Lavareda

28/12


2011

Coluna da quarta-feira

        A oposição de Jarbas

Em entrevista, ontem, ao Frente a Frente, o senador Jarbas Vasconcelos (PMDB) rebateu uma crítica deste blogueiro, na coluna de sábado passado, de que não fazia oposição ao Governo estadual, priorizando apenas o bom combate a Dilma no plano federal.

“Sou senador da República e me volto para temas nacionais sem nunca deixar de lado questões importantes, como foi a intervenção do governador no TCU com a eleição da sua mãe. Não vou entrar, no entanto, no rame-rame do dia das questões estaduais. Isso é papel do deputado estadual”, disse.

Derrotado por Eduardo na eleição de 2010, Jarbas adotou uma postura diferenciada e tem dedicado o seu mandato numa oposição firme e vigilante ao PT. Foi assim com Lula, lá atrás, está sendo com Dilma agora.

Para ele, não deve um senador fazer marcação cerrada a qualquer governo estadual que seja. A preocupação de Jarbas é pertinente e compreensível, mas, infelizmente, não dá para esperar de uma oposição tão chinfrin na Assembleia Legislativa a vigilância que o senado exerce  no Congresso.

Só nove dos 49 deputados, teoricamente, estariam no campo da oposição. Ocorre que eles  não têm cumprido esse papel. Elementar. Estão muito mais para governistas, recorrendo quase sempre a um discurso fácil e bajulador.

CONFIANÇA – Quanto ao Recife, Jarbas disse que o prefeito João da Costa (PT) anda tão mal das pernas que as oposições têm amplas chances de ganhar a eleição, mesmo num segundo turno. Para ele, o ideal seria que as oposições tivessem dois candidatos, para provocar um segundo turno.“Isso se configuraria num bom cenário. Por onde passo, seja no centro ou na periferia da cidade, dá para sentir a alta rejeição da população ao prefeito”, afirmou.

Invasão pública - O brigadeiro que ocupa uma mansão na Avenida Boa Viagem se acha no direito de invadir o espaço público da praia com enormes cavaletes de ferro, que estão atrapalhando e muito o trânsito, a vida dos pedestres e roubando vagas destinadas a estacionamento.  A Prefeitura do Recife faz que não enxerga.

 

Teresa teria chances - O Palácio tem pesquisas internas sobre a sucessão em Olinda. A grande surpresa é a deputada Teresa Leitão (PT). Se os petistas  assumissem de fato a candidatura da parlamentar ela teria condições de se viabilizar e dificultar a reeleição do prefeito Renildo Calheiros (PCdoB). Que, aliás, navega em céu de brigadeiro porque as oposições não têm um candidato natural.

Farra em Aldeia - Os delegados do Orçamento Participativo, que formam, na verdade, um grande exército de cabos eleitorais em favor da reeleição do prefeito João da Costa promoveram uma festa de confraternização de arromba, ontem, mas não foi na capital e sim em Aldeia. A conta, naturalmente, foi paga pela viúva. Alguém tem alguma dúvida?

Licitação suspeita - A justiça paralisou a compra de 156 mil tablets por parte da Secretaria estadual de Educação, atendendo a recurso interposto por uma das empresas perdedoras. Trata-se da maior licitação realizada no exercício de 2011 pela Educação, através de pregão eletrônico. A vencedora cobrou um preço 15% acima do valor, o que representa um acréscimo de R$ 22 milhões.

CURTAS

PAPACAÇA – Hoje, passo o dia em Bom Conselho comemorando os 20 anos de fundação da Rádio Papacaça AM, integrante da Rede Pernambucana de Rádio e retransmissora do Frente a Frente. A emissora, do meu amigo Hélio Urquisa, será a cabeça de rede com a apresentação do meu programa ao vivo diretamente dos seus estúdios.

ECLÉTICOO presidente do PSDB, Sérgio Guerra, mostrou, anteontem, na festa de confraternização tucana no Recife, como transita bem no Governo e na oposição. Até petistas foram vistos por lá abraçando o anfitrião, isso sem falar nos eduardistas de carteirinha, entre os quais o secretário da Casa Civil, Tadeu Alencar.

PERGUNTAR NÃO OFENDE – João da Costa já sentiu que está sendo fritado pela corrente de Humberto Costa?

''Os tesouros da impiedade de nada aproveitam; mas a justiça livra da morte''. (Provérbios 10:2)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

milton tenorio

gang o que , rapaz?! prova que é gang..Não se dicuti politica assim, com ofensas..Conheço a Secretária Hilda Gomes e é uma pessoa séria.

milton tenorio

Pense num entrevistado pesado, arrogante , como Sir Jarbas..O homem ainda não desceu do pedestal.."Reme-reme", e outras pérolas..

altamir jose bezerra rodrigues

Eita miltom ia comentar,mais não precisa,diseste tudo,e jarbas agora deu pra fazer graça,só pra isso que ele serve.

Lucidio de Figueiredo Galvão Júnior

Se Tereza Leitão, uma olindense nata criada no Bairro Novo, entrar na disputa aliada ao PSB, thau para Renildo e sua gang, um sonho para a população da cidade.

milton tenorio

A reeleição de João da Costa é legitima..JP é o maior EGOCENTRICO , PERSONALISTA junto com HUMBERTO COSTA..


ALEPE

28/12


2011

Ibope/Band mostra cenário favorável a João Paulo

Se o candidato do PT a prefeito do Recife for o deputado João Paulo, a eleição será decidida no primeiro em favor do ex-prefeito, revela pesquisa Ibope divulgada, ontem, pela TV-Clube. Ele aparece com 47% das intenções de voto.

Quando João é trocado pelo prefeito João da Costa, este lidera com 28% e Mendonça Filho, do DEM, aparece em segundo com 18%. Raul Henry, do PMDB, 10%, Jungmann(PPS) 8% e Daniel Coelho, do PSDB, 7%.

O estranho da pesquisa é que João Paulo quando lidera com 47%, aparece também João da Costa com 16%, mas ambos são do PT e não poderiam ter seus nomes incluídos num mesmo cenário, no qual Mendonça tem 9% e Henry 5%.

Daniel vem em seguida com 4% e Jungman e Antônio Luiz Neto, este do PTB, com 3%. Sílvio Costa Filho (PTB) também é lembrado por 2% dos entrevistados e Sérgio Xavier, do PV, tem 1%.

Foram aplicados 1.057 questionários no Recife entre os dias 3 e 6 de dezembro e sua margem de erro é 5%, para mais ou para menos. Com João da Costa no páreo, a soma dos candidatos da oposição totaliza 43%, o que favorece cenário de segundo turno.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

O Jornal do Poder

28/12


2011

"Me dou bem com Jarbas", diz Jader. Quer unir o PMDB

 ''''Me dou muito bem com o Eduardo Braga e o Jarbas Vasconcelos (PMDB-PE). Por isso, vou trabalhar para que o partido se una e tenha juízo''''. É este o estado de espírito do senador Jader Barbalho, que assume o cargo hoje com a missão de unir o PMDB no Senado. Apesar da posse discreta prevista para esta quarta-feira, o senador já assume com a missão ambiciosa. Com a bancada rachada depois da criação do ''Grupo dos Oito'' em oposição ao líder do PMDB, senador Renan Calheiros (AL), Jader tentará pacificar a relação entre os peemedebistas. No partido, a posse de Jader é vista como um fortalecimento do grupo do presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP) e do próprio Renan — seus dois aliados. O grupo dissidente do PMDB tem entre os seus nomes os senadores Eduardo Braga (AM) e Ricardo Ferraço (ES).

''Não assumo o mandato em busca de espaço. Vou tentar usar a minha experiência para costurar a unidade da bancada. Farei o que for possível para unir o partido. Tenho amizade e sou muito próximo do Renan. E me dou muito bem com o Eduardo Braga e o Jarbas Vasconcelos (PMDB-PE). Por isso, vou trabalhar para que o partido se una e tenha juízo'', disse Jader. (O Globo)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Lucidio de Figueiredo Galvão Júnior

a quem este ladrão quer enganar ?


Abreu no Zap

28/12


2011

Apesar da crise, analistas são otimistas com Brasil

 Longe das catástrofes projetadas nas previsões mais sombrias para 2012, o próximo ano deve ser de crescimento maior e inflação menor que em 2011 no Brasil. É o que esperam governo, economistas, bancos e analistas, mais otimistas com a economia nacional para 2012, apesar dos riscos no cenário internacional. As estimativas para o crescimento do Produto Interno Bruto (PIB, conjunto de bens e serviços produzidos no país) no próximo ano vão de 3,1% a 4,2% — ante previsão abaixo de 3% neste ano — e a inflação medida pelo IPCA deve ser um ponto percentual inferior, mas ainda longe do centro da meta do governo (4,5%). O cenário de crise na Europa, porém, alimenta incertezas quanto à precisão dessas previsões.

Para o ministro da Fazenda, Guido Mantega, apesar dos riscos de contágio, o aprofundamento da crise europeia poderá empurrar o Brasil para o posto de quinta maior economia do mundo, antes de 2015, ultrapassando a França. Mantega lembrou que o ritmo de crescimento do PIB brasileiro tem sido o dobro da média europeia.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


28/12


2011

Novo mínimo vai injetar R$ 47 bilhões na economia

 O aumento do salário mínimo vai injetar R$ 47 bilhões na economia brasileira, segundo cálculos do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese). O órgão divulgou nesta terça-feira (27) uma nota técnica sobre os impactos na economia do novo valor do piso salarial nacional, que passa a vigorar no dia 1º de janeiro.

No ano que vem, o salário mínimo passa dos atuais R$ 545 para R$ 622. O aumento de R$ 77 representa um acréscimo de 14,13% no piso nacional. Descontada a inflação estimada para 2011, o aumento real do salário mínimo deve ser de 9,2%. Segundo o Dieese, 48 milhões de pessoas têm sua renda vinculada ao valor do salário mínimo e, portanto, serão diretamente beneficiadas com o aumento.(DCI)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Banco de Alimentos

28/12


2011

Ameaça: onze governadores ainda podem ser cassados

 Com a chegada ao Tribunal Superior Eleitoral, na segunda-feira, de um recurso do Ministério Público Eleitoral de Sergipe visando à cassação do mandato de Marcelo Deda (PT), são agora 11 os governadores eleitos ou reeleitos em outubro de 2010 que vão enfrentar, no decorrer do ano próximo, o que os advogados militantes do TSE chamam de "terceiro turno".

A lista

Desde a diplomação dos 27 governadores eleitos no ano passado, o TSE recebeu recursos para a cassação dos mandatos — por abuso de poder político e/ou econômico na campanha ou compra de votos — dos seguintes mandatários: Rosalba Ciarlini (DEM-RN), Teotônio Vilela (PSDB-AL), Anchieta Júnior (PR-RR), Tião Viana (PT-AC), Omar Aziz (PMN-AM), Cid Gomes (PSB-CE), Siqueira Campos (PSDB-TO), Wilson Martins (PSB-PI), Antonio Anastasia (PSDB-MG), Roseana Sarney (PMDB-MA), André Puccinelli (PMDB-MS), e Sérgio Cabral (PMDB-RJ). E, agora, Marcelo Deda, cujo processo terá como relator o ministro Marco Aurélio.(Do Informe JB - Luiz Orlando Carneiro)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


28/12


2011

Havelange e Teixeira enrascados com relatório da Fifa

 O jornal suíço "Handelszeitung" publicou nesta terça (27) que um tribunal do país rejeitou a ação que impedia a divulgação dos documentos do caso ISL - que pode comprometer o presidente da CBF, Ricardo Teixeira, e o presidente de honra da própria Fifa, João Havelange. Com isso, o dossiê poderá ser aberto em até 30 dias, caso nenhuma das partes envolvidas recorra à ação. Há poucos dias o presidente da Fifa, Joseph Blatter, confirmou que uma medida evitava a abertura dos documentos.(Cláudio Humberto)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


28/12


2011

Ministros rechaçam a comparação do CNJ com ditadura

Integrantes da cúpula do Judiciário que compõem a linha de defesa do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) reagiram com indignação às declarações do futuro presidente do Tribunal de Justiça de São Paulo, Ivan Sartori, que comparou as investigações do conselho sobre magistrados à ditadura. 

Ministro Dipp, reagindo às acusações: ‘Em todas as inspeções feitas em tribunais houve ampla defesa’ - Andre Dusek/AE-13/10/2009
Ministro Dipp, reagindo às acusações: ‘Em todas as inspeções feitas em tribunais houve ampla defesa’

Ex-corregedor com intensa atuação no CNJ, o ministro do Superior Tribunal de Justiça (STJ), Gilson Dipp, afirmou que o órgão criado pela emenda constitucional da reforma do Judiciário representa transparência e democracia e não ditadura, como disse Sartori.

"Esse jogo de palavras como ditadura é argumento de quem não tem argumento, de quem não conhece a Emenda 45 (da reforma do Judiciário) e a trajetória do CNJ", disse o ministro que atua também no Tribunal Superior Eleitoral (TSE).


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Lucidio de Figueiredo Galvão Júnior

Esta conversa de dItadura é de juiz ladrão que teme ser enquadrado, devia perder os proventos e ganhar novos aposentos, no presídio.



28/12


2011

Travesti quer se candidatar a vereadora na cota feminina

Andrielly: sua

Andrielly: sua ''madrinha política'' é a ministra Gleisi Hoffmann - Divulgação

A travesti Andrielly Vogue é oficialmente pré-candidata a Câmara Municipal de Curitiba pelo PT. Andrielly foi candidata em 2008 e tentou se candidatar para a Assembleia Legislativa em 2010, quando acabou ficando de fora da lista de candidatos por decisão do partido, o PT. ''''Fiquei muito decepcionada'''',  disse ela, que cogitou deixar a legenda.

Sua madrinha política é a ministra Gleisi Hoffmann que lhe abriu as portas da convenção dos pré-candidatos petistas. A travesti quer concorrer na cota feminina - a lei exige que pelo menos 30% dos candidatos de um partido a uma eleição proporcional sejam mulheres - e diz que já frequenta a Câmara diariamente.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


28/12


2011

Cartão corporativo continua seduzindo. Dilma segurou

 No primeiro ano de governo de Dilma Rousseff, diminuíram em 37,7%, na comparação com 2010, os chamados "gastos secretos" do gabinete da Presidência feitos com cartão corporativo. Os valores referentes a essa rubrica não são discriminados no Portal da Transparência, por alegada razão de segurança nacional.
A Secretaria de Administração da Presidência desembolsou R$ 3.834.780,80 nessa modalidade de despesa, contra R$ 6.150.534,81 no último ano de Lula.
A "farra dos cartões" rendeu uma CPI em 2008. Na época, a ministra Matilde Ribeiro (Igualdade Racial) caiu após usar o cartão corporativo num free shop. A Abin, vice-campeã no ranking dos gastos com cartões, também teve um corte drástico nas despesas secretas neste início de era Dilma. A agência de inteligência gastou R$ 11,24 milhões dessa maneira em 2010. Neste ano, a arapongagem teve direito a R$ 6,37 milhões sigilosos -redução de 43,2%. (Renata Lo Prete - Folha de S.Paulo)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha