ArcoVerde

05/09


2006

Lulinha paz e amor ternura Humberto e Eduardo

Já acabou o comício de Lula, em Caruaru. O presidente falou para uma multidão e, numa recaída do estilo Lulinha paz e amor, pediu voto para os seus dois candidatos a governador em Pernambuco - os ex-ministros Humberto Costa, do PT, e Eduardo Campos, do PSB. O socialista, aliás, teve uma recepção bem mais calorosa que Humberto, em razão dos seus dois companheiros de chapa - Jorge Gomes, candidato ao Senado, e João Lyra Neto, vice, serem naturais da terra.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Asfaltos

05/09


2006

Em cima do muro

 O deputado Pastor Olímpio, do PSB de Pernambuco, tomou uma posição no mínimo suspeita em relação ao voto aberto na Câmara, para cassação de parlamentares, aprovado na sessão de hoje do esforço concentrado. Seu voto foi computado no painel eletrônico como abstenção. Quer proteger sanguessuga, certamente!


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Fabio Henrique Cavalcanti Pedrosa

Certamente o eleitorado desse Pastor deve ser um bando de alienados, que só crêem na palavra de Deus e na dele, e o resto ele diz aos eleitores que é mentira da Imprensa. E eles acreditam.

Raimundo Eleno dos Santos

A Bíblia contempla a existência de Deus, em primeiro lugar. O Deus que é de eternidade a eternidade. Mas também refere-se ao deus do mundo. O maligno. Tem muitos escribas e fariseus sentados na Cadeira de Moisés. Não julgo.Mas, pelos frutos, se connhece a árvore. Está escrito

O PSB tem que saberpunir parlamentares que não condiz com sua sigla esse negócio de aceitar pastores que vai de encontro a vontade de Deus, é muita demagogia. Transparência deveria ser o objetivo principal de quem é de Deus.

Paulin de Caruaru.

Pator,é melhor copiar e dizer que não sabia que a votação era naquele horário.



05/09


2006

Líder da Contag pede voto para Humberto e Eduardo

Começou, há pouco, o comício de campanha do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) em Caruaru, no Agreste pernambucano. Neste momento, quem fala é o presidente da Confederação dos Trabalhadores em Agricultura (Contag), Manoel dos Santos.

No seu discurso, Santos garantiu que “o ato é da agricultura familiar, da reforma agrária e dos assalariados em apoio a Lula”. Segundo ele, Lula priorizou as classes menos favorecidas no seu Governo. “Foi um Governo equilibrado, um Governo para todos, mas com o foco prioritário às pessoas mais humildes do País”, comentou.

Neste momento, o presidente da Contag pede votos para Eduardo Campos (PSB) e Humberto Costa (PT), ex-ministros de Lula e candidatos ao Governo de Pernambuco. “Aqui nós temos duas opções”, disse. Ambos estão no palanque e integram a comitiva presidencial. As informações são da Agência Nordeste.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

A contag tem que fechar com Lula, pois é nesse governos que temos comprovadamente que os mais pobres estão de barriga cheia, e fará muito mais no segundo mandato.



05/09


2006

Nova lei das micros: Armando diz que houve avanço

 O presidente licenciado da CNI, deputado Armando Monteiro Neto (PTB-PE), comemorou a aprovação da Lei Geral das Micros e Pequenas Empresas, hoje, na sessão da Câmara dos Deputados. Na sua opinião, esse segmento empresarial pode, com a nova lei, dar um grande impulso à economia do País, onde já contribui com 20% do PIB, especialmente a do Nordeste, onde esse percentual deve chegar a 35%.

''A partir de agora, haverá uma uniformização na legislação. Hoje, todo Estado tem uma regra diferente, o que é muito ruim. Com essa uniformização, também haverá uma brutal redução da carga tributária, as empresas poderão criar consórcios e até participar das compras governamentais. Foi um grande avanço'', avaliou.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


05/09


2006

Darci e Luiz Vedoin complicam senadores sanguessugas

Durante quase cinco horas de depoimento ao Conselho de Ética do Senado, os empresários Luiz Antonio e Darci Vedoin, além do funcionário da Planam Ronildo Medeiros, confirmaram o suposto envolvimento dos senadores Magno Malta (PL-ES), Serys Slhessarenko (PT-MT) e Ney Suassuna (PMDB-PB) com a máfia das ambulâncias.

Segundo o presidente da CPI dos Sanguessugas, Antonio Carlos Biscaia (PT-RJ), os depoimentos comprovaram a ligação dos senadores com o esquema de liberação de emendas parlamentares para a compra superfaturada de ambulâncias. "Da minha parte não há dúvidas do envolvimento dos três senadores", disse.

Os relatores dos três processos de cassação no Conselho de Ética, no entanto, foram mais cautelosos ao comentar os depoimentos. O senador Demóstenes Torres (PFL-GO), relator do processo contra Magno Malta, disse que ainda não tem como formar juízo de valor a respeito do envolvimento do senador.

Mas revelou que Darci Vedoin, ao contrário do que afirma Malta, se encontrou com o parlamentar em 2002, quando ainda era deputado. "Foi um encontro com a participação do deputado Lino Rossi (PP-MT), mas não fomos tratar de negócios", afirmou.

Já o senador Jefferson Péres (PDT-AM), relator do processo contra Ney Suassuna (PMDB-PB), disse que os Vedoin não recuaram nas acusações apresentadas anteriormente contra o senador, mas por outro lado não apresentaram novidades. "Ainda não tenho meu juízo de valor sobre o caso. Quero ouvir novas testemunhas", disse.

O senador Paulo Octavio (PFL-DF), relator do processo de Serys Slhessarenko, disse que os Vedoin afirmaram que nunca se encontraram com a senadora. Mas admitiram que o genro de Serys, Paulo Roberto Ribeiro, foi à Planam receber cheque no valor de R$ 35 mil. Depois de receber o montante, segundo os Vedoin, a senadora teria liberado emendas para a Planam. O genro da senadora também será ouvido amanhã pelo Conselho. Com informações da Folha Online.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

guilherme alves

Tem de se fazer uma CPi para investigar quando os Vedoins estão falando a verdade. Querem acusar quem e proteger quem? Ficamos ao sabor da memória do Vedoin como frisou seu advogado. Quando fazemos algo de errado a nossa consciência deleta logo? Se é que Vedoin tem consciência.



05/09


2006

Lula teria fechado acordo de Humberto com Eduardo

Lideranças políticas vinculadas aos grupos oposicionistas de Pernambuco – do PT e do PSB – comentam sob reserva que os dois ex-ministros candidatos ao governo estadual - Humberto Costa e Eduardo Campos – o primeiro do PT exerceu a pasta da Saúde e o segundo, do PSB, da Ciência e Tecnologia - selaram um acordo durante a visita eleitoral do presidente Luis Inácio Lula da Silva à cidade de Caruaru, na Zona do Agreste.

Tido como praticamente reeleito no primeiro turno, o presidente da República concentraria todos os esforços para tentar eleger o ex-ministro que venha a disputar o segundo turno com o governador Mendonça Filho da aliança PFL-PMDB-PSDB. As pesquisas veiculadas em Pernambuco apontam na direção do segundo turno. O candidato pefelista apresenta a melhor performance individual oscilando entre 36% e 40% nas preferências eleitorais, enquanto Costa e Campos ficam na casa dos 20%.

A tese do acordo prevê que, uma vez reeleito com uma margem prevista de votos equivalente a mais de 65% em Pernambuco, o presidente Lula realizaria comícios gigantes nas zonas do Grande Recife, Agreste, Mata e Sertão, unindo forças do PSB e do PT em torno do candidato selecionado no primeiro turno do pleito estadual.

Esse acordo não foi comentado pelos candidatos ex-ministros, mas circulava com intensidade em Caruaru, enquanto o presidente estava sendo esperado para um comício na praça do INSS, no centro da “capital do Agreste”.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Nõa temos a menor dúvida que no segundo turno Eduardo estará com toda a força petista, bem como Humberto com a força do PSB e coligações, para de uma vez por todas afastar estes admonistradores retrógrados para Pernambuco.

José Rodrigues da Silva

Texto infantil, seria prá o entendimento do Luiz?

É Lula de novo.. com a força do povo !!! É Eduardo !!! É Esperança !!!

Tiago

Acho que se brincar vão querer fazer acordo logo no 1º turno, pois o medo de perder tá grande e as pesquises dizem isso.

José Carlos-Serra Talhada

Vc está colocando a margem de erro de mendonça para cima



05/09


2006

Lula já chegou ao palanque do comício em Caruaru

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva, candidato à reeleição, já chegou ao palanque montado na Avenida Rui Barbosa, em Caruaru, no Agreste de Pernambuco, onde, em instantes, fará comício de campanha. Lula foi recepcionado por uma multidão, que desde cedo aguarda sua chegada.

Acompanham o presidente, o ministro da Secretaria-Geral da República, Luiz Dulci; a vice-presidente da União Nacional dos Estudantes (UNE), Louise Caroline; o cantor Geraldo Azevedo; e o presidente nacional da Central Única dos Trabalhadores (CUT), Artur Henrique Santos.

Os postulantes ao Governo de Pernambuco que apóiam a reeleição de Lula, os ex-ministros Humberto Costa (PT) e Eduardo Campos (PSB), devem discursar na tentativa de garantir a vinculação de seus nomes ao do presidente, que tem quase 70% de intenções de voto no Estado. As informações são da Agência Nordeste.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

IVAN INÁCIO DE OLIVEIRA

MAGNO, VAI ATRÁS DOS TEUS CANDIDATOS: ALCKMIM, MENDONÇA E JARBAS. DEIXA O LULA EM PAZ.



05/09


2006

Oposição acusa governo de esvaziar CPI

A CPI dos Sanguessugas não conseguiu esta tarde atingir o quórum mínimo de 19 parlamentares para votar os mais de 130 requerimentos de quebras de sigilos e convocações de supostos envolvidos na máfia das ambulâncias. A oposição acusou a base aliada do governo de esvaziar a sessão para evitar a convocação de ex-ministros da Saúde.

''É falta de vergonha. Não querem expor o PT antes das eleições. Já salvaram o presidente Lula e agora querem também salvar o partido. A base aliada fez essa armação para não respingar nas eleições de outubro'', acusou o deputado Arnaldo Faria de Sá (PTB-SP).

O deputado reagiu à falta de quórum depois que o presidente da CPI, deputado Antonio Carlos Biscaia (PT-RJ), encerrou a sessão e convocou nova reunião da comissão somente para 4 de outubro --já que o Congresso não terá novo esforço concentrado antes das eleições.

Biscaia argumentou que havia esperado por mais de uma hora a presença dos parlamentares. Diante do esvaziamento da sessão, decidiu encerrar os trabalhos.

Os dois deputados chegaram a trocar insultos na CPI em meio às acusações. ''O senhor é presidente da CPI, o senhor pode tudo. Se o senhor não quer votar, pronto'', atacou Faria de Sá.

Biscaia retrucou e disse que não aceitava o tom agressivo adotado pelo colega. ''Eu não vou reconsiderar o pedido do senhor. A sessão está encerrada'', disse Biscaia. Informações da Folha Online.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

LandRover

Os sanguessugas é que alimentam o nosso querido e amável Presidente, por isso tome "obstrução"...

Raimundo Eleno dos Santos

Lula também é culpado de ter,como metalúgico, fabricado os pregos q foram usados na crucifixão de Cristo.Também de ter colocado mau cheiro na urina do gambá.Lula é um horror.Vamos puní-lo.Façamos o seguinte:Quando for votar digite o 13 e detone a tecla verde-CONFIRME. Prenda-o em Brasília por 4 anos


BM4 Marketing

05/09


2006

Pesquisa do Vox Populi saiu no Broadcast do Estadão

Tão logo noticiei a pesquisa do Vox Populi, que o candidato do PFL a governador de Pernambuco, Mendonça Filho, havia alcançado os 40% de intenção de voto, meu telefone não parou de receber chamadas dos tradicionais curiosos e o blog, ao mesmo tempo, uma chuva de e-mails. Transcrevo abaixo a notícia do Broadcast, serviço exclusivo para assinantes da Agência Estado com o seguinte título: Vox Populi confirma liderança do PFL em Pernambuco. Eis o texto:

"Pesquisa do Instituto Vox Populi confirma a liderança do PFL na disputa sucessória em Pernambuco. De acordo com o levantamento divulgado hoje, o governador pefelista Mendonça Filho receberia 40% dos votos, seguido pelo ex-ministro Eduardo Campos, do PSB, com 20% das citações. Outro ex-ministro, o petista Humberto Costa, está em terceiro, com 19% das intenções de voto.

Somados, os demais candidatos totalizam 1% dos votos. A pesquisa indica a situação confortável de Mendonça Filho, que pode se eleger já no primeiro turno. Seus dois principais adversários, em contrapartida, começam a perder terreno na disputa por conta das suspeitas de envolvimento com a " máfia das ambulâncias". ( Góes & Consultores Associados).


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Estamos vendo que o PFL e PSDB, estão começando a ficar aperriado, pois viram que Roberto Magalhães perdeu a eleição no segundo turno para João Paulo, depois de vencer no primeiro turno com quase 45% dos votos válidos. Pois é mentirinha a tua hora também vai chegar.

Por mais dinamismo que tenha esse Instituto Vox Populi, gostaria de saber se a Pesquisa do Jornal do Comércio de Domingo teve um resultado e terça já tem outro, que encomendou e se estão permanentemente fazendo pesquisas, haja dinheiro.

José Carlos-Serra Talhada

Não estou entendendo uma coisa, como é que o vox populi faz uma pesquisa para ser divulgado aqui no estado e no domingo Saiu o resultado, e como é que na terça o mesmo instituto Faz a mesma pesquisa 2 dias apos e com numeros diferentes?

Maurício Barbosa

Mendonça tem grandes possíbilidades de levar no primeiro turno, é um candidato que não esta envolvido em escandalos , tem crescimento constante em todas as pesquisas e tem no registro de nascimento o nome do pai biologico.

guilherme alves

Magno, ontem, 04.09.2006, você postou uma nota dando ciência da parceria da Rede Globo/Ibope/Estadão para fazer pesquisa com 1.800 questionários dos dias 04 à 07 e divulgação na próxima quinta dia 07 no NETV. Como a pesquisa de campo terminou hoje? Explica.



05/09


2006

Câmara aprova fim do voto secreto

Por 383 votos favoráveis e 4 abstenções, o plenário da Câmara aprovou nesta terça-feira o fim do voto secreto em todas as sessões no Congresso. A medida vale para as eleições da Mesa Diretora da Câmara e do Senado, derrubada de veto presidencial, cassação de mandato e indicação de embaixadores.

Na última hora, o PFL retirou a proposta de limitar o voto aberto às sessões de votação de cassação de mandato. Agora, o voto aberto vale para todas as votações.

O presidente do Conselho de Ética, deputado Ricardo Izar (PTB-SP), disse que a medida deve ajudar na punição dos parlamentarem denunciados pela CPI dos Sanguessugas.

"No resultado do mensalão, se tivéssemos o voto aberto, o resultado seria diferente. Se tiver alguém trabalhando contra isso, problema deles. A maioria quer o fim do voto secreto", disse.

A PEC (proposta de emenda constitucional) ainda precisa ser votada mais uma vez pelo plenário da Câmara e depois segue para discussão no Senado. A expectativa é que o Senado altere a proposta e restrinja o voto aberto às votações de cassação de mandato.

Como não existem votações previstas na pauta da Câmara antes das eleições, a segunda fase da votação da PEC do voto secreto na Casa não deve ocorrer antes de 1º de outubro.

Os deputados do PSOL e PPS ameaçavam divulgar na internet os nomes dos deputados que faltassem à votação da PEC do voto secreto. Essa ameaça acabou ampliando o quórum da sessão, que era de 259 parlamentares no início. Como se trata de emenda constitucional, eram necessários 308 votos a favor da medida. Dos 67 parlamentares acusados de envolvimento com a máfia das ambulâncias, 25 não compareceram à votação. Com informações da Folha Online.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Raimundo Eleno dos Santos

Percebi desde o princípio. A história do Brasil tem mais um divisor: Antes e depois de Lula. O Congresso Nacional tem que ser transparente como um aquário. O povo é ordeiro, trabalhador. Quer apenas um pouco mais de atenção. Lula faz a diferença. É isso.

Vejam quanto o governo Lula está contribuido para a transparência desse país. Embora gostaria de ver todos os petistas corruptos na cadeia, este governo está consolidando com o povo a era da transparência parlamentar, e vamos cobrar muito mais. Eleitores vamos botar pra F.



05/09


2006

PSB expulsa dois deputados sanguessugas

O conselho de ética do PSB recomendou hoje a expulsão dos deputados Paulo Baltazar (RJ) e Isaías Silvestre (MG) do partido. Os dois são acusados de suposto envolvimento com a máfia das ambulâncias e estão sendo investigados pelo Conselho de Ética da Câmara.

O deputado Marcondes Gadelha (PSB-PB) sofrerá uma advertência. O conselho de ética do partido não encontrou prova cabal ou material que justificasse a expulsão do deputado.

Com relação aos deputados Ribamar Alves (PSB-MA) e Josias Quintal (PSB-RJ), o partido decidiu arquivas os processos contra eles. Os dois tiveram os nomes investigados pela CPI dos Sanguessugas, mas não constam da lista que a comissão encaminhou ao Conselho de Ética da Câmara.

A decisão do conselho de ética do partido agora será analisada pela executiva que depois encaminha o caso para o diretório nacional. Somente depois da análise do diretório nacional é que as punições serão efetivadas ou não. Com informações da Folha Online.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

e o gonzaga patriota?



05/09


2006

Vox Populi: Mendonça sobe e chega aos 40%

A Agência Estado noticiou, há pouco, pesquisa do Vox Populi, em Pernambuco, onde o candidato do PFL a governador, Mendonça Filho, subiu para 40%. Eduardo Campos, do PSB, e Humberto Costa, do PT, estão empatados, respectivamente com 20% e 19%.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

José Carlos-Serra Talhada

Não estou entendendo uma coisa, como é que o vox populi faz uma pesquisa para ser divulgado aqui no estado e no domingo Saiu o resultado, e como é que na terça o mesmo instituto Faz a mesma pesquisa 2 dias apos e com numeros diferentes? com a palavra o vox populi

Flavio Campos Neto

Por favor, para evitar má interpretação, coloque o número de registro das pesquisas no TRE. Sem isso a pesquisa só quebra a confiança do eleitor na fonte da noticia. Merndoncinha Cocoricó não tem nem 30%, só não vê quem não quer...

paulo

EU NAO SEI OQ HÁ DE ESTRANHO, NA FOLHA MENDONÇA JA TINHA ATINGIDO 39.9 E OS DOIS 19, ALGUMA COISA. ESTA PESQUISA APENAS CONFIRMA, AS DEMAIS NAO TEM NADA DISTOANTE. SE AS DUDUZETES QUISESSEM ADMINISTRAR O ESTADO QUE NAO TIVESSEM ACABADO COM ELE, O POVO TEM MEMORIA, CURTA MAS TEM.

Maurício Barbosa

Vai ser no primeiro turno !

Quem encomendou essa pesquisa?foi o jc?pq ñ ta la no blog do jc?onde ta dispinivel?precisamos comparar com a ultima encomendada pelo mesmo cliente, ai tudo bem, Mendonça pode ter até 70%,mas misteriosa assim, da pra desconfiar.



05/09


2006

Câmara discute PEC do voto secreto

A Câmara discute nesta tarde a proposta de emenda constitucional que acaba com o voto secreto no Congresso. O PFL apresentou uma proposta para manter o voto secreto apenas nos casos das eleições para as mesas da Câmara e do Senado. Com isso, ficaria abolido o voto secreto para as demais deliberações, como os processos de cassação, vetos presidenciais e indicação de embaixadores.

Há registrado no painel eletrônico a presença de 401 parlamentares. Deputados do PSOL foram a plenário para denunciar que há uma articulação dos parlamentares acusados de envolvimento no esquema dos sanguessugas para esvaziar a sessão. ''Estamos preocupados com o fórum. Estamos desconfiados de que ocorreu um golpe'', disse a deputada Luciana Genro (PSOL-RS) demonstrando temor de esvaziamento da sessão para evitar a aprovação da proposta.

Para ser aprovada, a proposta de emenda constitucional precisa de 308 votos favoráveis. Alguns deputados levantaram cartazes no plenário com os dizeres ''voto ético é voto aberto''. A deputada Perpétua Almeida (PT-AC) tem circulado no plenário com uma bandeira do Brasil enrolada no corpo. Com informações da Agência Estado.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


05/09


2006

Alckmin: "Não preciso de muletas feito o Lula"

 Em sabatina de que participa, neste momento, na Folha de S. Paulo, o candidato do PSDB à Presidência, Geraldo Alckmin, negou que sua campanha eleitoral tente esconder o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso. Ele disse que não precisa de ''muletas para fazer campanha''.

''Observe a minha campanha, ninguém aparece. Não sou o candidato do PT, que precisa andar de muleta'', disse ele hoje durante sabatina após ser questionado sobre a ausência do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso em sua campanha. ''Quem aparece no meu programa de televisão é o povo, e eu falando o que eu penso o que é melhor para o país.'' As informações são da Folha Online.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

guilherme alves

De fato, o Geraldo precisa apenas de votos.

Ôh Alkimim, como é q uma pessoa foi Governador de São Paulo, e cai no conto do vigário, esse Zé Jorge e o Senador do cabelo de brilhantina Severiano Sergio Guerra são não resta + nenhuma duvida o motivo da sua desastrada campanha, ainda ta em tempo, mande-os de volta pra mendonça e toque sua campanh



05/09


2006

Mendonça: "Ninguém impede diálogo com Lula"

 Num debate, há pouco, promovido pela Federação do Comércio de Pernambuco e pela Câmara de Dirigentes Lojistas, no Recife, o governador e candidato à reeleição, Mendonça Filho (PFL), declarou que seu apoio a Geraldo Alckmin (PSDB) não o impede de “dialogar” com o presidente Lula (PT) e com o prefeito do Recife, João Paulo (PT).

“Todos sabem que meu candidato é Alckmin, mas posso manter diálogo com os outros. Eu consigo colocar de lado os interesses políticos e, em primeiro lugar, os interesses da sociedade”, ressaltou, numa justificativa ao uso da imagem dos dois líderes petistas em sua propaganda eleitoral.

A tentativa de Mendonça Filho de mostrar proximidade com o presidente Lula, sem, no entanto, deixar de lado o apoio ao candidato tucano, acontece justamente no dia em que o presidente Lula retorna a Pernambuco, ao lado dos dois principais adversários do pefelista, os ex-ministros Humberto Costa (PT) e Eduardo Campos (PSB).

 

Apesar das declarações de apoio a Alckmin, ao ser indagado sobre a possibilidade de a União por Pernambuco (PFL, PSDB, PMDB, PPS, PHS, PTN) adotar alguma estratégia política que fortaleça a imagem de Mendonça Filho junto ao seu candidato “oficial”, Geraldo Alckmin, o postulante preferiu não comentar. “Não revelamos estratégias de campanha antecipadamente”, esquivou-se. As informações são da Agência Nordeste.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Dialogar não Mendonça Filho, o que não pode é colocá-lo no seu guia, Em política agente tem que tomar partido, pois até na bíblia Deus diz que as pessoas em cima do muro são vomitáveis.

guilherme alves

É por essa postura Magno que o filme tem novo título: " Dona Flor e seus dois maridos(e um amante)".

antigamente agente la no interior chamava isso de BICÃO.

Raimundo Eleno dos Santos

Primeiro a fala, depois o passo e, ao depois do passo, o voto. Mendoinça e Jarbas abrirão. Votarão no Lula. Alck já disse que vai concentrar a campanha no sul. Esqueceu-se do Nordeste, o que já era de se esperar. Ele e candidato da Av. Paulista.Os banqueiros e industriais votarão nele.