FMO janeiro 2020

29/05


2011

Pernambuco comemora em junho o Mês do Meio Ambiente

 Com o tema ‘Todos pela sustentabilidade de todos’, a gestão ambiental do Estado preparou uma extensa programação para o Mês do Meio Ambiente, em junho, que inclui palestras, minicursos, oficinas, mesa redonda, exposição fotográfica, seminário, teatro, contação de história e um passeio ciclístico. É uma  ação conjunta da Secretaria de Meio a Agência Estadual de Meio Ambiente (CPRH) e o Parque Dois Irmãos. O objetivo é sensibilizar a população em prol da conservação dos biomas protegidos pela legislação brasileira, em especial as florestas, uma vez que a Organização das Nações Unidas declarou 2012 como o Ano Internacional das Florestas. O evento conta também com o apoio de parcerias privadas e municipais.

Todas as atividades programadas acontecem no Recife e nos municípios do Cabo de Santo Agostinho, Caruaru, Carpina, Paulista, Nazaré da Mata, Ribeirão, Petrolina, Tamandaré e Vitória de Santo Antão. Para participar, os interessados devem encaminhar e-mail para queroparticipar@cprh.pe.gov.br.

A abertura acontece a partir das 9h do dia 31 de maio, terça-feira, no Parque Dois Irmãos, com o plantio de espécies da Mata Atlântica, com a participação de crianças da rede pública de ensino. Nos dias seguintes, haverá o lançamento do Programa de Educação Ambiental da CPRH, lançamento de uma cartilha educativa e de um jogo ambiental


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

milton tenorio

Chama a Compesa para abrir o Evento..rsrsrs

José Carlos da Silva

Aqui em Pernambuco infelizmente não há o que se comemorar. Com o governo do estado desmantando todas as APPs não dá para comemorar coisa alguma. Aliás o nosso movimento quando do protesto coantra o desmatamento de mais de mil hectares de mangue, restinga e mata atlântica denominou o governador do estado de: Exterminador do Futuro. Não poderia ser de outra forma, vem mais desmatamento por aí para instalar o segundo estaleiro o Promar.


Detra maio 2020 CNH

29/05


2011

Desmatamento vai a 22 milhões de hectares com Código

 As mudanças nas regras de preservação de mata nativa nas propriedades rurais, que constam do novo Código Florestal aprovado pela Câmara, ampliam em 22 milhões de hectares a possibilidade de desmatamento no país, o equivalente ao estado do Paraná. O número representa as áreas de reserva legal que poderão ser desmatadas legalmente caso o texto seja aprovado no Senado e sancionado pela presidente Dilma Rousseff.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Volta Já

Este assunto sobre o Código Florestal, onde se diz que vai permitir o desmatamento descontrolado, carece de uma análise mais profunda. Não podemos sair por aí disseminando e alardeando notícias sem embasamento. Há que se verificar o outro lado dos pseudos ambientlistas e os interesses camuflados ou não ditos que se escondem por trás desse histerismo!


Abreu e Lima - Maio

29/05


2011

Juiz diz que corrupção no país é endêmica, sem solução

 O juíz Nelson Augusto Bernardes de Souza, titular da 3ª Vara Criminal de Campinas (SP), disse acreditar que a corrupção no país é endêmica. Depois de denúncia do Ministério Público, o juiz decretou a prisão do vice-prefeito e da primeira dama da cidade, acusados de participar de esquema de fraudes em licitações e desvios de recursos públicos que podem chegar a R$ 615 milhões.

Já em São Paulo, três policiais militares foram presos por agentes da Polícia Civil na madrugada de ontem suspeitos de tentar furtar uma agência do Banco do Brasil no Jabaquara (zona sul de SP). No local, foram apreendidos marreta, alicates e furadeiras. Os suspeitos alegaram aos policias que estavam lá, pois tinham avistado movimentação estranha.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

José Carlos da Silva

Que É endêmica não tenho dúvidas. Basta ver que os vereadores e prefeito de Ipojuca já foram cassados diversas vezes, mesmo a primeira condenação ter acontecido a mais de três anos, os políticos continuam no poder e roubando do jeito que quer. Com a palavra TOGAS E PALETÓS!


Prefeitura do Ipojuca

29/05


2011

Dilma tenta recompor desgaste na relação com o PMDB

 (Cristiana Lobo - O Globo)

A presidente Dilma Rousseff telefonou neste sábado (28) ao vice-presidente Michel Temer para convidá-lo para três encontros. A iniciativa da presidente se dá após enorme tensão entre PT e PMDB na votação do Código Florestal. Dilma tenta, com o gesto, recompor a relação política com o PMDB, partido do vice e que tem a segunda maior bancada na Câmara e a maior no Senado. Na terça-feira passada, Temer, sabendo da irritação da presidente Dilma com a decisão do PMDB de apresentar a emenda 164 ao Código Florestal, preferiu não ir ao encontro da presidente. Antes da votação do Código Florestal, Palocci conversou com Temer em nome de Dilma e chegou a ameaçar de demissão os ministros do PMDB.

O primeiro encontro entre os dois será na segunda feira, na base aérea, quando ela viajará ao Uruguai e ele assumirá o exercício da Presidência. Será uma oportunidade para os dois serem fotografados juntos depois das notícias de que estariam estremecidas as relações de Dilma com o vice, e também as relações do vice com o ministro-chefe da Casa Civil, Antonio Palocci. Na terça-feira, Dilma deve ter uma audiência com o vice e na quarta-feira ele participará de almoço com a presidente e a bancada do PMDB 


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


29/05


2011

Morre Carlos Pontual, pai do presidente da Ceasa

Morreu, no inicio da manhã de hoje, no Hospital Esperança (Recife), o quimico industrial Carlos Amorim Pontual, 87 anos, pai do presidente da  Ceasa/PE, Romero Pontual. Carlos Pontual  estava internado no Esperança há mais de  um mês e não resistiu a  uma parada cardíaca por volta das cinco horas da manhã. O velório está acontecendo na capela central do Cemitério de Santo Amaro e o sepultamento acontecerá no mesmo cemitério, às 17 horas de hoje.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Banco de Alimentos

29/05


2011

Tucanos citados em esquema de corrupção em Campinas

 Políticos tucanos são citados em interceptações telefônicas feitas na investigação sobre suposto esquema de fraudes em Campinas (SP) envolvendo nomes próximos ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT). O monitoramento, por agentes do Gaeco, braço do Ministério Público que combate o crime organizado e a corrupção, flagrou diálogos do empresário Luiz Arnaldo Mayer com interlocutores sobre contratos de interesse da organização criminosa.

No dia 11 de abril, às 9h27, Mayer fala com ''homem não identificado'', segundo a promotoria. Esse interlocutor sugere que Edson Aparecido, secretário de Estado de Desenvolvimento Metropolitano, José Henrique Reis Lobo, ex-presidente do Diretório Municipal do PSDB em São Paulo, e o deputado Ricardo Trípoli (PSDB-SP) estariam ''intercedendo'' nos negócios de outro empresário, José Carlos Cepera, apontado como líder do grupo que teria desviado R$ 615 milhões do Tesouro. O Ministério Público não investiga os tucanos. Mas registrou a menção aos nomes no relatório de inteligência que deu base para a Justiça decretar a prisão temporária de 20 suspeitos, entre eles Mayer e Cepera.(O Estado de S.Paulo)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

S. C. B. M.

TEMER, NÃO ACEITE COAÇÃO, TEM EM SEU PODER A MAIOR BANCADA;DIGA A DILMA Q O RISCO Q CORE O PAU CORRE O MACHADO;SE QUISER DEMITIR OS MINISTROS Q O FAÇA;COM CERTEZA O VICE PRESIDENTE VAI TER Q ENGOLIR ATE O FIM DO MANDATO.


Prefeitura de Serra Talhada

29/05


2011

PSDB: nada muda; inclusive a acirrada briga pelo poder

A eleição de 2014 deflagrou a atual disputa interna no PSDB e escancarou as estratégias que os pré-candidatos tucanos construíam com certa cautela nos bastidores, desde o momento em que foi selada a derrota de José Serra na corrida presidencial de 2010. As negociações para a composição da nova Executiva Nacional, a elite responsável pela máquina e pelas decisões políticas do partido, tornaram-se o campo de batalha onde Serra, o senador Aécio Neves (MG) e o governador Geraldo Alckmin evidenciaram seus cálculos eleitorais. Serra desistiu de ocupar o Instituto Teotônio Vilela e como consolação vai comandar Conselho Político da legenda. É um nada para ele e suas ambições presidenciais, e reforço para as pretensões de Aécio.

Serra saiu derrotado na briga interna pelo comando do PSDB e pela liderança na fila de pré-candidatos da legenda ao Planalto em 2014, decididos na convenção de ontem. No novo balanço de poder do partido, o grupo político do senador Aécio Neves (MG) obteve o comando de postos-chave na máquina partidária. Como prêmio de consolação, Serra vai presidir o Conselho Político do PSDB.(com informações de O Estado de S.Paulo)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

O Jornal do Poder

29/05


2011

Ação de Lula: Dilma quer mostrar que não é teleguiada

Sem conseguir resolver o apagão na articulação política do Palácio do Planalto, a presidente Dilma Rousseff comandará uma série de reuniões, a partir desta semana, na tentativa de provar que o governo não está paralisado pela crise envolvendo o ministro da Casa Civil, Antonio Palocci. Dilma não gostou da repercussão do ''socorro'' do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e quer mostrar que não é teleguiada.

Apesar de acatar os conselhos de Lula, que assumiu as rédeas políticas do governo após o desastrado telefonema no qual Palocci ameaçou o vice-presidente Michel Temer com a demissão dos ministros do PMDB, Dilma avalia que a entrada de seu padrinho em cena foi usada pela oposição para desqualificá-la.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Shopping Aragão

29/05


2011

Mal-estar no Planalto: intervenção indevida

Agora, o reverso da medalha: foi  providencial a intervenção do Lula em Brasília, esta semana, para tentar apagar o incêndio no  relacionamento  entre o governo, os partidos e o Congresso. Mas que considerável mal-estar dominou o palácio do Planalto, disso poucos duvidam.  Não é como  se o Dunga começasse a dar palpites no time do Mano Meneses apenas porque o Dunga não chega aos pés do Lula. Mas o resto da  situação  é similar.   Tratou-se do caso  de intervenção explícita do antecessor nos negócios da sucessora. Parece ter dado certo, Lula e Dilma jogam no mesmo time, mas, como sempre, torna-se necessário pesquisar mais fundo. Exultantes estão os governistas  adversários da presidente,  contando com   o enfraquecimento dela. Resta saber se a crise fica restrita aos patamares do jogo  político ou se atinge o  povão. Melhor esperar a próxima pesquisa. (Carlos Chagas)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


29/05


2011

Devastação na Amazônia aumenta com novo Código

 A discussão do Código Florestal escancarou as portas da Floresta Amazônica para a devastação, informa o jornal O Globo. Desde janeiro passado, grandes fazendeiros ou especuladores de terras passaram a derrubar florestas na expectativa de criar um fato consumado para se beneficiar de anistia a devastadores na Amazônia Legal ou, simplesmente, pelo medo de que as restrições pudessem ser aumentadas após a aprovação da nova legislação ambiental.

Em Mato Grosso, estado que concentra a segunda maior produção de grãos do país, o efeito foi devastador, principalmente depois que o governador Silval Barbosa (PMDB), aliado da presidente Dilma Rousseff, sancionou lei concedendo anistia aos produtores até abril, véspera da aprovação do novo Código, que, pela proposta da Câmara, prevê anistia a quem desmatou até 2008.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


29/05


2011

Criação de novos estados: mais políticos e despesas

 O Brasil pode ganhar dois novos Estados em breve, o Tapajós e o Carajás. Neste mês, o Congresso aprovou a realização de plebiscitos para que a população decida se quer ou não desmembrar o Pará em três unidades. Caso os Estados sejam criados, o país vai precisar mexer nas cadeiras da Câmara e Senado e, com isso, mudar as forças de cada região no Legislativo. No mínimo, será preciso criar 61 novas vagas nas esferas federal e estadual.

O Carajás e o Tapajós teriam direito a 24 deputados estaduais, no mínimo. Cada deputado federal recebe, por mês, R$ 26.723,13. Ao todo, os parlamentares ganham 15 salários durante o ano, e contam com verbas de gabinete, passagens aéreas, moradia, plano de saúde e gastos administrativos pagos pelo Congresso. Os seis novos senadores de Carajás e Tapajós sairiam por cerca de R$ 10,8 milhões por ano. Já os novos deputados federais custariam um pouco menos, R$ 10,5 milhões.

Só com salários dos parlamentares, as duas novas assembleias legislativas gastariam juntas R$ R$ 11,5 milhões por ano, tomando como base a remuneração dos atuais deputados do Pará (R$ 20 mil por mês).(Portal R7)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

MÁRIO DOS ANTOS RIBEIRO DE SOUZA

Pelo amor de Deus,estão achando pouco os q estão ai mamando as custas da população sofrida, já chega tem é q diminuir os que tem, e não aumentar a quantidade, para q tantos?

João Paulo

Já que todo mundo está querendo dividir o Brasil, é hora de se lutar pela autonomia das nações indígenas, dando-lhes "status" de nação.