FMO janeiro 2020

27/03


2011

Ex-protegido de Severino: mostrar não ser mais um engavetador

Do Jornal de Brasília

Pernambucano do Recife, Eduardo da Fonte (PP-PE), 38 anos, assumiu o posto de novo corregedor da Câmara dos Deputados no início do mês com uma tarefa difícil: dar uma resposta rápida a sociedade sobre o caso da deputada Jaqueline Roriz (PMN-DF), flagrada em vídeo, ao lado do marido, Manoel Neto, recebendo maço de dinheiro de Durval Barbosa, pivô do Mensalão do DEM. Até bem pouco tempo atrás desconhecido, político do chamado baixo clero, Fonte protagoniza agora o primeiro teste para o novo Parlamento.

Apesar de Fonte prometer uma resposta rápida à sociedade na sua primeira missão, os corregedores, encarregados de fiscalizar e investigar possíveis irregularidades cometidas pelos parlamentares, costumam ter fama de “engavetadores”. Já exerceram essa função os deputados Inocêncio Oliveira (PR-PE), com fama de não dar continuidade às investigações quando as denúncias eram feitas pela imprensa, e Antônio Carlos Magalhães Neto (DEM-BA), que substituiu Edmar Moreira (PR-MG), conhecido como “deputado do castelo”, com a missão de investigá-lo por uso indevido de verba indenizatória por Edmar. O processo demorou mais de um mês na Corregedoria.

À frente do protetor

Conhecido como Dudu, o novo corregedor está em seu segundo mandato e entrou para a política como assessor de Severino Cavalcanti (PP-PE), que renunciou à presidência da Câmara, em 2005, por ser acusado de receber “mensalinho” de um empresário que administrava restaurantes no Congresso. Após o baque sofrido pelo patrão, Fonte resolveu seguir carreira solo e se lançou candidato nas eleições de 2006, derrotando o próprio Severino nas urnas.(Amanda Costa)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

joauim nabuco ferreira zenta

VAMOS VER SE ELE VAI HONRAR OS TREZENTOS E TRINTA MIL VOTOS, QUE RECEBEU. OU VAI SER FARINHA DO MESMO SACO DA IMPUNIDADE.


IPTU Cabo

27/03


2011

A montanha e o rato

Carlos Heitor Cony *

Volta e meia, algum político ou cientista social sugere que seja feita uma lipoaspiração na Constituição, que já nasceu obesa. Sem entrar no mérito da cirurgia em si, se é ou não necessária, verifica-se que apesar de jovem, promulgada em 1988, nossa Carta Magna tem poucas possibilidades de resistir ao tempo.Tirando gordura aqui, metendo silicone ali, recebendo algumas tatuagens caprichadas nos devidos lugares, ela poderá adquirir um visual moderninho. Mesmo assim, revelará a pouca ou nenhuma importância que nós damos à nossa lei maior.

Bem verdade que, além de obesa, ela está cheia de celulites e varizes, quase diariamente nasce uma, em forma de medida provisória, MP para os íntimos.
E quando nela se mexe, cortando ou aumentando um pedaço, há sempre um destinatário certo que geralmente, além de destinatário, é também beneficiário. Um dos casos mais gritantes foi a emenda da reeleição que beneficiou Fernando Henrique Cardoso e Lula, além de vários governadores e prefeitos.

Acredito na boa vontade e na isenção daqueles que pregam um enxugamento técnico na Constituição. Mas se o assunto cair no Congresso, os critérios da lipoaspiração serão políticos e é possível que, ao contrário do que pretendem os reformistas, a Carta Magna fique mais obesa ainda, com artigos enxertados para resolver (ou complicar) problemas menores, problemas de circunstância, com endereço certo para criar privilégios ou eliminar direitos tradicionais.

Toda vez que pensam em mudar a Constituição, o principal interessado é sempre o governo. Manipula suas bases no Congresso da mesma forma com que se empenha para obter a aprovação de determinada medida que lhe interessa. Cargos e verbas dançam vertiginosamente e, na maioria das vezes, a montanha produz um rato. (* Folha de S.Paulo)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

joauim nabuco ferreira zenta

IMAGINE SE O ARTIGO 5º DA CONSTITUIÇÃO, FOSSE CUMPRIDO. TODOS SÃO IGUAIS PERANTE A LEI!!!!!!!!!!!!!!!



27/03


2011

Herança bendita

Nota de Cláudio Humberto na sua coluna de hoje mostra que continua inabalável o prestígio do governador pernambucano ante a presidente Dilma Rousseff, que vem desde o início da campanha presidencial:

''''Dilma herdou a contragosto alguns auxiliares, mas ao menos um xodó ela assumiu com apego idêntico ao de Lula: Eduardo Campos (PSB), governador de Pernambuco. Quando o recebe, ela é só sorrisos.''''



Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

milton tenorio

Coca-cola?! Nem refrigerante tomo ...Não gosto de me envenenar....Nem de teta gosto....O leite hoje está contaminado demais da conta.........

Tatiana Maria

Esse "pobre" Milton, está com saudade de mamar nas tetas do poder. Deve ser isso. Acha que a coca-cola do deserto.

milton tenorio

correção:analfa

milton tenorio

Mais um anlfa funcional.....Lula pegou o País muito bem...Com a moeda estável e em crescimento....Tem que ser aloprado .....

joauim nabuco ferreira zenta

DILMA AO MENOS TEM MAS SORTE QUE LULA, QUE NÃO PEGOU UM PAÍS QUEBRADO POR FHC E A COJA DELE. PARABÉNS GOVERNADOR.


acolher

27/03


2011

Desvios bilionários no SUS travam assistência à saúde no país

Criado em 1990 para assegurar o pleno atendimento médico-hospitalar à população, o Sistema Único de Saúde (SUS) transformou-se no tesouro mais nobre e vulnerável do orçamento público brasileiro. Recursos bilionários e pulverizados são desviados de hospitais, clínicas credenciadas e unidades de saúde. Investigações administrativas do Ministério da Saúde e da Controladoria Geral da União, concluídas entre 2007 e 2010, apontaram desvios de R$ 662,2 milhões no Fundo Nacional de Saúde.

O prejuízo pode ser bem maior, pois somente 2,5% das chamadas transferências fundo a fundo são fiscalizadas, de acordo com a CGU. Só as irregularidades já atestadas financiariam a construção de 1.439 unidades básicas de saúde e de 24 Unidades de Pronto-Atendimento (UPAs), além de pagar os salários de um ano inteiro, com 13, de 1.156 equipes do Saúde da Família. Em procedimentos, equivaleria a 1,21 milhão de cesarianas ou 1,48 milhão de cirurgias de hérnia. O volume de dinheiro fiscalizado contrasta com a quantidade de desvios impunes. As fraudes incluem compras e pagamentos irregulares, superfaturamentos, desperdício com construção de hospitais que não funcionam e até contratação de um mesmo médico para 17 lugares ao mesmo tempo.(O Globo)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

joauim nabuco ferreira zenta

SE A JUSTIÇA AGISSE COM RIGOR , NÃO TINHA TANTO POLÍTICO LADRÃO ROUBANDO O SUS.

uilma

mUDA O NOME DESSE PAIS PRA FRALDIZIL.KKKKKKKKKKKK



27/03


2011

Taxa de mortes por acidentes em obras do PAC é ''''altíssima''''

Quarenta trabalhadores já morreram em 21 grandes obras do PAC, como hidrelétricas, rodovias e refinarias, nos últimos três anos, informa O Globo. Só nas usinas de Jirau e Santo Antônio, em Rondônia, houve seis mortes. Em 2010, a ''taxa de mortalidade'' nas 21 obras alcançou 19,79 por 100 mil trabalhadores, considerada ''altíssima'' pelo consultor da OIT no Brasil, Zuher Handa. O presidente da Câmara Brasileira da Indústria da Construção, Paulo Safady Simão, admite que ''as obras estão em ritmo muito acelerado, e as companhias não estão treinando pessoal''.

Já os preparativos para a Copa e as Olimpíadas preocupam setores da sociedade civil, principalmente quanto ao legado que os megaeventos deixarão ao país. O custo dos estádios já cresceu 57,6%.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

joauim nabuco ferreira zenta

É BOM O GOVERNO INVESTIGAR A GANÂNCIA DESSES EMPREITEIROS, QUE SÓ QUEREM O LUCRO E NÃO CUIDA DA SEGURANÇA DOS TRABALHADORES.


Cúpula Hemisférica

27/03


2011

Nuclear de Angra revisa riscos de desabamentos nas encostas

A Eletronuclear vai contratar uma consultoria externa para reavaliar o risco de desabamento das encostas em torno das usinas atômicas de Angra dos Reis, informam Carla Rocha e Paulo Motta. O monitoramento de deslizamentos é contínuo, bem como os investimentos em obras de contenção. Mas, como admite a empresa, as tragédias do Japão -a tsunami que gerou a crise nuclear- e da Região Serrana do Rio -onde montanhas se desmancharam- ensinaram que o inimaginável acontece.

''Essa reavaliação independente é para dar mais tranquilidade. Em todo o mundo, as usinas estão analisando qualquer possível vulnerabilidade'', diz Pedro Figueiredo, diretor de operações da Eletronuclear. O inimaginável já ocorreu em 1985, quando uma avalanche soterrou o Laboratório de Radioecologia, ao lado da usina.(O Globo)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

joauim nabuco ferreira zenta

É BOM O GOVERNO DILMA, REVER COM A SOCIEDADE. ESSE TIPO DE ENERGIA EM NOSSO PAÍS.

milton tenorio

Os japoneses sofreram a consequência de bombas atômicas..A raidaçãomatou milhares...Não aprenderam...Construiram centenas de Usinas Nucleares.....Estão pagando mais uma vez preço alto por isso...Agra 1 é conhecida como Vaga-Lume, acende e apaga.....Um horror!


Prefeitura de Serra Talhada

27/03


2011

Impunes: turma do mensalão tem data marcada para se ver livre

O processo de desmantelamento do esquema conhecido como mensalão federal (2005), a pior crise política do governo Lula, já tem data para começar: será a partir da última semana de agosto, quando vai prescrever o crime de formação de quadrilha, informa o jornal O Estado de S.Paulo. O crime, citado por mais de 50 vezes na denúncia do Ministério Público - que foi aceita pelo Supremo Tribunal Federal (STF) -, é visto como uma espécie de ''ação central'' do esquema, mas desaparecerá sem que nenhum dos mensaleiros tenha sido julgado. Entre os 38 réus do processo, 22 respondem por formação de quadrilha.

Para além do inevitável, que é a prescrição pelo decorrer do tempo, uma série de articulações, levantadas pelo jornal O Estado de S.Paulo ao longo dos últimos dois meses, deve sentenciar o mensalão ao esvaziamento. Apontado pelo Ministério Público como o ''chefe'' do esquema, o ex-ministro José Dirceu parece estar mais próximo da absolvição.

Só ilusão

O julgamento do inquérito do mensalão, em 2007, criou a ilusão de que os envolvidos no esquema não teriam escapatória no Supremo. A rapidez com que foi julgada a admissão da denúncia e o raro consenso entre os ministros criaram a sensação de que não haveria impunidade.

Esse cenário artificial foi gerado pela descoberta, pelo jornal O Globo, de mensagens trocadas entre os ministros do STF durante a sessão. Os ministros Ricardo Lewandowski e Cármen Lúcia conversavam, por meio do sistema de comunicação interno do STF, sobre uma possível articulação de colegas para derrubarem integralmente a denúncia do mensalão. A suspeita não era apenas dos dois. Outros ministros disseram ter ouvido de um integrante da Corte a declaração de que rejeitaria a denúncia.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

joauim nabuco ferreira zenta

MUITOS DOS MENSALEIROS VOLTARAM A POLÍTICA, PELA MÃO DO POVO. E AÍ COMO FICA A ÉTICA NO PAÍS A FORA.

uilma

Um ninho de ratos.

S. C. B. M.

NÃO ADIANTA, QUEM PREVALECE NO MOMENTO NO P-AIS É O AI 13; TOTAL DEFENSOR DOS PTALHA E SEUS ALIADOS.QUEM MANDA NESTE PAIS SÃO OS FICHAS LIMPAS E OS MAIS ÉTICO DA HISTORIA DO BRASIL.

milton tenorio

A política brasileira pra aguentar só tapando o nariz....

Luiz Gonzaga Neto

•CASO PARECIDO• Quero expressar minha indignação pelo fato de um adolescente passar pelo constrangimento de ser levado a uma delegacia de polícia pelo simples fato de ter 03 pássaros numa gaiola. Não que eu seja a favor da criação de pássaros em cativeiro, embora o desmatamento irresponsável feito à


Prefeitura de Limoeiro

27/03


2011

Dilma força mudança nos rumos da política externa do país

 Todo governo da presidente Dilma Rousseff, a começar pelo chanceler Antonio de Aguiar Patriota, esforça-se, de maneira explícita, para mostrar que não há mudanças na política externa herdada do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Apesar de o Itamaraty falar apenas em "ajuste", os analistas dizem que há, no mínimo, uma diferença essencial: os interesses do país têm hoje mais relevância do que as aspirações pessoais de prestígio.

Dois especialistas em política externa, protagonistas da diplomacia desenvolvida nos governos Fernando Henrique Cardoso (1995-2002) e Lula (2003-2010), avaliam que a relevância dos "ajustes" feitos por Dilma está no fato de ela operar as mudanças em cima de oportunidades de manifestação concreta - são mais do que um discurso. O ex-ministro Celso Lafer refere-se, especialmente, ao caso dos direitos humanos no Irã.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

joauim nabuco ferreira zenta

A DILMA TEM QUE DEIXAR DE LADO ESSES LOUCOS DO PODER; COMO HUGO CHAVES, FIDEL E ARMADNEJAD.


Banner de Arcoverde

27/03


2011

Cinco anos do blog: mensagem do prefeito José Queiroz

Prezado Magno,

Um blog para quem se interessa por um jornalismo de conteúdo. Parabéns pelos 5 anos de sucesso.

José Queiroz
Prefeito de Caruaru


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


27/03


2011

DEM reduz muito seu já pequeno tamanho com o PSD de Kassab

 
tAgripino Maia, novo presidente do DEM, diz que vai andar pelo país para fortalecer o partido
 Agripino Maia, novo presidente do DEM, diz que vai andar pelo país para fortalecer o partido
O DEM (Democratas) começa a sofrer o impacto da criação do novo Partido Social Democrata, o PSD, liderado pelo prefeito Gilberto Kassab. Importantes nomes começaram a anunciar que vão deixar o DEM e migrar para o partido do prefeito de São Paulo. Entre os políticos que afirmam deixar a legenda está o vice-governador de São Paulo, Guilherme Afif Domingos, que junto com Kassab é um dos fundadores do PSD. Os dois anunciaram seu desligamento do DEM no último dia 18.

Na última quarta-feira foi a vez do ex-deputado e ex-candidato à vice-Presidência da República Índio da Costa. Por meio de sua página no Twitter, ele anunciou sua decisão e sinalizou uma possível ida para o PSD.
A assessoria de imprensa do Democratas afirmou, no entanto, que os nomes que vêm sendo anunciados são apenas hipóteses. De acordo com a assessoria do presidente do DEM, José Agripino Maia, a dissidência foi bem menor do que o anunciado pelo Kassab.
 
Entre as estratégias do partido para se manter está o investimento em ideias. Frente a tantas mudanças, o DEM decidiu agir na defesa do pequeno, médio e grande empreendedor, atuar na livre iniciativa, que, segundo o partido, são áreas esquecidas pelo atual governo. Além disso, Agripino afirmou que vai trabalhar pelo fortalecimento do partido em todo o Brasil, com vistas às próximas eleições. “Vou andar o Brasil inteiro, pedir a cada presidente regional que trabalhe por um diretório em sua região para nos fortalecermos e termos candidatos próprios na eleição dos próximos anos”, afirmou Agripino, em seu primeiro pronunciamento após ser escolhido presidente no último dia 15.

Veja abaixo alguns políticos do DEM que devem migrar para o partido de Kassab:


Nome Estado Posição
Gilberto Kassab
São Paulo
Prefeito
Guilherme Afif Domingos
São Paulo
Vice-governador
Indio da Costa
Rio de Janeiro
Ex-deputado
Claudio Lembo
São Paulo
Ex-governador
Kátia Abreu
Tocantins
Senadora
Paulo Cerri
Rio de Janeiro
Ex-presidente do
diretório municipal
Irajá Abreu
Tocantins
Deputado Federal
Paulo Magalhães
Bahia Deputado Federal
Guilherme Campos Jr.
São Paulo
Deputado Federal
Solange Amaral
Rio de Janeiro
Ex-deputada
Jungi Abe
São Paulo
Deputado Federal
Walter Ioshi
São Paulo
Suplente
Do portal E-Band - Marielly Campos


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

joauim nabuco ferreira zenta

OS DEMOS ESTÃO NA UTI. PENSARAM QUE TODO TEMPO IRIAM VIVER DA MISÉRIA DO POVO NORDESTINO. LULA NELES.

Wellington Antunes

DEM-MENTE


Coluna do Blog
TV - Blog do Magno
Programa Frente a Frente

Aplicativo

Destaques

Publicidade

Opinião

Publicidade

Parceiros
Publicidade
Apoiadores