O Jornal do Poder

27/04


2008

Lula diz que antecipa verba do Rodoanel para Serra

 A exemplo do que fez o governador José Serra (PSDB), quando esteve em São Bernardo, no mês passado, o presidente Lula já fala na intenção de antecipar a inauguração do Trecho Sul do Rodoanel – com 61,4 quilômetros de extensão. que ligará o trecho Oeste ao Grande ABC – de 2010 para 2009. Para isso, dependerá de uma ação do tucano.

“É possível isso. Quando o governador quiser que os conselhos gestores da União e do Estado se reunam, nós podemos deliberar. Podemos antecipar os investimentos e inaugurar esta obra em 2009. Certamente é bom para mim e para o Serra inaugurar o Rodoanel no ano que vem. E para o povo, é melhor ainda. A rodovia vai tirar os caminhões do Centro de São Paulo, o que dará um alívio extraordinário para o trânsito.”

Questionado os motivos de a União ter demorado tanto para enviar os recursos, Lula é taxativo: “Você só pode dar dinheiro quando você tem. Não dá para inventar o PAC. Quando colocamos a obra no PAC, tratamos de ver de onde tiraríamos esses recursos. E isso só foi possível porque conseguir colocar a visão estratégica de que isso era uma obra extremamente importante.”

Lula conta que já havia um planjemento para a área que abrigará hoje a rodovia. “A obra vai resolver um problema crônico de trânsito, já previsto há mais de 40 anos. Por onde passará o Rodoanel, já estava planejado que seria uma ferrovia. Toda aquela área já havia sido desapropriada na década de 1960 e 1970 para constuir uma ferrovia, que não foi feita. Nós queremos dar a contribuição para que ele seja executado o mais rápido possível.” Ele ainda completa: “A União não poderia ficar de fora de uma obra dessa magnitudade, até porque quando terminar meu mandato vou voltar para São Bernardo (por onde passará o Rodoanel). ” Do Diário do Grande ABC.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

S. C. B. M.

TE CUIDA SERRA,CEGO QUANDO VER ESMOLA DESCONFIA ,GATO ESCALDADO DE AGUA FRIA DESCONFIA; ESTA TURMA DO p t NÃO MERECE CONFIANÇA.DESTA TURMA SÃO POUQUÍSSIMOS. NO SENADO SÓ ENCONTRO FIRMEZA É NO SENADOR PULO PAIM, O luiz inácio NÃO O VÊ COM BONS OLHOS.


Potencial Pesquisa & Informação

27/04


2008

O Paraguai é aqui. Ainda bem que eles ousaram mudar

            ( João Capiberibe)

No Brasil pouco se falou das eleições no Paraguai, estranhamente estávamos ocupados em não perder um só lance das eleições americanas, mesmo sabendo que elas só ocorrerão no final do ano. Já nossos vizinhos, ao longo da campanha, não nos deram trégua.
 
Primeiro, se recusaram a continuar usando nossas “invioláveis” urnas eletrônicas. Após experimentá-las em vários pleitos, chegaram à conclusão de que não são tão seguras como se apregoa e decidiram retornar à cédula em papel, onde o eleitor sabe exatamente em quem está votando. As eleições transcorreram na maior tranqüilidade e o sistema foi considerado excelente.
 
Outro tema relevante que nos diz respeito, muito debatido no processo de campanha, foi a questão Itaipu Binacional.
 
Quem levantou a questão? Ora, exatamente o presidente eleito Fernando Lugo. Isso sim, passou a fazer uma enorme diferença e finalmente, meio a contragosto, passamos então a ouvir falar dos resultados das eleições no Paraguai.
 
“Cambio”, a palavra mágica e silenciosa do povo paraguaio, chegou até nós, mudou lá e essa mudança tem efeito aqui, tal qual os bolivianos, eles querem e conquistaram o direito de serem levados a sério, pretendem renegociar o contrato da hidroelétrica de Itaipu, onde a metade da energia lhes pertence.
 
Como não têm em que usar, são obrigados a vender por força de contrato exclusivamente ao Brasil, claro, por preço que o Brasil se disponha a pagar. A energia excedente dos paraguaios é vendida ao consumidor brasileiro, se lá eles reclamam que recebem ninharia pela energia fornecida, aqui é o contrario, reclamamos do preço alto de nossa de conta de luz, portanto, resta saber afinal, quem está lucrando a custas de paraguaios e brasileiros. 
 
Isso me faz lembrar a hidroelétrica de Tucuruí na Amazônia, onde a energia é fartamente utilizada pelas indústrias de eletros-intensivos, como a Alumar e a Alunorte, a preços bem camaradas, enquanto o consumidor da região paga tarifa cheia.
 
Enquanto essa energia subsidiada pelos contribuintes brasileiros é exportada em forma de barra de alumínio, nós da Amazônia pagamos energia cara ou vivemos mergulhados na escuridão e no atraso por falta de rede de transmissão.
 
Como diria Caetano, o Paraguai é aqui. Ainda bem que eles ousaram mudar.

 


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Raimundo Eleno dos Santos

O governo brasileiro, ão é o de hoje,desde os antigamente TRATA COM IGUALDADE OS DESIGUAIS.Em oito anos, apenas,ñdá p/ retirar todas as mazelas existentes. Ainda tem muitos armários recheados de esqueletos,e até armários qnão foram encontrados.Lula ainda terá muitos trabalhos.Ele ñ rejeita trabalho.


Banco de Alimentos

27/04


2008

Presidente do Afeganistão escapa ileso de atentado

 O presidente do Afeganistão, Hamid Karzai, escapou ileso de uma tentativa de assassinato no domingo por guerrilheiros do Taliban, que atiraram e lançaram foguetes em uma cerimônia oficial na capital Cabul.

Karzai, ministros do governo, chefes militares e diplomatas conseguiram se proteger após ouvirem o barulho de tiros na cerimônia do 16o aniversário da queda do governo comunista afegão. Mais tarde, Karzai apareceu na televisão estatal para reassegurar aos cidadãos que ele estava bem.

"Hoje, os inimigos do Afeganistão, os inimigos da segurança e do progresso do Afeganistão tentaram interromper a cerimônia e causar desordem e terror", disse Karzai.

"Felizmente, as forças de segurança do Afeganistão os cercaram rapidamente e prenderam alguns suspeitos", disse. Do Estadão.com.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


27/04


2008

Sérgio Leite continua vencendo Yves na enquete do blog

O deputado Sérgio Leite(PT) continua mantendo ampla vantagem sobre o prefeito Yves Ribeiro(PSB) na disputa pela prefeitura de Paulista, na enquete do blog. Sérgio está com 49,16% contra 16,39% de Yves. Resta aos adeptos de ambas as candidaturas aproveitarem os momentos finais da enquete para continuar votando. Vamos votar, gente.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


27/04


2008

Sanharó: César mantém vantagem sobre Bibi na enquete

O candidato do PCdoB na enquete do blog para a prefeitura de Sanharó, César Freitas, mantém ampla vantagem sobre o seu concorrente do DEM, Bibi. César está com 63,77% enquanto Bibi tem 35,93%. São as horas finais da enquete, embora haja ainda tempo suficiente para movimentar o placar. Votando, pessoal


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Victor Fialho Pedrosa

Falta fazer tantas cidades,,, mas peço que adiante algumas cidades que estarão com um cenário politico confuso e provavel disputa acirrada> Sugestões> Carpina, João Alfredo, Machados, Limoeiro



27/04


2008

Paulinho, da Força Sindical, citado por PF no caso BNDES

 A Polícia Federal, que investiga suposto esquema de desvio de verbas do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), sugere envolvimento do deputado Paulo Pereira da Silva (PDT-SP), o Paulinho da Força. O nome do parlamentar é citado freqüentemente em relatório secreto da PF, peça de 38 páginas que embasou decreto judicial de prisão de 11 suspeitos, entre eles João Pedro de Moura, que os federais classificam de ''um dos principais assessores da Força Sindical, responsável pela ligação da organização criminosa com o banco''.

Paulinho foi monitorado pela Santa Tereza nos corredores da Câmara. Como na manhã de 13 de fevereiro, uma quarta-feira, quando federais disfarçados o filmaram acompanhado de Moura, amigo e ex-assessor do deputado na Força. Os agentes espreitaram por quase 3 horas o conjunto 217 do Anexo IV da Câmara, onde fica o gabinete de Paulinho, mas não chegaram a entrar.

Trecho de documento confidencial da PF informa: ''Na data de 15 de fevereiro de 2008, às 17h52, Mantovani (Marcos Vieira Mantovani, empresário) confirma com João Pedro o recebimento da sua parcela do desvio do empréstimo do BNDES à Praia Grande. Ele diz que já retirou o envelope e já separou a parte do RT e do PA.'' A PF suspeita que RT são as iniciais de Ricardo Tosto, advogado de Paulinho e sucessor de Moura no Conselho de Administração do BNDES, que estava preso e foi solto ontem (leia texto à página A13). A polícia assinala oficialmente que PA ''possivelmente'' é Paulinho.(Folha de S.Paulo)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


27/04


2008

Eleição: PT e PSDB tentam se coligar em 200 cidades

 O PT e o PSDB vão tentar se coligar em cerca de 200 cidades brasileiras nas eleições municipais marcadas para outubro, mesmo depois da decisão da Comissão Executiva Nacional do PT, que decidiu proibir a aliança da legenda com o PSDB em Belo Horizonte. A informação é do jornal Folha de S. Paulo.

Em 2004, os dois partidos fizeram coligações em 121 municípios, vencendo a eleição em aproximadamente 44% dos casos. Do Portal Terra.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Victor Fialho Pedrosa

Em mts cidades esta aliança já foi estabelicida aqui em PE. mas o ruim é que o PT é muito ausente no inteiror



27/04


2008

Crise agrícola mundial abre oportunidades ao Brasil

 A crise atual no setor de alimentos abre grandes oportunidades para o Brasil. Mas o país não pode pensar só em volume, como sempre ocorreu, mas em estratégias de produção e de comercialização mundial.Seguramente o mundo não será mais o mesmo nas negociações internacionais após o forte desequilíbrio atual entre produção e consumo. E esse desequilíbrio, diferentemente do que se verificou em outras crises, não tem um peso preponderante das quebras de safras, mas de elevação de consumo. Os emergentes têm mais renda e comem mais e melhor.

Demanda por alimentos de um lado e biocombustíveis de outro levaram, aos poucos, os estoques mundiais para níveis perigosos neste momento. Os EUA, por exemplo, líderes mundiais em produção de milho, mas que adotaram o produto como energia alternativa, chegam ao final do ano-safra 2008/9 com estoques suficientes para apenas mais 14 dias. O de soja será de apenas 34 dias.(Folha de S.Paulo)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Raimundo Eleno dos Santos

Há muito se ouve: O Brasil é o “celeiro do mundo” e que também é a “Pátria do Evangelho". Penso que sim. Ou já vislumbramos isso. Nunca se produziu tanto grãos quanto agora; nunca os movimentos evangélicos foram tantos e em todos os lugares do Brasil quanto agora.



27/04


2008

Cinco MPs trancam pauta de votações na Câmara

 A Câmara dos Deputados começa a semana com a pauta de votações trancada por cinco medidas provisórias e três projetos de lei que estão com urgência constitucional vencida. As sessões deliberativas (votações) estão marcadas para segunda, terça e quarta-feira (dias 28, 29 e 30), porque na quinta-feira (1º) será feriado.

As medidas provisórias consideradas mais polêmicas são a que aumenta a Contribuição Social sobre o Lucro Líquido (CSLL) devida pelos bancos (MP 413) e a que reajustou o salário mínimo para R$ 415 desde 1º de março (MP 421).

A MP que reajusta a CSLL também reformula a tributação sobre a cadeia do álcool combustível, aumentando a incidência do PIS/Pasep e da Cofins. No caso dos bancos, a medida aumenta de 9% para 15% a alíquota da CSLL.

Também estão trancando a pauta as MPs 418, que altera as regras para a instalação e funcionamento de empresas nas chamadas Zonas de Processamento de Exportação (ZPE); a 419, que dá ao cargo de secretário Especial de Políticas de Promoção da Igualdade Racial status de ministro de Estado; e a MP 420, que trata de repasse de crédito extraordinário ao Banco de Desenvolvimento Econômico (BNDES).

Depois da votação das medidas provisórias, os deputados precisam votar os três projetos que estão com urgência constitucional vencida, a fim de destrancar a pauta e iniciar a apreciação de matérias de iniciativa do Poder Legislativo.

Entre os projetos estão o que trata da recriação da Secretaria de Assuntos Estratégicos da Presidência da República, que foi rejeitada pelo Congresso na forma de MP, e o que trata da propaganda de bebidas alcoólicas. Da Agência Brasil.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


27/04


2008

Franklin e PT criticam política do PMDB

 O ministro da Secretaria de Comunicação Social, Franklin Martins, desceu o malho na política de concessões de rádio e TV do governo Lula - mais especificamente, do PMDB, já que o Ministério das Comunicações tem titulares desse partido desde janeiro de 2004. Detalhe: a crítica soou como música aos ouvidos de petistas, durante o I Conferência Nacional de Comunicação do PT, realizada em Brasília nesta sexta-feira.

Ao fazer uma exposição durante o evento, o ministro declarou que "o governo está fazendo pouco e teria que fazer muito mais" em relação às rádios comunitárias.

"Não há justificativa para o governo Lula não ter honrado o compromisso que fez. Rádio comunitária hoje é um faroeste", disse, para em seguida comentar que há rádios "picaretas" com concessões do Ministério das Comunicações e rádios verdadeiramente comunitárias sem concessões.

Para o delírio dos participantes, Franklin Martins emendou que cabe ao PT levar a frente a questão para resolver não só as rádios comunitárias, mas as concessões de veículos de comunicação de forma geral.

"Isso enfrenta interesses. Tem que botar pressão no governo nisso, porque as pessoas que não estão interessadas [em democratizar as concessões] botam pressão", destacou.

Na mesma linha, vários petistas tomaram a palavra para atacar a política de comunicações, mesmo sem citar o PMDB. O deputado federal Walter Pereira (PT-BA), por exemplo, afirmou que o governo Lula permitiu a continuidade das distribuição de concessões com critério político, para agradar a caciques regionais, em vez de critérios republicanos.

"Estamos repetindo o mesmo erro de concessões de rádio que no passado. Precisamos botar o dedo nessa ferida. O Ministério das Comunicações precisa ser reequipado para tratar com respeito dessa questão", disse Pereira. Do Blog do ET.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


27/04


2008

Ciro: "Severino foi eleito para derrotar o Lula"

Revista Veja

O deputado Ciro Gomes é um político de respeito, que construiu uma biografia invejável, mas que não consegue se livrar do estranho hábito de sempre enxergar uma conspiração nos eventos que o cercam. Na semana passada, Ciro Gomes apresentou ao público sua mais recente interpretação da história para explicar um fato do qual, ao que parece, apenas ele não conhece os detalhes: a ascensão e queda do ex-presidente da Câmara Severino Cavalcanti, que renunciou em 2005, depois de ser pilhado cobrando propina de um empresário. Para Ciro Gomes, Severino foi vítima de uma mirabolante conspiração que tinha o objetivo final de derrubar ninguém menos que o presidente Lula. "Havia uma trama de elite para melar o jogo de quem estava fazendo o salário mínimo galopar, de quem estava fazendo o Bolsa Família. Quando foi eleito o Severino, aquilo era um passo do golpe, para ele poder receber o pedido de impeachment", devaneia o deputado. "Ele (Severino) foi eleito para derrotar o Lula e começar a instalar o golpe, acabou não recebendo porque aderiu." Severino poderia ser exaltado como o herói que evitou a queda do presidente mais popular da história deste país – se isso, é claro, fosse verdade.

Severino Cavalcanti foi eleito presidente porque o PT lançou dois candidatos e não conseguiu a maioria dos votos. Caiu porque cobrou propina de um fornecedor da Câmara. Ciro Gomes, o autor da teoria esquisita de que tudo foi fruto de uma armação, postula ser presidente da República. Considera-se mais maduro e preparado agora do que nas outras duas vezes em que disputou o cargo. O problema é que suas declarações nem sempre estão em sintonia com a realidade dos fatos. Recentemente, diante da revelação da existência do dossiê feito na Casa Civil sobre as despesas do ex-presidente Fernando Henrique, Ciro disse que havia uma máquina clandestina em ação, com epicentro na imprensa de São Paulo, para desestabilizar a ministra Dilma Rousseff. Em outras palavras, outra conspiração das elites e da imprensa – fato que, aliás, não é novo na memória do deputado. Em 1998, quando disputou a Presidência pela primeira vez, ele denunciou teorias conspiratórias dos tucanos para prejudicar sua candidatura e enxergou na imprensa um adversário que fazia o serviço das elites para atingi-lo. Acabou em terceiro lugar, com pouco mais de 10% dos votos.

Em 2002, Ciro teve um desempenho melhor. Chegou a atingir 28% das intenções de voto, ameaçando a liderança do então candidato Lula. Depois de chamar um eleitor de "burro", brigar com jornalistas e destratar empresários, ele viu minguar suas chances. Acabou em um decepcionante quarto lugar. Hoje, a situação de Ciro Gomes é semelhante à da campanha de 2002. Outra vez as pesquisas lhe são favoráveis. Segundo o último levantamento do instituto Datafolha, o deputado tem mais de 20% das intenções de voto em todos os cenários possíveis, ficando atrás apenas do tucano José Serra. Mais uma vez Ciro se encontra em um patamar diferenciado. Só pode ser conspiração.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

machado freire

Tenho convivido com Políticos e "políticos" ao longo de meio século. Ciro Gomes nunca me enganou: é esperto, personalista e metido a "primeiro sem segunda".Não votaria nele nem a pedido da minha querida mãe, se fosse viva. É um Fernando Bezzera Coelho do Ceará. Nada de pessoal !

Paulo Kigrer

Oi Jabosta, tudo bem, santa? fica tranqüila nega...

JARBASTA

Parabéns Severino Isidoro Fernandes Guedes por uma avaliação tão precisa.

JARBASTA

Olha aí o nazista do Kigrer voltando à cena. Ninguém melhor do que o Isidoro fez um estudo da personalidade esdrúxula dessa pulha.

roberto lima

delirios quase todos nós temos ; Mas nessa intensidade pode ser p a t o l o g i c o



27/04


2008

Fez barulho, está na mídia

 Tribuna da Imprensa(Mauro Braga e equipe)

Como dita a regra, fez barulho no Brasil, ganha capa. Andreia Schwartz, envolvida no escândalo sexual que causou a renúncia do ex-governador de Nova York, Eliot Spitzer, estrela a edição de maio de uma badalada revista de "pelado artístico". Ela já declarou que pretende explorar ao máximo o caso dando entrevistas e estrelando ensaios sensuais. Daqui a pouco escreve um livro. Só não vale querer uma cadeira na ABL.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Raimundo Eleno dos Santos

Por que uma Cadeira na ABL é tão difícil assim? Poderia ser aberto uma nova vaga para a Literatura Sexual. Que mal há nisso? Ela bem que poderia ser a que inaugura.Palo Coelho depois de provar o poderio de seu pacto com o capeta , assumiu a cadeira da ABL.Por que ela não, com sexo?