FMO janeiro 2020

20/09


2006

Diretor do Banco do Brasil teria produzido dossiê

Diretor de Gestão de Risco do Banco do Brasil e integrante da campanha do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, Expedito Afonso Veloso, teria sido o responsável pela confecção do dossiê com denúncias contra o candidato tucano ao governo de São Paulo, José Serra. Veloso teria também negociado, em Cuaibá, a entrevista concedida pela família Vedoin na última edição da revista IstoÉ, acusando Serra e seu sucessor no Ministério da Saúde, Barjas Negri, de envolvimento com a máfia dos sanguessugas.

As informações, baseadas em apuração do Blog do Noblat, foram publicadas hoje pelo jornal O Estado de S.Paulo. Segundo a reportagem, foi Expedito quem reuniu, pessoalmente, os documentos que os Vedoin entregariam à Justiça como parte do dossiê.

Expedito teria feito as revelações a um amigo, que as repassou à reportagem, na quinta-feira passada - um dia antes das prisões dos petistas Gedimar Passos e Valdebran Padilha em São Paulo, com cerca de R$ 1,7 milhão para, segundo eles, pagar Luiz e Darci Vedoin pelo dossiê e pela entrevista.

Ainda de acordo com o Estado, Valdebran confirmou, em depoimento à Polícia Federal, que o dinheiro era do PT e uma pessoa chamada Expedito seria o chefe de toda a operação. Expedito Afonso Veloso é filiado ao PT e entrou em férias no último dia 29, supostamente para colaborar com a campanha de Lula. As informações são do portal Terra.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Potencial Pesquisa & Informação

20/09


2006

Ex-assessor de Lula envolvido recebeu dinheiro de Valério

Ex-assessor do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, Freud Godoy recebeu em 2003, por meio de empresa de sua família, R$ 98,5 mil da agência de publicidade SPM&B, do empresário Marcos Valério - apontado como principal operador do esquema do mensalão.

Godoy, que teve ontem o pedido de prisão negado pela Justiça Federal, é acusado de envolvimento nas negociações para a compra do dossiê com denúncias contra o candidato do PSDB ao governo de São Paulo, José Serra, e outros tucanos. Amigo pessoal de Lula, o ex-assessor negou, em depoimento à PF, ter envolvimento no caso. Ele se exonerou do cargo de assessor especial da Secretaria Particular da Presidência ontem, por conta das acusações.

De acordo com o jornal O Estado de S.Paulo, o repasse, em favor da empresa Caso Comércio e Serviços, consta da contabilidade da SMP&B entregue pelo próprio Valério à CPI dos Correios - dentro das investigações de suposto pagamento de propina a parlamentares em troca de apoio ao governo federal. A empresa de Godoy prestou serviços à campanha de Lula em 2002.

As evidências reunidas pela CPI dos Correios também mostram repasses para Freud, no valor de 22,8 mil, feitos pela empresa Duda Mendonça e Associados Ltda entre setembro e novembro de 2004. Duda é um dos pivôs do escândalo de caixa dois envolvendo o PT, por admitir ter recebido dinheiro em um paraíso fiscal no exterior. O período dos pagamentos, feitos a outra empresa de Freud (a Caso Sistemas de Segurança Ltda., registrada em nome da mulher e do cunhado), coincide com a última eleição municipal.

O repasse da SMP&B para Freud foi realizado 20 dias após a posse de Lula e está registrado na contabilidade como referente à execução de serviços de ''ass. (possivelmente assessoria) geral reestruturação adm (possivelmente administrativa)''. O ex-assessor de Lula trabalha na área de segurança e declarou à Receita Federal que o ramo principal de atuação da Caso Comércio e Serviços é o comércio varejista. Procurado, o advogado de Marcos Valério declarou que o repasse seria referente às despesas de algum evento.

No caso do ''dossiê Serra'', o PT é acusado de estar por trás das negociações para adquirir as informações da família Vedoin, chefe da máfia dos sanguessugas. O conjunto de documentos teria informações vinculando Serra e outros tucanos ao esquema de venda superfaturada de ambulâncias, por meio de emendas parlamentares direcionadas.

Segundo o jornal Folha de S.Paulo, a fundação Unitrabalho, que tem entre seus colaboradores o amigo pessoal de Lula Jorge Lorenzetti, recebeu 21 vezes mais recursos federais durante o atual governo do que durante os sete anos de atividade na gestão de Fernando Henrique Cardoso (PSDB). De 1996 a 2002, a fundação recebeu R$ 840,5 mil. As informações são do portal Terra.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Banco de Alimentos

20/09


2006

Aos leitores

Uma satisfação aos leitores do blog: meu computador sofreu uma pane em Brasília na madrugada de hoje e não foi possível atualizar o noticiário. Vou tentar a partir de agora. Obrigado pela compreensão.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

O Jornal do Poder

20/09


2006

Charge do dia - Lailson

 














Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Francisco Filho

UMA IMAGEM QUE REPRESENTA TUDO.

As mãos estão limpas... é para segurar o copo de"51".

Paulin de Caruaru.

Foi eleito estadista do ano por um instituto lá não sei das quantas.Para isso os americanos devem prestar.É demais...



19/09


2006

Promotor inicia caçada ao nepotismo em Ipojuca

Trinta e sete parentes do prefeito de Ipojuca, Pedro Serafim, e de secretários da prefeitura foram alvo, hoje, de ação civil pública, proposta pelo Ministério Público, representado pelo promotor Miguel Sales. O promotor requereu a demissão, no prazo máximo de 90 dias, desses funcionários.

Segundo argumenta o promotor, a contratação dessas pessoas contraria o que estabelece a Lei Orgânica do município, proibindo a contratação de parentes de prefeitos, vereadores e secretários. O salário dos contratados irregularmente varia entre R$ 1.200 e R$ 6.000.

Segundo informações obtidas na prefeitura, o prefeito já se dispôs a, na próxima semana, demitir os seus parentes, que, segundo argumenta, seriam três pessoas,  um filho, um irmão e uma prima, e não dez como constaria no requerimento do Ministério Público. 


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Raimundo Eleno dos Santos

Tenhon falado desde muito tempo que o Brasil precisa de que seja feito uma cruzada de Educação, Mora e Civismo.Só assim a população vai se ver livre dessa chaga quase insana.Impossivel conciliar a administração pública com afilhadismo,compadrio e parentelismo.O MP não faz mas do quie a sua obrigação

Antonio Dantas

... educação. Com certeza, essa prática inoperante compromete o conjunto de ações coletivas da gestão direcionadas para o bem estar da população. No final de tudo o principal prejudicado será sempre o cidadão.

Antonio Dantas

Correção: Magno, você não o nomeou, e sim fez a citação de rei dos reis. O sujeito é muito cínico, pois de 9 secretarias municipais, 4 estão com os seus parentes. Isso sem se falar nos cargos de escalão inferior e, também, pelo fato do secretário de administração responder pela secretaria de...

Antonio Dantas

Magno, sugiro a elaboração de matéria ampla sobre o nepotismo nos 184 municípios de PE. Creio que a população ficará estarrecida com tanto descalabro. Em São João, agreste, o prefeito criou uma verdadeira oligarquia com a nomeação de seus parentes. Você já o nomeou como o rei dos reis do nepotismo.

irania Olivia Benicio

Não só ele mas muitíssimos prefeitos fazem dessa execrável prática, uma praxe!



19/09


2006

Datafolha: dossiê não tira os números do lugar

Nem o escândalo mais recente, o chamado dossiê, foi suficiente para sequer abalar a mesmice dos últimos resultados das pesquisas eleitorais. Pelo resultado do Datafolha, divulgado pelo Jornal Nacional na noite desta terça~feira, os números praticamente não saíram do lugar, apontando vitória do candidato do PT à reeleição Luiz Inácio Lula da Silva no primeiro turno. Eis os números: Lula 50% das intenções de voto; Geraldo Alckmin(PSDB) 29%; Heloísa Helena (PSOL) 9%; Cristóvam Buarque(PDT), 2%. Numa simulação de segundo turno: Lula,55%;  Alckmin, 38%. A pesquisa foi aplicada ontem e hoje, isto é, em plena "vigência" do caso dossiê, entre 7735 eleitores, com margem de erro de 2 pontos percentuais para mais ou para menos.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Paulin de Caruaru.

É. E quem comprou o dossiê trabalha no gabinete do Serra né Zé Mané?

O índice que tem que baixar é o de Serra, pois o dossiê que está em quetão revela podridão dele e não do Lula.

irania Olivia Benicio

Inexiste argumento prá convencer ignorante!!!



19/09


2006

TSE decide investigar Lula por dossiê

O TSE (Tribunal Superior Eleitoral) decidiu abrir investigação judicial eleitoral contra o presidente Luiz Inácio Lula da Silva e os suspeitos de envolvimento no dossiê contra candidatos tucanos. O corregedor-geral do TSE, César Asfor Rocha, acatou nesta terça-feira o pedido protocolado no tribunal pela coligação PSDB-PFL para a apuração das denúncias que o dossiê seria vendido ao PT como forma de prejudicar as candidaturas de José Serra e Geraldo Alckmin.

O corregedor determinou a notificação imediata do presidente Lula e dos envolvidos no episódio para que sejam informados sobre o início das investigações.

Além de Lula, a ação protocolado pelo PSDB e PFL pede que o TSE investigue o ministro da Justiça, Marcio Thomaz Bastos, o presidente do PT, Ricardo Berzoini, os dois envolvidos na compra do dossiê, Gedimar Pereira Passos e Valdebran Padilha da Silva, além do assessor especial da Presidência, Freud Godoy --apontado por Gedimar como o mandante da compra do dossiê.

César Rocha também solicitou cópia do inquérito policial com informações sobre a venda do dossiê. O corregedor determinou à Polícia Federal que mantenha o TSE informado sobre todas as investigações realizadas na apuração do caso. Ele também pediu que a PF faça perícia no dinheiro (cerca de R$ 1,7 milhões) encontrado com Gedimar Passos no dia em que foi preso, após negociar a compra do dossiê.

Segundo o corregedor, a investigação se justifica uma vez que a Lei Eleitoral determina o cancelamento do registro da candidatura ou a cassação do diploma se for comprovado abuso do poder econômico para pagamentos de gastos eleitorais. Com informações da Folha Online.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

LandRover

Até alguns anos atrás pensava que "quadrilha" era só junina, de matutos, mas hoje vejo que é uma palavra melhor empregada para o conjunto de ladrões, de bandidos, se possível oriundos do PT e do Palácio da Alvorada.

irania Olivia Benicio

Pouco causa incomodo de ser Lula o presidente, pior é ele acreditar que seja.



19/09


2006

Berzoini diz que sabia sobre Bargas

O presidente do PT deputado federal Ricardo Berzoini confirmou, nesta terça-feira, que sabia que um integrante da campanha, Oswaldo Bargas, teve contato com a revista Época, para tratar de uma pauta de interesse jornalístico. A confirmação faz parte de uma nota oficial, divulgada pelo dirigente na Agência Estado.

Leia a íntegra da nota:

"Tendo em vista a citação do meu nome em esclarecimento publicado hoje pelo site da revista Época, tenho a dizer o seguinte:

1) De fato, tive conhecimento de que um integrante da nossa campanha manteria contato com a revista Época para tratar de uma pauta de interesse jornalístico. Jamais tive ciência do conteúdo abordado nesse encontro, conforme reproduzido fielmente pelo site da revista;

2) Jorge Lorenzetti me encaminhou hoje carta desligando-se da campanha e explicando os seus motivos, entre os quais ele reconhece ter extrapolado os limites de suas atribuições como assessor de risco e mídia da Coligação “A Força do Povo”, mas afirma taxativamente que não autorizou o emprego de qualquer tipo de negociação financeira;

3) Manifesto, mais uma vez, a minha indignação com esse episódio, e condeno, como sempre condenei, o denuncismo e a baixaria em processos eleitorais, reafirmando a necessidade de que toas as denúncias sejam investigadas e esclarecidas o quanto antes. E pergunto: a quem interessa criar confusão nesta campanha eleitoral?

 


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

LandRover

Todos esses santos homens honestos do PT deveriam ser presos e castrados, além disso ter as duas pernas e os dois braços cortados. Não só eles, mas todo aquele que se dissesse do PT, inclusive o porco fedorento que representa o partido.

Lógico que sabia, tem que responder criminalmente, mas com certeza o Ministro Thomás de Bastos irá em defesa desse petista que se acha que está acima das leis.



19/09


2006

Alencar defende que PT investigue dossiê

O presidente da República em exercício, José Alencar, disse nesta terça-feira que as denúncias divulgadas pela revista IstoÉ na sexta-feira e o dossiê apreendido pela Polícia Federal não beneficiariam o presidente Luiz Inácio Lula da Silva na corrida eleitoral, mas defendeu a posição do senador Eduardo Suplicy (PT-SP) de que haja uma investigação interna no Partido Trabalhadores. "Aquilo (o dossiê) não tem nada a ver (com o presidente Lula). A figura nacional que o dossiê condena é a do (ex-) ministro (José) Serra, e ele não é candidato à Presidência da República", afirmou.

Sobre as investigações internas no PT, ele destacou que o comportamento de Suplicy como seu ex-colega de Senado é "exemplar". "O senador, quando pede uma investigação dessas, é uma prova do compromisso dele com o regime democrático", comentou. "Eu o aplaudo, pois o senador Suplicy tem toda a autoridade para dizer isso", acrescentou Alencar, que voltou a cobrar uma ampla apuração das denúncias, tanto pela Polícia Federal, como pela Justiça e Ministério Público, que devem trazer, segundo ele, respostas para a população.

Por fim, Alencar defendeu Freud Godoy, ex-assessor do presidente Lula, das acusações de que teria intermediado a compra do dossiê que tentava envolver Serra no esquema de fraudes dos sanguessugas. "O Freud não tem perfil para participar de uma coisa dessa natureza. E eu não acredito que ele seja responsável por isso. Mas, se for, que seja punido, porque, fora da lei, não há salvação", concluiu Alencar. Com informações da Agência Estado.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

LandRover

Castrai todos os ladrões, os petistas, os barbudos, os que se dizem ministros, os que se dizem assessores do homem, castrai inclusive ele. Que falta faz um Saddam Hussein numa terra dessas.

JOSE JERONIMO DA SILVA

Esse nosso "vice", é realmente uma peça rara. Na qualidade de bobo da corte, pois, é isso que ele é, mais uma vez abre a boca para dizer NADA, isso porque, praticar defesa explicita desse FREUD, é prá de imoral. Melhor seria ficar calado, como praticamente passou todo mandato.

Prudencio as vezes tem um honesto dentro do PT. É coisa rara mas se procurar encontra.

JoséAlencar sempre viveu nas tetas do Governo. Suas empresas sempre foram priveligiadas pelo BNDS e são sempre isentas de tributos.

prudencio godoy de melo galvao

Interessante é q ninguém na imprensa nacional, nehuma nota,sobre esse EXEMPLAR SENADOR EDUARDO SUPLICY,mas os paulistas, não, são bobos não estão o reconduzindo pela terceira vez consecutiva, para o SENADO FEDERAL,sem ter, ninguém por perto,É AS VEZES, A JUSTIÇA EXISTE!



19/09


2006

Lula diz que elaboração de dossiê é abominável

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva questionou, durante entrevista nos bastidores do lançamento da Central Internacional de Compra de Medicamento da ONU, a quem interessa atrapalhar o processo eleitoral brasileiro. Lula classificou de abominável o processo de elaboração de dossiês.

"Eu já participei de muitas eleições e estive em situações altamente desfavoráveis. Em nenhum momento eu utilizei qualquer tipo de denúncia contra qualquer candidato, mesmo quando tinha gente achando que a gente deveria fazer. O ultimo caso foi o das Ilhas Cayman quando eu preferi entregar aos acusados o chamado dossiê.", afirmou o presidente.

"Por que alguém iria querer me ajudar a fazer um ato insano destes?", perguntou. "É importante lembrar que aqueles que estão me acusando agora queriam que eu não participasse da reeleição. Faz dois anos que eles dizem que vão criar todo tipo de confusão para evitar que nosso governo tenha o resultado que está tendo."

"A mim, como presidente da República, cabe investigar a fundo quem tiver envolvido, doa a quem doer. Todo mundo que conhece meu comportamento sabe que eu acho abominável este tipo de comportamento na política", acrescentou. "Vou fazer a Policia Federal ir a fundo para saber o que aconteceu. Não posso permitir ou aceitar que façam qualquer insinuação contra o governo", disse. As informações são do Portal da TV Globo.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha