Lavareda

30/12


2011

Coluna da sexta-feira

    Esqueceram de combinar com o chefe

O que, na realidade, ocorreu com o senador Humberto Costa para mudar o seu discurso em relação à reeleição de João da Costa? Lá atrás, antes de ser eleito, Humberto e a sua corrente petista se abraçaram com o prefeito ocupando o vácuo do rompimento de João Paulo e indicaram secretários e dirigentes para o segundo escalão.

A ex-esposa do senador, aliás, foi posta na pasta de Cultura para início de conversa. Mas o Humberto de hoje não é o de ontem. Antes, enfrentava João Paulo, que lidera a ala antagônica a dele no PT. Hoje, diz que o mesmo João Paulo que achacalhava no passado é, incrivelmente, o todo-poderoso, imbatível na eleição para prefeito do Recife.

Quem mudou: Humberto ou João Paulo? Nenhum nem outro. A impressão, numa leitura simplória, é que ambos foram forçados a um entendimento imposto pela executiva nacional do PT (leia-se Lula e Dilma), no qual o ex-prefeito disputa a Prefeitura e assume o compromisso de retribuir em 2014 o apoio para Humberto disputar o Governo do Estado.

Se foi isso, só tem um problema: esqueceram de combinar com o governador Eduardo Campos, que apoiando um petista para prefeito do Recife não repetiria a dosagem para o Palácio das Princesas. O governador é muito mais sabido do que Humberto e João imaginam. Nasceu e foi criado na escola arraesista: dá nó em pingo de água.

AVAL DO PT– Outra razão para desconfiar que Humberto e João Paulo se entenderam: sabendo do cacife que tem para voltar ao comando da Prefeitura do Recife o ex-prefeito se manteve no PT, isso após uma longa conversa com a presidente Dilma e uma sondagem ao ex-presidente Lula. João Paulo não teria ficado no PT gratuitamente! Algo ele vai ganhar como compensação. Se não o apoio do partido para prefeito, um cargo de ministro na reforma de Dilma em janeiro.

Os sem água - Pirapama tirou muitas áreas, bairros e cidades do racionamento, mas o Governo não consegue explicar uma tremenda contradição: a água escasseia na comunidade localizada em torno do projeto, ou seja, na própria Pirapama. Dá para entender?

 

 

 

 

Sai em janeiro - O prefeito do Cabo, Lula Cabral (PTB), disse, ontem, ao blog, que anuncia o nome do seu candidato no dia 31 de janeiro junto com o governador Eduardo Campos. Na semana seguinte o deputado Betinho Gomes (PSDB) fará um ato formalizando sua candidatura pelo bloco de oposição. Os nomes mais citados do grupo de Lula são Vado da Farmácia, Edna Gomes e Gessé Valério.

Divisão em Araripina - Com o afastamento do prefeito de Araripina, Lula Sampaio (PTB), em caráter irrevogável – já perdeu recursos em duas instâncias, uma local e outra federal – as oposições no município tendem a se dividir para enfrentar o agora governista Alexandre Arraes, vice de Lula, que está com a chave do cofre nas mãos e fortalecido na corrida à reeleição.

Vai bancar - O governador está decidido a ir a Garanhuns bancar a candidatura de João Dourado, prefeito de Lajedo, que transferiu seu domicílio eleitoral para o município seguindo uma orientação palaciana. Aos que achavam que Eduardo  tinha recuado diante da campanha pesada contra Dourado, chamado de forasteiro, que cuidem em tirar o cavalinho da chuva.

 

 

 

 

CURTAS

LIDERANÇA – O senador Humberto Costa está entregando a liderança do PT na Casa tão logo o Congresso retome as suas atividades. Fez um bom trabalho e nem pensava em continuar no cargo, porque há um acordo no partido de que o mandato dura apenas um ano e é objeto de rodízio dentro da bancada.

MARATONAO senador Armando Monteiro Neto (PTB) rompe 2012 na Europa e só regressa ao Estado em 10 de janeiro. Já a partir do dia 11 começa uma maratona de negociações para atos de lançamento de candidaturas a prefeito de vários municípios importantes do Estado. A meta é eleger mais de 40 prefeitos.

PERGUNTAR NÃO OFENDE – O que conversaram o governador e o deputado João Paulo no voo entre Paris e Recife?

''Do homem são as preparações do coração, mas do SENHOR a resposta da língua''. (Provérbios 16:1)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

josafa pereira de lima

o prefeito lula cabral ia escolher para prefeita do cabo leleu mais ela morreu.

milton tenorio

Correção: volta das férias...

milton tenorio

" O que conversou o Governador e JP na viagem de Paris-Recife?" Pense numa conversa enfadonha para o Governador e o desconforto de ter que viajar ao lado de JP!O cara sai de dérias e ter que aturar uma figura dessa do lado! Santa paciência, eu não queria estar na pele de Eduardo...

milton tenorio

O PT virou uma demencia coletiva, é feito religião..

milton tenorio

Correção: liderança..


ALEPE

30/12


2011

Custo da transposição explode; licitado mais 1,2 bi

Consórcios não concluíram trabalhos e obras terão que ser licitadas novamente; custo total do projeto pode superar a R$ 7 bilhões

Para tentar terminar as obras da transposição do Rio São Francisco em mais quatro anos, o governo Dilma Rousseff recorrerá a uma nova licitação bilionária de obras já entregues à iniciativa privada. O custo estimado do negócio é de R$ 1,2 bilhão, informou ao jornal O Estado de S.Paulo o ministro da Integração Nacional, Fernando Bezerra Coelho, responsável pela obra mais cara do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) bancada com dinheiro dos impostos.

Placas de concreto, em trecho da obra em Pernambuco, ameaçam se soltar - Wilson Pedrosa/AE - 30.11.2011
 
Placas de concreto, em trecho da obra em Pernambuco, ameaçam se soltar - Wilson Pedrosa/AE
 
Depois de R$ 2,8 bilhões gastos, a transposição registra atualmente obras paralisadas, em ritmo lento e até trechos onde os canais terão de ser refeitos, como é o caso de 214 metros em que as placas de concreto se soltaram por entupimento num bueiro de drenagem. As falhas foram testemunhadas por reportagem do estadão.com.br, no mês passado.

A obra começou em 2007 como um dos grandes projetos do então presidente Luiz Inácio Lula da Silva. A transposição desviará parte das águas do São Francisco por meio de mais de 600 quilômetros de canais de concreto para quatro Estados: Ceará, Rio Grande do Norte, Paraíba e Pernambuco.                                                      (As informações são do jornal O Estado de S.Paulo - Marta Salomon)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Jair Lima Lopes de Vasconcelos

Pior vai ser quando essa obra estiver em funcionamento, se é que um dia entre em funcionamento. Os pernambucanos pagarão a água mais cara do mundo.

Gilson de Araújo Alves

O que eu não consigo entender (e certamente a grande maioria dos brasileiros também não) é por que as construtoras e seus consórcios (muito similares, inclusive, ao conceituado pelo art. 288, do Código Penal) não são responsabilizadas por não concluirem a obra? Isso é um descalabro criminoso!

Wellington Jorge Pires Pereira

A roubalheira é grande e desmedida!!!!

Flavio

As placas ameçam se soltar? Já se soltaram, a foto diz tudo.


O Jornal do Poder

30/12


2011

CNJ completa hoje sete anos. E 49 juízes condenados

 O Conselho Nacional de Justiça (CNJ) completa nesta sexta (30) sete anos. O órgão já condenou 49 magistrados – 24 deles foram punidos com aposentadoria compulsória. Segundo o CNJ, 15 deles foram afastados em decisões liminares, 6 colocados à disposição sem poder julgar, dois foram removidos de seus postos originais e dois censurados. Os processos iniciados no próprio CNJ somam 38, apenas 11 são de corregedorias locais. Atualmente, estão em andamento 2.595 processos, incluindo desde as reclamações contra magistrados até sindicâncias.(Cláudio Humberto)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Lucidio de Figueiredo Galvão Júnior

É muito pouco diante do universo de corruptos e parasitas infiltrados na magistratura.

Parabéns meretíssima Calmon, estamos necessitando de pessoas determinadas e com espírito de arrumar a casa no aspecto de ações céleres e informatização, além de punição aos que envergonham a justiça.


Abreu no Zap

30/12


2011

Lula teme cortes em programas vitrines de seu governo

 Programas sociais e de apoio de infraestrutura em áreas carentes que foram as vedetes do governo Luiz Inácio Lula da Silva sofreram cortes de R$ 1,8 bilhão no primeiro ano de mandato da presidente Dilma Rousseff. A comparação da execução orçamentária de projetos sociais e ações de rápida resposta voltadas à população de baixa renda mostra diferença de perfil dos governos petistas. Programas como o de Acesso à alimentação; Erradicação do Trabalho Infantil; Habitação de Interesse Social; Luz para Todos; Paz no Campo; Proteção a Pessoas Ameaçadas; Resposta aos Desastres sofreram uma redução de até 90% (veja quadro ao lado).

Durante a elaboração do Orçamento de 2012, parlamentares que atuaram na linha de frente do governo Lula no Congresso confessaram que o ex-presidente está preocupado com a manutenção dos programas sociais, diante da política de austeridade orçamentária.(Do Correio Braziliense - Josie Jerônimo)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


30/12


2011

PE: Lixo hospitalar será incinerado; empresa recorrre

 Dois meses após a descoberta de que lixo hospitalar americano estava sendo importado e revendido por empresas que atuam no interior de Pernambuco, a Agência Pernambucana de Vigilância Sanitária (Apevisa) determinou a incineração de 50 toneladas de tecido hospitalar apreendido em galpões da companhia Na Intimidade. Os galpões estão localizados nos municípios de Toritama, Caruaru e Santa Cruz do Capibaribe. A decisão foi publicada no Diário Oficial do Estado. Outras 46 toneladas de peças (lençóis, batas e fronhas) apreendidas pouco após serem desembarcadas no Porto de Suape, no litoral sul de Pernambuco, serão reenviadas para os Estados Unidos, no dia 7. A empresa Na Intimidade, cujos galpões estão interditados desde outubro, têm 15 dias para recorrer da decisão.      (ISTOÉ - Monica Bernardes)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Banco de Alimentos

30/12


2011

Ciro cotado para o Ministério da Ciência e Tecnologia

 De volta ao cenário político nacional, Ciro Gomes (PSB) passou a ser cotado para o Ministério da Ciência e Tecnologia, na vaga de Aloizio Mercadante (PT). A reportagem apurou que Mercadante e Ciro conversaram pessoalmente no ministério há aproximadamente duas semanas, encontro que provocou uma tensão no PT.

A mera possibilidade de Ciro se tornar ministro de Dilma Rousseff não estremece apenas o PT. O PSB terá que descobrir como reacomodar alguém do tamanho do ex-governador do Ceará. É consenso na legenda que ele é um quadro excepcional e que está subaproveitado. Mas algumas coisas estão claras na cabeça dos dirigentes partidários: caso Ciro seja escolhido, ele deve ser contado como um ministro da cota pessoal da presidente Dilma, não como um indicado do PSB.(Informações do Correio Braziliense)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Oráculo de Delfos

Uma coisa não exclui a outra. Toda verborragia sincericida do Ciro é para sair do ostracismo e também para cutucar o Dudu. Com uma sinecura garantida para o paulista-cearense-paulista-cearense, Dilma dá o cala-boca e ainda se mostra ligada no governador.

Wellington Jorge Pires Pereira

É o cala boca!!!!

Flavio

É Dilma com a pulga atrás da orelha, olha o Dudu aí!



30/12


2011

Juiz recebe ''''carnê da fome'''', diz presidente da AMB

Artífice da ofensiva que empareda o Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e acua a corregedora nacional da toga, Eliana Calmon, o desembargador Henrique Nélson Calandra, presidente da Associação dos Magistrados Brasileiros (AMB), afirma que juiz não tem privilégios.

Para Calandra, corregedora do CNJ causa ''rebuliço'' - Dida Sampaio/AE - 27.09.2011
Para Calandra, corregedora do CNJ Eliana Calmon causa ''rebuliço''

Diz que ele próprio não foi contemplado com um contracheque graúdo, a exemplo de alguns colegas. "Quem me dera tivesse recebido valores a mais, não estaria devendo cheque especial". A entidade que Calandra dirige é a mais poderosa e influente ordem dos juízes. Ela reúne doutores de todas as instâncias do Judiciário. A AMB foi ao Supremo Tribunal Federal (STF) e obteve a liminar que mandou paralisar os trabalhos do CNJ até que a corte máxima decida se é constitucional ou não a abertura de dados de 217 mil juízes, servidores e familiares.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Lucidio de Figueiredo Galvão Júnior

Se V. Exa. recebendo mais de R$ 350.000,00 por ano em salários, fora as mordomias (carro, motorista, combustível, plano de saúde familiar, auxílio disso, daquilo e aquilo outro, etc...) e deve cheque especial, imagine a maioria da população. Ainda a nata que são verdadeiros mercadores de sentença

ALUIZIO BEZERRA DA SILVA

A LIMINAR REQUERIDA PELO DR. CALANDRA QUERENDO CERCEAR O CNJ, É A PIADA JUDICIÁRIA DO ANO DE 2011! PROCEDIMENTO AUTOFÁGICO QUE EM NADA SERVE AO PODER JUDICÁRIO! Aluízio Silva - Pesqueira.

José Carlos da Silva

Esse Calandra é mesmo um cara de pau mesmo, ele está querendo tampar o sol com a peneira. O que a Ministra está impondo é uma limpeza no judiciário, ninguém aqui quer saber se juiz tem ou não mordomia. O que existe e muito é bandido de toga.



30/12


2011

Cartão de Natal de Dilma tem custo salgado: R$ 11 mil

A Presidência da República gastou R$ 11 mil para produzir 6 mil cartões de Natal enviados pela presidente Dilma Rousseff a autoridades e como resposta a pessoas que também lhe enviaram desejos de boas festas. O cartão, com uma frase retirada do discurso de posse da presidente, custou R$ 1,90 a unidade, incluindo a produção e a distribuição. Também foi enviada uma versão digital por e-mail para alguns funcionários da Presidência.

.

Na foto do cartão a presidente aparece com um vestido vermelho, sobreposta a uma imagem preto e branco da área externa do Palácio do Planalto. O texto evoca a ideia de sonho, coragem e ousadia: "O ser humano não é só realização na prática, mas sonho; não é só cautela racional, mas coragem, invenção e ousadia. E esses são os elementos fundamentais para a afirmação coletiva da nossa Nação". (Informações de O Estado de S.Paulo)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Lucidio de Figueiredo Galvão Júnior

Muito bom o preço. Um cartão desta qualidade na década de 90 com outros governantes não sairia por menos de R$ 10,00 sem entrega. A propósito pesquise quanto saiu o cartão de natal do Congresso e se foi impresso na Gráfica do Senado.

Wellington Antunes

Esse PIG não tem jeito mesmo, por trás dessa matéria está o intuito de desgastar a presidente Dilma. Um cartão de Natal ao custo unitário de R$ 1,90 não se encontra nem nas bancas de camelô no centro do Recife, mas a manchete destaca: "Cartão de Natal de Dilma tem custo salgado: R$ 11 mil"

LUCIANA ALVES

Esse tipo de mesquinharia com uma chefe de estado só poderia partir do velho e decrépito Estadão.



30/12


2011

Dilma e Obama: tratamento a político diferente de Lula

 Segundo reportagem do ''New York Times'', deputados e senadores dos EUA se ressentem da atitude distante e reservada de Barack Obama. Ao contrário do que ocorria em governos anteriores, eles raramente são convidados a viajar com o presidente a bordo do Air Force One. A queixa é idêntica à de congressistas brasileiros em relação a Dilma. Lula era pródigo nessas caronas, vistas na base eleitoral dos políticos como sinal de grande prestígio. (Renata Lo Prete - Folha de S.Paulo)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


30/12


2011

Dnit-CE: empresário acusado por fraude em obras

 O empresário Fernando Cavendish, dono da Delta Engenharia, responderá a uma ação penal sob a acusação de fraude em contrato para uma obra do Dnit (Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes) no Ceará. Além de Cavendish, cuja empresa é a que mais recebeu dinheiro do governo federal em 2011, também é réu no processo o petista Hideraldo Luiz Caron. Ex-diretor do Dnit, ele é homem-forte do partido no setor de estradas. Caron deixou o cargo em julho, após a série de suspeitas de corrupção que causou a "faxina" no órgão.

Segundo a denúncia, a empresa e o órgão público agiram em conluio para alterar um contrato de R$ 44 milhões (em valores corrigidos) destinado à reforma de uma estrada no Ceará. O responsável por autorizar essa mudança no contrato foi o próprio Caron. Desde o início do governo Lula, a Delta multiplicou seus contratos com o governo federal e é hoje o maior recebedor individual dos cofres da União, à frente de gigantes como Norberto Odebrecht, OAS e Queiroz Galvão. (Folha de S.Paulo)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Lucidio de Figueiredo Galvão Júnior

Um ou mais !!!!

Wellington Jorge Pires Pereira

Geralmente tem um político por trás!!!