Governo de PE

14/03


2008

Jarbas rejeita apoio de Cadoca a Raul no 2º turno

Ao discursar hoje no ato que formalizou o apoio do PSDB à candidatura de Raul Henry a prefeito do Recife, o senador Jarbas Vasconcelos preservou os demais candidatos do campo da  oposição, numa estratégia clara de que deseja o apoio deles no segundo turno, caso a decisão final fique entre João da Costa e Raul.

 

“Temos que ter boa convivência com nossos aliados que disputam no campo da oposição para que possamos ter o apoio deles a Raul no segundo turno”, disse Jarbas, adiantando ter a convicção de que a eleição no Recife será decidida em dois turnos.

 

Mas  após o evento, ao ser indagado por este blogueiro se seu recado indireto era também para Cadoca, com quem está rompido,  Jarbas foi categórico: “Não. Cadoca está hoje no campo contrário ao nosso. Não queremos o apoio dele, como ele não quer o nosso. Eu me referi aos candidatos Mendonça Filho e Raul Jungmann”.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Rodrigo Lira

Logico que CADOCA não vai apoiar Raul no 2° turno, pois o mesmo não deveria nem entra na disputa quanto mais chegar ao 2° turno. CADOCA não é como Raul que fica nas costas de Jarbas, CADOCA vai pra rua e mostra força. É 20 neles!!!

Jarbas, devagar que o santo é de barro!

Gisonaldo Grangeiro

Chegou a vez de Jarbas fazer tabela. Ataca Cadoca, mas o alvo é Eduardo. O governador, de tão preocupado, consulta a calculadora: mais de um milhão de votos na fuça do poderoso arrogante.

Gisonaldo Grangeiro

Essa eleição de prefeito vai eleger o mamulengo da cidade. Mendoncinha, João "das costas" e Raul Henry não têm personalidade política. Por eles falam Jarbas e João Paulo. São candidatos do "amém".

Gisonaldo Grangeiro

É impossível Cadoca apoiar Raul no segundo turno, simplesmente porque o peemedebista não passará do primeiro.


Governo de PE

14/03


2008

Deputado alega justa causa ao TSE para sair do DEM

 O deputado federal Betinho Rosado (DEM-RN) entrou com ação no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) pedindo declaração de justa causa para sair do partido e se filiar a outra legenda.

Segundo Rosado, as mudanças no estatuto partidário com a extinção do antigo PFL e a mudança para o DEM fizeram com que ele perdesse identificação com a legenda, e isso justificaria sua desfiliação.

O deputado alega ainda que vinha sendo isolado no partido e sua relação era conflituosa com a direção. Além disso, afirma Rosado, ele nunca preencheu ficha de filiação à legenda, inexistindo, portanto, vínculo formal com o DEM. O G1 procurou a assessoria do Democratas e aguarda resposta. Do Portal G1.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Congresso Nordestino de Educação Médica

14/03


2008

Vereador e comerciante são presos em Aliança

O vereador Rafael José do Nascimento Fonseca, 22 anos, eleito pelos moradores de Itaquitinga, admitiu à polícia que fazia a ligação entre uma quadrilha de assaltantes de caminhões de carga e comerciantes de cidades da Mata Norte de Pernambuco. Ele foi detido nesta sexta (14), junto com o lojista Fábio Júnior Silva de Andrade, 22 anos, quando a polícia encontrou produtos roubados em propriedades de ambos.
 
Uma parte dos produtos era uma carga de cimento que a polícia acredita ter sido roubada há dez dias, na Paraíba. Os outros produtos - roupas, eletrodomésticos e eletroeletrônicos, avaliados em R$ 100 mil - foram roubados de um caminhão em Goiana, na Mata Norte, na última segunda-feira (10).

A polícia já vinha investigando as ocorrências, uma vez que foram 7 assaltos num período de 30 dias, especialmente na região entre Itambé e Goiana. Parte dos produtos estava numa fazenda do vereador, em Aliança, e o restante na casa e na loja do comerciante.
 
Um homem conhecido como Clebson Renato Cavalcanti da Silva, que pode ser o chefe da quadrilha, ainda está foragido. "Esperamos, em pouco tempo, conseguir localizá-lo e prendê-lo", diz o delegado Arthur Tito.

Rafael José e Fábio Júnior Andrade foram encaminhados para a sede da delegacia de Repressão ao Roubo de Carga, no Recife, onde foram autuados em flagrante por roubo de carga. Do Pe360graus.com.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Raimundo Eleno dos Santos

É estranho. Onde estão os outros? Tem histórias de roubo de cargas em Pernambuco que ficaram no passado, mas o povo não ficou sabendo dos desdobramentos. Quem são os seus protagonistas: Políticos, testas de ferro, Corruptos que se encontram, de alguma forma, no poder. Como andarão os inquéritos???



14/03


2008

Por que leio o Blog do Magno

Para estar bem informado sobre a conjuntura política e econômica, é preciso estar atento às melhores fontes de dados diretos e análises disponíveis, seja na mídia tradicional, seja nas novas mídias, como a internet. O Blog do Magno oferece um manancial seguro de informações ágeis e atualizadas, com o acréscimo da experiência e credibilidade de um dos mais respeitados jornalistas do País.

 

Através da coluna diária, dos artigos e das notícias em tempo real, O Blog do Magno se transformou rapidamente num espaço nobre de nossa imprensa. O respeito conquistado e a audiência contabilizada em apenas dois anos refletem o resultado de um trabalho desenvolvido com dedicação e esmerada competência.

 

BRUNO ARAÚJO

Deputado Federal

1º Vice-Líder do PSDB/PE


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


14/03


2008

PSDB-PE: festival de pancadas no PT, em Lula e João Paulo

A oficialização do apoio do PSDB à candidatura do deputado Raul Henry(PMDB) a prefeito do Recife, hoje na sede dos tucanos, se transformou num festival de pancadaria no governo Lula, no PT e no prefeito João Paulo. Com dois senadores de fora, Marisa Serrano, presidente da CPI dos cartões corporativos, e o líder da bancada tucana no Senado, Arthur Virgílio Neto, e outros caciques que apóiam Raul não economizaram adjetivos para desqualificar o PT e a gestão do prefeito João Paulo.

 

O senador Arthur Virgílio disse que o PSDB nacional apóia Raul Henry para “desintoxicar” o Recife e acabar com a reprodução dos escândalos do PT e do governo Lula na capital pernambucana.

 

O senador Jarbas Vasconcelos foi mais duro que Arthur Virgílio. Ele disse que Raul será eleito por ser um político capaz, determinado e que não tem passado de “corrupção e  safadeza”, numa referência ao PT, Lula e escândalos na gestão de João Paulo.

 

O senador Sergio Guerra foi na mesma linha dos antecessores afirmando que o modelo adotado pelo PT no Recife está superado porque é antiquado e alicerçado na corrupção. “Recife não tem hoje um projeto estruturador e importante. Só vemos obras de fachada. Um tijolo colocado aqui outro acolá pode até pegar o povo mas não compra a consciência da população”, disse Guerra referindo-se ao prefeito João Paulo e sua administração, que, no seu entender, é enganadora.

 

Divergindo da linha seguida pelos oradores  que o antecederam, Raul Henry adotou uma postura construtiva, de alto nível, sem atingir de forma impiedosa o PT e a gestão de Lula.

 

“Vamos executar um projeto estruturador e de ações geradoras de emprego e não populistas”, disse Raul, adiantando ainda que iniciava a sua campanha como candidato “de mãos limpas”.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Severino Isidoro Fernandes Guedes

De "comissão" eu sei que PSDB e DEMO entendem bem Granjeiro. Só não sei é se eles entendem bem de orçamento. Principalmente de orçamento voltado para melhorar a vida do povo pobre.

Ivan Câmara de Andrade

Esse Granjeiro, sem dúvida, é melhor nos comentários do que o próprio Magno.

guilherme alves

Se os tucanos forem brigarem contra os fatos no terreiro do presidente vão se dar mal. A popularidade de Lula é enorme em pernambuco, se os tucanos - o que duvidam, começarem a bater no Lula, o Raul vei crescer como rabo de cavalo. Que viver verá. Ou Jarbas o pernambucano tá te incomodando? A inveja

Gilberto Carvalho Moura

Tenho observado que, a duras penas, o PT tem, de alguma forma, assimilado o que seja governar, ser situação. No campo oposto está o PSDB, não aprendeu e receio que nunca vá aprender o que seja ser oposição, com responsabilidade e coerência. Vão amargar muitas derrotas ainda.

Gisonaldo Grangeiro

É bom deixar o ex-deputado Marcus Cunha em paz. Não é saudável lembrar-lhe a fidelidade de Jarbas.


ArcoVerde

14/03


2008

Humberto a João Paulo: ''''Tire Jarbas do nosso futuro''''

 Os ataques violentos e insistentes que o secretário Humberto Costa vem desfechando contra o ex-governador Mendonça Filho e, principalmente, em cima de Jarbas Vasconcelos, pode ser uma estratégia, um recado bem claro para o prefeito João Paulo. Com isso Humberto estaria sinalizando que de nada adiantará o prefeito recifense articular, sorrateiramente, uma aliança com o senador para 2010, como se especula, pois nesse palanque futuro não estarão nem ele, Humberto Costa, e muito provavelmente todo o arcabouço petista pernambucano e muitos outros segmentos assentados na estrutura que integra o atual governo Eduardo Campos. É como se Humberto advertisse João Paulo: ''Tire Jarbas de nosso futuro político''

 

Longe de mera especulação o raciocínio seria a única explicação para a desenvoltura e espontaneidade com que Humberto desfecha, de vez em quando, e em momentos escolhidos, ataques contundentes sobre o senador Jarbas Vasconcelos, mais especificamente. E, curiosamente, esses ataques, em sua maioria, vêm em todas as entrevistas, e saem da boca do secretário de modo espontâneo, sem que ao menos o entrevistador  provoque ou tenha a intenção de provocar.

 

Assim foi, por exemplo, a última entrevista de Humberto, na quinta-feira(12),  na rádio Folha FM, reproduzida neste blog, o mais violento de todos os ataques, e, significativamente, poucas horas após João Paulo ter firmado com Mendonça um ''acordo de cavalheiros'' para uma campanha sem agressões mútuas. Humberto atacou no dia seguinte ao pacto, como se quisesse dizer a João Paulo que nem pense numa aliança futura com o segmento do qual faz parte o senador Jarbas Vasconcelos. Aliás, ataques esses, que, como se seguindo uma combinação entre os ''cavalheiros'', não foram respondidos, exceto pelo próprio Jarbas hoje, três dias depois, e, para falar a verdade, com igual contundência. No mais foi silêncio absoluto, supostamente para evitar maior repercussão, morrer no nascedouro.(n.a.)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Severino Isidoro Fernandes Guedes

Se Humberto é um político azarado para eleições majoritárias isto pouco importa. Importa é que ele está certo ao condenar esse estranho pacto de "não agressão" (?) entre João Paulo, Jarbas e Mendoncinha. Político tem que ter lado. Se JP entrar na onda do jarbismo vai perder credibilidade.

Ednaldo Ferreira

HUMBERTO TEM MORAL PARA CITICAR QUEM????

joao daniel neto

humberto costa o corte de cana ta te esperando,ou deseja trabalhar na granja desse granjeiro petista limpando a merda das malditas galinhas que são financiadas pelo....

milton tenorio pinto junior

Humberto fala fina não nasceu para politico.

Gisonaldo Grangeiro

Senhor Adalberto, Nivaldo Araújo ou Magno Martins? O senhor enxergou direito?


Asfaltos

14/03


2008

''''Lula tem ficado muito autoritário'''', reclama Pedro Simon

 Ao criticar o excesso de medidas provisórias que estão sendo editadas e a confusão durante a sessão que aprovou a MP da TV Brasil, o senador Pedro Simon disse que  ''o presidente Lula tem ficado muito autoritário''.

''Acredito que são os bons resultados na economia que incentivam isso. Lula está vivendo um grande momento'', acrescentou ele.

Para o senador, no entanto, é preciso que o Congresso reaja. ''Acho que poderíamos conversar com o presidente Garibaldi [Alves, presidente do Senado] para que ele consiga colocar em prática o que falou,  que não aceitaria pressões do governo e nem pressões internas''.

Simon também criticou o requerimento apresentado pelo líder do governo na Casa, Romero Jucá (PMDB-RR), que impediu que os senadores debatessem a MP que criou a TV Brasil. O pedido, aprovado por Garibaldi Alves, previa que apenas os líderes discutissem a matéria. ''O que o líder tal diz não tem conteúdo ou profundidade'', reclamou Simon. (Congresso em Foco)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Severino Isidoro Fernandes Guedes

... isso não seria ser democrata, seria ser idiota. Afinal um magistrado não pode tomar partido por A ou por B, ainda que como cidadão tenha suas convicções ideológicas e político-partidárias. No episódio das críticas a esse ministro Lula não foi autoritário, apenas emitiu uma opinião legitima.

Severino Isidoro Fernandes Guedes

... onde está o chefe de Estado autoritário? Autoritário seria se ele proposesse fechar o Senado ou empastelar a imprensa, como acontecia no passado. Agora querer que ele fique calado diante das asneiras do líder da oposição no Supremo (ministro Marco Aurélio collorido) já é demais...

Severino Isidoro Fernandes Guedes

... senão vejamos: no Senado já teve senador prometendo dar uns murros e uma surra no presidente. Na imprensa tem o jornalismo marron e reacionário a todo vapor. E entre os pseudointelectuais há até quem lance livro tratando o presidente como anta...

Severino Isidoro Fernandes Guedes

... não vejo Lula como ditador e por isso, como franciscano, discordo do meu irmão Simon, por quem tenho o maior respeito e admiração. Lula pode ter inúmeros defeitos, e com certeza os tem, mas o de ser autoritário com certeza ele não tem. Acho até que ele dá demais a cara a tapa...

Severino Isidoro Fernandes Guedes

Simon depois que virou um irmão franciscano afrouxou o discurso. Ele é um político respeitável e com "P" maiúsculo. Mas sabe melhor do que ninguém que o presidente que falar fino no Congresso leva cangalha e pau no lombo...



14/03


2008

Jornal inglês indaga se Lula é sortudo ou herói acidental

 Em um suplemento especial sobre o Brasil publicado nesta sexta-feira, o jornal britânico "The Guardian" questiona até que ponto o crescimento da economia brasileira se deve ao governo Lula, ou se o presidente seria um "herói acidental". Em um perfil de página inteira de Luiz Inácio Lula da Silva, o "Guardian" lembra que o presidente começou a vida como migrante pobre, trabalhando de engraxate e lustrando sapatos em São Paulo aos 7 anos de idade.

"Meio século depois o ex-camponês ainda pode ver seu reflexo enquanto trabalha, mas a imagem é mais afiada: vem da piscina do Palácio do Planalto, a sede da Presidência em Brasília. Lula, como presidente Lula, encontrou seu futuro melhor." A história do homem pobre que virou presidente é sedutora, afirma o jornal, "por conta do progresso econômico e social [do Brasil] desde que ele assumiu o poder".

"A inflação e a pobreza extrema diminuíram, o investimento e as exportações aumentaram e fala-se em um novo Brasil. Não é surpresa que o presidente seja popular em casa e festejado fora."

"A pergunta é se ele é o arquiteto ou meramente a figura de frente dessas mudanças. Alguns dizem que o Brasil é ingovernável, que tudo o que o presidente pode fazer é seguir as ondas e esperar o melhor."

O jornal pergunta então se Lula puxou o país para cima junto com ele, ou se tudo foi uma coincidência e ele, em outras palavras, teria sido apenas sortudo. "As condições globais favoreceram o Brasil, entre elas o boom de exportação impulsionado pelo apetite da Índia e da China por soja, ferro e outras commodities. Décadas de investimento em biocombustíveis e a Petrobras, a companhia estatal de energia, estão agora rendendo frutos."

O "Guardian" diz que a eleição de Lula em 2002 "amedrontou os investidores de Wall Street, que o viam como um socialista radical", que adotaria políticas populistas e nacionalizaria a indústria, "arruinando a frágil recuperação" brasileira.

"Estavam errados (...). Em contraste com a retórica revolucionária do presidente venezuelano Hugo Chávez, ele adotou um tom reformista cauteloso", diz o "Guardian".

"Longe de ser um herói socialista, Lula continuou as políticas ortodoxas do governo de (Fernando Henrique) Cardoso", desapontando os radicais do PT e agradando os investidores, de acordo com o jornal. (BBC Brasil)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Sérgio J. Cadena Bandeira de Melo

NUNCA SE VIU UM GOV. TÃO ÉTICO E COM TANTA DECÊNCIA NA HISTÓRIA DA REPÚBLICA COMO ESTE QUE AI ESTA. PQP.

AFONSO ALEXANDRE DO AMARAL

Deixem o Homem trabahar........... Ainda temos tres longos anos (para a oposicao), para o Maior e Melhor Presidente da historia do Brasil continuar mostrando a essa oposicao burra comose governa.

Sérgio J. Cadena Bandeira de Melo

QUERES SABER QUEM É O lula E SEUS ALIADOS ? LEVA ELE PRA LÁ POR 1 ANINHO; E DEPOIS QUEREMOS ASSISTIR O VÍDEO ONDE VOCÊS VÃO COLOCA LOS E O QUE VÃO FAZER COM ELES. QUE DEUS TENDE PIEDADE DELES AMEM

Sérgio J. Cadena Bandeira de Melo

LÁ FORA SE VIR VER COMO SE ENCONTRA A SAÚDE E A SEGURANÇA,HOJE13-03-008 AQUI EM Pe.ESTAMOS COM 917 ASSASSINATOS NA REG.METROPO. 264.VEM VER COMO VIVEMOS ? A EQUIPE DE lula DEU CONTINUIDADE AO PROG.DE GOV DO FHC É ESTE O MOTIVO. O LULA NÃO PEGOU A CRISE INTERN. Q O FHC PEGO.É UM HERÓI ACIDENTAL.

Raimundo Eleno dos Santos

O Saudoso Ulisses Guimarães dizia,quando alguém falava que tal era um merda:" para se fazer uma boa casa de adobe é necessário unir ao barro uma porção de esterco."Certamente Lula leu na Cartilha do grande político Brasileiro.


BM4 Marketing
Coluna do Blog
TV - Blog do Magno
Programa Frente a Frente

Aplicativo

Destaques

Publicidade

Opinião

Publicidade

Parceiros
Publicidade
Apoiadores