Faculdade de Medicina de Olinda 2

26/09


2006

Lula é recebido com faixa de protesto em Porto Alegre

 O presidente Luiz Inácio Lula da Silva visitou o Centro de Excelência em Tecnologia Eletrônica Avançada (Ceitec), que está sendo construído em Porto Alegre (RS). E foi recebido por uma faixa com a inscrição ''Fora Lula'', que podia ser vista a uma grande distância em um condomínio em frente ao Ceitec.

O Ceitec é uma associação sem fins lucrativos formado em parceria pelos governos federal, estadual e municipal, além de indústrias e instituições de pesquisas. O diretor-presidente do Ceitec, Sergio Dias, disse que a produção do centro começará em julho de 2007.

Lula começou a visita às obras, que tem um orçamento total de R$ 180 milhões, dos quais 95% devem ser aportados pelo governo federal.

O centro irá produzir circuitos integrados para várias finalidades. Atualmente, o Ceitec já trabalha no desenvolvimento de projetos, sendo o mais recente deles em parceria com a Free Scale (ex-Motorola) para um componente que irá equipar rádios digitais.

Lula estava acompanhado dos ministros de Relações Institucionais, Tarso Genro; da Casa Civil, Dilma Roussef; da Ciência e Tecnologia, Sergio Rezende; e Nilcéia Freire, da Secretaria Especial de Políticas para as Mulheres.

Depois do evento, Lula foi para um comício no centro de Porto Alegre. (Agência Estado)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Detran

25/09


2006

Lula é "demônio" para FHC, e "judas" para Alckmin

 Um evento do PSDB com o intuito de alavancar a candidatura do tucano Geraldo Alckmin à Presidência, na noite desta segunda-feira em São Paulo, foi palco de ataque de tucanos contra o presidente e candidato à reeleição, Luiz Inácio Lula da Silva (PT). Alckmin afirmou que o petista é "o Judas desta história, porque traiu o povo brasileiro", referindo-se à suposta compra de um dossiê ligando candidatos tucanos à máfia das ambulâncias.

O candidato petista havia se comparado, no último fim-de-semana, a Cristo, e falado em traição.

– Numa mesa de 12 pessoas, Cristo foi traído por um, mas mesmo assim ele não perdeu sua importância – afirmou o petista.

O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso seguiu a mesma linha e afirmou que Lula é como um "demônio", ironizando a comparação do petista.

– Nós temos que expulsá-lo daqui – disse o presidente de honra tucano.

O evento contou com a presença dos principais nomes do partido, como o presidente nacional do PSDB, Tasso Jereissati, e José Serra, além de Jorge Bornhausen (PFL). Informações do JBOnline.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Lúcifer, são vocês dois, Serra e Alckmin. O Lula está muito longe de ser este demônio que vocês falam. O povo brasileiro já decidiu, É Lula de novo com a força do povo. É Lula lá e Eduardo cá.


13° Bolsa Familia

25/09


2006

Bornhausen diz que Lula comanda "aloprados"

O presidente nacional do PFL, senador Jorge Bornhausen (SC), classificou o presidente e candidato à reeleição Luiz Inácio Lula da Silva de "comandante dos aloprados", numa alusão ao termo utilizado nesta segunda-feira pelo petista para criticar os seus companheiros de partido que tentaram comprar o suposto dossiê que vincularia candidatos tucanos à máfia dos sanguessugas.

"Lula é o comandante dos aloprados. O maior responsável (pelos escândalos) é o Lula e quem anda com aloprado, aloprado é", sustentou Bornhausen ao chegar ao Clube Espéria para o ato "Por um Brasil Decente" de apoio às campanhas de Geraldo Alckmin à Presidência da República e de José Serra ao governo de São Paulo. A expectativa é de reunir mais de 3 mil militantes.

O prefeito do Rio de Janeiro, o pefelista César Maia, que também participa do ato, acusou Lula de ser "um dedo-duro" por entregar os companheiros do partido sempre que eclode um escândalo, como fez nesta segunda ao responsabilizar o ex-coordenador de sua campanha e presidente nacional do PT, Ricardo Berzoini, pela contratação dos assessores de campanha que foram envolvidos no episódio da compra do dossiê Vedoin.

"O que o Lula fez não é nenhuma novidade, ele fez isso com Delúbio (Soares, ex-tesoureiro do PT), com Dirceu (José Dirceu, ex-ministro da Casa Civil) e Silvinho (Silvio Pereira, ex-secretário-geral do PT). Lula entrega, Lula é dedo-duro. É uma falha de caráter não ser solidário com os companheiros", emendou o prefeito do Rio.Informações do Correioweb. 


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Paulin de Caruaru.

Incrível é a adoração que estes senhores têm pelo grande chefe.Vão para o sacrifício em nome grande guia.

LandRover

Aloprados? Não. Bandidos mesmo. O brasil está entregue nas mãos dos piores corruPTos que já se conheceu. Deposição Já!


Prefeitura de Limoeiro

25/09


2006

PSB recorre ao TRE e diz que Saulo é falso empresário

O Partido Socialista Brasileiro acaba de divulgar nota sobre a denúncia do empresário e ex-militante estudantil Saulo Batista, de um suposto esquema de formação de caixa dois na campanha do candidato ao Governo de Pernambuco Eduardo Campos (PSB).

 

Confira abaixo a íntegra do texto:

 

“NOTA DO PARTIDO SOCIALISTA BRASILEIRO

 

A Executiva Nacional do Partido Socialista Brasileiro (PSB) repudia as acusações de crime eleitoral feitas ao presidente estadual do partido em Pernambuco, Milton Coelho, pelo falso empresário Saulo Batista. A denúncia, divulgada no final de semana, é mais uma tentativa inócua das forças antidemocráticas de deter o crescimento da candidatura de Eduardo Campos pela Frente Popular de Pernambuco, a qual já encaminhou representação ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE) exigindo a investigação da tentativa de extorsão em ambiente eleitoral e os indícios de que houve obtenção ilícita de provas para manipulação da opinião pública.

 

O PSB exige a perícia das gravações - que apresentam sólidos indícios de terem sido falsificadas - e conclama os eleitores e todos aqueles que acreditam na soberania da vontade popular a saírem às ruas em defesa da campanha limpa e certamente vitoriosa de Eduardo Campos pelo Governo do Estado de Pernambuco.   

 

Roberto Amaral, Presidente em exercício do PSB”.

 

Saulo Batista havia anunciado que hoje apresentaria à imprensa uma testemunha de dentro do PSB que teria assinado documentos comprovando que estaria presente em algumas das reuniões, nas quais o presidente licenciado do PSB, Milton Coelho, estaria negociando verba de R$ 1 milhão em troca de apoio para um projeto de autoria da Conceito Consultoria em Eventos Ltda. - de propriedade de Batista - junto à Petrobrás. Numa entrevista coletiva tumultuada, Batista não apresentou a testemunha, para “garantir sua integridade física”. Informações da Agência Nordeste.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Ele pode ser falso empresário mas as gravações são verdadeiras.

paulo

Será que as gravaçoes e falas do presidente do PSB tambem sao fantasiosas. O cara é o maior pilantra nao resta duvidas, agora que o pessoal tava tao doido pela propina, que nem sequer se deu conta que se tratava de um morta fome. Tao querendo cobrir o sol com uma peneira, mas Pernambuco esta vacinad



25/09


2006

Advogada de Humberto rechaça declarações do procurador

Escalada para responder as acusações feitas pelo procurador da República Gustavo Pessanha Veloso ao ex-ministro da Saúde e candidato ao Governo de Pernambuco, Humberto Costa (PT), a advogada Marília Fragoso disse que os ataques tinham como objetivo tentar descredenciar a candidatura petista. “Eu vejo como mais uma artimanha do procurador. Por várias vezes ele afirmou que Humberto não colocou à disposição a sua quebra de sigilo, mas acho que contra fatos não há argumentos. Tudo foi televisionado e temos provas de que o pedido foi protocolado”, disparou.

 

Marília também questionou o fato de o procurador não ter acatado a denúncia dos deputados federais da coligação Melhor para Pernambuco (PT, PCdoB, PMN, PTB), que teriam supostas provas da participação do ex-secretário de Saúde do Governo Jarbas Vasconcelos (PMDB), Guilherme Robalinho. “Todos sabem dos laços dele com o filho de Robalinho (o procurador José Robalinho)”, afirmou. Para ela, não existem provas contra Humberto. “Eu li todo o relatório. Não há gravação”, garantiu.

 

A advogada disse ainda que Gustavo Pessanha “deixou de denunciar” pessoas ligadas ao também ex-ministro da Saúde José Serra. “Dezenove pessoas foram excluídas do processo. Todos os tucanos foram excluídos”, disse.

 

Se dizendo confiante na inocência do seu cliente, Marília disse que Humberto colaborou com as investigações da Polícia Federal. “Humberto sabia de todo o processo de investigação. Se ele estivesse envolvido, ele teria vazado as informações e não o fez. Tanto é que o seu assessor Luiz Cláudio foi preso”, justificou. Informações da Agência Nordeste.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Ricardo José Amorim Campos

Acorda, IVAN!

IVAN INÁCIO DE OLIVEIRA

OS BANCOS, REPRESENTADOS PELA FEBRABAN, TEM UMA DAS MAIORES DEMANDAS PROSSESUAIS NO JUDICIÁRIO. TEM MAIS É QUE TENTAR CORROMPER MAGISTRADOS. O PIOR É QUE CONSEGUE.

IVAN INÁCIO DE OLIVEIRA

QUANDO DIGO QUE AS INSTITUIÇÕES ESTÃO APODRECIDAS, É PQ EXISTE CERTOS PESSANHAS, NICOLAU, BRINDEIROS E OUTROS TANTOS MERCADORES NO SISTEMA JUDICIÁRIO BRASILEIRO. ISTO MOSTRA QUE TODO SISTEMA É VULNERÁVEL AO TRÁFICO DE INFLUÊNCIA. AINDA A POUCO ALGUNS JUIZES ANDAVAM FAZENDO TURISMO PAGO PELA FEBRABAN

irania Olivia Benicio

Qual interesse teria a Polícia Federal ou a Procuradoria da União em dessestabilizar a "vitoriosa" campanha do Dr. Humberto ao governo de Pernambuco?

Paulin de Caruaru.

No PT não há dezhonestos...


Magno coloca pimenta folha

25/09


2006

Denunciante de escândalo não apresenta testemunha

O empresário e ex-militante estudantil Saulo Batista - que denunciou um suposto esquema de formação de caixa dois na campanha do candidato ao Governo de Pernambuco Eduardo Campos (PSB) - não apresentou a testemunha que estaria envolvida no caso, conforme anunciou que o faria, no final da tarde de hoje, em coletiva no Recife.

 

Numa entrevista tumultuada, que começou dentro de um shopping e terminou na calçada, com a presença de várias pessoas desconhecidas “interessadas na conversa”, Saulo afirmou que foi ao Ministério Público, hoje, onde conversou com um promotor eleitoral, mas não levou a termo a denúncia. “Ficou acertado que amanhã, no início da tarde, eu serei ouvido pelo procurador regional eleitoral, Fernando (Fernando Ferreira). Ele vai receber as gravações e as denúncias”, garantiu.

 

Sobre a testemunha, o denunciante afirmou que se trata “de uma pessoa maior, que é membro do diretório estadual do PSB”, mas que não a apresentou para “garantir sua integridade física”. De acordo com Saulo Batista, essa testemunha teria assinado documentos comprovando que estaria presente em algumas das reuniões, nas quais o presidente licenciado do PSB, Milton Coelho, estaria negociando verba de R$ 1 milhão em troca de apoio para um projeto de autoria da Conceito Consultoria em Eventos Ltda. - de propriedade de Batista - junto à Petrobrás. “Tenho documento dessa pessoa confirmando trechos dos quais ela é testemunha. Ela participou de uma reunião com o tesoureiro da campanha, Romero Pontual, quando ele pede R$ 1 milhão, e com Milton, que cuidava dos detalhes da entrega do dinheiro”, relatou Batista.

 

Saulo afirmou que as reuniões teriam ocorrido em julho, mas que somente agora, a menos de uma semana para o dia das eleições, teria “conseguido finalizar o processo para reunir provas suficientes”.

 

No meio da coletiva, um homem, que se identificou como Éden Wiedemann, sócio da agência de propaganda WS, disse que teria entrado com uma ação contra Saulo Batista, acusando-o de promover, há três anos, um evento denominado Competur, o qual não teria acontecido e, depois disso, Saulo teria desaparecido. “Ele mandou a gente preparar todo o material do evento e, quando descobriram que o evento era falso, ele sumiu e deu o calote”, denunciou. Segundo Wiedemann, Saulo teria se identificado para a agência de propaganda como membro do PSDB. “Ele disse que era braço direito de Sérgio Guerra (senador pelo PSDB-PE)”, declarou. Colocado, pelos jornalistas, frente a frente com Éden, Saulo negou que o conhecia. “Hoje, ele (Saulo) diz que não me conhece, mas posso mostrar uma foto onde apareço do lado dele”, desafiou Éden, que também não mostrou a foto na ocasião. Informações da Agência Nordeste.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Rafael Ferraz

"\ passarinho quer dançar, o rabicho levantar porque acaba de nascer, thu-thu-thu-thu....Só dá 40!!!!!!"

paulo

Será que as gravaçoes e falas do presidente do PSB tambem sao fantasiosas. O cara é o maior pilantra nao resta duvidas, agora que o pessoal tava tao doido pela propina, que nem sequer se deu conta que se tratava de um morta fome. Tao querendo cobrir o sol com uma peneira, mas Pernambuco esta vacinad

José Carlos-Serra Talhada

Esse Cara é um bandido Magno

Flavio Campos Neto

Magno, chega de dar trela a esse safado...

Flavio Campos Neto

Eu não sei como o signatário deste blog ainda da asas a conversa mole desse sujeito... Para provar a veracidade do fato relatado por Edén, aqui esta o processo contra Saulo: http://www.tjpe.gov.br/processos/ole_busca_processos_numero.asp?nume=0012004028238500


Banner de Arcoverde

25/09


2006

Empresário diz que recuou por orientação de promotor

O empresário Saulo Batista, que denunciou o  presidente do PSB de Pernambuco, Milton Coelho, de cobrar uma propina de R$ 1 milhão para intermediar um projeto de seu interesse na Petrobras, deu a seguinte justificativa por não ter apresentado a testemunha do PSB que prometeu:  ''Falei com o Ministério Público do Estado (MPPE),  nesta manhã e um promotor me aconselhou a nada falar''.

E acrescentou:  “Por  isso, só vou apresentar minha testemunha quando o MPPE me garantir sua  integridade, quando ele estiver realmente seguro”. Saulo adiantou  apenas que se trata de um membro do diretório regional do PSB e candidato a  deputado. Admitiu , em seguida, que foi ameaçado pela escolha que fez, de acusar Milton Coelho de cobrar propina e tentar constituir um caixa dois para a sua campanha e  para a do candidato ao Governo do Estado, Eduardo Campos (PSB).

“Venho sofrendo coerções pessoais, de gente do PSB me pressionando para eu não ir a diante, pois eu estava sendo inconveniente”, disparou. O ex-militante também  negou que tivesse ligações políticas com o partido, apenas com a juventude  socialista, e que foi procurado para negociar uma verba de R$ 1 milhão em  troca de apoio a um projeto seu junto à estatal Petrobras. Segundo ele, as  reuniões ocorreram no Diretório Regional do PSB e dos comitês socialistas. “Eles queriam desviar verbas da Petrobras, através do superfaturamento”,

No meio da coletiva que concedeu à imprensa, em um shopping no centro do Recife, Saulo Batista foi surpreendido por um homem que se apresentou como Éden Wiedemann, o qual garantiu ter uma ação contra o empresário. Wiedemann disse que Saulo teria divulgado nas faculdades do Estado um Congresso  Pernambucano de Turismo (Conpetur), que seria falso,na intenção de dar um  golpe.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Allan

vai te fuder INOJENTO

paulo

Será que as gravaçoes e falas do presidente do PSB tambem sao fantasiosas. O cara é o maior pilantra nao resta duvidas, agora que o pessoal tava tao doido pela propina, que nem sequer se deu conta que se tratava de um morta fome. Tao querendo cobrir o sol com uma peneira, mas Pernambuco esta vacinad

O Brasil testmunhou, através do Jormal Nacional, as denuncias do Ministério Público contra Humberto e Delúbio Soares. Pernambuco deve pedir desculpas ao Brasil pelo comportamento de Humberto.

Allan

E NUM É...E TUDO DIRECIONADO, PQ O CASO ROBALINHO NINGUEM INVESTIGA..E ESSE NEGOCIO DE HUMBERTO ELE SO FOI INDICIADO PQ SABIA NAO COMEU 1 CENTAVO E TANTO SABIA QUE ELE DENUNCIOU TUDO

José Carlos-Serra Talhada

Eita elição nojenta essa, apareceu de tudo, e mais criação do que veracidade



25/09


2006

Rivaldo é cassado mas fica no guia, no debate e na urna

O Tribunal Regional Eleitoral acatou pedido da Executiva do PSL no Estado,  e cassou, por unanimidade, a candidatura de Rivaldo Soares a governador de Pernambuco por aquele partido.  O ex-candidato liberal tem três dias para recorrer da decisão junto ao TRE.

O candidato cassado pelo TRE disse ao blog  que de certo modo se sentia beneficiado pela decisão do tribunal, e que está certo de que o candidato que disputará a eleição de domingo pelo PSL será ele. ''A decisão do tribunal estabeleceu, também, que  até agora minha candidatura não poderá ser substituída nem no guia, nem no debate e nem na urna'', disse Rivaldo, que entrará com recurso amanhã ou depois.

Rivaldo Soares foi descredenciado pela Executiva, e teve a candidatura substituída pelo advogado Antônio Rueda, após fazer severas críticas, não provadas, ao PSL, entre as quais a de que o seu partido estava se constituindo em ''laranja'' a serviço de outras candidaturas. 


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Nathália Hozzi

O povo pode até gostar de vítima; não de imbecil.

Nathália Hozzi

Esse tal de Rivaldo é muito engraçado... nunca ganhou nem eleição pra síndico e insiste em ser candidato a prefeito de Caruaru. Dizem por lá que ele não se elegeria nem pra vereador. Agora, governador... é muita doidice pra um homem só...

Raimundo Eleno dos Santos

Luciano Bivar é quentura. Brinque com o galego! O Soares está em PRIMEIRO LUGAR, o selo foi posto por Bivar. (Sabe,eu acho que o Rivaldo foi quem saiu ganhando.Raciocine comigo:Agora ele é vitima.O povo gosta de vitima. Rivaldo se deu bem. Pode até pensar em ser prefeito de Caruaru.Pode ou nã?)