FMO

24/12


2010

ACM Neto convidado para se filiar ao PDT

 Deputado mais votado na Bahia, o ex-líder do DEM na Câmara, ACM Neto (BA), anda irritado com as brigas entre o grupo do atual presidente da legenda, Rodrigo Maia (RJ), e do seu antecessor, Jorge Bornhausen (SC). De acordo com o Poder Online, nas suas conversas reservadas, tem admitido até mudar de legenda. E já recebeu convites. O PDT  mandou avisar que está braços abertos.

 


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Erivaldo Melo

Eu já militei no MDB, PMDB, ajudei a fundar o PSDB, e fui filiado ao PV e PPS, vou me filiar no DEM, porque uma coisa eu faço questão, que o partido diga se é governo ou oposição. Hoje ao que parece o DEM é o único a deixar claro com todas as letras de que lado está, então é pra lá que eu vou.

uilma

LINDINHO DA TITIA.

uilma

EU HEIN ROSA!

Ramilson Correia de Carvalho

Esse tampinha tá é querendo correr para apoiar o governo que ele sempre foi contra. Está vendo o que aconteceu com seus amiguinho do DEMO e não quer ser o último a apagar as luzes.


Governo de PE

24/12


2010

Morre aos 72 anos Orestes Quércia, ex-governador de SP

Morreu na manhã desta sexta-feira (28) o ex-governador de São Paulo Orestes Quércia, aos 72 anos, informou a assessoria do hospital Sírio Libanês, onde Quércia estava internado para tratar de um câncer na próstata.

No início de setembro, ele teve diagnosticado um tumor de próstata que havia sido tratado há mais de dez anos. Dias depois, o peemedebista desistiu de sua candidatura ao Senado para tratar a doença

BIOGRAFIA

Ex-radialista, Quércia nasceu em Pedregulho, no interior de São Paulo, em 18 de agosto de 1938. Foi vereador e prefeito de Campinas, senador, deputado estadual, vice-governador e governador de São Paulo de 1987 a 1991. Ele foi um dos fundadores do PMDB e presidente do diretório paulista do partido. Desde que saiu do governo, Quércia não venceu nenhuma eleição. Disputou a corrida presidencial em 1994, o governo estadual em 1998 e 2006 e o Senado em 2002. (Com informações da Folha Online e G1)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

uilma

QUEM QUISER SER BOM, MORRA O SE MUDE,KKKKKKKKKKKKKKKK

Erivaldo Melo

O Brasil perde um grande homem público. Quem não tem algo de bom para dizer dos mortos, cale-se!

uilma

ATÉ O DIA DO JUIZO FINAL. GOOD BYE. AGORA É VOCÊ E DEUS.

uilma

ACABEI LER NO G1. VOLTOU SEU ESPIRITO PARA O CRIADOR. E SEU CORPO VOLTOU AO PÓ. ''ASSIM QUE DEUS DIZ QUE O HOMEM É PÓ.


EMPETUR

24/12


2010

Coluna de hoje na Folha

         Fernando encara o jogo

Na visita que fez, ontem, à Folha, o futuro ministro Fernando Bezerra Coelho, da Integração Nacional, passou a impressão de que cumprirá, rigorosamente, o acerto político para composição dos órgãos que integram a estrutrura da sua pasta. Adiantou que a Codevasf ficará na cota do PSB do Piauí e o DNOCS na do PMDB do Rio Grande do Norte.

Não se trata algo fácil de administrar, politicamente, mas o ministro fez uma ressalva. “Se os indicados não corresponderem, a gente muda, isso em consonância com as recomendações da presidenta Dilma”, disse. É claro que o melhor para o novo ministro da Integração seria assumir o cargo com porteira fechada, ou seja, escolhendo, pessoalmente, ou dentro da cota do seu partido, os dirigentes da sua estrutura.

Na longa conversa com o diretor-presidente do Grupo EQM, Eduardo Monteiro, do qual esta Folha integra, Fernando fez questão de ressaltar que construiu uma boa relação no PMDB quando deputado federal, inclusive com o potiguar Henrique Eduardo Alves, a quem caberá a indicação do superintendente do DNOCS.

E, portanto, não teria dificuldades de trabalhar articulado e sintonizado com as principais lideranças do PMDB. Experiente e articulado, Fernando tem jogo de cintura para conviver nesse cenário, mas é detentor, também, de uma personalidade forte para não permitir indisplina na equipe.

MONTAGEM– Desde que regressou de Brasília, na segunda-feira passada, quando fechou a indicação de Fernando Bezerra para a Integração Nacional, o governador Eduardo Campos se dedica à tarefa silenciosa de montar o seu secretariado. Se ele não mudar de planos, o substituto de Bezerra em Desenvolvimento será mesmo Geraldo Júlio, de Planejamento.

Haja Lexotan!  - Os secretários de Eduardo que alimentam expectativa de se manter no poder, seja no mesma função ou remanejados para outra pasta, fogem da Imprensa como o diabo da cruz, não atendem celular e, o mais grave, aumentaram as despesas na famárcia com o consumo de Lexotan.

João pode virar comunista - Nem PV nem tampouco PTB. Um passarinho que canta afinado no Palácio do Capibaribe revelou, ontem, que o destino do deputado federal eleito João Paulo, atualmente no PT, será o PCdoB. Foi com a legenda trabalhista que o ex-prefeito se abraçou quando eleito pela primeira vez em 2000, tendo como vice o hoje deputado estadual Luciano Siqueira. Tem lógica!

Ciúme brabo - A ciumeira no PT e no staff de João da Costa é tão grande com o excelente desempenho do prefeito em exercício Milton Coelho que, ontem, o prefeito licenciado foi aconselhado a participar da solenidade de assinatura do PAC. Os áulicos não queriam que Milton saisse do ato capitalizado, politicamente.

O mais votado - Candidato a entrar na lista triplice para o cargo de procurador-geral de Justiça, o promotor Ricardo Coelho já andou 2,2 mil km pelo Estado e deve aparecer entre os mais votados na eleição do próximo dia 3. Filho do ex-deputado Fernando Coelho, Ricardo goza de conceito na categoria e tem boas propostas.

 

 

CURTAS –

EMPREGOS – Na visita à Folha, Fernando Bezerra falou com empolgação sobre o balanço na sua pasta de Desenvolvimento. “Eduardo fecha o primeiro mandato dele gerando 250 mil empregos com carteira assinada”, destacou.

CANAL – O futuro ministro também adiantou que uma das suas prioridades é tirar do papel o Canal do Sertão, que capta água de Sobradinho para projetos da agroindústria no Vale do São Francisco. Custa em torno de R$ 2 bilhões.

ENCONTRO– Estava na agenda de Fernando uma conversa, ontem, com a economista Tânia Bacelar, ex-secretária da Fazenda de Arraes e especialista em políticas regionais. Ninguém conhece melhor o Nordeste do que ela.

''O filho insensato é uma desgraça para o pai, e um gotejar contínuo as contendas da mulher''. (Provérbios 29-13)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

RICARDO ASSIS DE MENEZES

Magno, FBC é a melhor reserva política do Interior de PE juntamente com Gonzaga Patriota, Adalberto Cavalcante e Odarcy Amorim. eles transformarão o interior do estado.

Sandro Santos

Primeiramente,esse cara ele é Min. do Gov. do PT,o qual mesmo ele não engolindo é bom ter consideração,pois éssa onde de dizer:"FBC - Adiantou que a Codevasf ficará na cota do PSB do Piauí e o DNOCS na do PMDB do Rio Grande do Norte."Ela não é respeitosa com o PT/PE,sobre tudo de Petrolina e região

Jair Lima Lopes de Vasconcelos

Preparem-se os cearenses. O DENOCS tirado do poder deles... ou seja, se o Secretário dos Portos resolver emperrar Suape, beneficiando Pecém, vai ter troco.

Jair Lima Lopes de Vasconcelos

Alegando que Petrolina já estava grande demais. Poderia sim descentralizar os investimentos da capital, pois a grande Recife já cresceu além da capacidade que tem para crescer. FBC não tem que conversa com essa senhora não.

Jair Lima Lopes de Vasconcelos

Tânia Bacelar, conhecedora de Pernambuco kkkk no máximo Recife. A única vez que veio a Petrolina, ficou impressionada com o nosso desenvolvimento, o que demonstra desconhecimento, porém veio com a pérola de que o governo Estadual e Federal deveriam descentralizar os investimentos no Interior...


Prefeitura de Paulista

24/12


2010

Datafolha: Eduardo é o governador melhor avaliado do país

 Reeleito com o maior percentual de votos válidos (82,84%) nas eleições, o pernambucano Eduardo Campos (PSB) é o governador mais bem avaliado do país, aponta pesquisa Datafolha realizada em oito Estados e no Distrito Federal, informa a Folha de S.Paulo. Segundo o instituto, a nota média atribuída a Campos foi 8,4. É a maior nota obtida por ele desde novembro de 2007.

Em segundo lugar na lista aparece outro governador reeleito, no primeiro turno, pelo PSB, o cearense Cid Gomes. Ele conquistou 61,27% dos votos nas eleições. Gomes teve nota média de 7,6 e aprovação de 65%. O terceiro colocado é o governador da Bahia, Jaques Wagner (PT), também reeleito. Ele teve nota 7,3 e aprovação de 60% dos baianos. Sucessor de Aécio Neves (PSDB) em Minas Gerais, o tucano Antonio Anastasia inicia novo mandato com nota 7,1 -- era 6,2. Sérgio Cabral (PMDB), no Rio de Janeiro, teve nota 6,8. .


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

marcelo lima

O que o dinheir não faz todas as PEs de pernambuco estão intransitáveis e a bandidagem solta, o governador tá bom de acabar com os bloqueios e colocar policiamento em estadas fazendo blitz rotineiras sem luagares fixos isso vale a pena nao os bloqueios onde os policiais so fazem dormir e ganhar diar

Jair Lima Lopes de Vasconcelos

Isso mostra apenas que os pernambucanos são os menos exigentes.

Fabio Leite Macedo

Com muitas verbas, fica mais fácil administrar!

uilma

Eu hein rosa!

RICARDO ASSIS DE MENEZES

FBC tem que tirar a SUDENE do papel.......



24/12


2010

O trator de Fernando Bezerra Coelho

Marisa Gibson - Coluna Diario Político

 Pra começo de conversa, Fernando Bezerra Coelho (PSB), indicado pelo governador Eduardo Campos (PSB) e escolhido por Dilma Rousseff (PT) para ser ministro da Integração Nacional, já foi saudado ontem como ´futuro governador de Pernambuco` pelo empresário Paulo Drumond, na última reunião do Condic. Muita precipitação, claro, mas não deixa de refletir o clima que começa a tomar conta de alguns setores do estado. Bem, nos últimos anos, Bezerra Coelho amargou decepções no campo da política, engoliu alguns sapos e deve, evidentemente, abafar esse coro porque não é conveniente misturar as estações e muito menos atropelar o tempo.

Consciente de que tem nas mãos um ministério que lhe dará visibilidade nacional, dependendo do seu desempenho, Bezerra Coelho não perdeu tempo e já mostrou que tem ideias, desenvoltura, iniciativa, capacidade de trabalho e tato político. Antes que se instalasse uma disputa pelos cargos do segundo escalão de sua área, Bezerra Coelho anunciou os estados que ficarão com a Codevasf e DNOCS depois de conversas com os governadores do Nordeste, a começar por Jaques Wagner, da Bahia, a quem derramou elogios em sua primeira entrevista coletiva. Enfim, com a experiência que acumulou na Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Bezerra Coelho sabe que num ministério não basta ser competente. Tem que ser eficiente e ter muito, mas muito jogo de cintura


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

RICARDO ASSIS DE MENEZES

Fernando Bezerra Coelho, esse foi um grande lider no sertão do arararipe, estou falando o seu avó que sempre buscou desenvolver aquela região e o sangue de Fernando Bezerra avó continua correndo nas veis de FBC neto.

Sandro Santos

Só que além dos governadores,nós temos outras lideranças no NE:"Antes que se instalasse uma disputa pelos cargos do segundo escalão de sua área, Bezerra Coelho anunciou os estados que ficarão com a Codevasf e DNOCS depois de conversas com os governadores do Nordeste,"Sen/Dep. E vamos LUTAR.

uilma

SERÁ? ESPERO QUE SR. ESTAJA SERTO. PERNAMBUCO AGRADECE. SE ISSO ACONTECER ELE NÃO ESTÁ FAZENDO FAVOR.

Gesson Cavalcanti

É claro que Fernando é um nome forte para 2014. É articulado, inteligente. Já mostrou que não é apenas bom político, mas bom administrador também. É preciso não colocar o carro na frente dos bois e ele deve ter cuidado com a imprensa que o lança desde já tão cedo. Por enquanto será um grande Ministr

RICARDO ASSIS DE MENEZES

As regionais da Codevasf tem que ficar com os polítcos da região com em Petrolina Gonzaga Patriota


Prefeitura de Ipojuca

24/12


2010

Ministério: Bezerra Coelho nega pretensões futuras a candidato

 Embora a ida para o ministério já coloque Fernando Bezerra Coelho como um dos candidatos naturais ao governo, ele optou, ontem, por negar futuras pretensões políticas. Disse que todas as articulações seriam conduzidas pelo governador e só pensava agora no ministério, que terá um perfil mais nacional, além das mudanças na Codevasf, no Dnocs e na Sudene.Depois de se colocar na ´fila` do Senado e ser obrigado a retirar o nome após uma conversa com o governador Eduardo Campos (PSB), o novo ministro preferiu se dizer espectador e não protagonista de 2014. Na segunda entrevista coletiva que deu após ser confirmado por Dilma, ele se mostrou disciplinado e agradecido a Eduardo por indicar seu nome. ´Tirem meu nome dessa fila`, disse.
 

Bezerra Coelho garantiu estar confiante na gestão de Dilma, chegando a apostar que será melhor que a de Lula. Ele disse que ouviu a presidente eleita e acatou as sugestões para não fechar o ministério apenas com nomes do PSB. Segundo FBC, o presidente da Codevasf será escolhido pelo governador eleito do Piauí, Wilson Martins, mas o do Dnocs será uma indicação das lideranças do PMDB do Rio Grande do Norte, como o deputado federal Henrique Alves e o senador eleito Garibaldi Alves (PMDB).
(Do Diario de Pernambuco - Aline Moura)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Sandro Santos

Quer dizer que no NE,além do PROTAGONISMO DO MAQUIAVELICO - PSB de FBC,só restam o PMDB,que merece espaços no segundo escalão,o PT de Pernambuco,sobretudo do interior não apita nada! Discordo e tem mais,ele terá em 2014,o PT. Aguardem e confie. Chega! PT 2014.Sem choro nem vela.


Prefeitura de Abreu e lima

24/12


2010

''''Saio do governo para viver a vida das ruas'''', diz Lula na TV

 O presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva fez nesta quinta-feira (23) seu último pronunciamento em cadeia nacional de rádio e TV. Ele fez um balanço destacando o que considera conquistas de seu governo e pediu apoio a sua sucessora, Dilma Rousseff, que toma posse no dia 1º de janeiro de 2011. Sobre seu futuro, Lula disse que vai para as “ruas”.

“Saio do governo para viver a vida das ruas. Homem do povo, que sempre fui, serei mais povo do que nunca, sem renegar o meu destino e jamais fugir à luta. Não me perguntem sobre o meu futuro, porque vocês já me deram um grande presente. Perguntem, sim, pelo futuro do Brasil, e acreditem nele”, disse o presidente.Lula destacou logo no início de seu pronunciamento o simbolismo de sua sucessão por Dilma. “É profundamente simbólico que a faixa presidencial passe das mãos do primeiro operário presidente para as mãos da primeira mulher presidenta. Será um marco no belo caminho que nosso povo vem construindo para fazer o Brasil, se Deus quiser, um dos países mais igualitários do mundo”.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

uilma

SERIA.

uilma

A GLOBO BEM QUE PODERIA CRIAR UM PROGRAMA PARA O LULA ESTREAR COM SEU CREISSON. SRIA O PROGRAMA MULA DA SILVA.KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK.

uilma

ESTOU ME LIXANDO, O QUE TU VAI FAZER DE TUA VIDA É PROBLEMA TEU. SÓ NÃO OUVIR MAIS TUA VOZ JÁ ME DEIXA FELIZ. O HOMEM DA VOZ ESQUISITA. TÁ, APROVEITAR E DÁ UM PULINHO NO FONODIOLOGO.

Cátia Santos

Porém COMO GRANDE ORADOR e FALASTRÃO, sai como O SANTO PROTETOR DAS "CAUSAS IMPOSSÍVEIS"...Ufaaaaaaaaa!!!

Cátia Santos

Deveria era virar PEDINTE, as suas reais origens...


Prefeitura de Serra Talhada

24/12


2010

Vem cá, Meirelles

 Chamou a atenção dos participantes da confraternização de quarta-feira à noite no Alvorada a longa conversa entre Dilma Rousseff e Henrique Meirelles, realizada por iniciativa da presidente eleita. Segundo relato de integrantes da equipe de transição, o nome de Meirelles tem aparecido com frequência nas considerações de Dilma associado a dois assuntos: a Secretaria de Aeroportos, cuja criação foi colocada em modo de espera, e a Autoridade Pública Olímpica, que cuidará dos preparativos para os Jogos de 2016 no Rio.

De saída após oito anos no Banco Central, Meirelles tem pela frente uma quarentena e ofertas de trabalho no exterior. Ele e Dilma ficaram de voltar a conversar.(Painel - Folha de S.Paulo - Renata Lo Prete)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Prefeitura de Limoeiro

24/12


2010

Aeroviários derrubam liminar que proibia greve

 O Sindicato Nacional dos Aeroviários (SNA) entrou na Justiça e conseguiu cancelar, no final da noite de quinta-feira, 23, liminar da Justiça Federal no Distrito Federal que estendia até o dia 10 de janeiro proibição de greve por parte da categoria e ampliava de R$ 100 mil para R$ 3 milhões o valor da multa em caso de descumprimento.

Com isso, fica mantida a decisão, do dia 22, do Tribunal Superior do Trabalho (TST), que determina atividade de 80% do efetivo dos aeronautas e aeroviários entre 23 de dezembro de 2010 e 2 de janeiro de 2011, fixando multa diária de R$ 100 mil, em caso de descumprimento da ordem.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

uilma

GOED ZO!


Banner de Arcoverde

24/12


2010

Em despedida na TV, Lula infla dados sobre seu governo

 No seu último e mais longo pronunciamento em rede nacional, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva se despediu dos brasileiros elencando uma série de dados inflados sobre a sua gestão, segundo a Folha de S.Paulo. O discurso, de 11 minutos, foi ao ar ontem às 20h. Nele, o petista afirma que o salário mínimo no seu governo teve ganho real de 67%, cifra mais modesta do que os 74% citados pela presidente eleita Dilma Rousseff durante a campanha para o Planalto, mas também enganosa. De 2003 a 2010, o mínimo teve oito reajustes, que ao todo chegaram a 53,5% acima da inflação acumulada. Na campanha de 2002, Lula havia prometido duplicar o poder de compra do mínimo em quatro anos.

Ao falar sobre educação, o presidente também citou dados distorcidos sobre o Orçamento, afirmando que o gasto na área triplicou. Para chegar a esse resultado, o presidente ignorou a inflação acumulada no período.
O presidente também repetiu discurso propalado pelo Ministério da Educação segundo o qual foram criadas 14 universidades federais em seu governo. Dessas, apenas cinco são de fato novas. As demais são resultado de ampliação, fusão ou desmembramento de instituições de ensino que já existiam.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

uilma

E BOTA FALATRÃO NISSO.

Cátia Santos

Como sempre UM FALASTRÃO, porém, consegue a façanha de transformar as MENTIRAS EM VERDADES...



24/12


2010

Comigo não

 O senador Renan Calheiros (PMDB-AL) brecou a votação de um projeto de lei que permitiria a qualquer pessoa representar o Brasil no Parlamento do Mercosul. Hoje, apenas políticos com mandato podem atuar no Parlasul. Renan soube que três desafetos, Tasso Jereissati (PSDB-CE), Heráclito Fortes (DEM-PI) e Arthur Virgílio (PSDB-AM), estavam de olho na possibilidade aberta pelo projeto (Painel - Folha de S.Paulo - Renata Lo Prete)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Coluna do Blog
TV - Blog do Magno
Programa Frente a Frente

Aplicativo

Destaques

Publicidade

Opinião

Publicidade

Parceiros
Publicidade
Apoiadores