FMO janeiro 2020

03/10


2011

Senado: de 81 senadores, 15 sem um voto sequer

Com a saída do senador João Alberto (PMDB-MA), para assumir um cargo no governo do Maranhão, o Senado passou a ter, a partir da última quinta-feira, com a posse do suplente Antônio Chaves Fecury (DEM), 15 parlamentares que não receberam nenhum voto do eleitor. A bancada dos suplentes representa 15,5% dos 81 senadores que compõem a Casa. Dos três senadores maranhenses, por exemplo, apenas um foi eleito diretamente pela população: Epitácio Cafeteira (PTB). Além de Fecury, Lobão Fi­lho (PMDB) está no cargo como suplente do pai, Edison Lo­bão, que se licenciou para comandar o Ministério de Mi­nas e Energia.

Os estados de Minas Gerais e do Rio Grande do Norte também são representados no Senado por dois suplentes. Distrito Federal, Goiás, Espírito Santo, Santa Catarina, Paraná, Acre, Mato Grosso do Sul, Rondônia e Amapá tem um senador suplente exercendo o mandato no lugar do titular. Em alguns casos, os suplentes permanecerão no cargo até o fim do mandato. Caso de Zezé Perrela (PDT-MG), suplente de Itamar Franco, morto em julho deste ano.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Raimundo Eleno dos Santos

A charge é nota 10!


Banco de Alimentos

03/10


2011

Dilma terá roteiro de Lula em eventos internacionais

Roberto Stuckert Filho/Presidência

No início de seu segundo ano de governo, Dilma Rousseff repetirá o roteiro que fez Luiz Inácio Lula da Silva quando mal tinha assumido, em 2003: comparecerá tanto ao encontro anual do Fórum Econômico Mundial, que todo janeiro reúne a elite global na cidadezinha suíça de Davos, como ao Fórum Social Mundial, seu rival ideológico, que, em 2012, volta a Porto Alegre. A presença em Davos já foi acertada com Klaus Schwab, o empresário e professor suíço que coordena o evento, a maior concentração mundial de personalidades da política, da academia e, principalmente, do empresariado.
O Brasil, aliás, será o destaque de Davos-2012. Todo ano, um país organiza uma série de eventos para chamar a atenção sobre si. Já a presença em Porto Alegre ainda é apenas um desejo da assessoria palaciana.

Lula transitou com facilidade entre os dois ambientes opostos porque sua política pró-mercado deslumbrou o empresariado, mesmo mantendo os antigos laços com as organizações sociais que formam o chamado "povo de Porto Alegre". Dilma, de tardia adesão ao PT, não tem tais laços. Não perdeu o apoio do empresariado, mas tampouco o deslumbra, ao contrário de Lula. Discursar ante os dois públicos seria uma maneira de marcar pontos com ambos.(Clovis Rossi - Folha de S.Paulo)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

O Jornal do Poder

03/10


2011

Morte da juíza: coronel visita presos e dá cobertura

O coronel Claudio Luiz Silva de Oliveira não apostava numa punição para os policiais do Grupo de Ações Táticas (GAT) do 7 BPM (São Gonçalo) pelo assassinado da juíza Patrícia Acioli. O cabo Sérgio Costa Júnior, o primeiro a aderir à delação premiada, confirmou que o coronel esteve na prisão militar antes dele mesmo ser preso, garantindo que "tudo ia passar". ''''Ele fez uma reunião com todos, deu uma palavra de conforto. Disse que tudo ia passar. E depois só ficou o tenente (Daniel Benitez) conversando com ele, não sei dizer por quanto tempo", afirmou o cabo, em entrevista ao Fantástico , da TV Globo. Sérgio e Benitez foram os autores dos 21 disparos que mataram a juíza.  Sérgio disse estar arrependido e temer pela vida da família: "Saiu nos jornais que por causa do meu depoimento o coronel foi preso. Na verdade, não falei no nome do coronel. Quem falou no coronel foi o tenente Benitez", disse.

Imagens exclusivas mostram a audácia dos assassinos da juíza Patrícia Acioli, morta em agosto passado no Rio. Na tarde do crime, os acusados passearam pelo condomínio onde ela morava. E estudaram as rotas de entrada e saída, que usariam poucas horas depois. Os depoimentos de dois dos policiais envolvidos foram cruciais para as investigações. Um deles deu uma entrevista reveladora a Sônia Bridi. A reportagem é dela e de Tyndaro Menezes.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Raimundo Eleno dos Santos

A certeza da impunidade causa esse tipo de acontecimento. É por isso que as instituições que vigiam a sociedade passem a ser vigiadas. Corregedorias com pessoas de dentro da instituição, de órgãos de representação da sociedade e também por eleição de representantes da população.Corregedorias mistas.



03/10


2011

Estados vão às vias de fato pelo dinheiro do Pré-sal

Tempo esquenta entre governadores por causa do ''''dinheirinho''''  a mais oriundo do Pré-sal. Renata Lo Prete detalha em sua coluna de hoje, na Folha de S.Paulo:

''''As declarações belicosas do governador Sérgio Cabral (PMDB-RJ) e do senador Lindbergh Farias (PT-RJ) contra a redistribuição da receita de royalties irritaram os Estados não-produtores de petróleo, que ameaçam fazer valer o peso da bancada que têm no Congresso.  ''Temos 23 Estados que têm clara maioria e aceitam um acordo para perder R$ 8 bilhões. Cada provocação do outro lado aumenta a impaciência'', adverte o senador Wellington Dias (PT-PI), autor de projeto que pode ir a voto nesta semana. Os dois blocos voltam à mesa amanhã para negociar acordo que evite a votação do veto do ex-presidente Lula à divisão do dinheiro.

Para evitar a votação do veto de Lula, o Senado tentará correr com o projeto de Wellington Dias. Para isso, relatores de três medidas provisórias que trancam a pauta prometeram entregar os pareceres hoje.

Do senador Walter Pinheiro (PT-BA), sobre a tentativa de levar a voto nesta semana alguma proposta sobre a redistribuição dos royalties: ''Se um grão de sal faz subir a pressão, imagine o sal do pré-sal todo''.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


03/10


2011

País terá de três mil a oito mil vereadores a mais

 As eleições municipais de 2012 vão eleger entre 3.000 e 8.000 vereadores a mais que o pleito de 2008, informa a Folha de S.Paulo desta segunda-feira. Os dados são de uma pesquisa da Confederação Nacional dos Municípios. O acréscimo foi possível após a aprovação de emenda constitucional que define o número máximo de vereadores segundo a população de cada município no Censo de 2010.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


03/10


2011

Nomeado para sanear Dnit comandou obra suspeita

 O TCU (Tribunal de Contas da União) apontou irregularidades em obras comandadas pelo general escolhido pelo governo para sanear o Dnit (Departamento Nacional de Infraestrutura dos Transportes), Jorge Fraxe. No Dnit, ele substituiu Luiz Antônio Pagot. Seu trabalho à frente da BR-101 foi apontado como credencial em sua escolha.  Antes de ser nomeado para a diretoria do Dnit em julho, após uma série de escândalos no Ministério dos Transportes, Fraxe estava à frente da Diretoria Obras de Cooperação do Exército. Auditoria do TCU concluiu que o Exército comprou mais material do que o necessário e gastou em excesso com a manutenção de máquinas.

A investigação cita a compra de cimento, areia e brita (pedras usadas na obra) em uma quantidade maior do que a que era prevista. O prejuízo pode superar R$ 40 milhões, segundo relatório do TCU aprovado na última quarta-feira. O documento pede que o general Fraxe se manifeste no prazo de 15 dias sobre as ocorrências nas obras. (Informações da Folha de S.Paulo)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


03/10


2011

Júnior Baiano e o bem que o PSD de Kassab prestará

 O fim dos ''inhos''  - Com todos os defeitos que tenha e possa vir a ter, o PSD, ao esvaziar o DEM, provoca um bom efeito colateral: vai por pra trabalhar gente que nunca trabalhou. Muita gente não gostava do senador Antônio Carlos Magalhães, do ex-governador César Maia, do ex-presidente Tancredo Neves.

Mas todos fizeram política com luz própria. Filhos e netos tentaram (sem muito êxito) viver do que sobrou dessa luz. O máximo que um deles conseguiu foi o apelido de Junior Baiano. O arrastão pessedista vai mostrar quem, dos herdeiros, pode voar sozinho. (Carlos Brickmann)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


03/10


2011

Ataque ao CNJ contraria ideal de sua criação, diz jornal

 As tentativas de diminuir o poder de investigação do Conselho Nacional de Justiça conflitam com o espírito que orientou sua criação, diz em seu editorial, o jornal Folha de S. Paulo. “Venda de sentenças, atrasos intencionais no andamento de processos, desvio de verbas: casos assim estão longe de constituir a regra geral no Judiciário brasileiro. Seria absurdo, todavia, dizer que inexistem -- ou ofender-se, como parece ser a reação de alguns magistrados, quando alguém menciona o que acontece. Trinta e cinco desembargadores -- o cargo mais alto nas magistraturas estaduais -- estão sob suspeita de ter cometido irregularidades desse tipo”, diz o jornal.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

André Rafael

A Eliana quer ir para o STF. Tudo isso não passa de marketing para ganhar a simpatia do povão e de Dilma. Quem procurou saber dela, já sabe que ela é da turma de Jader Barbalho, Edson Lobão e Toinho Malvadeza. Quem não te conhece que te compre!!



02/10


2011

Piada sobre Dilma repercute na Imprensa britânica

O humorista Danilo Gentili, 32, é destaque na edição impressa do jornal britânico "The Observer", reproduzida no site do "Guardian", em reportagem sobre a nova safra de humoristas brasileiros que tem "desafiado a reputação da nação", segundo a Folhaonline.

A reportagem (leia aqui, em inglês), relembra as piadas que Gentili fez sobre a presidente Dilma Rousseff durante o show "Politicamente Incorreto" (veja o vídeo), realizado em Brasília, em outubro do ano passado.

"Votar na Dilma porque ela foi torturada? Foda-se. Eu pedi para ela ser?", destacou a publicação. "Sério. Um presidente tem que ser esperto. Se ela foi presa e torturada, é porque ela era uma idiota".

Tom Phillips, autor do texto, descreve Gentili como altamente controverso, muito popular e um cara que gosta de viver no limite. "O Brasil tem um rico histórico de sátira e humor político na literatura, no teatro, nas artes e na TV. Mas nunca viu uma cena de stand-up tão vibrante, com artistas que se sentem tão livres para dizer o que pensam", avalia Phillips.

Rafinha Bastos é citado na sequência, quando a reportagem destaca a popularidade dos dois sócios e colegas na internet: Gentili tem mais de dois milhões de seguidores no Twitter, enquanto Rafinha, recentemente eleito o mais influente no Twitter, ultrapassou Lady Gaga e Oprah Winfrey.

"Em qualquer lugar do mundo as pessoas entendem que o papel do comediante é fazer piadas. Um dia vão entender isso no Brasil também, eu espero", afirmou Gentili ao jornal.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


02/10


2011

Bancários e servidores dos Correios continuam em greve

Os bancários e os trabalhadores dos Correios em greve prometem continuar com as paralisações nesta semana. As agências dos Correios devem permanecer fechadas pelo menos até a próxima terça-feira (4), quando as categorias terão novas rodadas de negociação, segundo a Folhaonline.

Os Correios e os trabalhadores terão audiência no TST (Tribunal Superior do Trabalho) para decidir sobre a continuidade da paralisação. Amanhã a greve completa 20 dias. A reunião é a primeira etapa de um procedimento com o objetivo de estabelecer um acordo no âmbito judicial. Sem consenso, o caso pode ir a julgamento.

Ao longo da última semana, não houve avanço nas negociações entre representantes dos funcionários e a direção da empresa. Os bancários, por sua vez, prometem intensificar o movimento grevista, que amanhã completa sete dias. "Queremos quebrar a intransigência dos bancos públicos e privados", disse Carlos Cordeiro, presidente da Contraf (Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeira).

O comando nacional de greve, que reclama do "silêncio" da Fenaban (Federação Nacional dos Bancos), vai se reunir amanhã em São Paulo. Segundo a Contraf-CUT, a entidade patronal não manifestou, até agora, intenção de retomar as negociações. De acordo com a Contraf, na sexta-feira (30), foram paralisadas 7.865 agências e centros administrativos dos bancos. Há, no país, cerca de 20 mil agências bancárias.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha