Governo de PE

07/08


2012

Assessora e ''atriz'' do vídeo pornô demitida do Senado

DO LOG DE JOSIAS DE SOUZA

A CPI do Cachoeira ficou mais feia nesta segunda (6). O senador Ciro Nogueira (PP-PI) mandou ao olho da rua Denise Leitão Rocha, a advogada bonitona que o assessorava na comissão. Denise foi exibida num vídeo íntimo. Aparece nas cenas mantendo relações sexuais explícitas com um parceiro. A peça correu de olho em olho no Senado. Denise tornou-se uma instantânea celebridade nacional.

Antes do recesso, o senador Ciro dissera que a demitiria. Depois, revelara uma ponta de dúvida. Agora, alega que o afastamento foi necessário. A superexposição comprometeu, segundo ele, o “futuro dos trabalhos” da assessora. Ouvida, Denise considerou a demissão “machista e “desumana.” Ainda pretende conversar com o agora ex-chefe.

O vazamento do vídeo encontra-se sob investigação num inquérito policial. Denise nega que tenha levado as imagens à internet. Seu parceiro sexual também diz que não foi ele quem tornou as cenas públicas. O caso permanece inconcluso.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

S. C. B. M.

TEVE ALEGUEM Q NÃO CONSEGUI E FICOU COM RAIVINHA.


Governo de PE

07/08


2012

Para ''desconstruir'' Lula não basta só o mensalão

 A avaliação de parte da oposição de que o  julgamento dos 38 réus do  mensalão pelo Supremo Tribunal Federal (STF)  servirá para  ''desconstruir'' a imagem do ex-presidente Luiz Inácio Lula  da Silva é  precipitada. Primeiro, o líder petista não está no banco dos  réus;  segundo, sua popularidade é associada à avaliação positiva de seus  dois governos, independentemente do escândalo que marcou o primeiro   mandato. A pesquisa de opinião divulgada na sexta-feira pela  Confederação  Nacional dos Transportes (CNT) mostrou como anda o  prestígio de Lula:  se houvesse eleições para a Presidência, Lula  venceria com 69,8% dos  votos; Aécio Neves (PSDB-MG) teria 11,9%; e  Eduardo Campos (PSB), 3,2%.

Ou seja, o ex-presidente, aparentemente,  continua imbatível nas urnas. Somente a candidatura à reeleição da  presidente Dilma Rousseff, que  hoje teria 56% dos votos, pode barrar o  suposto projeto de volta ao  poder.

Lula tirou o corpo fora da  crise do mensalão quando ocupava a  Presidência da República. Depois do  barraco que armou ao procurar o  ministro Gilmar Mendes para tentar adiar  o julgamento, o ex-presidente  ''arrecuou os arfes'', como diria o  folclórico roupeiro botafoguense  Neném Prancha. Ou seja, já deu a  demonstração de solidariedade aos  companheiros e aliados que estão no  banco dos réus. Agora, vai aguardar o resultado numa espécie de ''me  inclua fora dessa'' e tratar de  aproveitar a campanha eleitoral para  reencontrar os militantes petistas e seus eleitores.(Blog de Luiz Carlos Azedo)


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

S. C. B. M.

SERÁ QUE DA PARA ACREDITAR NESTA MATÉRIA PAGA.??? ISTO É JOGADA FALSA PARA TIRAR OS BRASILEIRO DE FOCO DO JULGAMENTO DO MENSALÃO DOS PTISTAS E DOS SEUS COMPANHEIROS.


Congresso Nordestino de Educação Médica

07/08


2012

Prescrição: tudo contra boicote ao julgamento

 O ministro do Supremo Tribunal Federal Gilmar Mendes divergiu do ministro Marco Aurélio Mello e defendeu a promoção de sessões extras para cumprir o calendário do julgamento do processo do mensalão, caso seja necessário. As audiências extraordinárias são defendidas por juristas para assegurar a participação do ministro Cezar Peluso, que completa 70 anos em 3 de setembro, data de sua aposentadoria compulsória. Já o presidente do Superior Tribunal de Justiça, ministro Ari Pargendler, deu sinal verde para o governo federal cortar o ponto dos servidores públicos em greve parcial. Pargendler disse que "mesmo que o movimento seja legítimo, não é cabido autorizar que o servidor grevista seja remunerado", já que "decisões judiciais impedindo o corte de ponto violam gravemente a ordem administrativa ao inibir ato igualmente legítimo do gestor público".


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


07/08


2012

FHC distingue mensalão do PT e o tucano de MG

 O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso classificou como convincente a sustentação feita pelo procurador-geral da República, Roberto Gurgel, no julgamento do mensalão.  Para FH, se há crime, como defende Gurgel, é preciso haver punição. Fernando Henrique disse ainda que é importante “separar o joio do trigo”, numa referência clara a comparação do mensalão petista com o escândalo homônimo mineiro protagonizado pelo ex-governador de Minas Gerais e, hoje, deputado federal, Eduardo Azeredo. O ex-presidente disse ainda que o momento é de consolidação das instituições brasileiras. ''Acho que tem mais do que indícios, mas essa é a minha opinião. Quero deixar claro que não tive acesso aos autos e também não sou advogado. Mas tenho confiança que os julgadores diante das denúncias agirão com serenidade e equilíbrio'', disse o ex-presidente.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


07/08


2012

Maluf: ''''Quem quer apoio?''''

 Em sua coluna da IstoÉ, Ricardo Boechat relata a quantas anda a campanha eleitoral em São Paulo, e as ''alternativas'' com que contam os candidatos para dar mais retangarda, e votos, a seus palanques, obrigados a aceitar apoios de Deus e do diabo: ''''Responsável pela campanha de Fernando Haddad em São Paulo, o marqueteiro João Santana decidirá nos próximos dias se Paulo Maluf aparecerá no horário gratuito, no rádio e na tevê, pedindo votos para o petista. O deputado já se ofereceu. Também topa subir em palanques para comícios. Com ou sem Maluf ao lado, Haddad terá quase oito minutos diários a partir do dia 21, para dizer a que veio aos eleitores paulistas.''''


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

marcos

OLHA AÍ O GAROTO PROPAGANDA DO PT. SE FERNANDO HADDAD(LULA) NÃO SAI DA LANTERNA BOTA PAULO MALUF PRÁ TRABALHAR!!!


ArcoVerde

07/08


2012

Um sujeito safo como Lula não sabia?

No calor do julgamento, Marco Aurélio Mello, um dos mais polêmicos ministros do STF, falou. Não antecipou o voto, mas transmitiu sinais importantes. A favor dos réus, condenou sessões extras para que Cezar Peluso possa votar; contra, afirmou que não se deve esperar ato de ofício para provar corrupção; além disso, insinua que Lula sabia de tudo

DO PORTAL PE247

Tido como o ministro mais independente do Supremo Tribunal Federal, Marco Aurélio Mello, que está na corte desde 1990, concedeu uma importante entrevista aos jornalistas Fausto Macedo e Felipe Recondo, do Estado de S. Paulo (leia aqui a íntegra), onde não antecipou seu voto, mas transmitiu importantes sinais. Eis alguns pontos.

Sobre a necessidade de uma prova cabal

“Só se você partir para a escritura pública! Roberto Jefferson (delator do mensalão) foi categórico. É no mínimo extravagante um partido gerenciar solução de problemas de outros partidos. Eu não acredito em Papai Noel a essa altura da vida. O que vão querer em termos de provas? Uma carta? Uma confissão espontânea? É muito difícil. Você tem confissão espontânea de ladrão de galinha. Agora, do traficante de drogas ou de um delito mais grave não tem.”

Lula sabia?

“Você acha que um sujeito safo como o presidente Lula não sabia? O presidente se disse traído. Foi traído por quem? Pelo José Dirceu? Pela mídia? O presidente Lula sempre se mostrou muito mais um chefe de governo do que chefe de Estado.”

Sobre o voto de Peluso

“Não cabe estabelecer critérios excepcionais. Por enquanto eu sou um espectador, vou me pronunciar, se isso for arguido, seguindo o meu convencimento. Devemos observar as regras costumeiras, principalmente as já assentadas. O tribunal não fecha após 3 de setembro. Eu tenho dúvidas sobre a legitimidade dessa ampliação. Mais sessões para se ter o voto do especialista maior em Direito Penal? Não podemos dirigir o quórum, muito menos partindo da presunção de que ele (Peluso) votando vai absolver ou condenar (...) Você não pode manipular quórum para chegar a resultado. Eu fico assustado. E se o voto dele for no sentido da absolvição?”

A suspeição de Dias Toffoli

“Você deixaria de suscitar (a suspeição)? Vamos prejudicar a certeza da isenção para acelerar o julgamento? Você não pode potencializar o resultado que você quer e atropelar. Eu respeito muito o Roberto Gurgel. Eu tinha certeza que ele suscitaria.”

As pressões da opinião pública

“Há uma expectativa muito grande da sociedade. Você não vai a um local sequer onde ninguém lhe diga: ''Ministro, é um absurdo...'' Mas não dá para o Supremo partir para o justiçamento A cadeira (de ministro) é vitalícia, é uma opção de vida, com poder de Império. Tem que julgar com pureza d''alma.”


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

Comentários

marcos

COM PUREZA D''ALMA UMA CEBOLA É CADEIA NESSES LADRÕES. SEJAM HOMENS ISSO É O QUE O POVO BRASILEIRO ESPERA!


Asfaltos

06/08


2012

Rádio-taxistas declaram apoio a socialista

 

 

 

 

 

 



Depois do Sindicato das Taxistas, foi a vez da Associação das Empresas de Rádio-Táxi de Pernambuco (Aert) declarar o apoio ao candidato Geraldo Julio (PSB). Em reunião com o candidato, hoje, o presidente da Aert, Nivaldo Cavalcanti, informou a decisão da entidade, que reúne dez empresas e cerca de dois mil taxistas no Recife.

Geraldo retribuiu a confiança assumindo compromissos com a categoria. Ele assegurou que vai trabalhar para fazer o trânsito do Recife voltar a fluir e se comprometeu a oferecer cursos de capacitação para os motoristas. “Muitas vezes, o taxi é o primeiro lugar visitado por um turista que chega ao Recife e um bom atendimento nesta hora é essencial”, disse Geraldo, que ajudou a formatar o programa Taxista Amigo do Turista, no Governo do Estado.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha


06/08


2012

Candidato lança propostas para incrementar turismo

 

 

 

 

 


Em reunião com o Grupo de Amigos do Turismo, em Boa Viagem, o candidato da coligação Mudança por um Recife Melhor (DEM/PMN), Mendonça Filho, lançou propostas para incrementar o setor turístico da cidade.  Mendonça disse que pretende reerguer os dois principais cartões de visita da cidade - o Bairro do Recife e a orla de Boa Viagem - através de gerências específicas subordinadas à Prefeitura.

"No caso do Recife Antigo vamos criar a Gerência do Centro do Recife para cuidar de forma mais ampla da nossa área central", afirmou o candidato, destacando que considera a possibilidade de também ter uma gerência específica para a orla de Boa Viagem. Mendonça adiantou que pretende recolocar o Recife como pólo de entretenimento com eventos periódicos.


Faça Login para comentar


Email
Cadastre-se
Esqueci minha senha

bm4 Marketing 3