ArcoVerde

03/09


2006

Vereador tucano ensina como enganar eleitor

 A reportagem, de autoria do jornal Estado de Minas, também foi publicada neste domingo pelo Correio Braziliense. Leiam a íntegra:

''Selecione 0,25% do eleitorado de sua cidade e mande cartas em nome de um dos seus adversários, de preferência o mais “desequilibrado emocionalmente”, dizendo que todos os dias ele atende a população em sua casa, distribuindo cestas básicas, remédios, material de construção e até ajuda a pagar algumas “pequenas contas”. Não escreva nada à mão e use luvas desde a compra dos envelopes até a postagem das cartas. De preferência envie as correspondências de uma outra cidade, onde seu adversário tenha qualquer tipo de ligação. O objetivo é humilhar o eleitorado do candidato rival para conseguir derrotá-lo com mais facilidade.

Essa é uma das dicas do livro Estratégias dinâmicas para ganhar eleições, um manual para conquistar votos e se manter no poder, escrito por Divino Rezende de Morais (PSDB), um vereador de Vespasiano, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. Ele assina a “obra” com o pseudônimo de Planjon R. Morales, tradução, segundo ele, de “divino” em grego. A tática, apesar de ser uma apologia aos crimes de falsidade ideológica e calúnia e difamação, parece ter funcionado com o vereador, que exerce seu quarto mandato consecutivo. Para facilitar o trabalho do seu leitor, Planjon dá inclusive o modelo da carta a ser enviada.

A capa do livro, uma versão tupiniquim de As 48 Leis do poder, um best seller de auto-ajuda na área empresarial, sucesso de vendas no mundo inteiro, ilustra bem seu conteúdo. Nela, só aparecem moedas e cédulas de vários países. Não é para menos. Afinal, segundo Planjon, “nosso país foi colonizado basicamente por condenados e meretrizes e desde o início o ‘é dando que se recebe’ é levado a sério”. O livro também prega, sem nenhum constrangimento, a compra de votos, prática proibida pela legislação eleitoral e que pode inclusive acarretar na perda de mandato antes mesmo de a sentença tramitar na última instância.

Mas é preciso cuidados com os eleitores pedintes, alerta o autor, que dá conselhos sobre como o político ou candidato deve fazer para se desvencilhar deles. Um deles é não andar com dinheiro no bolso. O outro é fazer visita aos doentes internados em hospitais da rede pública, mas não demorar muito no leito para não precisar “pagar a conta da farmácia”. Entre outras pérolas do manual — na sua segunda edição — estão conselhos como “tenha sempre um laranja, aquele agente intermediário, que efetua, por ordem, suas transações perigosas, ficando oculta sua identidade” ou “tenha sempre uma conta bancária fora de sua cidade e mantenha seu nome no SPC/Serasa, para evitar ser fiador ou avalista de alguém”.

Investigado
O autor do livro, pelo visto, segue à risca seus conselhos. Ele é um dos investigados pela Procuradoria de Combate a Crimes Praticados por Agentes Municipais por irregularidades e fraudes em contratos firmados entre a prefeitura de Vespasiano com empresas de marketing e eventos. A suspeita é de que Divino, juntamente com o vereador José Winston (PP), irmão do prefeito Ademar José da Silva (PSDB), sejam os verdadeiros donos de uma das empresas — a Interativa Promoções, Eventos e Marketing Ltda., registrada em nome de laranjas. O diretor administrativo da empresa é o filho de Divino, Gilberto Rezende. Entre as verbas que teriam sido desviadas estão recursos do Fundo Nacional de Desenvolvimento do Ensino Fundamental (Fundef).



Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Esta cartilha estão querendo aplicar aqui em Pernambuco com a gestão Mendonça e Evandro, pois começaram com débitos no BNB e por aí vai. Cuidado pernambucanos não se deixem enganar. É Lula lá e Eduardo cá.

Raimundo Eleno dos Santos

Fazer o bem é muito complicado. Fazer o mal é simples, nem precisa de manual. É certamente algo muito interessante.Ao seu tempo, Nicolau Maquiavel em "O Príncipe", dava lições de maldade aos políticos, que nem precisava.Esse vereador é a versão tupiniquim do Italiano.


Asfaltos

03/09


2006

Jarbas pode virar ministro de Lula

 O Correio Braziliense deste domingo traz uma reportagem do jornalista Gustavo Krieger, que trata sobre as composições políticas que deverão comandar a montagem do novo ministério de Lula, após a reeleição.

E o futuro senador pelo PMDB de Pernambuco, Jarbas Vasconcelos, acabou citado na matéria, que levanta a hipótese dele vir a ocupar um ministério:

"O PMDB quer uma área completa. Poderia ser a social ou a infra-estrutura. Lula aceita, mas exige o apoio formal da legenda e da grande maioria de suas bancadas, não apenas da facção liderada pelos senadores José Sarney (AP) e Renan Calheiros (AL). Para isso, pensa em convidar para o governo até quem apóia o tucano Geraldo Alckmin, como o ex-governador de Pernambuco, Jarbas Vasconcelos".


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Se o lula estivesse doido, poderia chamá-lo para o Ministério dos Transportes. Vai fazer estrada assim na casa de c...

Maurício Barbosa

Essa possibilidade esta totalmente descartada.

Drácula

E ANTES QUE ALGUÉM PERGUNTE, RESPONDO: QUANDO FOREM DUAS VAGAS PARA O SENADO, O DETENTOR DOS 60% DE APOIO..............NOMEIA O SEGUNDO SENADOR....HAHAHAHAHAHAHA

Drácula

ALIÁS.. PROPONHO A JARBAS, QUE O PRIMEIRO PROJETO DE LEI DELE MODIFIQUE A LEI ELEITORAL. TIPO: QUEM TIVER MAIS DE 60% NAS PESQUISAS - AUTOMATICAMENTE ESTÁ ELEITO.... DEVE SER UM SACO FAER CAMPANHA PARA O SENADO SOZINHO.......HAHAHAHAHAHAHA

Drácula

SE FOR VERDADE...LULA JÁ PODE CONVIDAR O JARBAS NO DIA 2 DE OUTUBRO, JÁ QUE ELE SERÁ SENADOR POR PERNAMBUCO - POR ACLAMAÇÃO. HAHAHAHAHAHAHA....



03/09


2006

Enquete: Eduardo e Mendonça continuam empatados

Quem venceu o debate da TV-Clube entre os candidatos a governador de Pernambuco? A enquete acaba hoje. Por enquanto, Eduardo Campos, do PSB, e Mendonça Filho, do PFL, aparecem empatados, com 42% e 40%, respectivamente. Vamos votar, gente! Amanhã, logo cedo, postarei o resultado final da enquete.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Flavio Campos Neto

Empate ??? Vc não ta vendo que Eduardo esta na frente ? Depois não sabe o que é ser tendencioso...



03/09


2006

Anos-luz à frente da mediocridade

José do Rego Maciel jamais se desligou do mundo, nunca envelheceu, sempre esteve ligado nos fatos políticos e era, na verdade, uma fonte inesgotável de conhecimento. Sua ausência física reforça a tese de que o país, e em especial o Estado de Pernambuco, não deve perder de vista os exemplos de correção que nortearam a carreira política dos modernistas de 45.

Eles deixam uma mensagem que vai além do nosso tempo. Eles insistem que a vida pública é um sacerdócio a ser exercido com a dignidade que reflete o verdadeiro caráter da civilização  brasileira. Anos-luz na frente da mediocridade entediada, interesseira e apática que um dia será expulsa da vida pública para dar lugar aos políticos capazes de honrar a missão reservada pela história aos que sabem deixar exemplos.

Foi-se um quadro importante da história de Pernambuco e do Brasil. Deixa uma bagagem de inesgotáveis lições na plataforma da última estação'', avalia o jornalista Angelo Castelo Branco, em artigo que acabo de postar em Opinião, ao prestar uma nova homenagem ao ex-prefeito do Recife, pai do senador Marco Maciel, que faleceu sexta-feira passada. Boa leitura!


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

José Rodrigues da Silva

Foi um homem íntegro, só. Se houvesse o destaque pretendido não teria sido "pai de Marco Maciel" e sim Marco dele filho. No mais, um homem público correto!



03/09


2006

Severino também ganhou espaço no Estadão

  Severino Cavalcanti também teve os seus centímetros de fama no Estado de S.Paulo deste domingo. Porém, o jornal paulista, embora o trate como uma figura folclórica e emblemática da política, não entrou no mérito dele estar sendo barrado no guia da TV e do Rádio pelo PSB, conforme informou o concorrente Folha de S.Paulo. Leiam a íntegra desta matéria:

"Seu Zito, aos 74 anos, prepara a volta ao poder que deixou escapar faz um ano, escorraçado e humilhado que foi sob acusação grave de criar o mensalinho na Câmara.

Com a astúcia de um gato, ainda que sob o peso da diabete que ameaça sua saúde, ele toca uma campanha à antiga, de porta em porta. É um dedo de prosa aqui, uma lábia ali, promessas e afagos por onde passa.

É Severino Cavalcanti em campanha. Nas ruas ele se anuncia como o “guerreiro de sempre”. No agreste, na zona da mata ou no sertão brabo de Pernambuco, o ex-deputado que renunciou ao cargo para driblar a inelegibilidade anda à caça de votos. É do PP, mas fecha aliança com qualquer partido que o ajude em seus propósitos. Apóia Eduardo Campos (PSB) para governador e Lula (PT) para presidente.

Por vezes o ex-presidente da Câmara faz tipo enternecedor para a gente necessitada do campo, os sem-emprego que tiram da terra o feijão e a mandioca que são o seu sustento. Aos prefeitos, vereadores e políticos que o recebem para uma buchada de bode ele acena com boa soma de recursos federais a partir da apresentação de emendas, uma vez eleito. E assim vai selando acordos, renovando apoios, conquistando votos.

Até os desafetos, que o acusam de impor um regime de ferro na miséria pernambucana, reconhecem de público e com deferência que Severino ainda mantém poder de fogo por essas bandas. Estimam que ele deverá contar 60 mil votos, um feito para quem saiu de Brasília mergulhado em escândalos e afamado como defensor do nepotismo e dos marajás.

Os aliados, não são poucos, vão além - calculam em 90 mil o número de eleitores que o reconduzirão à Casa e ao convívio de mensaleiros e sanguessugas.

A campanha de seu Zito, como Severino é chamado aqui em João Alfredo, onde nasceu e construiu sua carreira, não é feita de grandes comícios. Dia desses reuniu 2 mil pessoas em uma caminhada pelas ruas de Bom Jardim e outras mil em Cumaru. Mas prefere mesmo é se acercar de lideranças locais para traçar planos e metas. Também se desloca por áreas rurais, onde fica à vontade.

Sua agenda de candidato consome quase 16 horas do seu dia. Não raro o céu de Boa Viagem, no Recife, onde mora, ainda é um breu quando dona Catharina Amélia, que o escolheu marido há mais de meio século, lhe passa as recomendações de hábito. A bordo da Pajero ano 95 parte para a longa missão. Sua companhia são o motorista, uma caixa de insulina Lantos, uma frasqueira com a muda de roupa e o Espírito Santo, a quem pede que ilumine seu caminho.

Muitas vezes pára no trajeto e entrega santinhos nos casebres de pau-a-pique de beira de estrada e também para comer jaca e beber água de coco.

A rotina de campanha é interrompida quando uma crise de diabete o castiga e o prende em casa. Semana passada mesmo, depois de cumprir uma maratona em Bom Jardim, João Alfredo, Cumaru e Caruaru, foi obrigado a se recolher ao apartamento do Recife. Não mais foi visto em suas bases eleitorais. Assessores montaram um esquema para não expor o ex-deputado e evitar o assédio da imprensa.

João Alfredo é pouco mais que um povoado, como o são todos os 25 municípios pernambucanos onde ele encontra a anuência de parte da população. São 29 mil moradores - 44% deles analfabetos - e 22,9 mil eleitores na terra natal de Severino, onde ele vendia bijuterias, ainda na adolescência, e depois montou uma fábrica de móveis, antes de ingressar na política. A fábrica não existe mais, no entanto deixou frutos - muitos que trabalharam para seu Zito aprenderam o ofício e montaram na cidade seu próprio negócio. São gratos a ele pela oportunidade.

O pessoal simples também dá valor aos costumes e tradições do interior. Severino tem ciência disso. De modo que, quando algum conterrâneo vai embora desta vida, ele não perde a chance de comparecer a todos os atos de ofício, do velório à missa de corpo presente até a última pá de terra, levando seus sentimentos à família do morto.

Para seus adeptos ele é um padrinho querido, que nunca se fez ausente. Não por acaso, Severino mantém a Associação João Vicente Ferreira, entidade que oferece o mais legítimo assistencialismo dos coronéis da política, com direito a médico e dentista de graça uma vez por semana. “O povo nordestino vota em quem lhe dá assistência”, atesta Roosevelt Gonçalves (PP), prefeito de Cumaru.

Os joão-alfredenses contam que Severino nem precisa dar o ar da graça por aqui para garantir voto. “É como uma seita”, define o vereador Wilson França (PP). Pelos seus cálculos, Severino vai ter 6 mil votos de João Alfredo. “Ele é muito humano.”

Passa longe da cabeça dos seguidores de Severino que ele tenha se prevalecido de um golpe rasteiro no erário para ampliar o patrimônio. Eles acreditam que o ex-deputado é homem de predicados, político laborioso.

“É homem de muita luta, um guerreiro”, depõe José Rinaldo Mathias, que conduz a Veraneio bordô ano 74 pelas ruas de João Alfredo, tocando o forró do Severino, de autoria do Toínho de Limoeiro.

Fã de carteirinha do ex-deputado, Toínho compôs a melodia que é uma pregação. “Falaram tanto e ninguém provou, é inveja, olho grande, despeito, isso é que é maldade”, diz um trecho da canção, ao som do teclado eletrônico.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Políticos como estes realmente estão em extinção. Vamos dar a lição que ele merece.

Uma quantidade enorme de palavras para uma pessoa que já se recolheu a sua insignificancia.Meu Deus onde estamos!

guilherme alves

Tá faltando notícias para a pauta dos jornais. Só isso explica essa reportagem. É muito pobre.



03/09


2006

Lula já pensa no sucessor em 2010

 Na Folha de S.Paulo, o jornalista Kennedy Alencar informa neste domingo, que o presidente Lula, que já se considera reeleito, começou a avaliar nomes para a sua sucessão, em 2010.

Lula estaria pensando nos nomes do ex-ministro da Integração Nacional, Ciro Gomes, ou da ex-prefeita de São Paulo, Marta Suplicy, para a disputa.

Arrisco a comentar que, embora esteja longe a sucessão de Lula, pois as urnas ainda nem fecharam para concretizar a sua reeleição, o fato do presidente estar pensando, agora, em 2010, significa que os dois nomes deverão ter presença garantida e marcante no seu próximo ministério.

Para fazê-los conhecidos do público, Lula precisará colocar Ciro e Marta, ou um dos dois, numa pasta que tenha contato popular. Então, apostem nos nomes de ambos para compor a equipe de governo, que será montada após o fechamento das urnas no mês que vem. 


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Esses jornalistas, querem tentar prejudicar a vitória cristalina de Lula. Tenho certeza que pensará em seu substituto na hora certa, agora é colocar o Brasil no caminho do desenvolvimento, e escolher bem seus Ministros.

Hélio noronha

será o AÉCIO NEVES, com um vice do nordeste. anotem aí

Que tal um homem honesto e competente como o Lulla? José Dirceu, Delubio, Genuino ou Humberto Costa? Ou ainda, Saeney, Silvinho "Land Hover", Marcos Valério. Okamoto ,Renam Calheiros, Jucá, Senador Tião ou dançarina "gorda"? Bem tem mais, peço desculpas mais o esoaço é curto.

Raimundo Eleno dos Santos

PSDB/PFL=FHC e ACM têm que explicar direitinho a questão das Teles, Fonte/Sindan,Projeto Calha Norte/Proer dos Bancos/Base de Alcântara/ Sergio Mota=BNDES/AntºCarlos no Ministério das Comunicações;Alckmin, por sua vez, a NOSSA CAIXA e outros gatos.

josé arnaldo amaral

em complemento: E o candidato do MULLA para sucedê-lo é elle próprio. Vadre retro, vampiragem!!! 45 nelles!!!



03/09


2006

PSB esconde Severino em propaganda na tevê

 O ex-presidente da Câmara dos Deputados, Severino Cavalcanti (PP), voltou a ser manchete, hoje, na Folha de S. Paulo, simplesmente porque faz campanha para deputado sem aparecer na propaganda eleitoral no rádio e na televisão. O PP integra a coligação que apóia o candidato do PSB a governador, Eduardo Campos, que teria vetado a presença de Severino na TV.

 

Pelo entendimento fechado com o PP, só entra a filha de Severino, deputada estadual Ana Cavalcanti, que disputa à reeleição, por ter uma imagem mais leve, sem identificações com escândalos nem com mensalinho. Ao repórter da FSP que quis saber de Severino a razão de não aparecer na televisão, ele alegou que não tem interesse.

 

Não abriu o jogo sobre o acerto fechado com o PSB, que julgou que sua imagem, associada à de Eduardo Campos no mesmo guia, poderia tirar votos do socialista na classe formadora de opinião, pelo fato de ter sido obrigado a renunciar para não ser cassado, quando, na condição de presidente da Câmara, foi acusado de receber propina de um dono de restaurante, em Brasília.

 

“Não preciso do guia para me eleger. Faço a política do corpo-a-corpo e do porta a porta há mais de 40 anos”, alegou Severino, que, aos 74 anos, tem demonstrado grande vitalidade para pedir o voto em caminhadas no seu reduto eleitoral. Severino prevê que terá entre 80 a 100 mil votos, garantindo sua volta ao Congresso.

 

Mas, seu otimismo não é compartilhado entre seus próprios aliados, que acham que o candidato Eduardo da Fonte, sua cria política, já avançou mais do que ele em redutos no Agreste e Zona da Mata, estando, assim, numa posição mais confortável para garantir o mandato.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Estamos dando a oportunidade de um ser humano se redimir diante das falhas cometidas, Jesus ensina esse procedimento, porém o povo vai julgar se ele merece retornar ou não. Tenho certeza que em nosso quadro não terá vez. É Lula lá e Eduardo cá.

paulo

ETA QUE CHAPA! DUDU PRECATORIO+INOCENCIO ESCRAVIDAO+SEVERINO MENSALAO. E DOSE DE DAR EM DOIDO.

e alguém é BURRO, pra ta com um porco desse mostrando na televisão, deixa ele la pro João Alfredo só relembrando do tempo que vivia no seu autêntico curral ou seja:PEFELÂNDIA.

josé arnaldo amaral

Ofende o mito: É flagrante a ingratidão dos socialistas pernambucanos para com o companheiro de base MULLISTA e de coligação, Severino Cavalcanti. Renega aqui e paparica lá. Os severinistas do congresso votam como o PSB. De cabo a rabo. Inclusive nos ônibus virtuais. 45 nelles, lá e lô !!!



03/09


2006

Audiência do guia eleitoral em PE supera média nacional

 Mantendo a tradição de Estado extremamente politizado, Pernambuco dá Ibope ao guia eleitoral no rádio e na televisão. Segundo pesquisa do Diário Data, publicada hoje no DP, 53% dos eleitores estão acompanhando atentamente a propaganda eleitoral.

Pesquisa nacional do Datafolha, publicada no meio da semana passada, revelou que o guia eleitoral estava sendo visto por apenas 35% dos brasileiros. Para os pernambucanos, o melhor programa na tevê é o de Mendonça Filho (PFL), seguido pelo de Humberto e Eduardo, nesta ordem. Dos 1.100 entrevistas, 83% disseram que o guia é muito importante para conhecer as propostas e a vida dos candidatos.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Pernambucanos, cada vez mais me orgulho de ser nordestino e pernambucano, pois sempre demos lição de cidadania e conhecimento político. Lamentavelmente tem pernambucanos com expoência política que não traz nada para Pernambuco, já o Lula, fora tanto tempo, com apenas quatro anos deu Show.

Flavio Campos Neto

Onde e como foi feita essa pesquisa pra saber qual o melhor guia ?? Cuidado com essas informações para não confundir o eleitorado...

Por falar em guia, tem uma radio aqui, que atende pelo nome de OI FM, que passa o guia de Minas Gerais,pode?eu até esperei que o Senador Eduardo Azeredo, aparecesse pra me da explicações de como é que ele teve aquela fabulosa idéia de criar o MENSALÂO, que hoje seus pares tanto criticam


BM4 Marketing

03/09


2006

Senado: Jarbas tem 63% na pesquisa do Diário

 Na pesquisa do Diário de Pernambuco, encomendada ao Diário Data, - também na edição de hoje do jornal - o ex-governador de Pernambuco, Jarbas Vasconcelos (PMDB), continua disparado na preferência do eleitorado quanto à eleição para o Senado. Tem 63%, Luciano Siqueira(PCdoB) 5% e Jorge Gomes(PSB) apenas 2%.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Milton

Raimundo. Axo que nesse instituto os números ficou o mesmo. Os outros candidatosnão passam de 5%. Luciano vai sair mais degastado do que entrou, quem bate em Jarbas sai perdendo. Bem que ele tá só como Laranja pra puder Humberto dá uma de bonzinho.

Raimundo Eleno dos Santos

Antes era 69, agora 63%. Tá caindo, tá caindo. Ainda falta 29 dias. Vai cair muito mais. Ainda verei e ouvirei Jarbas cantar a musiquinha que tenho me referido, a da busca: SENADO, AONDE ANDA VOCÊ? Será o reflexo do "encosto" que o segue e persegue = ROBERTO FREIRE.

ele não para de olhar pra cima, não é mesmo?deve ta se questionando, meus Deus, quanto pecado ja cometi mas não me conformo, quero + muito +, poís não sai da minha cabeça aquela bisbilhioteira da dona Maria de Fatima, que foi dizer pra todo mundo q eu vivia la na Queiroz Galvão, mentirosa, difamador



03/09


2006

Mendonça bate Humberto e Eduardo no segundo turno

No cenário de segundo turno da pesquisa Vox Populi em Pernambuco, que o Jornal do Commercio traz na sua edição de hoje, o governador e candidato à reeleição, Mendonça Filho (PFL), bate os seus dois principais adversários .

Frente ao petista Humberto Costa, Mendonça põe 18 pontos de vantagem - 48% a 30%. Contra Eduardo Campos, do PSB, a vantagem é menor, de 10 pontos - 45% a 35%.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

e ja teve eleição foi? o CADOCA(aquele das festas, e do FUNCULTURA), ja tava escolhendo seu secretáriado, nessa mesma época ha dois anos atráz, é bom de vez em quando agente ter um pouquinho de cautela, póís, não faz mal a ninguém.



03/09


2006

Alckmin culpa Lula pelo crescimento da violência e do PCC

O candidato tucano à Presidência da República, Geraldo Alckmin, responsabilizou o presidente Luiz Inácio Lula da Silva pelo crescimento das ações do PCC em todo o País e pelo problema de insegurança pública instalado no Brasil.

O tucano fez essas declarações um dia depois de a Polícia Federal ter prendido 38 pessoas de uma quadrilha ligada à facção criminosa de São Paulo. Alckmin percorreu, ontem, Porto Alegre e Esteio, no Rio Grande do Sul, estados onde sua popularidade vem crescendo e, segundo a última pesquisa do jornal Correio do Povo, de 26 de agosto, ultrapassou a de Lula, chegando a 33,7% das preferências, contra 31,5% do presidente-candidato.

''O problema de segurança no Brasil não é só em São Paulo. É um problema que está no Brasil inteiro. A responsabilidade é de todos. Agora, é óbvio, que o governo Lula, o governo do PT, se omitiu e abriu mão na questão da segurança pública, levou quatro anos para fazer um presídio que só tem 30 presos, passou quatro anos contingenciando dinheiro dos fundos de segurança e não teve uma ação para melhorar o combate ao tráfico de drogas'', afirmou Alckmin.

Indagado se responsabilizava o presidente Lula pela expansão da facção PCC, respondeu: ''pelo crescimento não só desta sigla, mas pelo problema de insegurança que o País todo vive. O problema não é uma sigla não, é muito mais complexo''. As informações são da Agência Estado.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Raimundo Eleno dos Santos

Lula é culpado pela formação do Saara, pelo naufrágio do Titanic, pelo surgimento do Furacão "Ernesto" e pela formação rochosa dos Andes. Merece ser repelido. No dia da eleição coloque-o dentro da urna. Faça o seguinte: digite 13 e detone a tecla verde.Pronto.Vamos interná-lo em Brasília.+4 anos!

Antonio Pereira

LULA É CULPADO DE TUDO DE RUIM NESTE PAIS. SÓ QUE FALTOU COMBINAR COM 50% DOS ELEITORES QUE ACHAM QUE NÃO. ALCKMIN ESTÁ SEM DISCURSO E FICA AGREDINDO POR DESESPERO.

guilherme alves

Desdenhando o PCC quando foi formado as suas barbas enquanto governador, o Geraldo continua com as suas declarações equivocadas. Deveríamos abrir um concurso para teste de memória ou quem fala mais besteira.

la em baixo ele ta culpando o LUL, pelas demissões na Volkswagem, a LULA também deve ser atribuída a culpa por ele ter sido o escolhido pra ser o candidato ao invés do Serra, poís seria muito maís dificil vence-lo, mas como o LULA não e BESTA, enrrolou os TUCANOS, e o impôs candidato.

josé arnaldo amaral

Pior que crescimento de PCC, é o MULLA , através da criminosa compra de votos com bolsa-esmola,valeriodutos, mensalões, sanguessugas, e demais programas eleitoreiros, transformar a massa do sofrido Povo brasileiro em legiões de párias imersas na obesidade e na preguiça. Reage Brasil !!! 45 nelles



03/09


2006

O poder sem pudor

 Da coluna de Cláudio Humberto: ''Os autores do livro “Viagens com o Presidente” tentam desqualificar Larry Rohter, do New York Times, que divulgou os hábitos etílicos de Lula, mas contam que no retorno de viagem a Havana, Lula convidou o governador do Amazonas, Eduardo Braga, a “enxugar” alguns copos. Ele não agüentou:

- Pó, o Eduardo capotou lá dentro – disse “uma autoridade”, horas depois. O governador só despertou do porre depois de o avião chegar a Brasília.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Botem na cabeça que a vampiragem, as sanguessugagem, etc. começaram antes do governo Lula, isso está provado. Agora foi descoberto para o povo do Brasil no governo Lula e isso é mérito, pois a safadeza não vai continuar. É Lula lá e Eduardo cá.

josé arnaldo amaral

Porre é bobagem. Dor é assistir o sangue do povaréu sustentar as safadezas dessa vampiragem pelo mundo afora. Começando pelo aeromullas de zilhões de doláres. 45 nelles !!!



03/09


2006

Boa notícia para os paraibanos

Da coluna de Claúdio Humberto: ''A montadora Walkbus vai se instalar em João Pessoa (PB) para produzir microônibus que substituirão as velhas Kombis de transporte escolar''.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


03/09


2006

Tia de Lula reclama da sorte na esquecida Caetés

 Ao viajar para São Paulo, com sete anos de idade, depois de esperar três dias a passagem de um caminhão pau-de-arara, o ainda Luiz Inácio da Silva (sem Lula), em 1952, partiu em busca de seu destino. Durante estes anos, familiares ficaram para trás, e sobrevivem como a maioria dos brasileiros.

Pobres e esquecidos, primos e uma tia do presidente ainda sofrem com os problemas do cotidiano. Mesmo assim, poucos ousam criticar o familiar ilustre, revela o repórter Edwilson Ruas, em matéria especial na Folha de Pernambuco.

Corina Guilhermina da Silva, 77 anos, irmã de Eurídice Ferreira Mello, a dona Lindu, mãe de Lula, é a única tia do presidente viva e residente no Estado. Doente, ela precisa de atendimento médico constante, percorre diversas vezes durante a semana oito quilômetros em uma estrada de barro irregular e estreita. Ao lado do seu companheiro, o Seu Dezinho e de uma neta, ela “se vira e vive”.

Sem veículo, a aposentada conta com a ajuda do seu genro e da filha para fazer exames e buscar remédios. Ostentando uma foto com o sobrinho ilustre na sala da casa, Dona Corina, como é conhecida, revela que, apesar de não ter sido procurada por ninguém em quatro anos de governo petista, não perdeu a fé em ser beneficiada pela família.

“Ele ganhou e estou levando a vida. Nunca mais eu o vi. Apenas quando veio aqui, depois que ganhou. Nem veio mais Lula, nem os irmãos. Mas quem tem vida, tem esperança. Voto nele”, confessou.

Assim que nos recebeu, em sua casa, questionou: “O Lula vem mesmo para cá?”, disse em referência a Caetés. Ao saber que ele viria a Pernambuco, mas não à cidade natal, a aposentada mudou o semblante e explicou. “O Vavá - Genival Inácio da Silva, 65, irmão mais velho de Lula - antes de ganhar tinha prometido construir uma cisterna (que não possui água encanada) e ajeitar a casa. Até hoje! Meu teto está caindo. Quando chove, alaga tudo dentro de casa. Está em tempo de cair”, afirmou, apontando para as madeiras danificadas que sustentam as telhas.

De acordo com ela, o pequeno Lula era um pouco diferente dos meninos da época. “Era da escola para o trabalho e do trabalho para casa. Era quieto e calmo. Nunca foi de se meter em confusão”, disse.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

josé arnaldo amaral

O MULLA deixou de ser nordestino e solidário desde que bateu dos pés a poeira de Caetés. É paulistano dos ruins. Só coça para cima. Você vai votar num presidente de República que deixa a própria tia na miséria ? Quem pensa muda. 45 nelles!!!



03/09


2006

PDT vira "laranja" do PT em São Paulo

 A direção nacional do PDT estuda tirar do ar o seu candidato ao Governo de São Paulo, pastor Carlos Apolinário, que aparentemente fez um acordo com o PT e usa o horário gratuito para atacar o candidato tucano a governador, José Serra. Apolinário poupa o petista Aloizio Mercadante, o que levantou suspeitas. Dirigentes históricos estão revoltados com a hipótese de o PDT virar partido de aluguel em São Paulo. Falam até em expulsar Apolinário. As informações são da coluna de Cláudio Humberto.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

guilherme alves

O suco de laranja em pernambuco, segundo notícias publicadas, é feito com ingredientes do PSDC. É só pedir que o Luiz Vidal vende o copo rico em vitamina M ao preço de 1,00.

Eita Brizola, tanto trabalho pra construir um partido, pra tudo se acabar dessa maneira:LANCHONETE de beira de estrada, com especialidade em SUCO DE LARANJA,é duro hen.

ARY SIQUEIRA DA CUNHA FILHO

Eleitores de São Paulo, não temos dúvidas que Aluizio Mercadante é o melhor para São Paulo, os escândalos com políticos paulistas do PT, minaram Mercadante, analisem friamente que Mercadante sempre foi sério e não pode ser prejudicado por causa de picaretas que já foram afastados. Pensem nisso.