núcleo duro do PSB não foi de relax, mas de trabalho intenso para discussão de uma estratégia com a finalidade de ignorar as ameaças do presidente do diretório nacional, Carlos Siqueira, de expulsar os 11 deputados que votaram a favor da reforma da Previdência. A preocupação central foi Felipe Carreras.

No início da tarde do sábado, começaram a chegar aos blogs e redações notas de solidariedade a ele. Em entrevista ao Frente a Frente, na quinta, Siqueira não só admitiu a degola como revelou que o partido doou à campanha do rebelde R$ 1,3 milhão. As manifestações começaram por deputados estaduais, tiveram o DNA do presidente do diretório, Sileno Guedes, e desembocaram no prefeito Geraldo Júlio.

No entanto, enquanto a operação segura Felipe era desencadeada, o deputado postava no seu Instagram uma fina ironia segurando uma flecha: “Há três coisas na vida que nunca voltam atrás: a flecha lançada, a palavra pronunciada e a oportunidade perdida”. Para um bom entendedor...

Só um dos quatro – Dos quatro deputados que compartilham com Felipe Carreras a bancada federal de Pernambuco na Câmara, apenas um – Danilo Cabral – havia se pronunciado, até o fechamento desta coluna, manifestando solidariedade ao parlamentar ameaçado de expulsão. Em sua nota, o prefeito Geraldo Júlio foi enfático. Disse que Felipe vai permanecer firme no PSB.

Afinados – A ONG RenovaBR, bancada por empresários que pregam mudanças, promoveu cursos de formação política para jovens lideranças, elegendo 16 deputados federais, inclusive campeões de votos, como João Campos e Tábata Amaral (PDT-SP), que na Câmara atuam afinados contra Bolsonaro. Divergiram apenas na reforma da Previdência – ele contra e ela a favor.

TCE rala – O Tribunal de Contas está tendo muito trabalho com a Prefeitura de Jaboatão, que não se corrige. No último dia 11, por exemplo, o Diário Oficial do município publicou mais uma dispensa de licitação, agora no valor acima de R$ 4 milhões, para contratar uma empresa especializada na locação de equipamentos para realização de exames em amostras humanas.

Distrital – Uma proposta do TSE, entregue ao presidente da Câmara, Rodrigo Maia, propõe adotar, já para as eleições do ano que vem, o sistema distrital misto em cidades com mais de 200 mil habitantes. A ideia é separar os municípios em distritos, que elegeriam seus representantes isoladamente.

Corre risco – Dos 17 integrantes da Comissão de Relações Exteriores do Senado, seis não votam pela indicação de Eduardo Bolsonaro para embaixador dos EUA, outros sete afirmaram ser favoráveis e quatro estão em cima do muro. Depois da sabatina, Eduardo se submete a uma votação secreta.

QUE NÍVEL! – Eduardo disse que tem experiência para ser embaixador: fala inglês, espanhol, fez intercâmbios, fritou hambúrguer, passou muito frio na fronteira com o Canadá e o pai revelou que ele é amigo dos filhos de Trump. É um diplomata perfeito. Nem precisa mais passar pelo Instituto Rio Branco!

Perguntar não ofende: O presidente nacional do PSB, Carlos Siqueira, vai sair desmoralizado do affair Felipe?


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Fernandes

Eu quero um povo terrivelmente doido pra acabar com esse Cabaré Talkey

Fernandes

Quem manda no BRASIL agora e Greenwald, SABE TUDO. Os fascistas estão nas mãos de um jornalista, ué.... Não eram os maiorais? Que semana maravilhosa, obrigada The entercept !

Fernandes

Glenn Greenwald acusa Globo de ser Sócia de Sérgio Moro e porta voz da lava jato!

Fernandes

Glenn do The Intercept diz Vaza Jato vai divulgar áudios de Moro e completa: um mentiroso sociopata.

Fernandes

Glenn: Moro sabe que eu sei tudo que ele disse e fez. E sabe que vamos contar tudo.