Governo de PE

24/05


2019

Bolsonaro no NE: tenta articular com governadores

Jair Bolsonaro vai aproveitar o tour pelo Nordeste para tentar convencer os governadores a aderir ao acordo em prol da MP do Saneamento. Ela está pautada para a próxima semana, mas Rodrigo Maia já avisou que não vota se não tiver apoios fechados. As articulações para evitar um rompimento definitivo de diálogo entre o governo e os principais líderes de partidos e de bancadas estão intensas.

Apesar de a MP 870 ter sido aprovada, um dos articuladores do governo relata um “clima muito ruim” como rescaldo das “caneladas” entre Rodrigo Maia e os interlocutores de Jair Bolsonaro.

Diante das tensas relações do governo com as instituições, a oposição sonha criar uma agenda conjunta e buscar apoios em forças da sociedade. Vai procurar o STF, a OAB, a CNBB, movimentos sociais e também acadêmicos.  (Coluna do Estadão)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Governo de PE

24/05


2019

Globo responde a Lula: prestigia Chico Buarque sim

Mônica Bergamo - Folha de S.Paulo

A TV Globo fez um levantamento para mostrar que Chico Buarque já apareceu “incontáveis” vezes em seus telejornais. Os dados foram reunidos em resposta a declarações do ex-presidente Lula. Na quarta (22), Lula enviou carta ao artista dizendo que ficou feliz ao ver a notícia de que ele ganhara o Prêmio Camões. “Mas [fiquei] muito mais feliz porque a Globo teve que colocar você no ar em horário nobre, pela primeira vez vi sua cara na Globo”.

De acordo com o levantamento, desde 2010 Chico Buarque já apareceu nove vezes no Jornal Nacional, quatro no Fantástico, dez em telejornais do Rio, cinco no Bom Dia Brasil e sete no Jornal da Globo.

Em algumas delas, Chico apareceu apoiando o movimento Lula Livre, a candidatura de Fernando Haddad a presidente, em atos contra o impeachment de Dilma Rousseff e em homenagens à vereadora Marielle Franco.  “Chico Buarque sempre mereceu e merecerá toda a atenção e respeito da TV Globo, pelo que representa para a cultura brasileira”, diz a emissora.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Congresso Nordestino de Educação Médica

24/05


2019

Focada em inteligência, PF finaliza substituições

Hoje, assume em Pernambuco Carlos Henrique de Souza

Coluna do Estadão – Alberto Bombig

O diretor-geral da Polícia FederalMaurício Valeixo, conclui até o início de junho as substituições nas superintendências da corporação. Com as trocas, consolida uma gestão de perfil focado em inteligência. O escolhido para o Ceará, Dennis Cali, coordenou a Operação Hashtag, de combate ao terrorismo na Olimpíada. Hoje, assume em Pernambuco Carlos Henrique de Souza, o número 2 no Rio (também atuou nos Jogos).

No Pará, Valeixo promoveu Wellington Santiago, que participou do inquérito envolvendo os irmãos Wesley e Joesley Batista. A delegada Mariana Paranhos Calderon será designada para o Piauí. Haverá substituições ainda em Santa Catarina e Goiás.

Será publicada hoje no Diário Oficial da União a convocação dos 1.037 excedentes do último concurso da Polícia Federal. Foi um dos compromissos de Sérgio Moro para os primeiros cem dias de governo Jair Bolsonaro.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


24/05


2019

PT adverte: mobilização não deve ser subestimada

'Eles não têm a mesma força da época do impeachment da Dilma e nem da eleição de 2018. Mas têm base e máquina', diz Gleisi

Mônica Bergamo - Folha de S.Paulo

O PT e outros setores da oposição dizem que a capacidade de mobilização de apoiadores de Bolsonaro, que convocaram para o domingo (26) manifestações de apoio a ele, não deve ser subestimada. “Eles não têm a mesma força da época do impeachment da Dilma [Rousseff] e nem da eleição de 2018. Mas têm base e máquina”, diz a deputada Gleisi Hoffmann, presidente do PT. Ela afirma que a oposição deve entrar na disputa política e mostrar que as bandeiras do movimento de domingo, como a reforma da Previdência, são de “apoio à subtração de direitos do povo pobre do Brasil”. 

Guilherme Boulos, do PSOL, tem análise semelhante. “O bolsonarismo está usando sua máquina nas redes para mobilizar. Bolsonaro se elegeu usando a máscara anti-sistema e agora tenta governar mobilizando o mesmo sentimento”. Afirma ainda que a estratégia pode funcionar “para seus apoiadores na rua. Mas gera contradição com sua agenda, que é totalmente pró-sistema e depende do parlamento para passar”.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


24/05


2019

Afagando os caminhoneiros

No dia seguinte à mobilização pró-Bolsonaro, o governo vai contemplar categoria que atua para inflar os atos, os caminhoneiros. Na segunda (27), o documento eletrônico que amplia o controle do piso do frete entra em teste no ES.

Parlamentares tentam convencer a equipe econômica a usar o Fundo de Participação dos Estados como principal critério de divisão das verbas da exploração do petróleo, o chamado Fundo Social. Querem que dois terços dos recursos sejam partilhados dessa maneira.

Cobertor curto - A repartição foi prometida aos governadores por Paulo Guedes, mas o critério ainda está em debate. A equipe econômica quer usar parte da verba para ressarcir os estados exportadores atendidos pela Lei Kandir. Parlamentares lembraram o governo de que o FPE atende prioritariamente Norte, Nordeste e Centro-Oeste –regiões que podem render votos no Congresso. A expectativa é que sejam distribuídos R$ 6 bilhões. (Folha)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

ArcoVerde

24/05


2019

Sem saída

O cenário de ingovernabilidade tornou-se alvo de debate nas duas Casas do Legislativo e também no Supremo. Nos últimos dias, ministros e parlamentares intensificaram os contatos. Em encontro na quarta (22), na residência de Davi Alcolumbre (DEM-AP), 15 senadores de diversos partidos, da direita à esquerda, debateram as opções à mesa.

A reunião, revelada pelo Estado de S. Paulo, partiu da premissa de que o país ruma ao impasse.

Não houve definição de rumo, mas diagnósticos:

1) o vice, Hamilton Mourão, não conquistou a confiança do Congresso, 2) Bolsonaro não é do tipo que combina com renúncia, 3) a crise é intermitente e seguirá aos soluços; 4) os atos deste domingo (26), qualquer que seja o resultado, tendem a piorar o ambiente.  (Daniela Lima – FSP)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Asfaltos

24/05


2019

Equipe de Paulo Guedes está perdida

Só um plano que ataque o desemprego

O clima em Brasília foi agravado nos últimos dias pela avaliação de que a equipe de Paulo Guedes também está perdida, sem conseguir implementar a retomada da economia.

Tornou-se corrente a avaliação de que a reforma da Previdência não será suficiente para a recuperação sem um plano que ataque o desemprego e o endividamento.

Líderes de partidos de centro e centro-direita encerraram a votação da medida provisória, nesta quinta (23), avisando que, mantida a atitude atual, vão cruzar os braços para que o governo veja se, de fato, tem votos para operar.(Painel – FSP)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


24/05


2019

Crise no Congresso alarma equipe econômica

Que prevê ‘luta política braba’

Daniela Lima – Painel – Folha de S.Paulo

Os constantes embates entre o governo e o Congresso tornaram-se a principal preocupação da equipe econômica. A guerra retórica que encerrou a primeira etapa da votação da medida provisória que reorganizou a Esplanada, na quarta (22), fez aliados de Paulo Guedes (Economia) classificarem a atuação do PSL como “corrosiva”, e a debilidade da articulação como obstáculo à agenda do Planalto.

O tom é de chamado à realidade: “O governo precisa querer governar”, disse um membro do time.

Passou da conta -  O desalento tomou conta da equipe econômica após a bronca dada pelo líder do DEM, Elmar Nascimento (BA), na bancada do PSL. “Aquilo foi o auge. Agora vai ser luta política da braba”, disse um integrante do grupo montado por Guedes.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

bm4 Marketing 5