Faculdade de Medicina de Olinda

01/10


2012

Rival de Chávez é séria ameaça a seu continuismo

Comício de encerramento da campanha de Henrique Capriles, primeiro rival com chances reais de derrotar Hugo Chávez, atraiu mais de 100.000 pessoas

Henrique Capriles, o adversário de Hugo Chávez, discursa para centenas de milhares de pessoas

Henrique Capriles, o adversário de Chávez, discursa para centenas de milhares de pessoas (Geraldo Caso-AFP)

Primeiro adversário com chances reais de derrotar o coronel Hugo Chávez na disputa pela Presidência da Venezuela, o candidato da coalizão opositora, Henrique Capriles, atraiu uma multidão calculada em mais de 100.000 pessoas no comício de encerramento da sua campanha, neste domingo, na capital Caracas. A uma semana das eleições, programadas para o próximo domingo, Capriles pediu aos venezuelanos para apostar na mudança e, após 14 anos, tirar o chavismo do poder.

"Hoje Caracas está vestida de futuro, de progresso", disse Capriles ao iniciar seu discurso no palanque instalado no final da avenida Bolívar, a poucas quadras do palácio presidencial de Miraflores. "Acredito que esta é sem dúvida a maior concentração de pessoas que já se reuniu na história de Caracas, quero agradecer a vocês", completou. Portando bandeiras com as cores da Venezuela – azual, amarelo e vermelho –, a multidão gritava "Se vê, se sente, Capriles presidente!"


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Governo de PE

01/10


2012

Toga justa

 O polido ministro Marco Aurélio foi quem reagiu, mas quase todos, no Supremo, estão incomodados com a aspereza do ministro Joaquim Barbosa, não só em relação a Lewandowski. Os atritos trouxeram um impasse. Por voto secreto, poderiam não eleger Joaquim para presidente, em novembro. Mas se não o fizerem, quebrando a tradição, será uma discriminação e pagarão caro por isso. (Tereza Cruvinel)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Com todo respeito aos demais ministros do STF, o Brasil entede que a vez agora é do Excelentíssimo Joaquim Brabosa,de presidir o Supremo, e com grande aceitabilidade dos brasileiros, pelo grande trabalho que vem desenvolvendo nos processos do Mensalão.


Prefeitura de Abreu e Lima

01/10


2012

Semana quente

 CARLOS CHAGAS

A previsão é de vir a ser das mais quentes e explosivas a semana que começa hoje. Começarão a ser julgados os antigos líderes maiores do PT, José Dirceu, José Genoíno e Delúbio Soares. São poucas as dúvidas de que o ministro Joaquim Barbosa não poupará nenhum dos três. Bem como será difícil ao ministro Ricardo Lewandowski livra-los das acusações de corrupção ativa e formação de quadrilha. Os trabalhos dessa nova etapa do julgamento deverão estender-se para além do próximo domingo, dia da eleição em primeiro turno. Certamente se refletirão no segundo, no fim do mês. Pior não poderia acontecer para o PT, cujos candidatos a prefeito nas capitais dos estados andam na baixa.

Por mais que o ex-presidente Lula se esforce no confronto paulistano, colhem-se dúvidas variadas. Só quem parece ter vindo em socorro de Fernando Haddad é o governador Geraldo Alckmin.

Geraldo Alckmin? Pois não é que o tucano acaba de declarar ser preocupante a situação de José Serra?


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

roberto lima

Não ´so quente mas de muito mau cheiro. Esgoto a ceu aberto via TJ

suricato

Falta ainda pegar um.Barbosa neles.


Prefeitura de Limoeiro

30/09


2012

Emprego: estrangeiros começam a olhar para o Brasil

DO BLOG DE SIDNEY REZENDE

 Nos próximos 2 anos teremos invasão de europeus no nosso país. Principalmente espanhóis, portugueses e italianos. Todos em busca de emprego.

O desemprego na Espanha caminha para alarmantes 30% da mão de obra ativa. A maior parte dos jovens até 25 anos não tem onde trabalhar hoje. E o desespero começa a assustar as famílias. Quem tem parentes, ainda que distantes no Brasil, começa a vislumbrar a possibilidade de uma vida mais próspera no "Novo Mundo".

O curioso é que os indianos também vêem o Brasil como um emergente com enormes possibilidades de abrigá-los. Em condições muito mais confortáveis do que se vive hoje na Índia.

Os indicanos já estão nos Estados Unidos, há algum tempo na Europa(hoje em profunda crise!), e agora invadem a Austrália.

Quando os ingleses aboliram a escravidão nas Ilhas Maurício, em 1835, foram buscar a mão de obra dos indianos. Foram milhares deles ajudar a construir a nova quadra do país. Os indianos são inteligentes, rápidos e sabem trabalhar com novas tecnologias.

O que quero dizer com isso é que assim como nas Ilhas Maurício onde indianos conviveram com europeus, chineses e outros asiáticos, eles se adaptam muito bem nos países que aceitam a chamada "multicultura".

Cabe aos brasileiros estudar mais, se capacitar e evitar perder mercado de trabalho aqui dentro para os estrangeiros que já viram que o Brasil é a merca do século XXI.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


30/09


2012

Temer usa jatinho de construtora na campanha

O vice-presidente Michel Temer (PMDB) usou o jatinho de uma empresa que tem contratos com o governo federal para participar da campanha eleitoral do candidato do PT à Prefeitura de Cuiabá (MT), Lúdio Cabral. Presidente licenciado do PMDB, Temer viajou numa aeronave da construtora Cowan no último dia 21 de setembro para ajudar a alavancar a candidatura do petista, que está em segundo lugar nas pesquisas e tem como vice o peemedebista Francisco Faiad.

A Cowan participa da construção de um trecho na Bahia da Ferrovia Oeste-Leste, da estatal Valec (estatal responsável pelas ferrovias). A empresa também tem contratos com financiamento do governo federal nos Estados, como a construção do sistema de transporte rápido de ônibus em Belo Horizonte. O uso da aeronave foi revelado pela revista "Veja".


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Magno coloca pimenta folha

30/09


2012

O sectarismo petista saiu derrotado

 Nas dez capitais em que o PT privilegiou a política de alianças com os partidos da base do governo Dilma, ele está no jogo em sete, lembra Ilimar Franco, na sua coluna deste domingo no GLOBO: Nas onze em que impôs seus candidatos está ficando fora da disputa em sete. O ministro Fernando Pimentel (Desenvolvimento) resume: “Em todo lugar em que os petistas não andaram juntos com os seus aliados está dando tudoo errado”. No PMDB, a ala que namorava com o senador Aécio Neves (PSDB-MG), e que tem divergências regionais com o PT, vai tentar agora insuflar o projeto do governador Eduardo Campos (PSB) para as eleições presidenciais de 2014.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Banner de Arcoverde

30/09


2012

Serra Talhada: Sebastião comemora desempenho em debate

O candidato do PR à Prefeitura de Serra Talhada, Sebastião Oliveira, organizou, na noite de ontem (29), uma motocarreata pelas ruas do centro do município. De acordo com Adelmo Rodrigues, um dos coordenadores da Frente Popular, o ato foi uma comemoração à “goleada que Sebastião deu no candidato petista durante o debate realizado pela Rádio Cultura”.

O local escolhido para concentração foi a Avenida Afonso Magalhães, e de lá a comitiva seguiu pelas ruas Manoel Pereira Lins, Padre Ferraz, Enock Ignácio, passando pelo bairro do Bom Jesus e Malhada. Para Sebastião, a resposta da população está sendo positiva, porém, afirma que não há espaço para o “discurso do ‘já ganhou’”. “Como disse Eduardo Campos, é hora de intensificar a campanha. Ir para as ruas conquistar cada voto é muito importante”, finalizou o prefeiturável.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

Virgulino Ferreira Lampião

Quem é adelmo no jogo do bicho,seba aqui ta perdido,pode gastar o que quizer a eleição aki ta perdida...



30/09


2012

STF: colegas temem futuro com destempero de Barbosa

A cada nova diatribe, cresce a inquietação sobre o futuro do ministro Joaquim Barbosa. Com a aposentadoria do presidente do Supremo, ministro Ayres Britto, em novembro, quando atinge a idade limite de 70 anos, Barbosa, na condição de vice-presidente, é o candidato natural a assumir o comando da Corte e também do Conselho Nacional de Justiça (CNJ). Por razões que vão da afinidade pessoal ao propósito de defender a instituição, amigos e rivais pensam em erguer uma blindagem que proteja Joaquim e, ao mesmo tempo, evite um curto-circuito entre a personalidade forte do ministro e a agenda das duas casas.

Consultados pelo GLOBO, ex-colegas de Joaquim no Ministério Público Federal e alguns dos atuais colegas do STF refletiram sobre os desafios que aguardam o relator do processo do mensalão, e prováveis ações que terão a sua marca pessoal. Eles não acreditam que o destempero do ministro seja suficiente para barrar a sua candidatura, mas procuram brechas para romper o isolamento em que se encontra e reduzir a possibilidade de futuras crises.

INCOMODADO

Apesar dos embates transmitidos ao vivo, o relacionamento com os demais ministros não preocupa tanto. Divergências e alianças são construídas e destruídas a cada novo caso, transformando ferrenhos adversários em aliados e vice-versa. O mesmo, contudo, não se pode dizer do convívio com os advogados. Além de não gostar de vê-los em seu gabinete e recusar-se a ler os seus pareceres, Joaquim não esconde dos amigos que a desenvoltura de alguns juristas ao circular nos tapetes do Supremo o incomoda muito. Esta presença, em sua gestão, tende a perder a força já fragilizada no julgamento do mensalão.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha