ArcoVerde

07/12


2018

Caos: Temer anuncia intervenção integral em Roraima

Presidente deve nomear governador eleito, Antonio Denarium, para ficar no cargo até o final do ano

Gustavo Uribe – Folha de S.Paulo

Com a paralisação estadual de servidores da segurança pública, o presidente Michel Temer anunciou nesta sexta-feira (7) uma intervenção federal integral em Roraima. A medida foi tomada para tentar evitar uma crise institucional após policiais, bombeiros e agentes penitenciários terem suspendido suas atividades.  O cenário se agravou nesta sexta-feira (7) após a 4a Vara da Justiça Federal ter determinado o congelamento dos salários dos funcionários públicos.

decisão de intervenção foi informada após reunião promovida pela cúpula do governo federal, em Brasília.  A governadora Suely Campos participou pelo telefone. Ela terá validade até 31 de dezembro.

“Eu falei com a senhora governadora e disse que a única hipótese para solucionar a questão, especialmente aquela de natureza salarial, seria decretar a intervenção até a posse do novo governador”, disse Temer.

O presidente informou ainda que convocará neste sábado (8) o Conselho da Defesa Nacional e o da República para deliberar a respeito da intervenção, já que ela precisa ser aprovada pelos dois órgãos federais.

Segundo Temer, na conversa, a governadora reconheceu que a situação estaria “realmente se complicando”. Com a intervenção, Suely Campos perde os poderes administrativos, mas mantém, de acordo com integrantes do governo, direitos inerentes ao cargo, como remuneração, benefícios e foro privilegiado. 


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Manoel Cordeiro de Lucena

Perguntar não ofende: se o governador eleito fosse do PT, Temer teria autorizado a posse antecipada (intervenção) em Roraima?


Asfaltos

07/12


2018

Bolsonaro diz que cheques eram “dívida pessoal”

Jair Bolsonaro de sua explicação para R$ 24 mil pagos pelo ex-assessor Fabrício José de Queiroz para sua esposa, Michelle Bolsonaro. Para o site O Antagonista, o presidente eleito disse que o dinheiro é referente a uma dívida pessoal que Fabrício tinha com ele.

“Emprestei dinheiro para ele em outras oportunidades. Nessa última agora, ele estava com um problema financeiro e uma dívida que ele tinha comigo se acumulou. Não foram R$ 24 mil, foram R$ 40 mil. Se o Coaf quiser retroagir um pouquinho mais, vai chegar nos R$ 40 mil. Eu podia ter botado na minha conta. Foi para a conta da minha esposa, porque eu não tenho tempo de sair”, disse. 

Sobre a movimentação suspeita de R$ 1,2 milhão na conta do ex-assessor apontado pelo Coaf, Bolsonaro afirmou que cortou relações com Fabrício até que ele explique a origem do dinheiro.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Fernandes

Como sempre mentiroso, sem-vergonha.



07/12


2018

Temer quer encerrar mandato com inauguração de trecho do São Francisco

Michel Temer pediu à Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco (Codevasf ) para inaugurar o trecho leste da transposição, perto da cidade de Salgueiro, em Pernambuco.

A ideia de Temer é fechar o mandato com esse evento, programado para acontecer no dia 28 de dezembro. As informações são do Radar Online.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


07/12


2018

Paulo Câmara anuncia pacote de ações contra a corrupção

Com o objetivo de fortalecer a política de combate a práticas ilícitas contra a administração pública, o governador Paulo Câmara assinou, hoje, cinco decretos que regulamentam aspectos da Lei Estadual Anticorrupção, de Nº 16.309/2018. Fundamental para promover um maior controle social e ético na administração do Estado, a medida dialoga ainda com a modernização e profissionalização da gestão pública, um dos pilares estratégicos para as ações de prevenção à corrupção. Os decretos assinados pelo governador, no Palácio do Campo das Princesas, estão em sintonia com as ações do Dia Internacional Contra a Corrupção, a ser celebrado neste domingo, 9 de dezembro. Essa data foi instituída pela Organização das Nações Unidas (ONU) para conscientizar sobre a corrupção em nível mundial.

“Assinamos hoje, cinco decretos que vão ao encontro daquilo que tanto prezamos no serviço público, que é o combate às más práticas e o olhar que precisa ser dado para a ética e a integridade na administração pública. Então, é uma modernização da nossa legislação, que vai ao encontro do que nós queremos, que é fomentar servidores cada vez mais engajados, trabalhando e oferecendo melhores serviços públicos, com ética e integridade. O Governo do Estado é incansável nessas ações. Isso é primordial para servir bem a população”, destacou o governador.

Os decretos dispõem principalmente sobre a atuação e a conduta dos agentes públicos, de acordo com os aspectos tratados na Lei. São eles: Código de Ética dos Agentes Públicos da Administração Direta e Indireta do Poder Executivo Estadual (Nº 46852/2018); Sistema de Gestão de Ética dos Agentes Públicos da Administração Direta e Indireta do Poder Executivo Estadual (Nº 46853/2018); Código de Conduta da Alta Administração do Poder Executivo Estadual (Nº 46854/2018); Política de Governança da Administração Pública Estadual Direta, Autárquica e Fundacional (Nº 46855/2018); e Critérios de Avaliação do Programa de Integridade no âmbito do Poder Executivo Estadual (Nº 46856/2018).

O secretário da Controladoria Geral do Estado, Ruy Bezerra, ratificou a importância dos decretos no aprimoramento do controle social e de ética na administração pública. “Diante dessa temática de trabalhar a administração pública na prevenção e no combate à corrupção, o governador está editando, na passagem do Dia Internacional contra a Corrupção, cinco decretos que têm uma temática muito ligada à nossa Lei. Entre eles, um que trata da modernização e profissionalização da gestão pública, com a implantação dos programas de governança, iniciativa que ainda não existia em âmbito estadual no Brasil, apenas na Federação. Ou seja, Pernambuco está sendo pioneiro e vai trabalhar essa questão da governança também em todos os órgãos e entidades da administração pública”, explicou.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


07/12


2018

Malta diz que “não indicou” Damares

Preterido nas escolhas ministeriais de Jair Bolsonaro, Magno Malta avisou em vídeo que não tem nada a ver com a indicação de Damares Alves, nova ministra das Mulheres, Família e Direitos Humanos. “Merece os meus parabéns Ela é uma pessoa preparada. Só esclareço que ela não é uma indicação minha. Eu não fui comunicado, solicitado, não fui eu que indiquei. Ela é uma escolha pessoal do presidente”, disse em suas redes sociais.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Fernandes

Três fascistas.



07/12


2018

Sefaz participa da Operação de Combate a Empresas Noteiras

A Secretaria da Fazenda de Pernambuco (Sefaz-PE), em conjunto com os fiscos de 17 estados, Distrito Federal e Receita Federal, participa da Operação Nacional de Combate a Empresas Noteiras, iniciada no começo de dezembro. Ao longo da semana, a Sefaz-PE realizou diligências a seis empresas que juntas movimentaram mais de R$ 470 milhões. São consideradas “noteiras” as empresas que não exercem suas atividades-fim, sendo utilizadas para emitir documentos fiscais sem recolhimento de impostos, documentar saídas de mercadorias de outras empresas, gerar créditos indevidos de ICMS, acobertar falsas exportações e cargas roubadas, dentre outros ilícitos.

A participação da Sefaz-PE na operação é reflexo do aumento da fiscalização a este tipo de fraude, que intensificou-se a partir da criação da Central de Operações Estaduais (COE), ligada à Diretoria de Operações Estratégicas da secretaria. Na COE são realizados cruzamentos de informações sobre o comportamento de contribuintes e circulação de mercadorias, o que permite a identificação de fraudes. Desde a sua criação, em janeiro de 2017, a COE identificou 876 empresas fictícias que emitiram notas fiscais no valor total de R$ 1 bilhão, sonegando um montante estimado de R$ 135 milhões. Em decorrência disso, várias delas já foram fiscalizadas e as autuações totalizaram R$ 68 milhões, gerando um crédito tributário de R$ 27 milhões para o Estado até o momento.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


07/12


2018

Ponto a Ponto discute o mercado econômico para os próximos meses

Muito está se falando sobre como será a economia do Brasil para os próximos meses. E o que se sabe, é que isso será uma consequência direta das possíveis medidas econômicas a serem tomadas no início de 2019. Para discutir sobre “A Aposta do Mercado”, o analista de investimento da Corretora Rico, Roberto Indech, será o convidado da jornalista Mônica Bergamo e do sociólogo Antonio Lavareda para o Ponto a Ponto de amanhã, que vai ao ar à meia noite (Horário de Brasília), na BandNewsTV.

Segundo mostrou a pesquisa XP-Ipespe realizada em novembro deste ano, 60% dos entrevistados acham ruim ou muito ruim a atual situação econômica do país. Já olhando para um cenário daqui a seis meses, 51% responderam que a situação estará muito melhor ou um pouco melhor.

No que diz respeito percepção da chance da perda do emprego nos próximos seis meses, a pesquisa apontou que 58% das pessoas acreditam que há uma grande possibilidade que isso aconteça.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


07/12


2018

Maia evita falar em reeleição na Câmara

Estadão

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM), evitou falar que é candidato à reeleição à Presidência da Casa após a divulgação, pelo jornal O Globo, de trocas de mensagens envolvendo seu nome em um grupo de mensagens privadas dos novos deputados da bancada do PSL. Na discussão virtual, o deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) entrou na discussão com a deputado Joice Hassemann e acabou revelando plano do presidente eleito, Jair Bolsonaro, para influenciar na disputa pela presidência da Câmara.

O filho do presidente eleito rebateu a acusação de que o partido estaria fora das articulações do Congresso: "O PSL está fora das articulações? Estou fazendo o que com o líder do PR agora? Ocorre que eu não preciso e nem posso ficar falando aos quatro cantos o que ando fazendo por ordem do presidente. Se eu botar a cara publicamente, o Maia pode acelerar as pautas bombas do futuro governo. Por isso, quem tem feito mais essa parte é o delegado Waldir no plenário e o Onyx via líderes partidários", diz Eduardo Bolsonaro.

O filho do presidente eleito não esclarece, nas mensagens, o que “anda fazendo” que seria capaz de desagradar o presidente da Câmara ao ponto de deflagrar votações de “pautas bombas” no plenário da Casa. Maia, nesta sexta-feira em São Paulo, disse que não teve a oportunidade de ler sobre o confronto entre a deputada Joice Hasselmann e Eduardo Bolsonaro, filho do presidente eleito. "Não tive a oportunidade de ler. Saí muito cedo hoje", disse, na saída de evento organizado pela Abiquim. Mesmo assim, Maia afirmou que o assunto se trata de "um problema interno do PSL". "Não tenho que me meter nisso", disse.

Questionado se espera o apoio do partido do presidente Jair Bolsonaro (PSL) para uma futura reeleição na Casa. "Não sou candidato", afirmou, na saída de evento da Abiquim, hoje, em São Paulo. Segundo o deputado, ele apenas vai discutir o assunto quando "entender que tenho as condições para disputar mais uma eleição".

De acordo com Maia, seu foco agora está na aprovação de pautas importantes que estão em tramitação. "Aí sim, depois que terminar essas votações, a gente começar a pensar na próxima candidatura", afirmou.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Bm4 Marketing 7

07/12


2018

“Assinaria de novo”, diz Delfim sobre o AI-5

Prestes a completar 50 anos do AI-5, o economista e ex-ministro Delfim Neto afirma que assinaria novamente o ato. “Assinei e, se as condições fossem as mesmas e o conhecimento fosse aquele que a gente tinha naquele instante, eu assinaria de novo”.

Aos 90 anos, ao comentar o destaque que os militares vão ter no governo Bolsonaro, Delfim refuta a ideia de que as Forças Armadas estejam voltando ao poder. Disse, em entrevista ao Valor, que o presidente eleito merece voto de confiança, especialmente na economia, que será comandada por Paulo Guedes, “um economista competente, consistente, persistente e com coragem”.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


07/12


2018

Roberta Arraes é diplomada para seu segundo mandato

Na tarde de ontem, a deputada estadual Roberta Arraes, foi diplomada para seu segundo mandato, em solenidade realizada pelo Tribunal Regional de Pernambuco (TRE), no Classic Hall, que ocorre para diplomar todos os eleitos de 2018.

Com a presença do governador Paulo Câmara, também diplomado, de várias autoridades e da sociedade, Roberta Arraes recebeu seu diploma e afirmou que seu compromisso com Pernambuco continuará. “Trabalhei nesses últimos dois anos com muita garra e dedicação, e os bons resultados vieram. Agora teremos mais 4 anos para fazer ainda mais pela nossa população”, afirmou a parlamentar.

De Araripina, Roberta Arraes foi a única mulher eleita na região do Araripe. Ao lado do Governo do Estado, ela já alcançou grandes conquistas nas áreas da segurança, saúde e infraestrutura.

“Representarei com muito amor e trabalho todos os votos que em mim foram confiados. A responsabilidade aumenta e nosso compromisso continua em levar o melhor para Pernambuco!”, finalizou.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


07/12


2018

Bolsonaro diz que desmarcou ida a SP por recomendação médica

O presidente eleito, Jair Bolsonaro (PSL), desmarcou os compromissos previstos para hoje e voltou de Brasília direto para o Rio de Janeiro, segundo ele, por recomendação médica.

Em publicação no Twitter, Bolsonaro afirma que em razão da "extensa rotina e agenda nos últimos dias e poucas horas de sono" recebeu recomendação para repousar nesta sexta.

Bolsonaro era esperado, na manhã desta sexta, em cerimônia de formação de cadetes da Academia da Força Aérea, em Pirassununga (SP). De lá, ele iria para o Rio de Janeiro, segundo agenda divulgada por sua assessoria.

O presidente eleito tem acompanhado solenidades das Forças Armadas. Na última semana, ele assistiu à solenidade de formatura de cadetes aspirantes a oficial do Exército na Academia Militar das Agulhas Negras (Aman), na cidade de Resende, no Rio de Janeiro.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Fernandes

Isso é migué.



07/12


2018

Oposição conquista Mesa Diretora da Câmara de Santa Cruz do Capibaribe

O deputado estadual e primeiro-secretário da Alepe, Diogo Moraes (PSB), esteve presente na sessão da Câmara de Vereadores de Santa Cruz do Capibaribe, na tarde da última terça-feira, onde foi eleita a nova Mesa Diretora da casa legislativa para o biênio 2019/2020.

O parlamentar participou das articulações para a apresentação de uma única chapa, formada pelos vereadores Augusto Maia (PODEMOS) para presidente, Ronaldo Pacas (PR) para vice, Júnior Gomes (PSB) para primeiro-secretário e Carlinhos da Cohab (PTB) para segundo-secretário. 

A 20º sessão ordinária da Câmara de Vereadores da capital da Moda também ficou marcada pela união dos grupos de oposição que escolheram uma única chapa para a disputa, conquistando 11 votos favoráveis contra 6 abstenções, da bancada de situação. O deputado Diogo Moraes comemorou a união do grupo e ressaltou que irá continuar trabalhando pelo município ao lado dos oposicionistas.

“Hoje nós temos uma Mesa Diretora de oposição, nós temos um deputado estadual, temos senadores, temos tanto o meu deputado federal como o de Augusto, que foram eleitos. Hoje, nós temos também uma bancada de 11 vereadores, onde iremos fazer com que as coisas venham para Santa Cruz do Capibaribe com mais rapidez. Gostaria de dizer que fiquei muito feliz com o resultado, parabenizar os vereadores Augusto Maia, Ronaldo Pacas, Júnior Gomes e Carlinhos da Cohab pela vitória e ressaltar que vamos continuar buscando sempre o melhor para Santa Cruz do Capibaribe”, destacou o deputado.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


07/12


2018

Deputados do PSL procuram Maia para discutir vagas na Câmara

Deputados do PSL, partido do presidente eleito Jair Bolsonaro, têm procurado, nos últimos dias, o presidente atual da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), para discutir o futuro espaço da sigla na Mesa Diretora e em comissões chave da Casa.

Nos bastidores, atualmente, o pano de fundo da discussão é a sucessão no comando da Casa – que acontece em fevereiro. Maia quer ser candidato novamente, e já pediu neutralidade do governo Bolsonaro, que declarou publicamente que não iria interferir na disputa.

Ocorre que, nos últimos dias, como publicou o jornal "O Globo", ontem, mensagens de grupo do PSL no whatsapp vieram a público mostrando que o partido do presidente – incluindo um de seus filhos, o deputado federal Eduardo Bolsonaro – está articulando sobre o tema.

A movimentação irritou aliados de Maia, como os partidos do chamado "Centrão", que negociam apoio ao atual presidente da Casa.

A cúpula do PSL insiste em lançar Luciano Bivar, atual presidente do partido. Mas, outros deputados do partido preferem um nome de fora, e procuraram Maia para negociar uma vaga na Mesa Diretora, como a vice-presidência da Casa, além da presidência Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) – uma das mais importantes.

É pela CCJ que passam todos os projetos relacionados a constitucionalidade e legalidade que, depois, são submetidos ao plenário.

A vice-presidência, na chapa de Maia, deve ficar com um partido do "Centrão". Na gestão atual, o posto é ocupado pelo MDB. As informações são do blog da Andréia Sadi.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


07/12


2018

Morre ex-governador de RR José de Anchieta

O ex-governador de Roraima José de Anchieta (PSDB), 53, morreu, na noite de ontem, em Boa Vista. Ele sofreu um infarto quando jantava com a filha caçula em casa. Anchieta foi casado com a deputada federal Shéridan Oliveira (PSDB).

O tucano governou o estado de 2007 a 2014 e disputou a eleição deste ano, foi ao segundo turno contra Antonio Denarium, mas não se elegeu. A governadora de Roraima, Suely Campos (PP), decretou luto oficial de cinco dias pela morte de Anchieta, segundo o G1.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


07/12


2018

Coluna da sexta-feira

O time-base do governador

Por Arthur Cunha – especial para o blog

No mundo do futebol, time-base é aquele plantel de jogadores que têm a plena confiança do treinador. São os primeiros a serem escalados, e de quem mais se espera. Ainda que não tenha iniciado as conversas com os partidos da base aliada, o governador Paulo Câmara tem um grupo de auxiliares que, certamente, o acompanharão no segundo mandato. Eles podem ser chamados de “tecnolíticos”. A classificação não é nova. Serve para designar técnicos com sensibilidade política – alguns até disputam mandatos –, experiência testada em gestão e crédito com o chefe.

Esses nomes já são dados como certos no secretariado do governador. Mesmo não sabendo em qual pasta, teremos ao lado de Paulo quadros como Márcio Stefanni, Zé Neto, Ruy Bezerra, Nilton Mota, Fred Amâncio, Marcelo Barros, André Campos e Roberto Tavares. Essa será a espinha dorsal do governo. São nomes certos. Todos ocupam ou já ocuparam mais de uma secretaria na atual administração e na do ex-governador Eduardo Campos. É com eles que Paulo vai enfrentar os desafios de governar em tempos de crise.

Outros nomes de dentro do PSB vão se juntar à essa lista, que ainda terá as composições políticas. Egresso do Tribunal de Contas do Estado, o governador tem dado sinais de que pode convocar novos servidores do órgão ou mesmo da Secretaria da Fazenda, ambiente que Paulo conhece bem porque já foi secretário. O restante da equipe será de indicações partidárias, mas respeitando o critério técnico. Esta coluna já antecipou que Câmara montará um secretariado à sua semelhança. Ele não abrirá mão dessa prerrogativa.

Especula-se, também, que a reforma do secretariado de Paulo seja casada com a do prefeito do Recife, Geraldo Julio, que entra na reta final da sua gestão. Por enquanto, nada de concreto ainda sobre o processo. Só que ele deve ser acelerado a partir dos próximos dias.

Calor e desorganização – Uma sensação bateu forte em todos os presentes na diplomação dos eleitos, ontem, independentemente do lado político. Era o calor que estava de matar! E olhe que a eleição já acabou faz um tempinho. O Classic Hall, escolhido pelo TRE para o ato, estava um forno. Não teve ar condicionado que desse conta. No geral, as pessoas saíram dizendo que o evento foi desorganizado, com engarrafamento na entrada e na saída, além do palco distante do público.

No linho – Tradicionalmente, como em todas as suas diplomações, o presidente da Alepe, Eriberto Medeiros, estava usando terno branco de linho. Já João Campos, federal mais votado da história, levou uma foto do pai, Eduardo Campos, sorrindo, e ergueu junto com seu primeiro diploma. Também em seu primeiro mandato, Túlio Gadelha entrou mancando – está se recuperando de uma trombose. Ao final, disse à coluna que já está melhor. Guilherme Uchoa Júnior chorou ao lembrar do pai, eterno presidente da Assembleia.

Falta – Levaram falta na diplomação os deputados federais reeleitos Felipe Carreras e Ricardo Teobaldo, além da estadual eleita Fabíola Cabral. Os três pediram ao TRE para pegarem seus diplomas em outro dia – alegaram compromissos previamente marcados. Jarbas Vasconcelos, eleito senador, Augusto Coutinho e Daniel Coelho, que renovaram seus mandatos para a Câmara, já haviam sido diplomados na última segunda.

Vaia – Alguns políticos receberam uma sonora vaia quando tiveram seus nomes chamados pelo cerimonial do TRE. Foi o caso do deputado federal eleito Luciano Bivar, presidente nacional do PSL de Jair Bolsonaro; e do Pastor Cleiton Collins, estadual reeleito. As rivalidades municipais também falaram alto no quesito vaia. Quando o político rival no município era chamado, a claque do outro grupo mandava ver. Coisas da velha política.

CURTAS

PARABÉNS – A informação que circulou ontem nos meios políticos, de que o controlador geral do Estado, Ruy Bezerra, assumiria a Secretaria de Saúde, gerou uma brincadeira nos grupos de WhatsApp. Estava todo mundo “parabenizando” Ruy pela “nova função”. Em um dos grupos, inclusive, até o atual titular da Saúde, Iran Costa, fez questão de dar parabéns ao colega. Independente do posto, Ruy é muito querido no governo. Uma figura do bem, que trata a todos com respeito!

“DILMOU” – Prefeito de Santa Cruz do Capibaribe, Edson Vieira “dilmou” do verbo “dilmar”. É que um grupo de advogados do município ingressou com uma representação no Ministério Público o acusando do mesmo crime que derrubou a ex-presidente: pedaladas fiscais. O documento aponta que o prefeito vem desobedecendo, nos últimos três quadrimestres, o limite de gastos de pessoal em 13% acima do limite máximo exigido pela Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF). O gestor negou as acusações.

INSS DIGITAL – Sindicatos rurais do Sertão do Pajeú agora têm acesso ao INSS Digital, projeto do INSS que visa facilitar o acesso aos requerimentos. Isso significa que os agricultores não vão mais precisar dar entrada nos pedidos de benefícios pelas agências. Tudo será feito nas sedes dos sindicatos. O treinamento foi feito com 13 entidades na sede do Centro de Inclusão Digital em Afogados da Ingazeira. Para o superintendente regional, Marcos de Brito, essa ação amplia o acesso e facilita a vida dos agricultores.

Perguntar não ofende: A cerimônia de diplomação não poderia ser mais rápida?


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Fernandes

Investigação chega a Bolsonaro e pesquisa aponta que o capitão pode ter mesmo destino de Fernando Collor! Bolsonaro tenta explicar denúncia, não bate com o que dizem investigadores e confessa crime. Bolsonaro fala que dinheiro era para ele, dez cheques de R$ 4 mil. COAF fala em um cheque de R$ 24 mil, na conta de sua mulher. Capitão diz que não quer esconder nada. Mas ocultou a grana na declaração do imposto de renda. Por quê, se diz que o dinheiro era lícito?

Fernandes

Sobre o escândalo bozonaro e família só digo uma coisa bozominions ; Que VERGONHA, HEIN?

Fernandes

Aceita que dói menos. Bolsonaro é corrupto e você culpado.

marcos

Xô Corrupção, Ricardo Pinto neles.

marcos

É isso aí mortadela fascista, hoje é sexta feira vamos tomar uma e agradecer a Deus do Livramento Petista.



07/12


2018

Cuidado pai: filhos, tensão da equipe do presidente

Atuação intensa dos filhos de Bolsonaro preocupa equipe do presidente eleito

O vereador Carlos Bolsonaro, do Rio, é o que mais causa apreensão, desde a campanha eleitoral

Mônica Bergamo - Folha de S.Paulo

A atuação intensa dos filhos de Bolsonao preocupa integrantes da equipe do presidente eleito. O vereador Carlos Bolsonaro, do Rio, é o que mais causa apreensão, desde a campanha eleitoral.

O parlamentar é considerado o mais tempestuoso dos três filhos de Bolsonaro que seguiram carreira política. E o mais propenso a gerar crises, ainda que permaneça distante do núcleo do futuro governo.

Carlos Bolsonaro já se desentendeu com o futuro secretário-geral da Presidência, Gustavo Bebianno,  e acaba de comprar briga com um dos parlamentares eleitos mais próximos do futuro presidente, Julian Lemos (PSL-PB).

No entrevero, o vereador pediu que Lemos pare de “aparecer atrás” do presidente eleito, “por algum motivo como faz sempre”.

Julian Lemos diz que não quer comentar os ataques. E afirmou: “Fui forjado acompanhando, por quatro anos, a vida política de Bolsonaro, vendo seu exemplo e ouvindo seus conselhos. Sou soldado de primeira hora. Respeito a família, mas só sigo as orientações do presidente. Ele me lidera e só aceito o seu comando”.

Numa postagem recente no Twitter, Carlos Bolsonaro chegou a declarar que a morte de Bolsonaro interessa a pessoas próximas.

FREIO

Já o deputado federal eleito Eduardo Bolsonaro fala demais, na opinião de auxiliares do presidente. É dele a declaração de que bastariam um soldado e um cabo para fechar o STF (Supremo Tribunal Federal), o que gerou uma crise com a corte.

O filho mais velho, Flávio Bolsonaro, que foi eleito senador pelo Rio, é considerado o mais maduro, ponderado e amistoso dos três. É definido como “um amor de pessoa” por um político do círculo íntimo do presidente eleito.

Na quinta (6), no entanto, ele foi envolvido na notícia de que um ex-assessor movimentou R$ 1,2 milhão, de forma atípica. E virou um dos assuntos mais comentados do Twitter.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Fernandes

Em meio a escândalo envolvendo mulher e filhos, Bolsonaro silencia alegando recomendação médica.

Fernandes

Todos almas sebosas.

Fernandes

3 semanas de protestos na França. Tudo quebrado e fogo para todo o lado. A imprensa brasileira diz que é manifestação. Se fosse aqui, diria que é vandalismo.

Fernandes

Escândalo com esposa de Bolsonaro poderá antecipar tutela militar , o reinado da família Bolsonaro chegou ao fim antes mesmo de começar. Reeditou-se o caso da viúva Porcina.

Fernandes

Coaf relata conta de ex-assessor de Flávio Bolsonaro Documento aponta movimentação atípica no valor de R$ 1,2 milhão de Fabrício Queiroz, PM que era lotado no gabinete do deputado. Um relatório do Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf) apontou movimentação atípica de R$ 1,2 milhão em uma conta no nome de um ex-assessor do deputado estadual e senador eleito Flávio Bolsonaro (PSL-RJ) – filho mais velho do presidente eleito Jair Bolsonaro – entre janeiro de 2016 e janeiro de 2017. O Coaf informou que foi comunicado das movimentações de Queiroz pelo banco porque elas são “incompatíveis com o patrimônio, a atividade econômica ou ocupação profissional e a capacidade financeira.



07/12


2018

Temer afirma que tentaram desgraçar a vida dele

Temer afirma que tentaram 'desgraçar' a vida dele e diz não se preocupar com investigações

Presidente deu declarações durante encontro com jornalistas de veículos estrangeiros. Na entrevista, disse que deixará o governo com a sensação de que foi 'injustiçado'.

Por João Cláudio Netto e Luiz Felipe Barbiéri, TV Globo e G1 

O presidente Michel Temerdisse nesta quinta-feira (6) que "tentaram desgraçar" a vida dele desde que assumiu o Palácio do Planalto e afirmou não se preocupar com os processos que terá de enfrentar na Justiça após o fim do mandato.

Temer deu as declarações no Palácio da Alvorada, em Brasília, após participar de um encontro com jornalistas de veículos estrangeiros.

"Quando eu cheguei à Presidência, tentaram desgraçar a minha vida. E foi uma campanha feroz , uma campanha das pessoas se dedicarem, assim, 18 horas por dia. 'Vamos derrubar esse sujeito aí'. Não conseguiram. Nesse sentido me sinto injustiçado", afirmou.

Tentativa de derrubá-lo

Ainda na entrevista desta quinta-feira, Temer afirmou que "fizeram e aconteceram" para tentar "derrubá-lo" da Presidência da República.

Na opinião dele, a tentativa não foi derrubá-lo politicamente, mas, sim, moralmente.

"Fizeram e aconteceram para tentar me derrubar. E não me derrubar politicamente, porque na política eu tenho muita estrada e não tenho problema. O que mais me chateou foi a história do plano moral", afirmou.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


07/12


2018

Árvore de Natal enfeitada à espera de Eduardo Cunha

Claudia Cruz está esperançosa de que o marido, o ex-deputado Eduardo Cunha, preso na Lava Jato, volte para casa logo.

Ela instalou em sua sala uma imensa árvore de Natal, com enfeites dourados.

“Montada apenas para te esperar, meu amor...”, escreveu no Instagram.  (Mônica Bergamo)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


07/12


2018

Lei permitirá 1.752 cidades acima do limite de gastos

Prefeituras Mudança na Lei abre brecha para 1.752 cidades excederem limite de gastos

Gabriela Valente, Rennan Setti e Hellen Guimarães – O Globo

A decisão da Câmara de flexibilizar a Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF) abre brecha para que pelo menos 1.752 municípios, ou 31,4% do total do país, descumpram sem punição os limites legais para gastos com pessoal. O número inclui 1.163 cidades que já ultrapassam o teto de 60% das receitas com esse tipo de despesa e 589 em situação prudencial (quando várias medidas de controle já precisam ser adotadas). O impacto da proposta foi calculado por técnicos da Câmara dos Deputados e compilado pelo gabinete do deputado Pedro Paulo (DEM-RJ).

A mudança, aprovada na noite de quarta-feira, determina que prefeituras que sofrerem queda de 10% na arrecadação por causa de repasses do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) ou de royalties de petróleo fiquem isentas das sanções da LRF, principal balizador de saúde fiscal do país. Além disso, abre espaço para que administradores que estão em regime prudencial possam abrir novas despesas com funcionários públicos.

Hoje, a cidade que ultrapassa os limites da LRF deixa de receber os recursos da União e também não pode pegar empréstimo com garantia do governo federal. Além disso, a punição legal para administrador público que aumentar a folha acima do permitido pode chegar até mesmo a quatro anos de cadeia.

A mudança seguiu para sanção do presidente Michel Temer. Segundo integrantes da equipe econômica, a recomendação do Ministério da Fazenda será pelo veto da proposta.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


07/12


2018

Um amigo da esquerda no novo goveno

Escolhido por Paulo Guedes para cuidar de comércio e assuntos internacionais no novo Ministério da Economia, Marcos Troyjo já teve bons amigos na esquerda.

Em 2002, quando o PT se preparava para assumir o poder, ele foi o cicerone de José Dirceu em sua primeira visita a Washington.

Troyjo acompanhou o petista e foi seu intérprete nos encontros que teve com autoridades americanas.

A viagem aos Estados Unidos abriu caminho para o encontro que Luiz Inácio Lula da Silva teve com o americano George W. Bush após sua eleição.  (Painel)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha