Congresso Nordestino de Educação Médica

17/06


2019

Coluna desta segunda na Folha

Longe do teto do INSS

A reforma da Previdência acaba com o regime de aposentadoria especial para senadores e deputados federais a partir da próxima legislatura. Por isso, 180 deputados dos 513 já se anteciparam e requereram esse direito. Hoje, com apenas dois mandatos, suas excelências têm o direito à aposentadoria proporcional.

Pelo Plano de Seguridade Social dos Congressistas, eles contribuem mensalmente com R$ 3.713,93, valor correspondente a 11% do salário, que é de R$ 33.763,00. Aprovada a reforma, os políticos da próxima legislatura passarão a seguir as mesmas regras do setor privado, cujo teto de aposentadoria do INSS é de R$ 5.839, 45.

Com apenas seis anos de mandato, senadores e deputados já conseguem uma aposentadoria com valores superiores ao teto do INSS, porque a cada ano o parlamentar tem direito a 1/35 (um trinta e cinco avos) do salário total. Se ele contribuir por 35 anos, se aposenta com R$ 33.763,00.

Quem requereu – Dos 180 deputados que se preocuparam em antecipar o pedido do regime especial de aposentadoria, 13 são de Pernambuco: André de Paula, André Ferreira, Augusto Coutinho, Carlos Veras, Daniel Coelho, Eduardo da Fonte, Fernando Filho, Fernando Rodolfo, Gonzaga Patriota, Marília Arraes, Raul Henry, Túlio Gadelha e Wolney Queiroz. Mais da metade da bancada.

Nas ruas – Na lista dos que pediram aposentadoria especial, o líder do Cidadania na Câmara, Daniel Coelho, foi às ruas, sexta-feira passada, protestar contra a reforma da Previdência. E ainda espalhou vídeos pelas redes sociais com manifestantes queimando pneus na ação criminosa de bloqueamento de estradas e até vias de acessos no centro do Recife.

Mas quem acha? – O prefeito de Jaboatão, Anderson Ferreira (PL), garante que passou a semana passada no município, inclusive acompanhou o dilúvio que caiu na cidade matando uma pessoa e deixando centenas desabrigados. O problema é que ninguém encontra a sua excelência, daí os reclamos dos mais aflitos com os danos gerados pela tempestade.

Morte – Faleceu, ontem, em Afogados da Ingazeira, o ex-presidente da Fetape, Antônio Marques dos Santos. Atuante líder sindical, pai do advogado Carlos Marques, assessor do prefeito José Patriota (PSB), Marques começou carreira como presidente do Sindicato Rural de Afogados.

Na rede – Um trabalhador com processo na justiça em São José do Egito, no Pajeú, encontrou uma forma inusitada de protestar contra a lentidão da juíza Tayna Lima Prado: estendeu uma rede na vaga da garagem da magistrada no Fórum local e ficou deitado à espera da digníssima.

CIDADÃO – Presidente estadual do PSB e secretário de Desenvolvimento Social, Criança e Juventude, Sileno Guedes vira, hoje, às 18 horas, em sessão especial da Câmara, Cidadão de Olinda. A proposta, aprovada por unanimidade, foi do vereador Algério Nossa Voz, do PSB.

Perguntar não ofende: Como um deputado pode ser contra a Reforma da Previdência optando pelo regime especial da Câmara?


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Governo de PE

17/06


2019

Governadores do NE e o contrato com Mais Médicos

Daniela Lima – Painel – Folha de S.Paulo

Concluídas as etapas formais para a criação do Consórcio do Nordeste, figura jurídica que une os governos da região, começaram os debates sobre os primeiros planos de ação. Uma das frentes em estudo é firmar contrato com a Opas, a organização pan-americana responsável pela exportação de profissionais de saúde, para reinstalar atendimento similar ao do programa Mais Médicos. Segundo Flávio Dino (PCdoB), governador do Maranhão, já foi feita consulta à entidade.

A ideia é retomar um contrato regional com a organização. A Opas rescindiu o acordo com o Brasil e anunciou a retirada de médicos do programa, a maioria cubanos, logo após a vitória de Jair Bolsonaro.

A incapacidade do governo federal de repor as vagas antes ocupadas por cubanos deixou 28 milhões sem atendimento, estimou o New York Times. O Ceará é o segundo estado com o maior número em postos ociosos.

Não curti- Desceu quadrada a declaração de João Doria (PSDB), atribuindo aos governadores do Nordeste a exclusão dos estados da reforma da Previdência. Wellington Dias (PT), do Piauí, diz que Doria prega o “divisionismo”.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Prefeitura de Caruaru

17/06


2019

CPI: Bolsonaro intensifica "fritura" de aliados

às vésperas da fala de Moro para evitar CPI

Ministro da Justiça deve ir quarta-feira ao Senado para se defender de vazamento de mensagens

Angela Boldrini - Folha de S.Paulo

Em meio ao clima de instabilidade gerado pela onda de demissões no alto escalão do governo, o ministro Sergio Moro (Justiça) terá de ir ao Congresso nesta semana para dar explicações.

O rotulado superministro vai à CCJ (Comissão de Constituição e Justiça) do Senado na quarta-feira (19) para responder a questionamentos sobre as mensagens trocadas com membros da força-tarefa da Lava Jato, reveladas pelo site The Intercept Brasil.

A audiência ocorre no momento em que há um clima de “fritura” de membros da gestão por Bolsonaro, iniciado com a demissão do ministro da Secretaria de Governo, general Santos Cruz, na última quinta-feira (13).

Leia íntegra da reportagem clicando ao lado:  Bolsonaro intensifica 'fritura' de aliados às vésperas de fala de Moro ...


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Prefeitura de Gravatá

17/06


2019

Os advogados de Lula e as mensagens com Moro

Os advogados de Lula estão seguros de que não vão aparecer trocando mensagens com Moro no escândalo revelado pelo site The Intercept Brasil. Eles não tinham sequer o número do telefone celular do ex-juiz.

O uso de aplicativos como o Telegram, adotado pelo procurador Deltan Dallagnol para conversar com Sergio Moro e colegas do MPF (Ministério Público Federal), já serviu mais de uma vez para reforçar condenações no TRF-4 (Tribunal Regional Federal da 4ª Região), onde tramitam, em segunda instância, os processos da Lava Jato.

Em uma das decisões, o desembargador Thompson Flores integrou à sua sentença o argumento de que o réu mantinha “intensa comunicação por meio de aplicativos velados, a exemplo do Telegram”. 

Em outra sentença, o desembargador Leandro Pausen afirmou que o réu, processado por tráfico de drogas, se comunicava principalmente por diversos meios eletrônicos —entre eles, o Telegram— “a fim de dificultar o rastreamento”.  (Mônica Bergamo – Folha de S.Paulo)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


17/06


2019

Bancada evangélica com Moro de forma incondicional

"Ele está blindado por nós", diz o deputado Pastor Marco Feliciano”

Mônica  Bergamo – Folha de S.Paulo

bancada evangélica da Câmara dos Deputados, a mais próxima de Jair Bolsonaro, decidiu apoiar o ministro Sergio Moro, da Justiça, de forma incondicional.

 “Ele está blindado por nós”, diz o deputado Pastor Marco Feliciano (Pode-SP).

FICA TRANQUILO  - Na quarta (12), cerca de trinta parlamentares evangélicos se encontraram com Moro. “Fizemos uma oração e abençoamos a vida dele. Pedimos que Deus dê tranquilidade ao ministro”, diz o parlamentar.

Feliciano viajou com Bolsonaro e Moro para Belém na quinta (13), onde participaram da celebração dos 108 anos da Assembleia de Deus no Brasil. “Ele foi ovacionado.”


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

ArcoVerde

17/06


2019

Estados buscam recursos do gás recém-descoberto

Nove estados manifestaram interesse em aderir às regras do novo marco do setor de gás, que deve ser lançado em uma semana. Sergipe, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul e Espírito Santo estão no pelotão de frente. São Paulo só começou a se mexer nos últimos dias.

O governo tem a expectativa de reduzir à metade o preço do gás. Aos estados caberá a criação do consumidor livre, que como o próprio nome diz, será liberado para escolher seu fornecedor. Hoje, este mercado é monopólio das distribuidoras estaduais.

Para funcionar, os estados terão que aproveitar a renegociação de contratos com as distribuidoras. A CEG do Rio, por exemplo, quer renovar sua concessão por mais 20 anos. A ideia é evitar mudanças na legislação, esquivando-se do Congresso dada a dificuldade de articulação política do governo.  (Daniela Lima – FSP)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Asfaltos

17/06


2019

Queda de Levy: jogo combinado Bolsonaro-Guedes

Parlamentares ficaram com a impressão de que o arroubo de Jair Bolsonaro contra Joaquim Levy, agora ex-presidente do BNDES, foi parte de um jogo combinado com o ministro Paulo Guedes (Economia).

A insatisfação com Levy já era notada nos bastidores, mas a forma como a demissão ocorreu foi interpretada como uma aproximação de Guedes ao campo mais radical e ideológico que cerca o presidente, o que afasta os moderados do Congresso.  (Folha)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


17/06


2019

Na briga pelo lugar de Raquel Dodge

Correndo por fora da lista tríplice para a PGR, o subprocurador-geral Augusto Aras começou a se mover para tentar diminuir a predileção do presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), por Raquel Dodge.

Ele encontrou aliados do democrata na semana passada para apresentar suas credenciais.

Ex-procurador-geral da Justiça Militar, Marcelo Weitzel também começou a ser considerado para a PGR. Ele é do Rio de Janeiro e teria chamado atenção de de uma ala do bolsonarismo.  (Folha Painel)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

bm4 Marketing 4