ArcoVerde

17/01


2019

Senadores articulam frentes “anti-Renan”

Em uma campanha marcada por movimentos estrategicamente planejados e também velados, a disputa pela presidência do Senado terá a marca do “anti”. Assim como ocorreu na eleição presidencial, a escolha de quem comandará a Casa e, por tabela, o Congresso Nacional pelos próximos dois anos será definida por grupos a favor e contra a chamada “velha política”, neste caso, representada por Renan Calheiros (MDB-AL), um dos poucos caciques que vão permanecer no cargo a partir de fevereiro e que tenta presidir a Casa pela quarta vez.

Sem o apoio do presidente Jair Bolsonaro ou do partido dele, o PSL, Renan acompanha, nos bastidores, a pretensão de Tasso Jereissati (PSDB-CE) de firmar uma espécie de acordo tácito com a base aliada para derrotar o emedebista, mesmo que numa votação apertada e secreta. Assim como Renan, o tucano não se colocou oficialmente como candidato, mas busca líderes de outros partidos para avaliar suas chances de vitória.

“Ele não vai entrar nesse jogo para perder. Mas espera um sinal dos senadores para se colocar publicamente. Tasso é o único que pode derrotar Renan”, disse Ataídes Oliveira (PSDB-TO), que não se reelegeu, mas faz parte do grupo de sustentação à campanha de Tasso.

Segundo a reportagem da Veja apurou, apesar da discrição, o tucano já se reuniu com líderes do DEM, do PSD e do Podemos e tem marcada para o dia 28 uma reunião com o governador de São Paulo, João Doria, para tratar de eleição. Doria tem ocupado espaço no PSDB depois que o presidente da sigla, Geraldo Alckmin, se afastou do dia a dia partidário, ainda que extraoficialmente.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Asfaltos

17/01


2019

Governador do Ceará defende reeleição de Maia

O governador do Ceará, Camilo Santana (PT), defendeu, em entrevista à GloboNews, ontem, a reeleição do deputado federal Rodrigo Maia (DEM-RJ) como presidente da Câmara.

O comando do PT é contra o apoio a Maia, após o PSL, partido do presidente Jair Bolsonaro, fechar com o deputado do DEM.

Na contramão da cúpula do partido, comandado pela senadora e deputada eleita, Gleisi Hoffmann, Santana defendeu a reeleição de Maia.

Apesar de o PT dizer que não vai apoiar Maia oficialmente, nos bastidores, deputados do partido ainda negociam espaço na Mesa Diretora com o deputado, em troca do apoio.

Maia também tem conversado com governadores do PT, como Wellington Dias, do Piauí e o próprio Camilo Santana.

Na avaliação de Santana, o atual presidente da Câmara tem exercido a capacidade de ouvir os parlamentares e é aberto ao diálogo. Perguntado se o apoio do PSL a Maia não incomoda, ele disse que não.

Na entrevista, Camilo Santana também disse ser favorável à reforma da previdência, mas que quer discutir a proposta antes.

Sobre a eleição presidencial de 2022, se o senador eleito Jaques Wagner é o melhor nome do PT para a disputa, Santana disse que o assunto ainda não foi discutido. Em seguida, disse que o partido tem alguns nomes e citou Fernando Haddad, derrotado na eleição de 2018.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


17/01


2019

Sem prazo para concluir investigação sobre facada

A PF pediu à Justiça mais 90 dias de prazo para concluir o segundo inquérito aberto para apurar o atentado sofrido pelo presidente Jair Bolsonaro, em Juiz de Fora (MG), durante a campanha eleitoral. Segundo informações da corporação, não há um prazo determinado para a conclusão do inquérito, aberto em 25 de setembro.

Desde a abertura do primeiro inquérito, ocorrida no dia do atentado, a PF ouviu mais de 30 pessoas e quebrou o sigilo financeiro e telefônico de Adelio Bispo que, no dia 8 de setembro, foi transferido para presídio federal em Campo Grande, Mato Grosso do Sul, informou o Estadão.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


17/01


2019

Pesquisa XP: 40% aprovam início do governo

A pesquisa nacional realizada pela corretora de investimentos XP com o Ipespe de 9 a 11 de janeiro mostra que 40% da população considerou ótima ou boa a largada do governo de Jair Bolsonaro. Outros 29% avaliaram os primeiros dias como regulares, e 20% como ruins ou péssimos. A expectativa é maior que a avaliação inicial: 63% esperam que Bolsonaro fará um governo ótimo ou bom. As informações são do Portal BR 18.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

marcos

63% de bom ou Ótimo. Chora Mortadela.



17/01


2019

Coluna da quinta-feira

Maioria da bancada pernambucana fecha com Maia

Por Arthur Cunha – especial para o blog

Candidato à reeleição, o presidente da Câmara Federal, Rodrigo Maia, desembarca, hoje, no Recife, para uma agenda de campanha que contemplará uma reunião com o governador Paulo Câmara, simpatizante da candidatura do carioca, e um almoço com a bancada pernambucana. Maia é favoritíssimo aqui no estado. Dos 25 votos possíveis, ele já tem 13 confirmados, podendo chegar a 21 apoiadores – só quatro parlamentares estão contra ele.

Um dos principais articuladores da campanha de Maia, não só aqui, mas em todo o Congresso, é o pernambucano Fernando Monteiro, amigo pessoal do presidente da Câmara. Além dele, votarão no democrata André Ferreira, André de Paula, Augusto Coutinho, Bispo Osséssio, Daniel Coelho, Fernando Filho, Fernando Rodolfo, Raul Henry, Renildo Calheiros, Ricardo Teobaldo, Silvio Costa Filho e Wolney Queiroz. Esses estão confirmados.

Outros que devem optar por Rodrigo Maia, mas ainda não bateram o martelo, são o deputado Sebastião Oliveira e o eleito Túlio Gadelha, que, anteontem, tomou café da manhã com o presidente da Câmara, sinalizando que essa pode ser a sua posição. Túlio, inclusive, foi alvo de questionamentos de internautas e celebridades esquerdistas, como Gregório Duvivier, após seu movimento. Já a posição do Pastor Eurico continua sendo uma incógnita.

Há, ainda, a possibilidade da maior parte da bancada do PSB ficar com Maia: Danilo Cabral, Gonzaga Patriota, João Campos e Tadeu Alencar. Esses deputados não definiram ou não anunciaram seus votos; vão esperar a resolução do partido, para, em seguida, fecharem questão. Líder da bancada, Tadeu já confirmou que seguirá o PSB. João Campos informou que seu voto dependerá também da composição dos blocos na Casa. É o caso de Luciano Bivar, presidente nacional do PSL, que, com certeza, acompanhará sua legenda.

Votos contrários – Além de Marília Arraes e Carlos Veras, do PT, quem também não votará no atual presidente da Câmara são os deputados Eduardo da Fonte e Felipe Carreras; esse já anunciou voto em um colega de partido, o socialista JHC. Carreras lembrou que já foi assim em 2015, quando ficou com Júlio Delgado.

Senadores – Após ter se reunindo, na semana passada, com a bancada do PSB, o governador Paulo Câmara recebeu, ontem, os três senadores da próxima Legislatura: Humberto Costa, Jarbas Vasconcelos e o oposicionista Fernando Bezerra Coelho. Em pauta, ações e obras prioritárias para o estado, como as adutoras do Agreste e do Pajeú; a Ferrovia Transnordestina; e a requalificação das BRs 232 e 423. Jarbas e FBC, que brigam pelo comando do MDB, sentaram lado a lado.

Fantasmas em Aliança – A Polícia Civil baixou, ontem, na Câmara Municipal e em 11 residências do município de Aliança, com 12 mandados de busca e apreensão. A denúncia é que seis vereadores da cidade, entre eles a presidente da Casa, Zinha Oliveira, estão com funcionários-fantasmas nos seus gabinetes. Os crimes, nesses casos, são os de falsidade ideológica, organização criminosa e peculato. Pronto, chamem os Caça-Fantasmas! 

Confusão petista – Apesar dele negar, a informação dos bastidores petistas é que o suplente de vereador João da Costa ficou hashtag #chateado com seu partido porque não indicou ninguém nas vagas do PT no Estado e na PCR. O ex-prefeito, que se disse honrado com o mandato na Câmara Municipal, assegurou ter defendido que a sigla integrasse uma aliança “que representasse a defesa da democracia e do presidente Lula”.

CURTAS

CÓDIGO SANCIONADO – De autoria do deputado licenciado e secretário de Turismo e Lazer, Rodrigo Novaes, o Código Estadual de Defesa do Consumidor foi sancionado pelo governador e virou a lei 16.559/2019. Trata-se do primeiro documento do tipo no país, uma conquista de todos os pernambucanos.

FESTIVAL DE JANEIRO – Um leitor antenado de Ouricuri denunciou, pelo WhatsApp Cidadão (81) 99198-0838, que, enquanto o hospital da cidade está paralisado, a prefeitura programou uma festança para este mês, com atrações caríssimas como Xand Avião, Jonas Esticado e Saia Rodada. Nada contra festa, mas saúde em primeiro lugar.

LÁCTEOS – O deputado estadual Claudiano Filho articulou uma reunião do secretário de Desenvolvimento Agrário, Dilson Peixoto, com os produtores de queijo e leite de Pernambuco. Na ordem do dia, a situação de crise do segmento e uma lista de reivindicações. O encontro será às 11h de hoje, no Ipa.

Perguntar não ofende: Por que as ações da Taurus estão caindo após um decreto facilitar a posse de armas?


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Fernandes

Pq as forças armadas da Venezuela não derrubam maduro? Pq ele defende a riqueza da nação (petróleo). enquanto a nossa...

Fernandes

UMA HONESTIDADE DE FACHADA. O desgaste do Burronaro filho apelando ao STF pelo Queiroz é IMENSO! Apenas um motivo faria um político se queimar dessa maneira por um assessor: RABO PRESO! Queiroz tem os Burronaros nas mãos e a coisa é bem SUJA do que se imagina!

marcos

Chora não mortadela fascista

Fernandes

Bolsonaro ganhar as eleições é prova de que enganar trouxas é fácil.

Fernandes

Marcha soldado...cabeça de papel! Será que esta música do repertório infantil era inspirada no Bozo?



17/01


2019

Hoje no Recife: Centrão implode e esquerda socorre Maia

Nesta quinta com o PSB, em conversa com o governador de Pernambuco Paulo Câmara 

Helena Chagas

Não se pode dizer que a reeleição do deputado Rodrigo Maia para a presidência da Câmara esteja perdida, mas não vai ser o passeio que muita gente previa. O apoio do PSL, partido do presidente Jair Bolsonaro, funcionou como uma faca de dois gumes.

Ao mesmo tempo em que neutralizou a oposição de alguns planaltinos, como o ministro Onyx Lorenzoni e os filhos do presidente, acabou por dar a Maia um carimbo governista que o fez perder apoios na oposição de esquerda. Afastou também de sua base de apoios o MDB e o PP, por razões mais pragmáticas, já que ambicionavam os cargos na Mesa e as comissões prometidas ao PSL. A candidatura do emedebista Fabio Ramalho cresceu e o PP apresentou o nome do deputado Arthur Lyra.

O Centrão, grupo conservador criado na era Eduardo Cunha e fiel da balança do poder na Câmara, implodiu. E quem veio em socorro de Rodrigo Maia? A esquerda. Nos últimos dois dias, PDT e PCdoB fizeram manifestações de apoio à candidatura do deputado do DEM.

Não é uma novidade a afinidade da esquerda com Maia, que sempre teve interlocução com esses partidos, incluindo até setores do PT. Mas seu inesperado papel decisivo nessa eleição sinaliza que a composição do poder e a correlação de forças no Legislativo poderá ficar mais complexa do que se pensava.

É evidente que Rodrigo Maia, para obter apoio público dos oposicionistas PDT e PCdoB, negociou com eles alguma coisa. Assim como fará nesta quinta com o PSB, em conversa com o governador de Pernambuco, Paulo Câmara, a quem pedirá ajuda para demover sua bancada de votar contra ele. Da mesma forma, algum compromisso Maia poderá vir a fazer com petistas que, no escurinho da urna secreta, poderão votar com ele.

Cresce em Brasília a impressão de que o grau de governismo do novo presidente da Câmara, seja ele quem for, não será dos mais altos.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


17/01


2019

Boeing-Embraer deve empregar 9.000

Acordo que cria a NewCo será assinado nesta quinta e votado por acionistas da brasileira em um mês

Igor Gielow – Folha de S.Paulo

A nova empresa a ser criada a partir da compra da linha de aviação comercial da Embraer pela Boeing deverá empregar cerca de 9.000 pessoas no Brasil. Ainda sem nome e conhecida internamente como NewCo, acrônimo em inglês para Nova Companhia, ela deve ter sua criação formalizada nesta quinta (17) pelas fabricantes americana e brasileira.

Os detalhes finais, segundo a Folha apurou junto a pessoas ligadas ao negócio, ainda estão sendo costurados pelos times jurídicos das duas empresas. Duas questões davam mais trabalho: a composição de pessoal e a equalização da propriedade intelectual da Embraer.

O negócio foi aprovado na semana passada pelo governo brasileiro, que possui poder de veto remanescente da privatização da Embraer, em 1994. A negociação durou cerca de um ano, e a partir da assinatura os acionistas da empresa brasileira serão consultados em 30 dias.

A expectativa é de aprovação, em especial após a confirmação nesta quarta-feira (16) de que eles receberão US$ 1,6 bilhão em dividendos pelo acordo. A Boeing pagará US$ 4,2 bilhões à Embraer pelo controle de 80% da empresa, enquanto 20% permanecerão com os brasileiros.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


17/01


2019

Ainda o filho de Mourão: ação popular a caminho

Uma ação popular pede que a Justiça barre a nomeação de Antônio Hamilton Rossell Mourão, filho do vice-presidente Hamilton Mourão, à assessoria especial do presidente do Banco do Brasil (BB). A ação, protocolada na terça (15), será julgada pela 7ª Vara da Fazenda Pública do DF.

Com a promoção, o filho do vice passará a ganhar R$ 36,3 mil, o triplo de seu atual salário.

O documento alega que existe “correlação direta entre a nomeação” com ascensão de Mourão ao cargo de vice e afirma que houve nepotismo, já que o vice “exerce incontestável ascendência sobre a presidência do Banco do Brasil”. 

O BB afirma que a “nomeação atende aos critérios previstos na legislação e nas normas internas do banco”.  (Mônica Bergamo – FSP)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Fernandes

Não confundam posse com porte. Por exemplo, Bozo tomou posse, mas não tem porte de presidente


BM4 Marketing