FMO janeiro 2020

07/12


2011

Negromonte finge ''''não querer querendo''''

 Sob ameaça de virar a "bola da vez" após a queda de Carlos Lupi, Mário Negromonte (Cidades) busca respaldo nos Estados para permanecer no posto. Deputados relatam ter recebido telefonemas de governadores pedindo uma forcinha pela manutenção do ministro.

De um observador da ofensiva de Negromonte: "Para quem disse não ter apego ao cargo, ele até que está indo bem". (Renata Lo Prete  Folha de S.Paulo)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

jose carlos da silva

Vejam a pouse de um canalha. E o povo se ferrando. Eu avisei!


Prefeitura de Serra Talhada

07/12


2011

Ciro: ministro errou por querer ganhar dinheiro

 O ex-deputado federal Ciro Gomes disse ontem que o ministro Fernando Pimentel (Desenvolvimento, Indústria e Comércio) errou por "querer ganhar dinheiro" e que a presidente Dilma Rousseff não "tinha merecimento" para ter sido eleita. Pimentel recebeu pelo menos R$ 2 milhões por serviços prestados em sua empresa de consultoria nos anos de 2009 e 2010, entre sua saída da Prefeitura de Belo Horizonte e posse no governo federal.

"Eu acho que ele [Pimentel] tem a presunção da inocência, mas ele cometeu um erro: foi querer ganhar dinheiro", afirmou Ciro, em entrevista ao programa "Tema Quente", da RedeTV!. "Escritório de consultoria no Brasil não é consultoria, é tráfico de influência. Esse é o problema", completou.

"Se o Fernando Pimentel pudesse dizer: ''não, minha consultoria se deu aqui. Está aqui a consulta que me foi feita e está aqui a resposta que eu dei''. Mas não", completou. (Folha de S.Paulo)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Oráculo de Delfos

Veja bem uma frase de meu comentário abaixo, o quinto de baixo pra cima: "TODOS SABEMOS QUE AS TAIS CONSULTORIAS NÃO FORAM CRIADAS PELOS MEMBROS DO ATUAL GOVERNO, mas que se lambuzam, ah!, se lambuzam..." Tá vendo, quem mandou cabular a aula de leitutra e interpretação de textos...hehehe

Oráculo de Delfos

Daqui da Grécia, no alto da colina, enxergo tudo. A senhora, tão perto, outro dia defendia que o Zé Dirceu ganhava dinheiro com advocacia...hehehe Santa inocência! É bom aprender a ler...kkkk

Oráculo de Delfos

Se a LuciAnta não gazeasse as aulas de leitura e interpretação de texto, veria que não nego que a prática tem raízes fincadas na política nacional, apenas acho que isso não livra a cara dos antigos comunistas, que se lambuzam nela com desabrida desenvoltura...hehehe

Oráculo de Delfos

Por fim, é bom lembrar que nomeação para Conselhos Fiscais é uma maneira tradicional que os partidos tem de dar sinecuras a membros que perderam eleições. É questionável, mas não é ilegal. Já tráfico de influência é crime. É bom esclarecer, pois água turva é habitat natural de petista.

LUCIANA ALVES

Se há uma coisa incontestável é a verdade factual, e as " consultorias" fazem parte do mundo politico desde os tempos imemoriais, inclusive na terrinha muitos prosperaram utilizando-as . Quem é do ramo tem ciência disso. Como vive na Grécia, o Oráculo desconhece as mumunhas da politica brasileira.


Abreu e Lima - Prefeitura - Abreunozap

07/12


2011

Planalto já teme que ministro seja ''''a bola da vez''''

O Palácio do Planalto emitiu nesta terça-feira sinais de preocupação sobre as revelações de que o ministro do Desenvolvimento, Fernando Pimentel, recebeu cerca de R$ 2 milhões em consultorias prestadas a empresas relacionadas com a prefeitura de Belo Horizonte, como mostram reportagens do GLOBO desde domingo. O núcleo do governo teme que Pimentel, ex-prefeito da capital mineira, ''se torne a bola da vez'', com denúncias alimentadas, segundo crê a presidente Dilma Rousseff, pelo ''fogo amigo'' petista. No Congresso, cresce a cobrança da oposição. No governo, a ordem é tentar esvaziar o noticiário sobre o tema. A determinação de Dilma é que Pimentel preste os esclarecimentos sobre o caso.

Para amenizar o desgaste político, integrantes do Planalto ressaltaram dois pontos: os valores recebidos por Pimentel nos dois anos em que ficou sem cargo público (entre 2009 e 2010) seriam compatíveis com a remuneração de consultor; e o fato de seu trabalho de consultoria estar limitado, até agora, a Belo Horizonte, sem relação com a eleição presidencial. Apesar disso, porém, ele tinha acabado de deixar a prefeitura de BH.(O Globo)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

jose carlos da silva

Em apenas 9 anos e todos os comunas ficaram ricos, e imaginem se tivessem obtido êxito em 64. Só os imbecis é que ñ sabem o buraco em que meteram o Brasil.

Oráculo de Delfos

Em outras eras, o Fernado Pimentel participou do COLINA (Comando de Libertaçao Nacional). Sinal dos tempos. Hoje, os antigos comunistas ficam milionários como prósperos "consultores" do capitalismo tupiniquim...hehehe


Banco de Alimentos

07/12


2011

Lula admite que ainda não ''''desencarnou'''' do poder

A presidenta Dilma se encontra com o ex-presidente Lula em São Paulo

Quase um ano após deixar a Presidência da República, Luiz Inácio Lula da Silva admitiu nesta terça-feira que ainda não ''desencarnou'' do cargo. Após se reunir com sua sucessora, Dilma Rousseff, em um hotel na zona sul de São Paulo, Lula deu uma rápida declaração aos jornalistas que o aguardavam no saguão do hotel.  ''Estou desencarnando ainda'', afirmou. A frase faz referência a uma declaração que o próprio Lula fez no início deste ano, de que ficaria longe dos assuntos do governo para poder ''desencarnar'' do cargo.

Dilma está na cidade para participar de um evento na noite de hoje e aproveitou a viagem para encontrar Lula. De acordo com a assessoria da Presidência, que não divulgou o encontro, Dilma tinha uma ''agenda privada'' no período da tarde. (Folha Online - Daniel Roncaglia)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Alberto Guerra Benning

A distancia entre Caetes (PE) e o Palacio do Planalto é muito grande para desapegar com facilidade



07/12


2011

Novo rico: Câmara aumenta cotas do Brasil no FMI

A Câmara dos Deputados aprovou nesta terça-feira um aumento da participação brasileira nas cotas do Fundo Monetário Internacional (FMI). O texto, que é resultado de um acordo entre os integrantes do fundo, amplia o percentual brasileiro de 1,78% para 2,13% do total. A medida ainda depende do aval do Senado.

 Com a aprovação da Mensagem Presidencial 480/2011, o Brasil passa do 14º para 10º lugar na lista de nações que mais contribuem com o fundo. A  votação desta terça foi a única do dia na Câmara, já que a base aliada optou por paralisar o envio de Medidas Provisórias (MPs) ao Senado. Isso porque os senadores tentam votar o Código Florestal, e a chegada de MPs poderia alterar a ordem de prioridades em pauta.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

O Jornal do Poder

07/12


2011

Ciro: Dilma sem mérito político para disputar a eleição

 Durante a entrevista à Folha de S.Paulo, o ex-ministro Ciro Gomes disse que  presidente Dilma Rousseff não tinha "mérito político" para disputar a eleição presidencial, nem "estrada nem merecimento para ser presidente". Segundo Ciro, "o que ela tinha era os méritos extraordinários de uma grande administradora, uma pessoa muito decente, muito admirável", completou. O ex-deputado disse ainda ser testemunha da inocência de Lula no do mensalão. "Se tem um brasileiro que sabe que o Lula era inocente, completamente naquela história, sou eu", afirmou.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Oráculo de Delfos

Mais este "sincericídio" do pulha Ciro Gomes é reflexo de sua perda de prestígio entre os donos do poder. Aposta na metralhadora para chamar atenção e ganhar alguma sinecura. Fala muitas verdades, mas não tem credibilidade, pois só as revela quando está desesperado. Dessa vez o motivo é Dudu...

José Cláudio Soares de Oliveira

Eita Ciro Gomes - perdido só cego em tiroteio...Conversa demais.



07/12


2011

Mensalão: adiar é desmoralizar instituição democrática

CARLOS CHAGAS

AFIRMAÇÃO OBRIGATÓRIA - Consolida-se no Supremo Tribunal Federal a certeza de que o julgamento dos réus do  mensalão deve obrigatoriamente realizar-se no primeiro semestre do próximo ano. Qualquer adiamento resultará  na desmoralização não apenas das estruturas do Poder Judiciário, mas das instituições democráticas.  É preciso uma resposta a respeito dos mensaleiros, seja para absolvê-los,  seja para condená-los. Completada a composição da mais alta corte nacional de Justiça, não haverá como protelar a decisão a respeito de cada um dos 39 implicados. Caso,  por razões de saúde, ao ministro-relator  Joaquim Barbosa   faltem condições de trabalho, deveria o presidente do Supremo, César Peluzo, designar  um relator-adjunto.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

EDSON COSTA DE SIQUEIRA

Nesse modelo de democracia à brasileira e de inDEPENDÊNCIA dos poderes, caso haja tal julgamento, o resultado será "estratégico"!



07/12


2011

Pimentel sob fogo amigo petista mineiro

 Em resposta às recentes revelações sobre sua atividade de consultor, Fernando Pimentel disse a Dilma Rousseff que na origem das denúncias estão seus adversários no PT de Minas, interessados em lançar Roberto Carvalho à Prefeitura de Belo Horizonte, em detrimento da reeleição de Márcio Lacerda (PSB), aliado do ministro do Desenvolvimento.

Quem acompanha de perto o modo de funcionamento da presidente faz duas observações: a) a despeito da proximidade de longa data com Dilma, Pimentel não deve dar seu cargo como assegurado; b) Carvalho caiu em desgraça no Palácio do Planalto. (Renata Lo Prete - Folha de S.Paulo)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


07/12


2011

Collor impede briga entre Sarney e Demóstenes

Orlando Brito
Foto
Collor, ao centro, na bancada do deixa disso

O presidente do Senado, José Sarney, abandonou a atitude fleumática, desceu da mesa diretora e, com veemência inusual, reclamou das palavras que acabara de ouvir do colega Demóstenes Torres (DEM-GO), numa discussão sobre inversão de pautas. O senador goiano concordou que havia se excedido e, democraticamente, pediu desculpas ao microfone. O flagrante mostra como Sarney estava indignado. O senador Fernando Collor (PTB-AL) atuou na bancada do "deixa disso". (Cláudio Humberto)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Arnaldo Amaral

Pena Demóstenes desculpar-se. Até o ser ancião no crápula é falsificado. Vide ridículo bigode amarronzado...Vade retro !

Arnaldo Amaral

Pena Demóstenes desculpar-se. Até o ser ancião no crápula é falsificado. Vide ridículo bigode amarronzado...Vade retro !

José Cláudio Soares de Oliveira

Aé gente - Collor e Sarney se entendem - o primeiro chamava Sarney de ladrão, o segundo gritou pela cassação chamando-o de corrupto. quem está com a razão



07/12


2011

Chávez ri do ''''beijaço'''' que deu(ou recebeu) em Obama

O presidente da Venezuela, Hugo Chávez, riu do anúncio da Benetton em que ele aparece beijando seu rival ideológico Barack Obama, presidente dos EUA, e disse que se trata de uma ''boa piada''.

Campanha de grife italiana mostrava líderes políticos e religiosos se beijando na boca - Divulgação
Divulgação
Campanha de grife italiana mostrava líderes políticos e religiosos se beijando na boca

 A foto foi parte de uma polêmica campanha da grife italiana, que mostrava líderes políticos e religiosos se beijando na boca, sob o slogan ''unhate'' (algo como ''desodeie'').  ''Eu nem tinha visto isso! E como o Obama aparece lá? Com os olhos fechados, como que inspirado?'', brincou Chávez ao ser questionado por jornalistas sobre o assunto, e antes de ver a imagem.

''Caramba, é um selinho'', gargalhou ele ao ver a foto. ''Zoam comigo o tempo todo, mas não faço nada (...). Minha tendência pessoal e espiritual é rir de mim mesmo. Foi uma boa piada''''. Ainda em tom de brincadeira, Chávez disse que espera alguma recompensa por sua tolerância. ''Pelo menos uma gravatinha vão me mandar, nem que seja uma gravatinha, mas de Natal'', disse o líder socialista. ''Faço um reconhecimento ao publicitário, acho que é uma boa piada'', acrescentou. (O Estado de S.Paulo)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha