Lavareda

02/06


2012

Lula acaba de eleger Serra em 2014

DO BLOG DE STEPHEN KANITZ

Lula não quer voltar em 2014, isto eu garanto.

Percebeu, como José Dirceu, que ele tem muito mais influência nos bastidores do que no governo propriamente dito.

A imprensa tirou seu raciocínio fora de contexto ao noticiar que ele admite voltar, mas o dano está feito.

Vou contribuir como uma análise administrativa, as análises políticas e econômicas vocês já devem ter lido.

Dilma não sabe que seu estílo gerencial, Teoria X ou ''murros na mesa'', funciona somente no curto prazo e depois é um desastre.

Depois, neste caso, seriam os seus últimos 18 meses de governo, justamente quando ela mais precisa estar sob controle devido às eleições.

Ninguém obedece um Teoria X que está com seus dias contados.

Para Dilma poder continuar seu estilo X ela precisaria mostrar que não está com seus dias contados, mas que ela JÁ É A SUA SUCESSORA, que seu governo vai durar 6 anos e não 18 meses.

Quem não lhe obedecer não fica no segundo mandato, esta é sua única saída se continuar com seu estilo X. Passar para um estilo Teoria Y agora é impossível, não é seu passado, ela nem sabe do que estamos falando.

Portanto, a declaração do Lula não somente aumenta a incerteza, todo mundo acha que Lula colocou a Dilma justamente para voltar em 2014, mas age no sentido contrário.

Deveria ter dito que Dilma é a futura Presidente, em vez de dizer que tem medo que um Tucano leve a próxima eleição.

Não o fez, e portanto vai complicar ainda mais o governo Dilma.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

jose gilvan macedo filho

nao precisa nem comentar o amigo Bartolomeu Lopes ja diz tudo.

Bartolomeu Lopes

Têm uns idiotas que escreve cada asneira, acham que ninguém assistiu a entrevista do Lula, no Ratinho. Ora, ele disse:"Se ela não quiser, aí sim, serei candidato para não permitir a volta de um tucano ao poder". Basta tão somente escrever a verdade dos fatos, por isso, que a mídia caiu no descrédito

Marcos do PT

O que se escreve deve ter um minimo de coerencia, Magno continua com seu alfinete apontado para os Petistas, salve João da Costa, que é seu patrocinador! Estou atento as contradições desse blog, sempre que possivel ireiretratar as coisas como ela são!

LAURO SOUSA

DILMA É MASSA DE MANOBRA. QUEM DEFINE, INDEFINE, ALTERA, ADULTERA, CORROMPE, INTIMIDA, FAZ CONCHAVOS, PROTEGE LADROES E O CACETE É LULA. ELE É O CHEFAO!!!!!


O Jornal do Poder

02/06


2012

Eduardo cobra preço alto por apoio a Haddad em SP

 Numa conversa ontem, em São Paulo, conta Ilimar Franco no Globo, o governador Eduardo Campos (PSB-PE) apresentou nova condição para os socialistas apoiarem a candidatura de Fernando Haddad (PT) à prefeitura de São Paulo. Ele quer que os petistas retirem a candidatura do presidente do IPEA, Márcio Pochmann, à prefeitura de Campinas e passem a apoiar a do deputado Jonas Donizette (PSB). A candidatura Haddad a cada dia custa mais caro.

Ainda segundo o jornalista, o governador do Ceará, Cid Gomes (PSB), está irritado com a presidente Dilma. Ele pediu flexibilização no prazo do regime automotivo diferenciado porque duas montadoras estão negociando se instalarem no Ceará (a GM e uma fábrica chinesa de caminhões). Cid não aderiu ao sistema no ano passado, conforme prevê a lei, mas alega que na época não tinha conversas concretas com as montadoras. Mas o ministro Fernando Pimentel (Desenvolvimento) não quer abrir uma janela, alegando seguir orientação da presidente. Agora, Cid ameaça romper se não for encontrado um caminho para que o Ceará possa oferecer vantagens como fizeram recentemente a Bahia e Pernambuco..


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Marcos do PT

Eduardo Campos sempre joga de acoordo com a bola, a bola dele! dar inicio ao jogo e termina quando ele quer, é o dono da bola! Extrema ipocresia de quem quer ser candidato a Presidente, tudo que forá construido em PE parte do principio da parceria qur Lula veio a fazer por sua divida com PE


Abreu no Zap

02/06


2012

Voto aberto para Demóstenes não escapar da cassação

 O grupo de senadores que se uniram para evitar que o senador Demóstenes Torres acabe absolvido em plenário espera ter até o início da próxima semana um estudo pronto que os permita votar abertamente pela cassação do seu mandato. O senador Pedro Taques (PDT-MT), ex-procurador da República e responsável por elaborar a tese que dê sustentação ao voto aberto, já delineou a proposta. Ela se baseará na tese de que o voto é secreto para preservar o parlamentar de pressões, mas que não se trata de uma imposição. Assim, o senador que quiser poderá votar abertamente.

A questão foi debatida na quinta-feira, no plenário do Senado, por Taques, Ana Amélia Lemos (PP-RS), Humberto Costa (PT-PE) e Rodrigo Rollemberg (PSB-DF). Outros senadores como Randolfe Rodrigues (PSOL-AP), Cristovam Buarque (PDT-DF) e Ferraço devem se unir ao grupo na próxima semana.(Informações de O Globo)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

arnaldo cicero marques

Que não seja somente no caso Demóstenes. É possível, senhor Taques?

Deomiro Silva dos Santos

Todo esses Senadores não suportam meia hora de investigação da Polícia Federal, nem esse Senador Pedro Tanques. O ex-senador Demostenes era a bem pouco tempo um homem acima de qualquer suspeita, o pai da honestidade. A Polícia fez meia hora de investigação e estava lá o verdadeiro Demostenes.


Banco de Alimentos

02/06


2012

Sílvio se arrepende do que disse a Taques; a Demóstenes não

ENTREVISTA AO JORNAL O GLOBO

Um dia depois de se tornar o protagonista da confusão ao final da sessão da CPI do Cachoeira, marcada pelo silêncio do senador Demóstenes Torres (sem partido-GO), o deputado Silvio Costa (PTB-PE), admitiu nesta sexta-feira estar arrependido de chamar o senador Pedro Taques (PDT-MT) de “merda” e “filho da p…”. Silvio Costa havia atacado Demóstenes, e Taques reclamou do tom usado com o investigado.

O que o senhor achou da repercussão da briga com o senador Pedro Taques?
SILVIO COSTA: Primeiramente, o Demóstenes não é um depoente qualquer. Ele é um senador da República e, ao longo de dez anos, ele enrolou o país. Ele se apresentava como um grande paladino da ética. Se apresentava como o grande arauto da moralidade e apontava o dedo da acusação para todo mundo.É claro que ele usou a prerrogativa constitucional de ficar calado. Quando ele usa essa prerrogativa, naturalmente ele se auto-acusa. Ele se coloca como um semelhante aos demais membros da organização do senhor Cachoeira. E se você pegar a minha fala, eu comecei pausadamente me dirigindo a ele falando o que eu queria dizer. Lamentavelmente, o senador Pedro Taques – eu estava com a palavra como líder – pediu uma questão de ordem em um momento inoportuno, que o regimento não permite. E o pior: o presidente Vital concedeu a questão de ordem.

Então eu entendi aquilo como se fosse uma orquestração do senador Pedro Taques para proteger o Demóstenes. E eu fiquei preocupado: o senador Demóstenes anda dizendo que tem 32 votos no Senado a favor da sua não cassação. Eu espero que o senador Pedro Taques não seja um desses votos.

O senhor se arrependeu da forma como se expressou?
Silvio Costa: Eu não me arrependo de absolutamente nada que eu disse ao senador Demóstenes. A única coisa que eu não diria é o que eu disse fora do microfone em relação ao senador Pedro Taques. Ali ele tentou me agredir, dizendo ‘não me meça com a sua régua’. Eu usei palavras de baixo calão e isso eu não faria de novo.Eu tento ali naquela CPI ter a mesma indignação do cidadão comum. Sei que as pessoas têm uma leitura muito ruim da classe política. Eu não sou o paladino da ética. Aliás, eu tenho horror a paladino da ética. Todos esses, no fundo, querem esconder alguma coisa. E o Demóstenes é um exemplo vivo disso.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Jose Aparecido Vieira

Pedro Taques apenas defendeu o direito constitucional do sabatinado ficar calado. Quero parlamentares que defendam a lei e não quem usa suas emoções indevidamente para aparecer. Um parlamentar deve ter equilíbrio. Acredito que Pedro Taques tem muito mais condições de conduzir com seriedade a CPI

LAURO SOUSA

Esse Sílvio além de Costa, certamente é UM BOSTA!!! Tem uma diarréia verbal fora do comum. Sempre querendo MOSTRAR que é mais veado que os outros.

BARTOLOMEU BUENO JOSE DE ALBUQUERQUE LINS

responder a qualquer pergunta é porque tem culpa. A culpa torna-os inimigos públicos com acusações da maior gravidade. Os que querem trata-los cordialmente ou com gentileza são gentilmente bandidos também. Sílvio Costa está certo em levar esta revolta à CPI. Ele usou as palavras que cabe ao Senador.

BARTOLOMEU BUENO JOSE DE ALBUQUERQUE LINS

responder a qualquer pergunta é porque tem culpa. A culpa torna-os inimigos públicos com acusações da maior gravidade. Os que querem trata-los cordialmente ou com gentileza são gentilmente bandidos também. Sílvio Costa está certo em levar esta revolta à CPI. Ele usou as palavras que cabe ao Senador.

BARTOLOMEU BUENO JOSE DE ALBUQUERQUE LINS

responder a qualquer pergunta é porque tem culpa. A culpa torna-os inimigos públicos com acusações da maior gravidade. Os que querem trata-los cordialmente ou com gentileza são gentilmente bandidos também. Sílvio Costa está certo em levar esta revolta à CPI. Ele usou as palavras que cabe ao Senador.



02/06


2012

PSDB também quer uma hora no programa do Ratinho

 A entrevista de Lula no programa de Ratinho ainda mexe com os caciques tucanos. Sérgio Guerra, presidente nacional do PSDB, espumou quando ouviu Lula falar dos tucanos no Ratinho. “Lula foi arrogante. Quem é ele para decidir que será o próximo presidente? Essa decisão cabe ao eleitor brasileiro”. A informação é de Leandro Mazzini, na sua coluna Esplanada. Ele também informa que o PSDB também quer uma hora de entrevista ao vivo e em rede no Programa do Ratinho, a exemplo do que ele fez com o ex-presidente Lula na quinta à noite. Antes de acabar a entrevista, o líder no Senado, Álvaro Dias, foi atrás da emissora.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


02/06


2012

Políticos: ainda há alguma esperança

 No Senado, na tradicional sessão das manhãs de sexta-feira, Pedro Simon confirmou a regra de que pelo menos uma vez por semana o Congresso honra suas tradições. O senador gaúcho apresentou ampla radiografia da impunidade que assola o país, referindo-se aos episódios mais recentes, da CPI do Cachoeira ao embate entre o ex-presidente Lula e o ministro Gilmar Mendes. Mas concluiu com uma pitada de esperança. Lembrou a participação popular como antídoto para todos os males nacionais: a lei da Ficha Limpa só foi aprovada por conta das milhões de assinaturas em seu favor.

Já o senador Cristóvan Buarque cobrou esclarecimento fundamental para o mais recente entrevero institucional: alguém mentiu a respeito do encontro entre Lula, Gilmar Mendes e Nelson Jobim. É preciso esclarecer e punir.(Carlos Chagas)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Tajmahal Cruz

Lula é o retrato vivo da anarquia moral que toma conta do país. Joga de forma desonesta e chantageia sabendo que nada lhe acontecerá. Estamos num covil onde predomina a lei do vale-tudo. Lula aprendeu com os picaretas e tornou-se imbatível como mau exemplo. Todos somos sócios desse malogro.

arnaldo cicero marques

Se aconteceu realmente a conversa "amigável" entre Lula e Gilmar, então qualquer que seja o resultado do mensalão algo ou alguém vai ficar em xeque.



02/06


2012

Lula disse que Serra é político desgastado

Lula e Haddad conversam durante encontro do PT de SP que oficializa nome do ex-ministro como candidato do partido à Prefeitura de SP (Foto: Roney Domingos/ G1)

Lula e Haddad conversam durante encontro do PT de SP que oficializa nome do ex-ministro como
candidato do partido à Prefeitura de SP (Foto: Roney Domingos/ G1)

Com participação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e sem a presença da ex-prefeita Marta Suplicy, o diretório municipal do PT de São Paulo confirmou em ato realizado neste sábado a candidatura do ex-ministro da Educação, Fernando Haddad à Prefeitura de São Paulo nas eleições de outubro. Ainda com tosse, por causa dos medicamentos utilizados no tratamento do câncer, Lula extrapolou mais uma vez o tempo que ele estabeleceu, de dez minutos, para o discurso. Sem citar nome, o ex-presidente atacou o principal adversário de Haddad, José Serra (PSDB).

"Os teus adversários(Haddad) são possivelmente os mais frágeis adversários. Tem um que já está desgastado. Eu nem sei por que ele foi candidato a prefeito. Alguém que foi eleito prefeito e não exerceu o mandato. Alguém que usa a cidade apenas como trampolim para ser candidato a governador. Que achou que governador era pouco, que não cumpriu o seu mandato e saiu para ser candidato a presidente e tomou uma tunga da presidente Dilma. Que estava desesperado porque o governador é o principal adversário dele aqui em São Paulo, resolve voltar a ser candidato na cidade de São Paulo, que ele abandonou com um ano e quatro meses de mandato", disse Lula, sob aplausos da militância. (Do portal G1)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

jose carlos da silva

Os sertanejos estão esperando pela agua prometida pela anta de caetés. O frei estava e está coberto de razão. Só um imbecil ñ se lembra.

JANDILSON DE ALBUQUERQUE CORDEIRO

cont...pois o congresso hoje é um antro de çadões igualzinho o nivel dele, com rarisssimas exceções.

JANDILSON DE ALBUQUERQUE CORDEIRO

Esse ANALFABETO LULA É MESMO UM BABACA, por qle não diz que renunciou ao cargo de deputado Federal e chamou de picaretas, ele renuncior porque naquela epoca, não tinha deputados analfabetos, com tirirca, romario, etc, então ele ficou epixe fora dagua sem nenhum ponto, hoje ele pode ficar.



02/06


2012

Ex de Dilma: ''''A luta armada foi ingênua e equivocada''''


ISTOÉ - Pedro Marcondes de Moura

 Mesmo morando em Porto Alegre, a mais de dois mil quilômetros do Palácio do Planalto, o advogado Carlos Franklin Paixão Araújo é conhecido como o principal confidente da presidenta Dilma Rousseff, sua ex-mulher e mãe de sua filha Paula

Conheceram-se durante a luta contra a ditadura militar, quando juntos participaram de grupos de esquerda. Filho de pai comunista, Carlos Araújo possui uma longa trajetória de ativismo político. Fez parte das lendárias Ligas Camponesas e militou no meio sindical, antes de entrar para a chamada esquerda armada à qual, curiosamente, tece críticas.

“Não renuncio a nada. Mas a posição política dos grupos armados foi um equívoco, uma atitude política ingênua.” Em 1970, foi preso pelo regime. Após um dia inteiro de tortura, planejou seu suicídio quando viu que não ia mais aguentar. Porém, como diz, vacilou: “Atirei-me embaixo de uma Kombi e fui levado para o hospital.” Foram cerca de quatro anos de périplo por cárceres. Hoje, aos 74 anos, confia que a Comissão da Verdade pode trazer esclarecimentos sobre um dos períodos mais nebulosos da história brasileira. Leia a entrevista.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


02/06


2012

Amor e ódio

DO SITE DE DIVANE CARVALHO

Petistas centrados - sim, são poucos, mas existem - calculam que só daqui a 10 anos o PT de Pernambuco se recupera do prejuízo que sofreu por conta da lambança em que se transformou os preparativos para escolher o candidato do partido a prefeito do Recife.

E olhe lá! Dez anos e muita vontade de rearrumar o partido em torno de lideranças que liderem de verdade, o que está em falta. Porque Humberto Costa e João Paulo, considerados os dois maiores caciques da legenda no Estado, não têm liderança forte, capaz de transformar os destroços do partido em uma legenda sólida.

Se a expectativa dos petistas centrados em relação ao futuro do partido é sombria também não são nada otimistas as previsões que fazem sobre as eleições de outubro, caso o candidato à Prefeitura do Recife seja Humberto Costa.

Conhecedores privilegiados do jeito petista de agir dos companheiros quando são contrariados, eles dizem que, se o nome do senador for imposto goela abaixo, o risco de perder a eleição é grande porque a maioria cruzará os braços para derrotar o candidato do própiro partido.

E se alguém imagina que um dia vai entender uma história assim, melhor perder a esperança: do PT só entendem mesmo os petistas que se amam e se odeiam numa boa.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Carlos Neves

Ele não vai ser imposto, vai ser hologado pela executiva do seu partido, conforme aprovado em Porto Alegre, tá nos jornais. Prévia é coisa do passado. Procura outro emprego meia boca amigão, em outra prefeitura.

isaias bastos

A questão da Possivel candidatura do senador HC, para nós petistas que apoiamos JC, está fora da realidade democrática defendida pelo partido no seu estatuto e regimento aprovado no último congresso. HC não se inscreveu nas prévias do PT. Ele vai ser imposto, vai ser candidato bionico? Não acredito!

edilson joao dos santos

Jarbas é a única opção da oposição.

Carlos Neves

Bastava o PT homologar o nome de Joao Paulo e a vitoria era garantida. Os morros, as praias, os alagados, a cidade, o povo pede a sua volta. E Humberto mantinha o seu mandanto de senador. Xeque - mate.

severino ramos rodrigues

recife tem historia de rebeldia e nao se curva a golpistas



02/06


2012

Delta: quebra de sigilo pegará políticos em todo o País

 A decisão de quebrar o sigilo bancário e fiscal da construtora Delta pela CPI do Cachoeira deixa fora de controle as investigações sobre as relações da empreiteira com os políticos dos estados aonde atua e deve ter um efeito boomerang sobre o próprio Congresso. A informação é de Leonel Rocha, na revista Épca. Ele acrestenta: ''''É que as movimentações bancárias da empresa serão expostas e os parlamentares interessados poderão verificar para quem a companhia de Fernando Cavendish fez pagamentos legais e ilegais.

Com esta primeira descoberta, a CPI poderá ter a segunda revelação: se a Delta reproduz em outros estados a prática que adotou em Goiás de distribuir pagamentos a empresas formadas por sócios fantasmas e quais as campanhas eleitorais locais abastecidas por eles. Se a CPI quiser ir fundo, vai descobrir quais vereadores, prefeitos, deputados estaduais e os congressistas federais dos outros estados, além dos goianos já conhecidos, beneficiados pelo dinheiro da maior empreiteira do PAC e seu laranjal.''''


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

João Paulo

Te cuida Dudu que o FUMO vem aí......

Wellington Antunes

Mas em Sampa é assim mesmo, o "jênio" Serra, na sua "louvável" administração adota a seguinte prática: as empresas que prestam serviços à prefeitura vencem licitações com preços baixíssimos e depois conseguem dela aumentos exorbitantes. Dá para entender???

Wellington Antunes

Já se sabe do conluio da prefeitura de SP com a empreiteira Delta, que, após ter vencido a concorrência, obteve da prefeitura um aumento de mais de 100% no preço inicial – passou de R$ 300 milhões para R$ 700 milhões.